1. Spirit Fanfics >
  2. Me Encontrei em Você >
  3. Menino Scott

História Me Encontrei em Você - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Essa história sempre vai sai primeiro no Wattpad
User: Dyyhsmith

Capítulo 3 - Menino Scott


Não sei oque está acontecendo,porque levei Bruce para perto?, Tá bom que ele e maneiro e tudo mais, porém, a sei lá.

Porque não consigo tira ele da minha cabeça?, Por que não consegui me afastar dele hoje?.

Nunca nem tinha pensado nele até hoje.

São muitas perguntas e nenhuma delas tem resposta,é com o trabalho que temos que fazer juntos.

Prometi para mim

mesmo que não repetiria de novo, então essa trabalho tem que sai perfeito.

- Que foi cara?- perguntar Luke, me tirando completamente de meus pensamentos, falo um nada com o mesmo dando de ombro, voltando a foca na gigante fila, que estamos enfrentando.

Começo a olhar em volta vendo em qual mesa iremos senta.

Vejo de fundo Bruce conversando com uma garota linda e isso me encomodada um pouco, mas logo deixou esse pensamento de lado,pego um sanduíche qualquer e sigo em direção a mesa de Bruce.

Com certeza não vai te problema de senta perto dele, passamos o dia todo juntos.

Pelo menos espero.

Escultor a garota dizer seu nome e seu apelido, abro um sorriso de lado e digo- Prazer manu- me sentando do lado do Bruce, já vendo o rosto dele mudar, o sorriso dele sumi.

Porquê ele não está mais sorrindo? Outra pergunta sem resposta, deixo Bruce de lado, vendo que a garota não gostou da brincadeira. Me respondendo- Para você Emanuelle- indo em bora em seguida.

Isso realmente foi inusitado e um pouco surpreende, vejo os garotos começarem a come porém o jeito que o Bruce me olhou antes não sai da minha cabeça.

E começou procuro um jeito de sai daqui, odeio quando alguém que eu gosto fica mal comigo de alguma forma

Pera eu gosto do Bruce?.

hoje foi a primeira vez que tive uma conversa de verdade com o garoto, como posso pensar nisso.

Vejo as gêmeas entrarem de longe e já arrumo a minha saída, falo para o Bruce que falaria com ele depois, sobre o trabalho.

E vou em direção as meninas já vendo as duas abrirem um sorriso.

- Tudo bem Tyler?- perguntar uma das gêmeas. Elas são tão idênticas que nunca sei quem e quem .

- Tudo sim gata, estava aqui pensando, vocês não estão afim de mata o resto das aulas não ?- elas abrem um sorriso concordando.

-  Vamos para onde?- perguntar a outra gêmea

Nisso eu não tinha pensado

- Realmente não sei- Respondo, a outra gêmea já se mete falando- podemos ir lá para casa Any- Any e o nome de uma e Ana da outra, como tinha esquecido- E fazer uma social.

- Seria uma boa- diz Any, abrindo um sorriso safadinho de lado Comigo abrindo um maior ainda.

- Vamos meninas- digo com a mesmas concordando, com elas andando para fora da lanchonete da escola começo a anda junto delas porém antes de passar pela porta olho para tras vendo o Bruce.

mais logo foco em meu objetivo que é relembrar a noite de ontem.

- Qual foi Any, você perdeu tem que tirar- digo sorrindo vendo a mesma bufa, porem se levantando é de um jeito mega desajeitado começar a dançar e tira o sutiã, chegar a ser engraçado.

De uma coisa eu tinha certeza quando chamei elas para saírem.

Era que com certeza alguém ficaria pelado de preferência nos três.

Olho os seios perfeitamente redondos e grande de Any, já imaginando os mesmo em minha boca.

- Ja sei como apimentada a nossa brincadeira- diz Ana, tirando a minha atenção dos seios de sua irmã, a mesma também não estava vestida mas permanecia com as roupas íntimas.

Como eu adorava aquelas irmãs.

- Serio, como?- pergunto já largando as carta do jogo no chão.

Nunca agradeci tanto ao meu pai por ter ensinador  a jogar cartas, pelo menos algo de bom ele fez.

- Podemos come morango com chocolate- diz a mesma animada indo até a cozinha com a irmã pegar os morangos.

Meus pensamentos logo vai para Bruce, com a quelé cheiro de morando dele Será que ele tem o mesmo gosto? Será que também é de morango?.

Que droga de pensamentos foram esses?, Volto a minha cabeça para o lugar ao ver que a Ana também tinha tirado o sutiã É vinha em minha direção com um morango em sua boca.

Essa sim vai te gosto de morango.

-Saudades- diz o vagabundo do meu primo quando abro a porta, o mesmo com o maior sorriso safado de lado.

- Que merda Nick claro que sim- Digo me tacando em seus braços.

Nick ou melhor Nicolas, sempre foi meu apóio é e o único que sabe da minha sexualidade e eu sou o único que sei da dele, o vagabundo e um bi safado que pega geral.

Me solto dele ouvindo uma porta de carro bate, vendo a minha mãe sai do mesmo com a pequena no colo e em fim reparo nas malas que ele trazia com ele.

- Oque aconteceu? - pergunto, ajudando o Nick a entra com as malas, e indo pega a pequena do colo de minha mãe.

- A doida da minha irmã, fez uma coisa que eu nunca pensei que faria.— diz a minha mãe puta da vida

-Oque ? - pergunto, vendo Nick abaixa a cabeça.

- Botou ele para fora Acredita?, Tudo por causa do desgraçado do crente falso do marido dela. Que pegou o Nick beijando um menino. Que palhaçada- diz com uma raiva nos olhos.

A coisa que a minha mãe mais odeio na vida são pessoas que maltrata os filhos ou quem bota homem na frente dos filhos, eu admiro isso nela.

Agora não sou só eu que sei da sexualidade dele.

Me viro para Nick , vendo que o mesmo tinha um olhar perdido porém logo que viu que eu estava olhando,abriu um sorriso safado e murmuro um tudo bem. Sendo que era eu que deveria está dizendo isso a ele.

Nem imagino como a cabeça dele deve está.

-Calma bebê, isso e normal, -diz Any,começando a se vesti. A Ana tinha caído de bêbado então eu e Any resolvemos continua sem ela, só que o gosto de morango dela acabou me distraindo e acabei falando o nome do Bruce.

Droga

Porém a mesma nem ligou e continuo e realmente foi a melhor foda da minha vida.

Mas eu estava pensando no Bruce.

Oque está acontecendo comigo?.

Não vou se sonso e dizer que nunca fiquei com um garoto, porém nenhum deles fizeram diferença em nada.

Mais o Bruce o garoto no qual eu conversei hoje,e nunca fiquei não sai da minha cabeça.

Que merda.

- Oque é normal Any?.- pergunto vendo a mesma me olhar como se eu fosse um idiota.

-É normal, pensamos em outras pessoas enquanto transarmos Tyler, e vamos se sincera você pensa no Bruce, tornou tudo mais interessante.- diz ela com um sorriso safado.

É talvez ela tenha razão.

— Estava pensando Bruce— foco meu olhar diretamente para o Nick que até o momento não tinha falado nada oque era uma coisa bem estranha, já que o mesmos não parava de fala— no que podemos fazer sexta.— abre um sorriso se  levantando da cama improvisada que a minha mãe tinha feito para o mesmo— agora que estou aqui é não preciso me esconder, precisamos fazer alguma coisa não acha? Tipo sai— tinha que ser.

—Serio Nick, depois do que aconteceu você que sai— digo com o mesmo concordando.

— A minha mãe escolheu o marido dela em vez de mim, de boa— nada bom, conheço ele as festas e um perigo quando ele está mal—qual foi,primo vamos por favor, lembrar de quando nos fugimos para ir às festas a uns dois anos atrás, não era bom? — concordo, não vou mentir falando que não era, foi graças a essas fugidas que tive certeza de que era gay.

— Tabom,eu vou com você o lance e que eu não tenho certeza se as nossas identidades falsas irão funcionar.

Eu não tinha nem certeza de como elas, funcionavam antes

—Não se preocupar com isso, menino Scott.


Notas Finais


Espero que tenham gostado bjs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...