1. Spirit Fanfics >
  2. Me Apaixonei Por Você Novamente. (Osamu Miya) >
  3. Capítulo VI

História Me Apaixonei Por Você Novamente. (Osamu Miya) - Capítulo 6


Escrita por:


Notas do Autor


Como o outro Capítulo saiu pequeno, -1000 eu vou fazer esse maior.
Boa leitura.
Obs: O primeiro encontro (como namorados) dos principais saiu meio "Doooh" sla, e não ficou muito bom, vou tentar mudar um pouco.

Capítulo 6 - Capítulo VI


Fanfic / Fanfiction Me Apaixonei Por Você Novamente. (Osamu Miya) - Capítulo 6 - Capítulo VI

               S/N ON

Agora me encontro fazendo anotações de um trabalho que tenho, estou na biblioteca tão entretida em minhas anotações que não vejo o Miya chegar.

_ Oi. _O olho e abro um sorriso, pedindo para que ele se sente, ele faz oque eu pedi sentado na cadeira ao lado._ O Tsumo tem lhe incomodado?

_ Oh não exatamente...

Flashback On

_ Turma hoje passarei um trabalho solo, mas podem fazer em dupla.

_ Ei, S/N faça comigo. _Viro o rosto para o lado, mas o meio-loiro contínua me importunado a aula toda.

Flashback Off

_ Ele diz que precisa de minha ajuda no trabalho e fica me perseguindo.

Flashback On

Fui beber água, mas quase me engasgo com a figura que aparece ao meu lado. Cof* Cof*

_ O-OQUE VOCÊ ESTÁ FAZENDO?

_ Eu só quero que faça dupla comigo. 

[...]

Estou indo almoçar no lugar de sempre quando uma criatura me assusta e derrubo minha marmita.

_ O-Oque você... _Uma veia salta de minha testa.

_ Foi sem querer.

_ ATSUMOOOOO.

Flashback Off

_ Eu sinto muito. _O Miya sorri baixo, mas ainda consigo ouvir._ Pedirei para ele deixar de ser um chiclete. _Rio do que ele falou, o Miya tem sido mais solto comigo, mas ainda continua gentil, é só que ele faz meu coração bater bem mais rápido que o normal.

_ Está tudo bem se eu ajudá-lo ele vai me deixar em paz, só preciso desenha-lo e acabou. _O bom é que eu sou boa desenhista.

_ Eu posso ajudá-lo, mas por que é que ele não me pediu? _Por que da última vez que ele se fez de modelo para você, o Shinsuke e o Suna desenhar-lo, você só fez comer e seu desenho ficou tipo... Horrível._ Mas se você quer ajudá-lo, então tudo bem. _Lhe dou um sorriso ele realmente consegui ser fofo._ Sabe... As vezes ele pode ser grosso, mas é uma boa pessoa.

_ Eu sei. _Coloco minha mão em seu ombro._ Se ele for grosseiro comigo serei duas vezes mais do que ele. _O Miya ri em resposta, e pega minha mão que estava em seu ombro.

_ Espero que sim. _Meu rosto fica vermelho e queima, meu coração deve estar a quilômetros por horas o toque de sua mão na minha está enlouquecendo os meus batimentos, mas antes que qualquer outra coisa acontecesse um indivíduo atrapalha.

_ S/N, me ajuda no trabalho. _Rapidamente solto minha mão da do Miya e dou um sorriso.

_ Sim, vamos eu irei ajudá-lo. _Me levanto, pego as minhas coisas e me disperso do Osamu.

[...]

Antes do treino começar estou andando pela a escola com a cabeça nas nuvens, deveria já ter ido para a quadra, mas estou me decidindo se confesso ou não meus sentimentos pelo o Osamo Miya. E se ele me rejeitar? E se depois que me rejeitar acabar com nossa amizade? E se ele me disser que gosta de outra pessoa? E se... A vários "e se" não sei oque fazer. 

_ Já não deverias está na quadra? _Olho para o rapaz em minha frente me encarando com aqueles olhos escuro e baixos parecendo cansados.

_ Estou tentando me decidir se confesso os meus sentimentos. _Quando percebo oque eu falei tapo a boca. OQUE EU FIZ, EU SOU LOUCA? POR QUE EU NUNCA CONSIGO FICAR COM A BOCA FECHADA? O mais alto só me olha, não fala nada e o silêncio estava me matando._ E-EU NÃO TENHO CULPA SE MEU CORAÇÃO SE APAIXONOU POR VOCÊ,  ninguém manda nele, MUITO MENOS EU. _Yaaaaaaa... EU SOU LOUCA, EU NÃO CONSEGUI ME SEGURAR E ACABEI EXPLODINDO Aaaaaaaaa... QUE VONTADE DE ENTERRAR MINHA CABEÇA EM UM BURACO.

_ Então você não quer?

_ É cla-claro que eu quero. _O rapaz me puxa mais para perto e acaba a distância que havia entre nós, selando os nossos lábios em um beijo rápido._ Você... _Ele nem me deixa falar, e sela nossos lábios novamente em um beijo calmo e necessitado, ele pedi passagem para a língua que rapidamente cedi. Sua mão direita segura minha nuca enquanto a esquerda está em minha cintura, minhas duas mão aperta sua roupa.

Nos separamos por falta de ar  e ele esconde o rosto na curva de meu pescoço, demoramos alguns minutos assim até ele apertar minha cintura e suspirar, o mesmo levanta a cabeça e abaixa o olhar.

_ Eu... _É a primeira vez que lhe vejo faltar palavra ele está vermelho então dou um sorriso, coloco minhas duas mãos em seu rosto e lhe dou um selinho rápido, ele me encara por um momento antes de pegar meu rosto e selar nossos lábios novamente, ele distribui beijo pelo o meu rosto beijando meu pescoço em seguida e me abraçando, dou risada retribuindo seu abraço. 

_ Então isso quer dizer que... _Falo para ele completar, quero saber oque realmente acontecerá conosco.

_ Estamos namorando. _Ele completa a frase e beija novamente meu pescoço. Não consigo parar de sorrir, estou feliz, muito feliz.

[...]

Meses que nos conhecemos, meses apaixonada por este homem, meses querendo me confessar e agora finalmente estamos namorando. Depois de semana de aulas terei um final de semana tranquilo; será que se eu chamar o Miya para um encontro ele aceita?

Mandei mensagem para o Osamu perguntando se ele iria a um encontro comigo e ele aceitou.

Parque de Hyogo 07:50 AM

Chego ao parque pronta para esperar o Miya, mas o vejo de longe ele deve estar esperando faz algum tempo, dou um sorriso e vou até ele. 

_ Esperou por muito tempo? _ O homem se assusta um pouco e dou risada dele.

_ Não muito, cheguei a pouco tempo. _Ele retribui meu sorriso com outro e pego a mão dele.

_ Então vamos? _Ele concorda com a cabeça e caminhamos de mãos dadas._ Vamos transformar este domingo no melhor dia da semana.

_ Sim.

_VAMOS LÁ. Aliás, oque quer fazer primeiro?

_ Você decide.

_ Tem certeza? Acho melhor não confiar em mim para escolher os lugares.

_ Então é melhor que decida você mesma. _Damos risadas e começamos o nosso primeiro encontro.

[...]

_ Aquários, eu amo o fundo do mar. _O lugar que eu escolhi levá-lo foi um dos lugares que sempre quis ir o "Aquário".

_ Um gosto bem peculiar.

_ Como você gosta de cozinhar tenho certeza que goste de peixes, certo?

_ Claro, claro. _..._ É realmente lindo né? _Concordo e olho para o Miya que está a olhar com intensidade os peixes e o mar._ Tão lindo quanto você. _Coro com seu elogio e ele toca o meu rosto.

_ Vo-você também é lindo, quanto a paisagem do mar; tão frio, mas aos mesmo tempo gentil. Calmo, mas bravo quando quer, confortável, responsável, engraçado... _Dou um sorriso gentil e ele retribui._ E cheios de coisas novas para se descobrir.

_ Obrigado... _Ele diz baixo para que eu consiga ouvir, dou um sorriso bobo de felicidade._ Veja um tubarão. _Aponto para o peixe dentro do aquário.

_ Você parece uma criança.

[...]

Estamos caminhando pelas ruas de Hyogo, eu na frente e o Miya caminhando logo atrás de mim.

_ Então por que você veio para o Inarizaki? Você estudava em outra escola certo? _Paro e me viro para o Miya dando um sorrisão.

_ Para lhe contar o motivo primeiro tenho que dizer que eu não morava no Japão. _Vejo sua expressão mudar para curiosidade, eles sabiam que eu não sou de Hyogo, mas não sabiam que não morava no Japão._ Nasci no Japão, mas fui criada no Brasil e minha mãe é brasileira com descendência a japonês, mas nasceu no Brasil e foi criada no Japão depois que completou 16 anos. Enquanto meu pai é Japonês. Quando entrei para o primeiro ano do ensino médio, eu era ótima nos esportes, principalmente Vôlei e futebol, mas tinha uma paixão maior pelo o vôlei e fui recomendada para um time feminino de vôlei pelo o professor de educação física, joguei como líbero no time por causa do meu tamanho e habilidade apesar de eu ser uma ótima levantadora. Mas quando fui para o segundo ano logo no mês de maio me descartaram do time pôs a treinadora conseguiu a líbero que queria, quando formos jogar eu acabei brigando com a líbero e fui expulsa do time, então vim embora para o Japão.

_ Para entrar em um time de vôlei feminino?

_ Não, para que eu pudesse fugir de qualquer pessoa que me conhecesse naquele país, fora minha mãe e meu irmão e irmã.

_ Entendo. Mas por que seus pais não vieram com você?

_ Minha mãe por causa dos dois filhos mais novos, eles nunca saíram do Brasil, e meu pai... Trabalha em outro país e é divorciado da minha mãe.

_ Entendo. _O Miya pega as minhas mãos nas dele e deixa um selar nelas._ Agora você tem a mim, quando se sentir sozinha pode contar comigo. _Concordo com a cabeça e ele deixar um selar em minha testa._ Vamos.

_ Ei, ei, me fale de você e seu irmão.

_ É uma longa história... _Nós dois rimo e ele conta sua história e o relacionamento com seu irmão. Nada que terminar um ótimo dia com alguém que você ama.

" O amei demais, nem sei quando aconteceu só sei que seu jeito de ser me fez se apaixonar cada vez mais pela a beleza de sua alma, agora sim eu posso dizer "Te amarei eternamente Miya Osamu." De Nozome S/N."

             S/N ON


Notas Finais


Revisada, mas se tiver algum erro que deixei passar por favor me desculpem.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...