1. Spirit Fanfics >
  2. Me Beije >
  3. 3. Mandeville

História Me Beije - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


O terceiro capítulo no mesmo dia, porque já tinha escrito, então rsrs’ 😁 boa leitura 😌

Capítulo 3 - 3. Mandeville


Fanfic / Fanfiction Me Beije - Capítulo 3 - 3. Mandeville

Estou como Sleeping At Last em seus instrumentais fúnebres. Algo pinica sob minhas madeixas bagunçadas. Nervosismo? Raiva? Estar na detenção é novidade, e espero que isso não influencie na minha bolsa de estudos. Contudo, Harry parece familiarizado com a biblioteca, e ao invés de organizar livros - como fomos ordenados a fazer -, está folheando as páginas gastas de 'The Great Gatsby'.


Por um momento minha cabeça parece que vai explodir de frustração. Queria chutar suas pernas cruzadas sobre a mesa da Senhora Darby's, e o obrigar a ter postura. Mas antes que eu pudesse tomar qualquer atitude estúpida, Harry fecha o livro em suas mãos, e levanta num pulo da cadeira que estava acamado. 


"Daisy é tão previsível." 


Revirou seus olhos verdes e caminhou até uma das prateleiras a procura de outro livro para bisbilhotar. Seus dedos derrapam pelas capas, até finalmente puxar 'Moby Dick'.


"E a atuação de Leonardo DiCaprio foi tão..."


"Incrível?!" O interrompo antes que falasse uma bobagem em potencial, que me irritaria ainda mais.


"Se está dizendo." Me lançou um olhar rápido e desdenhoso.


Certamente aquele filme não é o melhor de Leonardo - na minha opinião -, mas não estava disposto a entrar numa discussão cinematográfica com meu ex crush. Sim, ex. Ele conseguiu destruir tudo que eu achava atraente nele com aquela brincadeira sem graça sobre veados.


"Todos deveriam ler Moby Dick ao menos uma vez na vida." Balançou o livro até que eu o olhasse.


"Não sou chegado em livros."


"E é 'chegado' em que?" Estava preparado para piadas maldosas, mas ao contrário... "Nos filmes? Eles devoram a melhor parte das histórias. Você deveria ler."


"Se está dizendo."


Arrasto uma cadeira para alcançar a sessão 'O', próximo onde Harry devolvia o livro sobre um cachalote branco. Dou impulso para subir, e antes de conseguir me equilibrar meu pé escorrega na beira do assento. Bizarro como em poucos segundos eu estou entre seus braços tatuados. 


Queria gritar: 'já pode me soltar', mas aquilo estava começando a ficar realmente interessante. Porque ele não me solta? Vou cuspir meu coração pela garganta se continuarmos com essa proximidade. 


Como na maioria dos filmes sobre romance selvagem, Harry me rouba um beijo. Tão ferozmente que quase não consigo sentir a maciez de seus lábios nos meus. Espera, de repente começou a tocar 'jungle' de Mandeville e estamos derrubando uma fileira de livros sobre gastronomia. Meu Deus, está quente demais aqui!


Não consigo lembrar exatamente quando fomos parar na mesa de Darby's, e foda-se. Só consigo pensar no seu corpo atlético em cima de mim, sua ereção entre minhas coxas - malditos jeans.


Sua língua quente está no meu pescoço, e é delicioso. Pelo som, acho que derrubamos algumas canetinhas da bibliotecária enquanto tentávamos nos encaixar melhor sobre aquele mesa estreita. Droga! Como eu espero que isso não seja um sonho.


De repente a ficha cai, estamos na biblioteca.


"Harry." Relutante em afastar seu peitoral de mim, o faço. "Pode chegar alguém." Então aqueles olhos verdes estão finalmente prestando atenção no que tenho a dizer. 


"Certo..." Ofegante, sai de cima da mesa e ajeita a camisa.


"Nossa, isso foi como Britney em 'baby one more time'." Me coloco de pé próximo a Harry. 


"Você fala sobre música o tempo todo?" Me olhou parcialmente confuso, e algo me diz que não foi pelo meu comentário.


Um barulho na porta faz ele se afastar, e entendo perfeitamente o que aquilo significava. Também não poderia achar que aquela pegação ia ocasionar mudanças entre nós dois. 


"Não conte isso a ninguém." Ah, Harry.


Notas Finais


Espero muito que tenham gostado!!! Deixem seus comentários e até o proximoo 😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...