História Me Deixe Curar Sua Dor - YoonMin - Capítulo 27


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Namjin, Vkookhope, Yoonmin
Visualizações 206
Palavras 1.238
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Lemon, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Mutilação, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oioi mais uma vez 💩😂
Não tenho nada pra falar. Apenas me desculpem e se preparem.
~Boa leitura~

Capítulo 27 - Amigos Não Mentem


Jungkook Pov

Assim que fechei a porta atrás de mim lágrimas inundaram meus olhos mais uma vez. O casal a minha frente não estavam diferentes e eu sabia que teria que dirigir novamente. Assim como foi no início de tudo isso.

Assim que chegamos no veículo, peguei as chaves da mão de Hoseok, destravando o mesmo logo em seguida, e entrando no banco do motorista. Hoseok se sentou ao meu lado e Taehyung na parte traseira onde não parava de chorar e resmugar coisas como: "É mentira, não acredito nele" "Não faz sentido".

Não vou mentir, isso estava me irritando de uma forma que não conseguia controlar. Hope ainda chorava, mas observava as paisagens. EM SILÊNCIO. Mas Tae não parava de falar, e eu só queria um silêncio pra poder pensar.

Se você me perguntar o porque porquê de aceitar vir, eu vou te responder que não sei. De fato, tínhamos que conversar e esquecer o que aconteceu com a gente na noite passada, pois aquilo não iria se repetir. Mas, eu só queria ficar sozinho e absorver tudo o que estava acontecendo. Eu queria um tempo pra pensar.

- CALA A BOCA TAEHYUNG! QUE DROGA, NÃO CONSEGUE VER EM QUE SITUAÇÃO ESTAMOS? - não deveria, mas perdi a paciência. Hope se assustou ao meu lado e eu observava a expressão de pouco caso de Taehyung pelo retrovisor.

- Você acredita nele Jungkook? Acredita nessa história que ele contou? - Tae me perguntava com aquela cara estranha.

- Sim eu acredito. Em cada palavra que ele disse. Em cada lágrima que ele derrubou naquela mesa.

- Como pode acreditar nele? ELE MENTIU PRA TODOS NÓS! ESCONDEU A VERDADE POR MESES, ESCONDEU O SEU PASSADO DA GENTE ENQUANTO CONTÁVAMOS NOSSA VIDA DE TRÁS PRA FRENTE! ELE É UM MENTIROSO!

- ELE É NOSSO AMIGO!! - exclamei batendo as mãos no volante.

- Nosso amigo? Amigos não mentem Jungkook. Amigos não mentem.

- Depois conversamos Tae. Jungkook está dirigindo. Por favor.

- Certo.

Depois de Hoseok "acalmar" seu namoradinho, finalmente chegamos no apartamento do casal. Me joguei no sofá e Hope fez o mesmo, deitando em meio as minhas pernas. Não era estranho. Fazíamos isso desde nossa infância.

Fechei meus olhos e lembrei de tudo o que aconteceu. Tudo que Jimin falou. Eu me sentia culpado. Culpado pela dor de Jimin. O arrependimento batia em meu coração e as lembranças do que fazia invandiam minha mente me torturando internamente. Quando Jimin falou que Jin estava com seus pulsos cortados, a minha única reação foi olhar para o meu próprio braço e ver as marcas que se encontravam nele.

Só agora eu entendia do porquê Jimin sempre ficar muito mal quando me via fazendo aquelas coisas, quando me via bêbado. Ele se lembrava dos dois, e sua dor aumentava. Como eu queria o abraço dele agora. Queria me desculpar por tudo o que fiz. E essa dor em meu peito, maioria é por causa do que cauzei a Jimin. Do que cauzei a mim. Não vou mentir que a morte de Jin me abalou, mas a de Namjoon logo em seguida tirou todas as minhas estruturas. Eu fiquei sem saber o que fazer, sem saber pra onde ir. Voltar pra minha casa vazia não ajudava e eu fiquei muito grato por ir morar com Jimin.

Me tratava com carinho, assim como Jin me tratava. Me dava broncas assim como Nam me dava. Não vou mentir, Jimin me lembrava dos dois, e isso me confortava de certa forma. Não sentia tanta a falta deles assim, pois Jimin a preenchia. Depois de ver a dor que o causava eu decidi parar com o que fazia, e continuar na faculdade. Meu amor por ele só aumentava. E Jimin era a única coisa que precisava.

- O que fizemos ontem não vai acontecer de novo. - Falei.

- O que?! - Hope se levantou em um pulo e só assim, percebi que Tae me encarava sentado no chão. - Por quê?

- Não podemos mais. Me desculpe. Mas isso foi um erro.

- Como assim um erro?! Você queria, eu queria, Hope também queria. Como pode ter sido um erro?! -Tae fala.

- Eu estava bêbado!! E também eu..

- Você o que Jungkook? FALA! VOCÊ O QUE? - Tae

- EU AMO O JIMIN!! NÃO POSSO CONTINUAR COM ISSO, FOI UM ERRO! PORQUE EU AMO O JIMIN.

- Você tá brincando não é Jungkook? EU JÁ ESTOU CANSADO DISSO! FOI SEMPRE ASSIM! Porque depois que ele chegou tudo girou em torno dele? ME DIZ PORQUE? SEMPRE FOI ASSIM! JIMIN PRA CÁ, JIMIN PRA LÁ! YOONGI FOI EMBORA POR CAUSA DELE, E NEM ME IMPRESSIONO SE JIN SE MATOU POR CAUSA DELE TAMBÉM. TUDO SEMPRE RODOU EM VOLTA DELE! SÉRIO, O QUE ELE TEM QUE NÃO TEMOS? JÁ ESTOU FARTO DISSO!! - Hope falou-gritou- com lagrimas nos olhos e entrando em seu quarto batendo a porta em seguida!

- Hope!!

- Você estragou tudo Jungkook!

- Foi você que começou isso tudo Taehyung! Não devia ter feito aquilo. Teria sido melhor pra nós três! - Falei entre dentes. Eu estava com muito raiva dele. Eu não vou esconder.

- CALA A BOCA! VAI EMBORA!

- Claro. Eu vou sim. Adeus Taehyung.

Narração.

Assim que Jungkook saiu daquele prédio, começou a andar sem rumo pela grande cidade de Seoul. Com lágrimas nos olhos, e um grande sentimento de voltar e pedir desculpas, Jungkook se perdia em lembranças do passado, e se perguntava onde havia errado para tudo estar daquela maneira.

Taehyung havia saído logo em seguida atrás de Jimin para tirar satisfações. Estava processo de raiva, e dirigia em seu carro com alta velocidade. Taehyung não queria aceitar tudo aquilo. Sua mente estava uma bagunça e não respondia por seus atos. Estava cego de ódio, pois pra sí, Jimin era o culpado por tudo o que estava acontecendo.

Hoseok, assim que ouviu o segundo baque na porta pode soltar totalmente a sua ira, colocando seu quarto e apartamento ao chão. Ele não pensava em nada. Sua mente era uma neblina cinza e caótica. Queria se livrar de sua raiva, mas não queria machucar ninguém. Hoseok não culpava de fato Jimin pelos acontecimentos dolorosos que envolvia seu grupo de amizade, mas a frustação era muito grande. Hope sentia uma certa inveja de Jimin, mas nunca deixou de o amar.

Yoongi, após se recompor, pensou em fazer algo para não preocupar Jimin em ter que fazer comida. Pois Yoongi sabia, mesmo estando mal, Jimin se esforçava para manter as pessoas ao seu redor bem. Então saiu para o super mercado comprar algo que os alimentassem. Tentaria conversar com o mesmo mais tarde, durante o almoço.

Jimin apenas chorava em seu quarto, e quando percebeu que estava sozinho, pode gritar até sua garganta reclamar. Ele tentava liberar sua dor através dos gritos, mas a cada um que soltava ele lembrava dos gritos de dor que seus amigos soltaram. A cada grito que soltava, lembrava de suas expressões abatidas, a cada grito que soltava, a imagem de Jungkook apertando o seu peito voltava, a cada grito que soltava, o olhar raivoso e doloroso que seus amigos os lançaram voltava, a cada grito que soltava, as palavras que eles o falaram voltava ao seu ouvido. "Jimin você esta sozinho". Era o que seu consciente o alertava. Mas ele não aceitava isso, então chamava por seus hyungs falecidos, enquanto tentava se acalmar. 



Notas Finais


Oioi de novo 😹

Só quero avisar que já tá acabando.
Obrigado pelos favoritos e viws.
Preparem o coração de vcs pois vai piorar.
Até quarta.
COMENTEM!!!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...