História Me and the Devil - Capítulo 18


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Tags Naruto, Romance, Sasusaku, Terror
Visualizações 259
Palavras 1.177
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Hentai, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Terror e Horror, Violência
Avisos: Canibalismo, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 18 - Seus Segredos Mais Profundos. Part 1.


Fanfic / Fanfiction Me and the Devil - Capítulo 18 - Seus Segredos Mais Profundos. Part 1.

Logo senti a mão dele sobre a minha testa.

 

-Meu deus você está em chamas. Disse ele.

 

Rapidamente ele se afastou, correu até a porta, abriu a mesma e gritou por Itachi, enquanto eu estava ali naquela pequena e fria cama, eu sentia meu corpo ficar tão quente. Logo ouvi passos e em seguida ouvi a voz de Itachi ao perguntar o que estava acontecendo.

 

-Pegue alguns remédios ela está com febre, me encontre no meu quarto e não diga nada a ninguém. Disse Sasuke.

 

-Pode deixar. Disse Itachi.

 

Pude ouvir os passos de Itachi se afastando do quarto, então Sasuke veio em minha direção novamente, me pegou em seus braços e rapidamente me levou para o quarto dele, enquanto ele corria pelo corredor comigo em seus braços pude notar cada feição do seu rosto, ele parecia estar tenso e preocupado, eu não sabia o que pensar naquele momento, eu me sentia tão triste e confusa. Ele abriu a porta do quarto, entrou e  fechou a porta com o pé,  rapidamente me pôs sobre a cama dele, eu nunca havia estado nesse quarto, eu achava que o quarto dele era aquele que ficamos da última vez, lentamente olhei ao redor, pude ver uma enorme prateleira que ia do chão ao teto cheia de livros, havia também uma enorme tv e em um canto próximo a porta pela qual entramos haviam algumas bebidas em uma pequena prateleirinha, voltei meus olhos para Sasuke e ele estava entrando em uma porta que havia ali próxima a enorme prateleira de livros, tudo ficou em silencio por uns dois segundos, em seguida pude ver ele vindo com um cobertor em suas mãos, antes de se aproximar da cama, ele abriu o mesmo e quando se aproximou da mesma cobriu o meu corpo.

 

-Eu mesmo cuidarei de você. Disse ele ao me olhar.

 

O olhei e ao ouvir suas palavras automaticamente virei o rosto para o outro lado. Ouvi alguém bater na porta e permaneci com o rosto virado, ouvi passos e em seguida a voz de Itachi.

 

-Aqui está, trouxe água também.

 

-Obrigado, prepare algo para que ela possa comer, algo bem gorduroso ela precisa de energia.

 

-Ok! Eu não demoro.

 

Logo ouvi a porta se fechar em seguida ouvi passos em minha direção.

 

-Sakura!

 

Permaneci com o rosto virado.

 

-Sakura, por favor!

 

Essa havia sido a primeira vez que ele havia dito” Por favor ”,Me virei e olhei para ele.

 

-Tome! Disse ele ao aproximar duas pílulas da minha boca.

 

-Não quero.

 

-Tome, por favor eu não quero que fique pior, então por favor abra a boca.

 

Respirei fundo e mesmo relutante abri a boca e ele por sua vez colocou o remédio na minha boca e em seguida se sentou na cama e lentamente me inclinou para que eu pudesse beber a água que ele estava a segurar próximo aos meus lábios. Assim que bebi a água ele colocou o copo de água em cima do criado mudo que havia ali ao lado, e foi aí que notei que ele estava a me segurar bem próximo ao seu peito, eu estava sem forças, eu não tinha nem animo para empurra-lo para longe, então acabamos ficando naquela situação por muito tempo, ele parecia não querer me soltar e do jeito que eu estava eu tinha medo de falar algo e sei lá, acontecer algo ainda pior, mais o que poderia ser pior? Quando ele decidiu me soltar, não aguentei e acabei falando:

-Eu não sei quem você quer que eu torne, mais eu não sou a garota que você procura, deseja. Eu realmente não sei o que você espera de mim, eu sou fraca. Disse isso ao respirar fundo. –Eu vi todos os meus sonhos se despedaçarem no dia em que conheci você, se eu pudesse voltar no tempo eu jamais teria cruzado o seu caminho, você tirou tudo o que eu tinha, o que eu mais amava, eu só quero ir para um lugar bem longe, bem longe de você. Disse isso enquanto as minhas lágrimas caiam. –Eu me odeio tanto, eu .... Eu ... a minha mente está tão fodida, eu sinto como se não pudesse mais aguentar viver nem mais um dia, se era assim que você queria me ver, parabéns você conseguiu, eu estou arrasada, acabada, destruída.

 

Ele ficou em silencio, mas quando vi a mão dele vindo em direção ao meu rosto, eu não esperava nada menos do que um forte tapa, mais para o meu espanto, ele apenas enxugou as minhas lágrimas e em seguida se levantou e caminhou novamente em direção a porta que havia próxima a prateleira de livros e saiu dali. O silêncio invadiu o quarto e eu acabei adormecendo.

 

------------------------------

 

Quando acordei olhei ao redor do quarto e pude ver Sasuke sentando em uma poltrona vermelha que aparentemente quando eu cheguei não estava ali, ele estava dormindo. Eu nunca havia visto ele daquele jeito, ele estava com os cabelos bem bagunçados, estava apenas com a sua calça social preta e descalço.

 Me sentei na cama, olhei para o lado e então vi ao lado da cama um prato de comida, arroz, feijão, purê de batata e muita carne, quando vi aquela comida toda ali pensei que fosse uma miragem, mais um sorriso apareceu quando notei que era algo real, rapidamente peguei a prato e a colher e comecei a me deliciar com toda aquela comida. Quando terminei de comer coloquei novamente o prato e a colher sobre o criado mudo e em seguida bebi um pouco de agua, nossa depois dessa refeição eu me sentia muito melhor, meu corpo já não estava tão quente, voltei meus olhos para Sasuke e ele ainda estava adormecido, lentamente me levantei e caminhei em direção a porta, mais eu nem precisei rodar a maçaneta para saber que a mesma estava trancada, respirei fundo e calmamente fui em direção a enorme prateleira de livros e comecei a olhar os livros que haviam ali, haviam muitos livros sobre medicina e outros livros com títulos estranhos, mais um livro em particular me chamou a atenção, ele estava um pouco acima da minha cabeça, eu tive que ficar na ponta dos pés para conseguir pega-lo, quando ele finalmente estava nas minhas mãos, notei que ele era todo preto e havia uma leve faixa dourada no fim dele, olhei para Sasuke e ele ainda estava dormindo. Com cuidado abri o livro, as duas primeiras páginas estavam em branco o que de começo já era estranho, só na terceira pagina havia algo escrito.

 

-Salva-me, Salva-me.

Ela diz: -Talvez.

Ela sempre soube de tudo o que acontecia, ela sempre soube.... Uma vagabunda em busca de um pouco de atenção se anestesiava com álcool para não ver o que estava acontecendo.

 

Mudei para quarta pagina.

 

Fui estuprado na frente da minha mãe por várias e várias vezes pelo meu pai, desde muito pequeno...

 

Meus olhos se arregalaram quando vi isso, o que era isso o diário dele, afinal?  Olhei para ele por um momento e em seguida voltei meus olhos para o livro.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...