História Me ame - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amor, Casal, Fofo, Homem, Mulher, Namorados, Romance
Visualizações 3
Palavras 715
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Ficção, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Olá, tudo bom? Espero que esteja. Também espero que goste deste capítulo, boa leitura!

Capítulo 3 - Capítulo 3


A noite pareceu uma eternidade que não teria fim, não era possível que aquilo tivesse acontecido de verdade, sim, eu ainda não acreditava que o próprio Gabriel havia me beijado, não que fosse algo impossível, mas eu nunca tive esperanças de que aconteceria um beijo entre eu e ele. Sento na beirada da cama. Inacreditável, como um beijo fez eu perder meu sono? Vou ao banheiro, acendo a luz e encaro meu reflexo no espelho, sorri, ainda sem acreditar naquele beijo que até antes parecia impossível. Apoio uma mão na pia, enquanto a outra passa os dedos em meus lábios, o sorriso no rosto me deixa parecer mais boba por estar acordada bem tarde, por causa de um beijo. E a noite durou mais do que devia.

Antes mesmo do sol nascer eu já estava me arrumando para ir trabalhar, o dia estava frio, mas isso não incomodava, mesmo que eu odiasse o frio. Saio para o trabalho sem deixar de pensar na noite passada, qualquer um que me visse diria que eu estava feliz, dava para perceber pelo sorriso no canto dos meus lábios. Sou recebida no meu local de trabalho com os bom-dia que meus colegas me dão, o dia parecia perfeito, ou era impressão minha.

- Annie, está tudo bem? - Pergunta a estagiária que trabalha comigo, Claud, ela parecia preocupada.

- Sim, por quê? Pareço não estar? - Pergunto ao me sentar em minha mesa.

- Querida, se olhou no espelho hoje? Olhe o tamanho das suas olheiras...

E ela começa mais uma vez a me criticar, o jeito que estou, como me pareço desleixada por usar roupas folgadas, que para mim são confortáveis, mas eu não me importava. A única coisa que tirava do sério era ela me chamar de querida, eu odiava isso a ponto de ter que fechar os olhos para manter a calma.

- Eu me sinto ótima, e não vou usar maquiagem para disfarçar essas olheiras. - Digo tentando parecer gentil.

- Ah, mas você tem que estar o mais apresentável possível, e você sabe disso.

- Obrigada por me lembrar esse pequeno detalhe.

Forço uma risada boba antes de levantar para ir ao escritório do meu chefe, levar café, já não dava para continuar ali com ela.

- Licença. - Digo entrando no escritórios. - Bom dia, Félix, trouxe café.

- Tão cedo, Annie. - Diz Félix, que estava lendo algo, levantando a cabeça.

- Não é tão cedo, é que hoje o dia está nublado. - Me explico.

- Verdade. - Ele olha para a janela e repara que realmente estava nublado. - Pode deixar o café em cima da mesa.

Félix se levanta da mesa, me impressiono, ele estava impecável com seu terno escuro, e uma gravata azul escura. Ele não costumava usar combinações que ficassem bonitas.

- Hoje irei para um casamento, assim que eu sair daqui. Você acha que essa roupa está apropriada? - Perguntou colocando as mãos nos bolsos.

- Sim. - Respondo sem nem mesmo saber com que tipo de roupa se vai a um casamento. Mas acredito que aquela estava bonita para tal ocasião. - Acho que sem a gravata ficaria melhor. - Sugeri.

- Você acha? É, talvez fique. - Disse caminhando até a mesa e pegou um copo com café. - Annie, se prepare que eu não serei mais o seu chefe, consegui um novo cargo. - Disse deixando a alegria exposta no rosto.

- Parabéns! - Não consigo evitar um abraço. Percebo e me afasto. - Me desculpe. - Ri.

- Sem problemas. - Riu comigo.

- E quem vai ser meu novo chefe?

- Informação privada. - Disse caminhando até a porta. - Certifique-se de não ficar abraçando qualquer chefe que aparecer. - Disse antes de sair.

Deixo alguns risos escaparem, com certeza não era informações privadas. Félix estava tão alegre, que isso me contagiou, eu ficarei com saudades de tê-lo como chefe.

- Ah, hoje irei fazer uma comemoração em minha casa. Para celebrar o meu novo cargo, apareça lá. - Diz Félix aparecendo na porta, e novamente indo embora.

Uma comemoração, seria legal ir. Penso em levar Gabriel como acompanhante, e no mesmo instante não consigo evitar a lembrança do nosso beijo, que a pouco tempo nem estava passando pela minha cabeça. Será que ele também está pensando na noite passada? Não faria diferença se tivesse. Isso não importa, eu só quero que ele me acompanhe.


Notas Finais


Para os que já me conhecem, espero que goste desse capítulo.
Me sigam para mais atualizações, comentem, favoritem!
Se me seguir eu sigo de volta.
Aproveite e me siga no amino! > http://aminoapps.com/p/9v8iph
Leiam as outras histórias minhas, e se preparem que semana que vem teremos mais! Até!
(Desculpe qualquer erro)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...