1. Spirit Fanfics >
  2. Me Apaixonei Por Um Robô. >
  3. O coelho azul.

História Me Apaixonei Por Um Robô. - Capítulo 17


Escrita por:


Capítulo 17 - O coelho azul.


— Obrigado! - ele disse num tom cínico e sorridente.

É um... garoto coelho. Mas mais um...? Este é azul, e tem olhos verdes. Por que eu ainda estou arrepiado?! Isso não é bom.

— Eu sei que eu sou impressionantemente lindo, mas boca aberta entra mosca! - seu ar de ironia continuava encravado na voz.

Sem que eu reparasse, ele se aproximou de mim e levantou meu queixo, fechando minha boca que estava realmente aberta. Impulsivamente eu pulei da cadeira e comecei a ir na direção da porta direita, que parecia vazia.

— Oh, cuidado! Assim você cai! - o coelho azul disse enquanto olhava no chão atrás dos meus pés, como se tivesse algo para eu cair.

Eu automaticamente olhei para o chão atrás de mim e acabei escorregando com o nervoso. Olhei para a porta direita, que já está bem mais perto do que quando olhei antes.

É minha chanc...

— Pra onde pensa que vai, Alenkar? - uma voz masculina disse no escuro do corredor direito.

Então o Bonnie saiu do breu e entrou na sala. Os dois coelhos... É hoje que eu viro sopa de cenoura com carne...

Me tirando dos meus pensamentos, o garoto coelho de cabelos azuis aproximou seu rosto do meu, me fazendo corar sem a vontade.

— O-O quê...? - eu tentei me afastar, mas parecia que o chão dava atrito com a minha roupa, me impedindo de sair muito do lugar.

O coelho azul arregalou os olhos esverdeados e abriu um enorme sorriso diante da minha face.

EU QUERO MUITO TE COMER AGORA MESMO!

Por mais psicopata que estivesse sua expressão, eu quis rir e tentei segurar. "Eu quero muito te comer"..........

Ele ficou confuso com a minha reação. Aparentemente ele queria que eu sentisse medo... e eu até sentiria! Se eu não fosse tão poluído, heheh.

— Mas que coisa... Você é diferente! E eu gosto! - o azulado veio pra cima de mim, segurando minha mandíbula com seus dedos e unhas de uma mão só.

Ele começou a aproximar sua boca aberta perto da minha bochecha, mas eu senti um puxão no braço direito que me levou para bem perto do Bonnie, o roxo. Eu olhei para os olhos vermelhos do Bonnie, que me observavam como um alimento.

— Este já é meu, Tonnie. - Bonnie falou para o coelho azul.

Então o nome dele é Tonnie...

— Hah... Até parece. Eu sou mil vezes mais interessante pra ele do que você! Olhe para mim!

Esse tal de Tonnie parece bem convencido, na verdade... Enquanto eu penso e eles discutem, Bonnie me puxa cada vez mais contra ele, começando já a me deixar excitado.

— Eu vi ele primeiro, você pode ficar com a garota do lado de fora! - Bonnie constava pela última vez.

Eu não aguentei e instintivamente empurrei Bonnie para longe, fazendo-o cair para fora da sala. Encarei o coelho azul antes de começar a empurrar ele pra fora também.

— Ei, ei, ei! O que você pensa que está fazendo, garoto?!

Antes que ele pudesse agir de qualquer jeito, eu fechei a porta na cara dele. Esperei que ele se afastasse para deixar a porta aberta de novo.

Chequei a porta direita de novo: o Bonnie já se foi, e não vejo nenhum sinal de outro animatronico.

— Sei que não devia cantar vitória antes da hora, mas... finalmente me livrei deles... POR AGORA, AO MENOS. - pensei em voz alta, já que estou sozinho.

Suspirei e soltei, sentando-me na minha cadeira de novo e observando as câmeras, esperando que a hora passasse voando.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...