História Me Desculpe por partir-A viagem se Chihiro - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias A Viagem de Chihiro (Sen to Chihiro no Kamikakushi)
Personagens Chihiro Ogino, Haku (Kohaku), Personagens Originais
Visualizações 3
Palavras 691
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - Prólogo


Fanfic / Fanfiction Me Desculpe por partir-A viagem se Chihiro - Capítulo 1 - Prólogo

Pov's Chihiro.

Olá, você já  me conhece... mas irei me apresentar mesmo assim...

Ogino Chihiro, prazer.


Tenho atualmente 16 anos, e estudo em um colégio de Tokyo, capital do Japão mas infelizmente fica muito longe de casa. A 6 anos me mudei para cá com minha família para conseguir ter uma boa qualidade de vida... anos se passaram e não moro com meus pais, moro com uma amiga, pois fica mais fácil para ir para a escola.


Estou no primeiro ano do ensino médio, e tenho que admitir não é fácil.


Não tenho muitos amigos, mas eles são o suficiente para me alegrar... sempre estamos juntos ... somos o famoso "bondinho". Isso é engraçado de se dizer.


°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°
















6 da Manhã


Acordo com o som irritante do despertar do meu celular, me avisando que estava na hora de levantar.
Sem pressa me levantei e arrumei meu uniforme, fui para a cozinha fiz o café e voltei para o quarto, peguei uma toalha me preparando para tomar um banho naquela manhã tão fria.  Rapidamente  entrei no banheiro e sem demora comecei a me banhar, joguei água em meu rosto para ter certeza que estaria acordada para aquele dia.


Minutos depois sai do box, me enrolei na toalha e corri para o meu quarto, estava muito frio, assim que parei de correr senti os finos pelos do meu corpo se arrepiarem.


"-Céus "


Peguei meu uniforme e o vesti,  peguei minha escova de cabelo e comecei a me pentear, assim que terminei o prendi em um rabo de Cavalo, com o mesmo prendedor que Vovó Zeniva havia me dado a 6 anos, ainda estava intacto, sem nenhum rasgo, e continuada brilhante.


Andei até a cabeceira da minha cama e olhei a hora : 06:30.


- Ela ainda não acordou !!


Fui até a porta de outro e comecei a bater violentamente, e comecei a chama-lá:


-YUMII !!!! VAMOS NOS ATRASAR !!!


Ela abriu a porta, parecia  um zumbi, com olheiras e os olhos meio fechados.


-Ah! Chi... Me deixa dormir ...


- Plena segunda e você nessa moleza... vamos logo...E se prepare por que está um frio "tenebroso" lá fora.


-Hai!!


Ela fechou a porta e minutos depois apareceu arrumada, com os cabelos azulados soltos e com o uniforme escolar com blusas de frio por cima .


- Estou preparada !!


- Estou vendo, temos que tomar café! Rápido !


Fomos rapidamente para a cozinha, engolimos o café e peguei uma fatia de pão com manteiga para comer no caminho.
Peguei as chaves e tranquei as portas , para enfim sair daquele condomínio.


Caminhamos calmamente até o colégio, quando colocamos o pé no portão o sinal tocou, corremos para a sala de aula.


Sentamos em nossas mesas e esperamos o professor chegar. E para a minha infelicidade era geografia, mas para a minha surpresa, não iríamos estudar povos e países da América , mas sim, ele iria passar um trabalho sobre rios... Foi aí que comecei a ficar interessada.


- Então gente, a escola quer fazer que todo o e sino médio faça um trabalho sobre um dos rios mais importantes do mundo. A sala 102-orquídea vai ficar com o Rio Nilo, a 103-margarida Rio Amazonas, e aqui sala : 101-Rosas ficará com o Kohaku Nushi.


-"K..Kohaku...? Eu escutei bem ?"


Desviei meu olhar do professor quando um aluno levantou a mão perguntando :


- O rio que drenado para fazer construções??


- Isso mesmo Ayato !


- Ah!! Mas esse Rio não tem graça!!


Disse Sora.


-Muito pelo contrário...ele é muito interessante...vocês apenas terão que estudar ...


-ahhhh!!


A sala falou em coro, realmente alunos são bem preguiçosos.


Logo depois do professor falar sobre o trabalho, ele começou explicar a matéria,  o que me deixou bem entediada . Enquanto ele falava,  "bateu" a nostalgia.


-"Kohaku, Kohaku, Kohaku "


Esse nome rodeava em minha mente, a imagem naquele menina me vinha a mente, a promessa que ele fez...E a minha volta para o meu mundo...


-Hum, ele não cumpriu a promessa.


Disse sussurrando,  e dando um sorriso fraco. Eu era tão nova naquela época que... Não sabia o que era amor ...








○○○○○○○○○○○○○○○○○○○○○○○○○○○○○



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...