1. Spirit Fanfics >
  2. Me apaixonei pelo filho do ex inimigo do meu pai! >
  3. Sair!

História Me apaixonei pelo filho do ex inimigo do meu pai! - Capítulo 30


Escrita por: Duda_Pastana

Notas do Autor


B
O
A
L
E
I
T
U
R
A
😁

Capítulo 30 - Sair!


Fanfic / Fanfiction Me apaixonei pelo filho do ex inimigo do meu pai! - Capítulo 30 - Sair!

Duda on

Estamos no carro conversando.

Pablo: Então gatinha me fala mais sobre ocê.

Duda: Tipo o que.

Pablo: Como vc deixou de ser santa.

Duda: Ah(tento disfarça).

Pablo: Pode confia em mim.

Duda: Ok, tudo começou quanto eu comecei a ficar com um menino chamado Lucas, Tabóm mais eu não sabia que ele era obsecado por mim ele descobriu que eu ficava com outros garotos além dele dai ele veio tirar satisfação comigo.

Pablo: Eai o que aconteceu.

Duda: Eu mandei ele tomar no cú e fui embora, depois de um tempo ele me ligou e falou pra mim ir na casa dele pra tentar se resolver, só eu mau imaginava que esse dia seria o pior dia da minha vida.

Pablo: Vixii.

Duda: eu mal cheguei e ele me pegou me levou pro quarto dele e amarrou minhas mãos e começou a abusar ele começou a me deixar com varios chupões e depois sentir algo entrar dentro de mim sem piedade aquilo doeu muito eu gritei o mais alto possivel pra ele para mais ele não parou.

Pablo: Mais filho da puta.

Duda: O pecado dele foi ele esqueceu de amarra minhas pernas então eu dei um chute nele e sair correndo pra minha casa, cheguei em casa estava palida meu pai correu até a mim e me viu num estado que mano, olhei pra baixo e vi sangue e tive que desmaia. Acordei com um médico  falando para meu pai sua filha foi abusada a unica palavra que saiu foi Lucas e nessa época o Nicolas já estava na minha vida eu falava tudo pra ele pra mãe dele nessa epoca sofia já vinha pro mundo a mãe dele viajou pra fazer o tratamento de câncer, o Nicolas foi o que mais me apoiou ele mal saia do meu lado ia pro psicologo comigo,comia comigo, durmia comigo até mim dava banho pq eu tinha ficado traumatizada não tinha forças pra nada, enquanto isso meu pai torturava o Lucas.

Pablo: Como.

Duda: colocou varias sangue sugas nele pra ficar com marcas de chupões e enfiou uma estaca de ferro no cú dele sem piedade.

Pablo: O que aconteceu com ele. 

Duda: Meu pai deixou ele morrer sozinho e meu disser que ele morreu.

Pablo: Q bom nega, chegamos gatinha.

Duda: Ah tchau.(vou saindo quando sinto me puxar pelo braço).

Pablo: Duda eu não sou o Lucas, eu jamais vou te machucar entendeu.(falo dando um beijo na bochecha dela).

Duda: Que bom que vc me entende.(falo dando um selinho nele).

Pablo: Tchau neném.

Bom sair do carro mais aliviada, foi para dentro do aeroporto espera meu pai e vejo uma cena de chora, meu pai ta de mãos dadas com a beth a que fofo. Vou correndo e pulo no colo do papai

Henrique: Oi minha princesa.

Duda: Oi pai.(falo com a voz um pouco desanimada).

Henrique: Aconteceu algo filha?

Duda: não pai, oi tia beth oi minha bbzinha.

Sofia: Oi maninha que saudade.(falo estendedo a mão pra ela me pegar no colo).

Duda: O minha neném vem.(fomos até o carro).

Henrique: Bom a sofia vai com a tia beth e que vou a Duda para o escritório.

Duda: Ok tchau tia beth. (Estranho a tia beth não falou quase nada).

Beth: Tchau querida se cuida.(falo dando um abraço nela).

Henrique: Tchau meus amores.

Beth: Fica com a arma engatilhada o Nicolas.

Henrique: Tá amor eu sei.

Duda: O que tem meu outro neném.

Henrique: Nada fia ela so que falar com ele.

Duda: atá então vamos meu velho?

Henrique: Bora minha preta.

Bom tava eu meu pai no carro a caminho do escritório meu pai me contou sobre a viagem e então chegamos. Na entrada

Carla: Bom dia senhor , bom dia senhorita Maria.

Duda: Bom dia carla 

Henrique: Bom dia.

Carla: o senhor e a senhorita já pode subir.

Eu e o meu pai estávamos subindo o elevado chegamos no andar a sala estava tapada por fora oxi estava com o celular na mão respondendo Nicolas. Quando eu olho quem está na sala.

Lucas: Oi Duda sempre linda né.

Henrique: Filha.

Duda:(meu celular deixei cair no no chão pois não saia nenhuma palavra sentir como se eu fosse me destruir ali mesmo).

Lurdes: Querida está tudo bem?

Duda:( ouvi a voz da mãe do Lucas me apavoro mais eu me sentei no chão  e mim escorei na parede mais proxima que tinha e me encolhi e começei a chorar).

Lucas: Amor para com isso.(fui chegando perto)

Duda:(vi o Lucas se aproximando dei um chute nele, meu estava chegando perto de mim também) Sair!

Henrique: Filha calma.(falo pegando o telefone e ligando para o Nicolas).

Duda: Sair sair!!!!

Lurdes: Querida para com isso.(falo indo abraça-la).

Duda: Sairrrrr!(falo gritando e me encolho mais e mais até eu não conseguir controlar meu choro). Sair todo mundo de perto de mim agora.(falo de cabeça baixar).

Lucas: Mais amor.

Duda: Sairrr!




Notas Finais


Gente desculpa qualquer coisa.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...