1. Spirit Fanfics >
  2. Me encontrando em mim mesma >
  3. Esqueça seus medos e viva

História Me encontrando em mim mesma - Capítulo 26


Escrita por:


Notas do Autor


Descobri que se estou chateada eu escrevo melhor e também reli a fanfic e vi que estou focando muito nas meninas então o próximo vou dar um foco nos rapazes okay e ainda vou recuperar meus rascunhos...

Capítulo 26 - Esqueça seus medos e viva


Fanfic / Fanfiction Me encontrando em mim mesma - Capítulo 26 - Esqueça seus medos e viva

Visão Charmy

Estávamos no quarto eu e Grey após a festa Noelle ainda não havia voltado sabe se lá onde ela foi.

- Charmy posso te perguntar uma coisa?- a olho assustada Grey não é de perguntar muitas coisas.

-sim fique a vontade- me endireitei na cama.

- como você soube que amava o Yuno?- estranho sua pergunta

- quando ele não desistiu de mim e mostrou ser um anjo - suspiro - creio que isso tem haver com o Gauche certo?

- em partes sim- ela olha para o lado - as vezes eu quero ser dele, mais me sinto suja demais pra isso...

- e porque?- ela não costuma se abrir acho que isso é o álcool falando e como eu não bebi nada estou de boas...

- não é algo que eu queira compartilhar, não ainda - assim que termina a porta se abre e vejo Noelle e Vanessa ofegantes com cara de culpadas 

- o que estavam conversando?- Vanessa diz e eu a olho sem entender - é mesmo eu roubei Noelle de volta...

- eu tô frita!- mumura Noelle andando de um lado pro outro 

- eu só queria saber o que é o amor...- diz Grey e atrai nossa atenção até Noelle para de andar pra olhar pra ela 

- eu também gostaria - a princesinha se pronuncia.

-Sempre quis entender como funciona o amor, eu nunca conheci um amor que não doesse e não machucasse -assim comeco -sempre fui filha só de pai, minha mãe me abandonou por um homem e outra familia.

- não precisa falar se te faz mal- Vanessa diz eu ignoro e as chamo pra minha cama e assim fazemos nossa bagunçinha de juntar as camas e nos sentamos em circulo.

-Soube que ela tinha seus enteados como filhos...isso doeu como o inferno, eu que era sua filha fui abandonada e então me entreguei a comida e meu pai sendo dono de um restaurante eu não tinha motivos pra não comer- lembrei e sorri 

- e aonde isso quer chegar- diz Noelle impaciente

- calma aí Noe...- murmura Grey

-Então o conheci... Ele era lindo e perfeito Nils Ragus a causa do meu desespero - digo lembrando dele - Como pude viver com ele e ama-lo? Ele era alguém que todos gostariam de ter em sua vida, o homem incrível, culto e educado. Nos conhecemos quando ele foi no restaurante e nos aproximamos...Era tóxico...

-como assim?- Vanessa se interessa

- ele tinha regras no nosso relacionamento...

- regras?- Noelle parecia assustada

-Não tocar em ninguém, não sair sem ele, não ter amigos - não gostos das memórias - Em alguns dias ele me trazia flores e no outro me fazia mal, no outro me amava e depois queria um espaço, então o que eu e eram pra ele? Eu era um prêmio de consolação?

- Charmy!- Grey me abraça e me surpreendo - se você fosse um prêmio seria o principal...

- o que houve - Noelle estava segurando minha mão e apertando em sinal de força

-O primeiro empurrão foi porque estava conversando com Joy um amigo de infância- lembro da cena várias vezes ele me tacou no chão e aquilo doeu- e ele pediu desculpas disse que perdeu a cabeça então ele me levou pra jantar- lágrimas caiam livres por mim agora- no outro dia reclamou o quanto eu comia então fui parando aos poucos.

- ele não fez isso!- Vanessa tinha uma áurea assassina

- não parou por ai...ele era instável

- o quão longe ele foi...- diz Noelle 

- O primeiro aperto de braço foi porque ganhei doces do meu primo Charles…segundo ele só ele podia me presentear...- lembro das marcas - ele me xingou de prostituta barata...

- não precisa continuar okay- Noelle disse limpando minhas lágrimas 

- eu tenho...vocês precisam saber são minhas amigas...as únicas que posso considerar...Vanessa se levanta e volta 

- então beba pra acalmar - Vanessa me entrega um copo de água e bebo

-isso não foi o pior - tremo só de lembrar -numa quinta feira quando me neguei a dormir com ele e então ele me bateu- elas me olham assustadas- já na sexta eu mandei ele se fuder eu sabia que aquilo não era certo, minha vida era ele e não tinha eu só ele, ele controlava tudo roupas, amigos, eu era uma marionete em suas mãos mais me cansei e fugi dele.

-uou...menina corajosa

_no sábado ele pediu perdão e tentou a todo custo conversar.

- e você?

- eu não ouvi ele chorou dizendo que me amava mais não era amor... nunca foi...aí então tudo mudou

- por que?- Grey disse

- porque conheci Yuno algo acendeu no meu coração algo que eu realmente não sabia que podia sentir, então descobri que poderia me apaixonar mil vezes mais só amaria o Yuno.-suspiro

- não sabia dessa- Vanessa fala - lembro que você era apaixonada por ele mais o evitava...- ela estava confusa

- eu tinha medo então eu jogava...

- jogava? Como assim ?

- nosso jogo era eu apimentar e fugir - Grey e Noelle coram mais Vanessa só sorri maliciosa -mais ele me mostrou que não era Nils e que me queria pra sempre e não importava se tinhas amigos homens ou se comia demais pra uma baixinha...

- e como foi seu primeiro beijo com ele? - diz Grey interessada

- Nosso primeiro beijo foi quando eu deixei meu rango cair e ele segurou foi algo único ele só me beijou ao entregar meu almoço especial e disse:

"- eu nunca irei desistir então jogarei até que me aceite"

- minha nossa!

- por isso meninas não deixem o passado te impedir de ter um futuro - Grey abaixa a cabeça - eu tive nojo de mim por causa do Nils, mais hoje eu sei que ele foi o nojento e que ele não me merecia... Ele teve que me destruir como mulher pra se sentir homem já o Yuno ele me aceitou como mulher para que eu o fizesse um homem e por isso apenas me amou ... Entao Vanessa agarre o Finral e esqueça da Finesse, você Noelle deixa de besteira e pegue o Asta tem muita gente de olho nele...e você Grey se abra e deixe o Gauche entrar aqui- toco onde está o seu coração - pois seus olhos dizem que o ama então esqueça seus medos e viva!


Notas Finais


A história da Charmy se baseia em um relacionamento ruim que eu tive com uma pessoa...então eu usei algo meu de base pra ela... E sim namorei 8 meses com alguém que afastou todos de perto de mim para me monopolizar e destruiu 1 ano da minha vida após o nosso término me perseguindo então se alguém vive isso apenas chute o balde...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...