História Maybe we can fix each other. - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Kim Taehyung (V), Personagens Originais
Tags Bangtan Boys, Bts, Jeon, Jeongguk, Jungkook
Visualizações 2
Palavras 405
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Demorei, porém cheguei.
Aaaaaa me desculpem ._.
Eu tive problemas de saúde, e a escola tá pegando pesado demais comigo. Isso me ocupou bastante essa semana :"(.
Mas enfim, consegui achar essa brecha pra escrever pra vocês!
Eu queria pedir um favor que muitas das escritoras do site pedem;
Divulguem a minha fanfic, ela é a minha primeira e eu sei que não está tão boa. Mas vou tentar melhorar. Os favoritos também são importantes. Eu já pensei em apagar a fic por achar ela ruim, mas é assim que se começa, certo?
Boa leitura meus amores♡!

Capítulo 8 - 8.


Fanfic / Fanfiction Maybe we can fix each other. - Capítulo 8 - 8.

Jeongguk.

Pulei a grade daquela quadra esquecida, sentindo o sorriso singelo que tanto segurei moldar na frente da garota, partir em meus lábios no mesmo instante. Meu coração saltitava, e meu cérebro o repreendia. Fala sério, estou agindo como um idiota. Não que eu não seja, claro.

O pouco tempo que presenciei junto à Marie, foram minutos suficientes para que perdesse a segunda e terceira aula. Incluindo o teste do semestre. Deveria me preocupar? Lógico. Mas estou feliz demais para sentir qualquer outra coisa além de paz de espírito. A conversa que se manteve entre nós se resumiu em; Tensão sexual, raiva e nostalgia. Isso. Me sentia nostálgico. 

A promessa que a fiz, de ir todas as madrugadas até seu dormitório, quebrar a tranca da janela só pra vê-la e  me confessar, é real. Foi assim que começamos a nos envolver. Ah, a nossa história é cheia de buracos, idas e vindas. É de enlouquecer. 

Minha cabeça vai de um lado para o outro, tentando manter o foco de achar Taehyung, sem que ninguém me pegue nos corredores. 

Meus olhos se encontram com a silhueta alta do moreno, enquanto o mesmo conversava com uma garota do primeiro semestre. PRIMEIRÃO. Esse garoto só mexe com gente que não dá. Aff.

- TAEHYUNG! - Grito o nome do mais velho, vendo-o virar-se para mim, e me olhar de forma raivosa. O Kim anda em passos pesados até meu corpo, me empurrando com destreza até o beco dos prédios. 

- Caralho, Jungkook. Você é um filho da puta. - Soa irritado. Estava vermelho como um morango. Ri alto quando vi as maçãs avermelhadas de raiva.

- Olha pra você, Tae. Fez vinte e cinco anos à pouco tempo, e ainda quer pegar uma garota de dezessete? Pelo amor de Deus. - A sobrancelha do Kim se arqueia, e agora quem ri é ele. Gargalhando como o idiota que é. Batendo palmas enquanto enxugava lágrimas imaginárias tirando sarro da minha cara. 

- E você, seu tapado? Você e a Marie são quatro anos de diferença. Me erra Jeon, você é tão tarado quanto eu. - Meu rosto molda uma careta, julgo ser engraçada, visto que o Kim riu mais. - Eu espero que eu e a Mandy fodemos logo. - O moreno diz, movimentando a língua dentre os lábios. 

- Eu falei com a Marie. Falei que sinto a falta dela e que....Bom, eu não disse que irei reconquistá-la, mas eu vou. - 


Notas Finais


Eu sou a + sumida do site, credo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...