1. Spirit Fanfics >
  2. Me chama de teia e gruda em mim (JIKOOK) >
  3. Me chame de namorado

História Me chama de teia e gruda em mim (JIKOOK) - Capítulo 9


Escrita por:


Notas do Autor


Não vou mentir, estava enrolando pra postar esse capítulo porque ele é o último * lágrima *

ATENÇÃO: Leia as notas finais!!
Boa leitura, piticos!

Capítulo 9 - Me chame de namorado


Xingou-se por não conseguir se segurar. Mas quem conseguiria? Sua vontade era de tomar Jimin para si ali mesmo, mas ainda sim queria que fosse especial. Levantou, com o garoto em seu colo, suas mãos o seguravam firmemente para que não caísse, andando na direção do quarto do rapaz. Quando adentrou o cômodo, colocou Park no chão, apenas lhe dando o tempo de fechar a porta pois logo pressionou ele na mesma, tomando seus lábios novamente. Deslizou suas mãos pelo tronco alheio, chegando na barra de sua camisa, na intenção de tirar aquela peça de roupa de seu corpo. Em poucos minutos ambos já estavam apenas com suas roupas íntimas, marcadas pelos membros já úmidos com o pré-gozo.

Em meio a um beijo, caminhavam com dificuldade até a cama arrumada, rapidamente se endireitando sobre ela, com o mais novo por cima do outro. Jeon foi distribuindo beijos pelo peitoral do menor, ora ou outra marcando sua pele clara com um chupão, até chegar em sua virilha, descendo sua cueca e o deixando totalmente nu. Jimin Suspirou ao sentir o garoto lamber a cabecinha de seu membro. Sentiu seu rosto queimar, completamente tímido por estar tão exposto, mas ao ter seu pênis na boca do mais novo, que o chupou com força, não conseguiu conter o gemido de prazer. Levou sua mão até a boca, a tampando, enquanto Jeon apenas sorria internamente, vendo o quão sensível a toques o baixinho era.

Voltou sua atenção para as coxas fartas do menor, mordendo aquela parte de seu corpo, já sua mão direita masturbava Park lentamente. No entanto não se conteve, voltando a chupar o Park com voracidade, esse que tinha sua caixa torácica descendo e subindo rapidamente, devido a sua respiração descompensada. As mãos do moreno continuavam a passar pelo corpo alheio, enquanto ele continuava a sugar o pau de Jimin com vontade, apenas parando quando os gemidos do garoto se tornaram intensos. As mãos grandes de Jungkook estavam próximas ao rosto rosado do baixinho, que logo entendeu o recado, assim que os dedos de Jeon adentraram sua boca ele os chupou com vontade.

— Fica de quatro pra mim. — Não tardou em obedecer.

O jovem ficou de quatro, apoiando seus joelhos e mãos sobre o colchão, já Jungkook se posicionou entre suas pernas, acariciando suas costas, que se contraíram ao ter os dedos do mais novo penetrando a entrada do menor. Park mordeu os lábios quando Jeon introduziu o terceiro dedo, fazendo um movimento de vai e vem. 

Um tapa foi desferido na nádega do mais velho, que gemeu surpreso em resposta. Quando Jeon sentiu o outro rebolar em seus dedos, impulsionando a bunda para trás, em busca de mais contato, retirou seus dígitos de dentro dele. Tirando a única roupa que restava em seu corpo num passe de mágica, rapidamente voltando ao seu lugar. Entre as pernas do baixinho. Masturbou seu pênis, olhando para a visão de Jimin de quatro, totalmente empinado para ele. Gemeu.

Posicionou seu membro entre as fartas nádegas de Park, o penetrando com cuidado ao mesmo tempo que ouvia seus gemidos sôfregos, que eram abafados pelo travesseiro onde o garoto apoiou o rosto. Quando estava finalmente dentro dele, foi se movimentando lentamente, até ouvir na voz fodidamente manhosa do outro um pedido que com toda certeza do mundo não iria negar.

— Mais forte, Jungkook. — Falou rebolando no pau do garoto, que deixou um sorriso safado sair de seus lábios.

Então os movimentos lentos foram substituídos por rápidas investidas. Jeon sentiu seu corpo queimar. Seus gemidos roucos saiam de sua boca toda vez que a entrada do menor apertava seu membro. Jimin, por sua vez, apertava os lençóis da cama entre seus dedos, tentando descontar, de alguma forma, o prazer que estava sentindo, enfiou seu rosto no travesseiro novamente, gemendo sobre a fronha, mas logo teve suas madeixas agarradas pela mão de Jeon, que o fez inclinar a cabeça para trás, impedindo que seus gemidos fossem abafados de alguma maneira, ainda enquanto estocava forte no garoto.

E desta maneira que estavam, Jimin com sua boca entreaberta, sem conter seus gemidos, ora ou outra se engasgando com eles, Jungkook se movimentando rapidamente, olhando para a bunda do rapaz, que engolia seu membro gulosamente. Então deixou os fios de cabelo do outro, que ainda assim manteve sua cabeça inclinada, segurando a cintura do rapaz, a jogando para trás quando seu quadril se impulsionava para frente, o que concluiu nos dois gemendo em uníssono com o ato. O barulho dos corpos se chocando era alto, os dois suados, não queriam parar, não conseguiam parar. A mão direita de Jeon deslizou da cintura do garoto até o membro do mesmo, o masturbando repentinamente, dando início a uma sessão de gemidos altos de Park.

— I-isso — Falou entre gemidos. — Ah, Jungkook. 

Embora estivesse incrível para ambos, algo incomodava Jeon. Os olhos de Park Jimin. Ele queria ter os olhos do garoto sobre si, poder ver sua feição enquanto gemia seu nome, até mesmo abafar seus gemidos com um beijo em seus lábios, já maltratados por seus dentes.

— Jimin, quero olhar nos seus olhos/te beijar/ver seu rosto. — Falou se retirando de dentro do menor, assim que este se virou, ficando de barriga para cima, Jeon segurou suas coxas, o incentivando a abrir mais as pernas, o ajudando no processo de penetrá-lo novamente. Uma vez dentro do baixinho novamente, gemeu, se inclinando para beijá-lo.

Um beijo apaixonante e quente, de vez em quando separavam suas bocas para deixarem escapar arfares. Uma das mãos do mais novo se mantinha na coxa de Jimin, a segurando perto de sua cintura, já a outra era apoiada na cama, para que não caísse sobre o garoto. Enquanto as do Park apertavam e arranjavam as costas e braços musculosos de Jungkook. A velocidade das estocadas continuava intensa, forte e bruta, causando um impacto entre a cama e a parede. O membro de Jimin estava sentindo o atrito entre os abdomens, o fazendo delirar. Ao ver o garoto arquear as costas, deixando sua boca aberta, mas como se um gemido mudo saísse, Jeon tratou de aumentar ainda mais a frequência de investidas, ao passo que ia distribuindo selares pelo pescoço já marcado do jovem. Não demorou muito para que Jimin chegasse ao seu limite, sujando o tronco dos dois. Jungkook continuou investindo para prolongar o prazer do Park, porém logo depois retirou seu membro ainda duro da entrada do menor. 

— V-você ainda… — Disse com dificuldade.

— Não tem problema. — Falou se sentando ao lado de Jimin, antes de iniciar uma masturbação, então o Park se levantou, ficando mais uma vez no colo do moreno. Sem quebrar o contato visual, endireitou o membro alheio entre suas nádegas, empurrando contra sua entrada já maltratada. Fechou os olhos com força, apertando o pênis do moreno, que gemeu rouco em resposta.

Começou a cavalgar em Jungkook, sentindo seu corpo ficar quente novamente, gemeu ao sentir um um tapa em sua bunda. Apoiou as mãozinhas nos ombros do garoto, enquanto subia e descia em seu pau. O barulho de seus corpos se chocando os deixavam cada vez mais excitados. Ao passo em que Jimin quicava em Jeon, o mais novo jogou a cabeça para trás, a apoiando na cabeceira da cama, apenas aproveitando a sensação de prazer.

— Isso — Disse rouco, apertando forte a bunda do garoto com uma mão, enquanto a outra massageava o membro já duro novamente. Park continuou, gemendo baixinho no ouvido do mais novo.

— A-Ah Jungkook, e-eu vou gozar. — Disse entre gemidos, até que o Jungkook impulsionou sua cintura pra cima, o fazendo se desmanchar em suas mãos. Ao contrair sua entrada, fez Jeon gozar dentro de si como consequência.

Apoiou sua cabeça no ombro do moreno, na tentativa de tranquilizar sua respiração. Sentiu um selar ser deixado em sua bochecha rosada, subiu o olhar para encarar Jeon, que estava com um sorriso bobo nos lábios, mas não demorou muito para que ambos lembrassem o motivo, um dos, pelo qual o garoto foi na casa de Jimin.

O TRABALHO! — Exclamaram em uníssono.

[...]

Jeon se arrumou correndo, na intenção de chegar a tempo no colégio. Por sorte o mais novo conseguiu entregar o trabalho ao professor, que até estranhou o jeito como seu aluno chegou. Descabelado, mas ainda sim com um sorriso no rosto. Como se tivesse ganhado o melhor presente do mundo. Após receber o trabalho, antes que o jovem saísse da sala pela porta, Kim disse:

— Jungkook, você está bem? — Franziu o cenho.

— Sim, professor! — Falou sorrindo ainda mais. — Estou ótimo! — Então virou-se, cantarolando uma música enquanto passava pela porta. O Professor encarava a cena completamente confuso, mais cedo, naquele mesmo dia, Jeon parecia preocupado, nervoso e até mesmo chateado, então após ir buscar o trabalho na casa de Jimin, fica totalmente leve, calmo e sorridente. Kim apenas balançou a cabeça e voltou a guardar suas coisas.

Dias haviam se passado e muitas coisas mudaram nesse intervalo de tempo, para a surpresa de todos, na verdade, nem todos já que muitos desconfiavam das discussões de Jimin e Jungkook, os dois estavam num relacionamento, quando contaram isso aos seus amigos, suas reações variaram. Taehyung ficou animado, Yoongi dizia “Eu sabia!” e Hoseok deixou sua maquete cair, partindo o trabalho em dois, devido ao choque. E pela primeira vez um trabalho foi quebrado, porém não ao ser jogado contra Jeon. Falando em Jungkook, mesmo com o relacionamento, não iria abandonar sua vida como Homem-Aranha, única diferença é que não ficaria a maior parte de seu tempo procurando por crimes para deter.

Depois de todas as aulas, passando pelo portão da escola, o grupo de amigos conversavam sobre como finalmente as brigas por qualquer motivo iriam terminar, bem, era o que eles pensavam. Não poderiam esquecer que continuavam sendo Jimin e Jungkook naquele relacionamento.

— Nunca desistam de seus sonhos, crianças. O dia tão aguardado chegou, amigos, os humilhados foram exaltados! — Min disse olhando para o céu, como se estivesse dando um discurso motivacional. — Finalmente sem brigas por altura, comeback do ano, quem é o melhor entre Tony Stark e Steve Rogers. 

— Até porque todos sabem quem é o melhor, não é mesmo? — Jeon disse sorrindo para seu namorado, enquanto tinha seu braço sobre os ombros do menor.

— O Steve. — Retribuiu o olhar.

— Claro, meu amor, o Steve. — Respondeu, ainda sorrindo, entretanto quando Park deixou de o encarar, Jungkook negou com a cabeça e gesticulou com a boca “Tony Stark maior e melhor”.

Então todos se despediram e para surpresa de Yoongi, Taehyung e Hoseok, Jimin iria para a casa de Jeon, quando o novo casal se despediu dos três, logo começaram a falar.

— Nunca pensei que iria estar vivo para ver eles dois como um casal. — Kim Comentou.

Os três se encontravam risonhos, olhando o casal se afastar andando, suspiraram como se tivessem vendo o desfecho de um filme romântico.

— Dão quanto tempo para eles estarem discutindo sobre o Comeback do milênio e Homem de ferro vs. Capitão América de novo? — Yoongi se pronunciou.

— Um dia! — Disse Jung Hoseok.

— Um dia? — Exclamou taehyung chocado. — Eu dou uma hora.

Jeon e Park passaram o dia juntos, conversando e trocando carícias. O tio do mais novo apenas chegou em casa após o trabalho para se arrumar, então sairia novamente para um encontro com Namjoon.

— Como eu estou? — Perguntou indo para a frente do sofá, onde os dois estavam deitados juntos. Jimin levantou um pouco sua cabeça para ver melhor como o mais velho estava, fazendo um "OK" com sua mão, logo voltando a apoiar sua cabeça sobre o peitoral de Jungkook, que tinha uma das mãos nas costas do namorado, acariciando o local.

— Tio, você está incrível! — O moreno falou, tentando tranquilizar o Kim.

— Tem razão, eu sou incrível! — Passou a mão nos cabelos pretos, fazendo os dois garotos no sofá rirem da mudança em sua expressão. — Eu volto mais tarde. Tchau! — Falou já fechando a porta.

— Você é lindo, sabia? — Jeon soltou a frase, totalmente hipnotizado com a beleza de seu companheiro.

— Eu sei. — Jimin riu, encarando o bico que se formou nos lábios de Jeon. — Você também é lindo, meu herói. — Brincou, pois, de fato, Jeon era. 

— Eu sei, sou incrível! — Agora foi a vez de Jeon bancar o convencido, mas em questão de segundos seguiu Jimin, gargalhando junto a ele. — Eu faço tudo por você, sabia?

— Sério? 

— Jimin, você já jogou o trabalho de sistema solar do Hoseok na minha cabeça, já me deu um tapa na cara, já jogou o nosso trabalho em dupla em mim, fechou a porta na minha cara…

— Você também fechou a porta na minha cara! — Rebateu.

— Tony Fucking Stark estava na minha casa! É uma justificativa plausível, você não poderia descobrir sobre o Homem-Aranha. — Então Jimin riu ao ver os olhinhos do garoto brilharam ao mencionar o nome do Stark. 

— Faria qualquer coisa mesmo? 

— Qualquer coisa! — ressaltou, não fazendo a mínima ideia que a mente do baixinho já estava trabalhando em algo.

— Até ser Team Capitão América!? — Sorriu ao receber um beijo em seus lábios, mas o sorriso se transformou em um biquinho, já que Jungkook nunca iria dar o braço a torcer tão facilmente, então logo percebeu o que aquilo significava. Um não.

— Aí você está pedindo demais, pitico.


Notas Finais


E aí, gostaram? Odiaram? Amaram?

Essa foi a última atualização, espero que tenham gostado. Quero agradecer a todos que deram amor a essa fic, embora ela tenha chegado ao fim, em breve voltarei com mais histórias, inclusive quero tentar escrever sobre o Stray Kids também.

Vejo vocês nos comentários, beijos!!! ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...