1. Spirit Fanfics >
  2. Me apaixonei pela minha assassina - hot Jeon Jungkook >
  3. Eu tô apaixonada pelo Jimin

História Me apaixonei pela minha assassina - hot Jeon Jungkook - Capítulo 23


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leitura bebês 😉

Capítulo 23 - Eu tô apaixonada pelo Jimin



V: o que vai fazer se eu estiver? 


S/n: eu vou te jogar por essa janela sem pensar duas vezes!!!  (Disse ficando de pé a sentimetrôs do mesmo)


V: Me da um beijinho?  (Fez uma cara fofa quase irresistível fazendo bico )


JK : cof cof...


S/n: Quer beijinho quer?  (Disse fazendo biquinho pouco me fodendo pro Jungkook)


JK : cof cof...


V: Só unzinhu? ? (Se abaixou um pouco na minha altura e mostrou um dedo indicando quantos Beijos ele queria) talvez eu queira dois? Ou três  (era quase impossível não gostar de toda aquela fofura)


JK : COF COF....


S/n: que foi porra? Tá morrendo? Alguém aí trás água pro Jungkook porque ele tá passando mal aqui gente! 


Percebi o olhar de ódio do mesmo ele se levantou e ficou frente a frente comigo nem podia medir a pouco distância que nossas bocas estavam uma da outra.


V: COF COF...


JK : KIM TAEHYUNG se fizer isso de novo quem vai te jogar janela a baixo sou eu! (Disse sem desviar o olhar do meu)


Sem mais nem menos ele me puxou pela cintura agarrando meu lábios pra si, ele apertava minha cintura de uma forma gostosa, subiu uma de suas mãos e agarrou minha nuca aprofundando mais o beijo, sinto outra mão me puxar e quando abri os olhos pude ver Taehyung me olhando sério.


V: poxa s/a...Eu só queria um beijinho  (disse apontando o dedo pra sua boca formando um biquinho)


S/n: aish !  É uma criança mesmo.


Sentei ao lado dele e deixei um celinho em seus lábios, me levantei e recebi um tapa na bunda ao olhar para trás pude ver uma expressãonada agradável em Jungkook.


JK : esse tapa não foi nada perto do que eu vou fazer com você se beijar ele outra vez!


S/n: Você acha que pode mandar em mim?


JK: Você é minha! Aceita que dói menos.


Depois disso fui me sentar um pouco mais na frente junto de Emilly, ela Tava sosinha então não vi problema.


S/n: iae?  (Disse jogando meu charme pra cima da maish velha)


Emilly : eai.


S/n: turu baum contigu?  (Falei em português  arrancando altas risadas dela)


Emilly : pode pá chegada! !


Emilly era fluente em português e eu? Bom, eu sou brasileira né meu povo, bom eu não cresci sabendo falar a língua brasileira porém me interessei e fui estudando sobre isso na coreia lugar onde cresci.


JM: quanto tempo até chegarmos no Brasil?  (Jimin apareceu e se sentou junto de nós duas)


S/n: Cumpadé eu ainda não sei! (Nem me toquei que tinha falado em português)


JM: cum o que s/n??? Fala minha língua por favor (sorrimos e ele deitou sua cabeça na minha perna e começei a fazer carinho no cabelo no mesmo)


S/n: acho que vamos ter algumas horas de viagem...longas horas.



S/n off


Yoongi on:


Estava sentando ao lado do Jin e do meu outro lado se encontrava Hoseok e do seu lado tinha Lia observei um pouco mais a frente e vi Jimin com a cabeça no colo de s/n, eu nunca vi ele com essa certa intimidade com nenhuma garota. Sou cortado dos meus pensamentos por Jin.


Jin: tá admirando o casal também? 


YG: eles são um casal?


Jin: Não... (suspirou fundo)...Mas já foram.


Okay agora eu tô super perdido nisso.


YG: pode me explicar? 


Jin: se prepara porque é uma longa história.


YG: Aaaah pode começar...


Jin: Bom, o Jimin sempre ia na minha casa me da algumas fixas de pessoas perigosas e que deveriam morrer, geralmente quem matava cada uma delas era a s/n só que o Jimin não a conhecia ainda, minha sobrinha matava usando facas ela não tinha a melhor mira com armas então decide conversar com Jimin para que a ajudasse já que eu tinha sempre que viajar a negociasse e não tinha tempo pra ensinar ela, quando estava no Japão enviei uma missão pra s/n ela deveria matar o Jen Junghyun bem já fazia um tempo que ele me devia ele era um bom negociador mas depois de um tempo ele esqueceu de mim e fingiu que não me conhecia apesar deu ajudar ele bastante sempre que ele precisava, eu era amigo da família dele digamos que vi o Jungkook quando ele era uma criança mas o mesmo não se lembra de mim dessa forma. 


YG: então você está dizendo que já foi amigo íntimo da família Jeon? 


Jin: Sim, eles me consideravam da família, mas eles me deixaram na lama e eu queria vingança, não é algo que eu me orgulhe muito, passei a ter o ódio dos Jeon's depois de descobrir um grande segredos deles.


YG: e quem segredo seria esse?


Jin: a história aqui era pra ser sobre s/n e Jimin então vamos focar nisso.


YG: prossiga...


Jin: A s/n já namorava com o Jimin quando encaminhei a missão pra ela mas Jimin não se importou com isso ela sempre deixava claro seu amor por ele, depois de um tempo de namoro o Jimin passou a ter um comportamento estranho.


YG: estranho como??? (Disse vendo Jimin dormindo no colo da s/n)


Jin: estranho como... (olhou para mesma direção que eu encarando o ex casal)...estranho como chegar bêbado todas as madrugadas enquanto ela ficava acordada esperando ele chegar, tinha noites que ele vinha acompanhado de alguma mulher e a s/n fingia está dormindo no sofá, ela me disse uma vez que ouvida as mulheres sempre diferentes entrarem na casa e perguntarem ao Jimin quem era a menina a dormir do sofá e ele dizia que era apenas a irmã dele, no outro dia ela fazia o café da manhã com um sorriso no rosto como se nada tivesse acontecido e ele...Bom. ..Ele dava sempre um selar em sua testa e ia em saída para o trabalho e assim foram passando os dias até uma noite em que ele voltou do trabalho e não encontrou a s/n em casa.


YG: Ela tinha ido embora?


Jin: olha...Eu queria que isso tivesse acontecido mas não.


YG: então? 


Jin: ela tinha saído para matar, ela já não sabia onde guardar toda a angústia que sentia ela precisava descontar isso então saiu de noite antes que Jimin chegasse, quando ela voltou para casa dele ela estava coberta de sangue e bêbada, ele correu para ela e abraçou mas ela não movia um músculo para retribuir, seus olhos estavam vermelhos e Jimin tinha seu rosto inchado por conta das horas que ele passou chorando achando que ela tinha abandonado ele.


YG: espera aí. ..Ele ainda amava ela?


Jin: ele sempre amou mas não sabia como lidar com isso então tentou afastar ela dele por achar que não faria ela Feliz. Continuando, assim que ele Soltou ela ele pode ver que nos olhos dela só se via ódio e angústia, ele sabia exatamente qual era o motivo daquilo ele estava preocupado queria saber de quem era o sangue que tinha no corpo dela assim que ele se tocou baixou a cabeça e começou a chorar, a s/n começou a bater dele até seus olhos fixarem um no outro, não existia mais ódio, angústia só existia eles dois ali no chão da sala, não precisavam de palavras seus olhos já diziam tudo, ela deixou uma lágrima cair e em seguida ele abaixa beijou, levou ela pro banheiro pra tirar o sangue e o cheiro de álcool que avia nela. E foi nesse dia que ela teve ele só pra ela, si é que me entende... (respirou fundo) ...Ele nunca tinha sido tocada ou algo do tipo, ele foi o primeiro dela. Então pulando essa parte, mesmo Jimin dizendo que amava ela, ele cometia os mesmo erros, durou dois anos e enfim teve o dia em que ela decidiu acabar com tudo e ir embora, foi nes se mesmo dia que Junghyun foi dado por morto, ela Tava bêbada completamente descontrolada então o Namjoon decidiu terminar a missão por ela.


YG: então não foi ela quem  matou o Jung? 


Jin: Não, não foi ela.


YG: no dia que ela chegou porre na casa do Jimin,  de quem em o sangue ?


Jin: era da mulher que o Jimin sempre levava pra cama.


YG: nossa, mas depois que ela foi embora, Oque ele fez?


Jin: ele ficou louco, sempre ia em casa pra falar com ela mora lá mas ela tinha dado um tempo do país, ela não queria ver ele e eu permite que ela ficasse fora por um tempo. Ele procurava ela em todo lugar mas não aidiantou então ele se conformou, se passaram oito meses e eu quase não reconheci ela, ela tinha mudado, eu não via mais aquele certo brilho no olhar dela, de fato ele acabou com ela, nesse tempo ela matava quase todo dia, depois de um tempo eu marquei um jantar a "negócios" eu já sabia da paixão que o Taehyung tinha por ela por isso deixei ele trabalhar pra mim, de alguma forma eu sentia falta dela, de como ela era antes,  coloquei uma missão qualquer e era pra ela matar o Jungkook mas aí ela se apaixonou por ele e pelo Taehyung também.


YG: uau isso é muita informação! Mas qual sua opinião sobre eles agora?


Jin: eu só quero que ela seja feliz, o brilho que eu não via a muito tempo nos olhos dela voltaram assim que ela passou a morar com o Jungkook ela e o Jimin  é passado, por mais que ainda existia sentimento da parte dele eu não quero que ela volte a sofrer.


YG: então estamos no clube "S/n forever Jungkook" certo?  (Ele sorriu balançando a cabeça apontando o dedo ao Tae que estava dormindo ao lado do Jungkook) 


Jin: Tem mais de uma pessoa no jogo.


YG: é inevitável mas não quero ver ninguém machucado.


Jin: Você acha que eu quero? 



*Horas depois*



Yoongi off


S/n on:



Em fim chegamos no Brasil, já tinha um carro esperando por nós até porque meu tio tem vários seguranças por todo lugar desse mundo, fomos direto para casa de praia que o mesmo tem e chegando lá corri pro meu quarto mas assim que entrei no mesmo dei de cara com Jungkook.


S/n: o que você tá fazendo aqui? (Disse cruzando os braços)


JK : esse quarto também é meu sabia? (Disse vindo em minha direção)


S/n: JEON JUNGKOOK VAZA DA PORRA DO MEU QUART.... (Antes que eu pudesse  terminar de falar ele me prensa na parede me dando um beijo feroz) 


Bati no peito dele na tentativa de afastar ele de mim mas ele me segurou mais forte levantando minhas pernas na cintura do mesmo em seguida apertando minha bunda fazendo eu dar um gemido manhoso entre seus lábios, ele caminha até a cama comigo no colo em seguida sem separar o beijo ele me deitou na cama de forma delicada e foi tirando minha camisa dando selares no meu pescoço descendo até meu seios, mudo nossas posições ficando por cima dele, Beijo seu pescoço dando mordidas pelo local, Jungkook arfa após eu ter passado minhas unhas por dentro de sua camisa dando um tapa estrelado em minha bunda por cima da calça moletom que eu usava, desabotoou toda sua camisa me dando a visão do seu abdômen definido, mordo os lábios vendo o mesmo soltar um sorriso cínico pelo meu ato, rebolo em cima de seu membro já ereto fazendo o mesmo jogar sua cabeça para trás mordendo os lábios segurando seu cabelo com um pouco de força, me inclino para o mesmo chegando perto de seu ouvido dizendo coisas indecentes para o mesmo do tipo "sua baby quer leitinho", "não seja um Daddy mal" e outras, porém o que fez ele perder total controle foi quando eu disse "para de se segurar e me foda do jeito que só você faz" .


JK: Você não deveria ter dito isso! 


Disse em um sussurro contra meus lábios ficando por cima de mim, o mesmo tira minha calça assim que ele se abaixou entre minhas pernas a porta do quarto é aberta me dando a visão de Emilly chorando, assim que ela percebeu o que acontecia no quarto tampou os olhos soluçando um pouco olho para Jungkook como se pedisse pra ele sair do quarto então ele revira os olhos entendo o que eu queria, assim que ele saiu eu pego um roupão e vou ate Emilly que ainda cobria os olhos chorando, me aproximo da mesma abraçando ela por trás.


S/n: Hey?  O que aconteceu hum? (Ela olha para mim com seus olhos vermelhos)


Emilly: E-eu....t-tô...apai-ix-xonad-da....pelo J-Jimin  (disse entre soluços, segurei a mão da mesma trazendo e próximo ela para sentar na cama)


S/n:  ele já sabe disso? (Soltei um suspiro)


Emilly : acho que agora sabe (deitou sua cabeça em meu colo e eu fiz cafuné na mesma)


S/n: porque acha isso?  (Disse tomando a atenção dela em meu olhar)


Emilly : p-porque e-eu beijei e-ele (sinto meu coração doer após ela dizer isso)


S/n: V-Você fez o que???





Notas Finais


Oie amores da minha vida...Me digam se estão gostando okay?
A opinião de vocês é essencial para mim...
Será que terá um novo casal?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...