História Maybe Is It Love.. Ryan Carter - Capítulo 39


Escrita por:

Postado
Categorias AnticLove
Tags Drama, Revelaçoes, Romance, Ryan Carter
Visualizações 189
Palavras 1.205
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Anteriormente:
Matt: Eu já vou indo, se precisar de qualquer coisa me ligue! - Ele pisca para mim e sai

Ryan: Sério? - Ryan se vira para mim indignado

Sophie: Por favor! - Reviro meus olhos e me viro para o Ryan

Ryan: O quê ele realmente estava fazendo aqui? - Ele me olha sério, não parece se importar com as pessoas ao redor

Capítulo 39 - Talvez seja minha hora...


Olho para os lados e vejo que todos estão meio sem graça, os seguranças fingem não prestar atenção e Jenny olha para algum ponto fixo no nada, me volto para o Ryan que ainda me encara

 

Sophie: Vamos entrar, por favor! - Abro a porta e aponto para dentro do quarto 

 

Ryan: Tudo bem! - Ele anda devagar para dentro, provavelmente deve estar com dor ainda 

 

Entro em seguida, ele se senta beira da cama com um pouco de dificuldade e me olha atento, cruzo os braços e fico parada em sua frente, o encaro com um olhar desafiador

 

Ryan: Eu estou esperando! - Ele me olha sério e ergue uma sobrancelha 

 

Sophie: Não quem está esperando sou. - Continuo seria e parada no mesmo lugar 

 

Ryan: Você está esperando? - Ele inclino sua cabeça um pouco para o lado me olhando confuso 

 

Sophie: Sim, sou eu que estou grávida! - Tento segurar o riso, mas minha piada ruim acaba me fazendo morrer de rir 

 

Ryan: Sério, Sophie? - Ele fica me olhando indignado com minha brincadeira 

 

Sophie: Me desculpe! Eu não resisti! - Me sento ao seu lado ainda rindo 

 

Ryan: Você sabe que foi péssima, não é? - Ele vira sua cabeça para mim escondendo um sorriso no canto de seus lábios 

 

Sophie: Eu sei! - Apoio minha cabeça em seu ombro rindo 

 

Ryan: Eu não acredito que você me disse isso. - Ele cai na gargalhada 

 

Sophie: Era a oportunidade perfeita! - O olho pelo canto dos meus olhos e o vejo rindo 

 

Ryan: Realmente era! - Ele descansa sua cabeça na minha soltando um último riso 

 

Sophie: O Matt só veio saber como eu estava, Lisa contou a ele sobre seu estado. Não a nada demais! - Não olho em seus olhos mas posso sentir sobre mim o peso de seu olhar, entrelaço seus dedos nos meus 

 

Ryan: Eu estava muito preocupado com tudo, me desculpe! - Ele suspira como se estivesse aliviado

 

Sophie: Falando nisso! O quê o Stewart disse para você? - Retiro minha cabeça de seu ombro e me sento sobre minha perna de frente para ele 

 

Ryan: Ele só me disse que você ia pagar pelo que fez. O quê aconteceu, Sophie? - Ele se ajeita um pouco e fica de frente para mim 

 

Sophie: Quando eu sai para pegar um ar enquanto você e Jenny conversam, encontrei o Stewart lá fora, estava tudo bem até que ele disse que você não era a pessoa certa para mim, me irritei é disse a ele que eu sei fazer minhas escolhas. - Olha para o nada, sinto algo muito ruim ao lembrar dos últimos acontecimentos 

 

Ryan: E depois? - Ele segura minhas mãos para me passar confiança e me olha com carinho

 

Sophie: Nós brigados e ele começou a ficar violento e então o Matt apareceu, ele me ajudou a me livrar dele e acabei demitindo o Jake. Não confio mais nele! - Olha para o Ryan mordendo meu lábio inferior, não sei como ele vai reagir a isso

 

Ryan: Venha cá! - Ele me puxa para seus braços 

 

Sophie: Eu sinto muito! - Me aconchego com cuidado em seus braços 

 

Ryan: Está tudo bem! - Ele respira fundo e da um beijo em minha testa 

 

Depois da nossa conversar eu e Ryan apenas curtimos o resto da tarde, contei como mais detalhes tudo que aconteceu, e enfim estamos bem. Preciso ir até meu apartamento para pegar algumas coisas então pedi para que Lisa me encontre na portaria do meu prédio, preciso de sua ajuda e também quero conversar um pouco. Ryan não queria que eu viesse mas quando disse que levaria Nick comigo, ele concordou. 

Minha amiga me espera na frente do prédio, subimos juntas para o meu apartamento, eu decidi levar todas as minhas coisas para a casa do Ryan, então temos bastante trabalho

 

Lisa: Então está tudo bem entre vocês novamente? - Minha amiga me olha de rabo de olho enquanto dobra algumas roupas 

 

Sophie: Eu o amo, é inevitável! - Coloco uma mão em meu peito e suspiro 

 

Lisa: Claro! - Ela revira os olhos e joga uma blusa em minha mala 

 

Sophie: Com fome? - Me sento na cama e a olho

 

Lisa: Estou sempre com fome! Mas tem alguma coisa para comer nessa casa? - Ela fecha a mala e se senta ao meu lado 

 

Sophie: Sim, vamos para cozinha! - Me levanto e faço um sinal com a mão para a chamar enquanto saio andando para cozinha 

 

Minha amiga está sentada no balcão enquanto faço uns sanduíches, de repente ouvimos um estrondo vindo da porta da frente, levamos um susto, em um pensamento rápido puxo Lisa para trás do balcão e faço um sinal para que ela fiquei quieta, ouço passos indo em direção ao meu quarto. Lisa e eu estamos escondidas atrás do balcão da cozinha, podemos ouvir as coisas sendo reviradas em meu quarto, o barulho do vidro se quebrando no choque com o chão. Prendo minha respiração e coloco minhas mãos na boca, preciso pensar em algo para tirar nós duas daqui, antes que o pior aconteça.

 

Lisa: O quê vamos fazer? - Suas mãos estão em seu peito e seus olhos cheios de lágrimas 

 

Sophie: Seu telefone está com você? - Tento manter a calma, preciso ser fria para não piorar as coisas 

 

Lisa: Está...no quarto! - Minha amiga está chorando e tremendo

 

Sophie: Eu vou ir para o meu quarto e destrair quem quer que esteja lá, preciso que você desça para a portaria e avise a Nick sobre o que está acontecendo. Entendeu? - Sussurro e seguro as mãos da minha amiga tentando acalmar ela 

 

Lisa: Eu não vou te deixar aqui! - Ela me olha como se eu tivesse lhe pedido algo absurdo 

 

Sophie: Eu vou ficar bem! - Dou um sorriso para confortar minha amiga 

 

Lisa: Tudo bem! - Ela respira fundo retribuindo o sorriso 

 

Sophie: Saia pela porta da frente, a porta dos fundos está trancada. - Aperto suas mãos nas minhas e respiro fundo 

 

 

Lisa apenas concede com a cabeça e fica atrás do balcão, assim que vou em direção ao quarto ela vai devagar para a porta da frente, parece estupidez fazer isso, mas preciso salvar minha amiga. Quando chego ao meu quarto um homem alto e forte, ele está em frente ao meu closet, posso ver uma arma em sua mão, ele sente minha presença e se vira apontando a arma para mim, seus cabelos são negros como seus olhos, e uma enorme cicatriz divide seu rosto 

 

Sophie: Você? - Posso sentir meu corpo inteiro tremer, volto no tempo, é o homem que puxou o gatilho da arma que matou meus pais 

 

Bandido: Quanto tempo, querida! - Um sorriso aparece no canto de seus lábios 

 

Sophie: Veio terminar o que não fez anos atrás? - O encaro sem desviar o olhar, se eu morrer será de cabeça erguida, não tremendo de medo 

 

Bandido: Sim! - Ele da alguns passos em minha direção 

 

Sophie: Faça! - Meus olhos continuam fixos nele e uma lágrima escorrer em minha bochecha, coloco minhas duas mãos sobre minha barriga 

 

Bandido: Sinto muito! - Ele chega perto e encosta a arma em minha testa 

 

 

Continua.....

 


Notas Finais


Próximo capítulo:
Fecho meus olhos e sinto as lágrimas escorrem em meu rosto, num fleche de luz vejo meus pais sorrindo para mim e me estendendo a mão, meu irmão está logo atrás e faz um gesto com a mão me chamando, talvez seja minha hora, talvez esse não seja o meu lugar...

Até sábado! Beijinhos!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...