1. Spirit Fanfics >
  2. Me erra, cupido maldito! - TK >
  3. Memories. jealous.

História Me erra, cupido maldito! - TK - Capítulo 3


Escrita por:


Capítulo 3 - Memories. jealous.



- eu quero apenas um copo d'água.

- um pouco estranho, mas, eu vou lá buscar.

namjoon saiu de tal local e adentrou o auditório em que acontecia o evento, e buscou um copo com água para jeon, enquanto isso jeon conversava com jin.

- jin?

- pode falar.

- quando namjoon voltar, podemos ir para a minha casa?

- claro, mas, para que?

- bem, eu desejo trocar de roupa.

- tudo bem, vamos esperar o rm voltar.

- rm?

- é um apelido que eu dei a ele.

- você é estranho.

- haha, obrigado.

ao namjoon voltar, entregou o copo com água ao mais novo e eles ficaram conversando por um tempo até jeon falar sobre tais assuntos, assim os 3, se dirigem a casa de jungkook, adentrando a mesma e indo a tal quarto do garoto.

- jeon, que tal este terno?

- muito bonito, mas é muito simples, quero algo extravagante.

- que tal esse aqui?

- ele está rasgado nos ombros.

- hm...eu realmente não sei como você é rico e não consegue ter um terno sem defeito!

- problemas não é jin?

- cala boca.

- jeon, olhe este.

namjoon virou-se para jeon e mostrou um terno vermelho vinho, o tecido aveludado e detalhes pretos rodeavam a cintura e as pernas do traje.

- wow! onde você achou?

- bem, ele estava bastante escondido entre suas roupas gukk.

- não lembro de ter o ganhado antes, mas, de qualquer modo, eu vou usá-lo.

- vai se trocar! eu vou arrumar o seu cabelo.

e assim jeon fez, foi para o closet e trocou os trajes. saiu do pequeno cômodo enquanto arrumava a gola baixa do terno, os 2 amigos ficaram boque-abertos ao ver o garoto, jin como um bom amigo, ficou emocionado assim como uma mãe quando vê o filho se formando na faculdade.

- VOCÊ ESTÁ LINDO JEON!!!

- MEU DEUS QUE ORGULHO DE VOCÊ MEU BEBÊ!!!!!!

- se acalmem!! eu nem terminei ainda.

- vem jeon, vou arrumar seu cabelo, senta aqui.

jin apontou para seu colo e jeon, um pouco surpreso, apenas assentiu com a cabeça e sentou no colo do mais velho, jin pegou uma pequena presilha preta, e amarrou o cabelo de jeon para trás, jeon havia um mullet no cabelo, então concordamos que o cabelo dele havia ficado incrível, jin continuou arrumando e arrumando, até terminar o cabelo do mesmo, enquanto isso namjoon calçava jeon com os sapatos sociais pretos de couro. para quem gosta de contos de fadas, jeon estava sendo tratado como a própria cinderela, no fim de tudo, os 3 chamaram outros 2 amigos, hyujin e riyjin, assim os 5 foram a escola, no carro enorme de jeon, praticamente uma limusine, o motorista de jeon era extremamente simpático e bastante novo, bem, no caminho até lá, jeon sentiu que o motorista estava triste, então ele caminhou até o mesmo e sentou-se no banco do lado do motorista.

- ei felix, o que houve?

- a.ah? não ouve nada senhor, não se preocupe.

- não precisa me chamar de senhor felix, somos melhores amigos.

- você...me considera melhor amigo?

- claro! por que não?

- você é tão rico, e caridoso, não sei por que iria querer ter alguém tão ignorante e pobre como eu...

- felix, ser rico é apenas um status, isso não anula quem eu sou, crescemos juntos, você sabe disso, eu nunca mudei, mas, ande, conte o que aconteceu.

- eu estou triste por não poder ir ao evento em nossa escola, pois se eu perder, seus responsaveis iriam me demitir.

- não tem problema, eu pago eles para você continuar trabalhando pra mim. eles não mandam em nada, você vai sim pra festa comigo.

- tens certeza jeon?

- sim felix!

os 6 passaram a rota inteira conversando, os amigos de jeon se deram bastante bem com felix, todos estavam felizes, ao chegar na escola de jeon, felix desceu primeiro e abriu a porta para os 4 amigos sairem, e logo após fechar a primeira porta, abriu a outra, que era a que ele e jeon estavam, abriu a mesma para jeon e em seguida estendeu a mão, jeon a segurou e todos os 6 seguiram para dentro, as pessoas ao redor invejavam jeon, sua riqueza, seus amigos, praticamente tudo que jeon tinha, pois sabiam que aquilo era fruto de muito trabalho duro. 

- felix?

- sim, jin?

- deixa eu roubar o jeon por um minutinho? eu sou par dele, eu tenho ciúmes da minha criança, entendeu?

- oh! claro.

felix riu e foi acompanhar namjoon, hyujin e ryujin, que estavam perto das bebidas.

enquanto isso, jin e jeon estavam dançando animadamente ao som das músicas mais amadas do nirvana.

    ~ hello hello hello hello hello hello...

jeon se divertia como nunca, até flertava com algumas garotas ali perto, até chegar uma em específico, rose.

rose, uma jovem que acabara de completar seus 20 anos, tinha uma beleza indescritível, olhos verdes hipnotizantes, assim como os de kim, mas ela era conhecida por quebrar o coração de todos os garotos da escola...wow, que garota, poderia pensar jeon.

- ...jeon jungkook, certo? 

- certíssimo princesa.

- você está bem sóbrio para quem está na 5 garrafa de vinho, sabia?

- eu sou bastante resistente a álcool, meu bem.

- eu vejo...

rose levou suas mãos até a cintura de jeon, e começou a se inclinar para beijar o mesmo, jeon fazia o mesmo, segurou o rosto da garota com suas mãos e a aproximava devagar enquanto dançavam de acordo com a música, até chegar ao ponto dos labios dos mesmo estarem completamente colados um no outro, jeon estava em transe pelo beijo de rose, ele apenas queria mais e mais. jeon estava deixando a ambição tomar conta de suas veias.

kim 

kim estava abraçado de park, até seus "amigos" chegarem desesperados, eles estavam tentando comunicar algo a kim, sem que park percebe-se, então mim pediu licenças a park e foi a um canto escondido junto de hoseok e yoongi, que o alertaram que haviam sentido a presença de anti-cupidos no local, kim começou a se desesperar, mas tentava manter a calma o máximo possível, então o mesmo retirou uma caneta especial do bolso, a caneta, era usada para detectar anti-cupidos nos locais, e pelo o que taehyung sentia, haviam 3 ali, andando pelos cantos, ao chegar perto de jungkook, sentiu a presença de um anti, quando olhou a frente, era rose...bem, antes de tudo, precisamos entender esta historia mais um pouco, não?

antes dos humanos existirem, haviam apenas os cupidos, e anjos.

rose, hwasa e kai eram cupidos celestiais, eles haviam mais poderes que outros anjo, até mesmo mais poderes que kim. rose e kim, tiveram um romance por milênios, mas rose junto dos outros três, desonraram seu rei, e foram expulsos do paraíso do amor, sendo assim kim descobriu todas as farsas de rose, se sentindo extremamente chateado por acreditar naquele amor...foi assim que kim, hoseom e yoongi tomaram o lugar de rose e de seus amigos, sendo agora, os cupidos celestiais, de poder superior...

end of flashback

kim separou rose de jeon, puxando o garoto pelo pulso para trás de si.

- você não vai fazer isso novamente rose, pelo menos, não com ele.

- você ainda vai me pagar caro kim.

- apenas me diga a quantia.

- estúpido... nos vemos depois jeon, príncipe.

rose saiu dali, kim estava nervoso, de ódio; e jeon confuso e raivoso, empurrou mim para longe.

- qual o seu problema, cara????

- o meu problema? eu apenas estava te salvando daquela garota!

- salvando? por acaso você tá ficando louco?

jeon iria dar um tapa em kim, se taehyung não tivesse segurado o pulso do mesmo firmemente, kim aproveitou a oportunidade e puxou jeon para perto, agarrando sua cintura com força e sussurrando em seu ouvido com a voz rouca e baixa.

- você é bem exaltado gatinho...mas nada que minhas mãos não possam resolver.

o garoto sentiu as próprias pernas ficarem bambas, seu corpo inteiro começou a tremer, ele sentia como se estivesse entregue ao loiro a sua frente, ele não conseguia responder os próprios comandos. kim ao ver a situação do menor a frente, apenas soltou uma risada sádica enquanto pegava o mesmo no colo e o tirava do auditório, jeon se remexia para tentar sair das mãos do mesmo.

- me solta seu louco!!!

- tudo bem.

soltou jeon no chão vendo o garoto ainda tremer as mãos e pernas.

- por que está assim jeon? eu nem fiz nada com você.

- vai se foder! aonde está o seu par? você não deveria estar aos amassos com ele?

- o jimin? bem, ele deve estar enchendo a cara...mas, aos amassos? o que você quer dizer com isso gukkie?

- a.ah! você entendeu o que eu quis dizer, não se faça de sonso seu filho da puta!

- ciúmes, gatinho?

- ciúmes? eu? haha, não me faça rir.

- você tem certeza que não está com ciúmes?

kim aproximou-se de jeon mais uma vez e levou uma das mãos até o queixo de jeon, fazendo jeon olhar fixadamente para ele, jeon sabia que se olhasse por muito tempo iria se hipnotizar novamente, ele tentava virar o próprio rosto, mas kim o impedia.

- vamos gatinho...me diga, está com ciúmes de mim e do jiminnie?

- ...sim, eu estou ! droga...está feliz agora ?

- oras, como estou.

- seu babaca.

- jeon.

- hm?

- o que acha de irmos a minha casa?

- o.oque?

- a minha casa.

- eu..não sei, kim.

- vamos jeon, podemos assistir um filme na netflix! o que acha?

- kim, eu conheço essa piada de duplo sentido de ver netflix.

- ah gukk, por favor vamos...

segurou novamente a cintura do mesmo, mas com calma, ó céus, kim deixaria aquele garoto louco, logo.

- tudo bem! eu vou, mas me solta.

- ok ok, vamos?

- vamos...

quəbra de t#mpo ? na casa de kim

- pode entrar jeon, não repare se algo estiver sujo.

jeon adentrou a residência e ficou surpreendido com a mesma, aquela "casa" poderia ser considerada uma mansão, era enorme e luxuosa.

- vem, vamos para o meu quarto.

- o.ok, estou indo.

os dois subiram até o quarto de kim, tae se jogou na cama e ligou o ar-condicionado, pedindo para jeon fechar a porta, e assim o mesmo fez, e em seguida se sentou na ponta da cama de kim.

- jeon.

- oi?

- posso te fazer uma pergunta um pouco invasiva?

- a... dependendo do que seja, acho que sim.

- você ainda é virgem?

jeon paralisou por alguns mínimos segundos e em seguida assentiu com a cabeça para taehyung timido, taehyung deu um sorriso ladino, e se ajoelhou atrás de jeon, massageando seus ombros, tae tinha outras intenções com jeon.

- você...argh, está tentando me ganhar com uma massagem nos ombros? por acaso você quer me foder?

- como sabes? e sim...talvez eu esteja querendo ganhar você, mas não só com uma simples massagem.

- kim, que tal jogarmos um jogo? ou melhor, uma aposta.

- eu nunca perco uma, pode falar.

- quem ficar duro primeiro...perde, se você ficar duro primeiro, eu não fodo com você...se eu ficar duro primeiro, você faz o que quiser comigo...o que acha?

- uma ótima ideia...

- que tal começarmos ago-

jeon foi interrompido por kim o jogando na cama e prendendo seus braços para cima, kim estava entre as pernas de jeon, kim havia as mãos maiores do que as de jeon, então podia segurar as duas mãos de jeon com uma só, e assim fez, levou a outra mão em direção ao mamilo esquerdo de jeon, abocanhando o mesmo começando a chupar e a morder o local sensível, sentiu jungkook apertar as pernas demonstrando sentir um pouco de dor, kim parou por alguns instantes e subiu pequenos selinhos até o pescoço branquinho de jeon, deixando alguns selares molhados sobre o local, até sentir o membro ereto do garoto começar a incomodar.

- hm...seu amiguinho está duro gukk, mas antes, você tem certeza de que quer isso?

jungkook ficou pensativo por alguns instantes.

- você não precisa fazer isso se não quiser bebê, você sabe, não posso continuar algo sem você querer  eu devo lhe respeitar acima de tudo.

- eu...eu quero isso! mas você pode me prometer uma coisa?

- fale.

- você pode ir devargazinho? você sabe que eu nunca fiz isso antes...

- eu prometo ir devagar neném, não se preocupe, agora, eu preciso que você retire suas roupas, eu vou buscar umas coisinhas...

- que coisinhas? 

- você verá, quando eu voltar, quero você totalmente nu, para mim, estamos entendidos?

jeon sentia-se dominado, ele odiava isso, mas...estar entregue apenas para kim era tão gostoso, ele concordou e retirou as próprias vestes, as colocando em um canto do quarto, jeon, acabará de ter uma ideia, havia visto um vídeo no tik tok, onde mostrava como amarrar a si proprio, com uma gravata, então, já imaginamos o que o garoto fez.

pegou a sua gravata e amarrou sobre seus pulsos, apertando para que fique firme, ao terminar, vê o outro adentrando o comodo novamente com alguma coisa em mãos, e as solta em cima da cama, e ao olhar para jeon, kim se surpreendeu um pouco.

- você estava lendo minha mente gatinho?

- a...como assim?

- eu iria usar sua gravata para amarrar suas mãos, mas pelo visto não vou precisar fazer isso.

- oh...o que é isso?

- isso? um pug de gatinho, neném...

- Isso por acaso são aqueles...?

- vibradores? sim, são. eu quero usar isso em você, você vai deixar, gatinho?

- e.eu não sei tae...

jeon não queria perder praticamente sua virgindade com um brinquedo, e sim com taehyung, ele deixava explícito no olhar o que realmente queria.

jeon estava ajoelhado na cama, a frente de tae que estava de pé, o mais velho jogou a cabeça para trás e voltou a encarar jungkook.

- vamos gatinho...por favor, por mim?

- não é isso tae...

- não? então me diga o que és.

- eu...quero você, e não esse, negócio em mim!

- o que você quer? sentir meu pau?

- tae! não fale essas coisas...você sabe a resposta.

- não gatinho, eu não sei, por que não me diz?

- babaca... 

resmungou.

- o que disse?

- eu? nada.

- ...ok ok, antes de tudo, quero que saiba de algumas coisas.

- por exemplo?

- eu não sou mais o "tae", ou "kim", a partir de agora, você me chamará de senhor, ou em alguns outros casos...papai, está entendendo? caso contrario, eu darei um tapa em sua coxa.

- o.okay...ta- senhor.

- bom gatinho...

tae pegou uma pequena tiara de felino e colocou em jeon.

- você está lindo com ela.

- obrigado...

jeon viu que kim não estarás duro ainda, então puxou o mesmo, para a cama o fazendo cair sentado, então sentou em seu colo. taehyung apenas sorriu ladino e agarrou a cintura do garoto.

- tens certeza que ainda és virgem jeon?

- s.sim...

- você por acaso assiste pornô?

- você quer invadir a minha privacidade?

- só fiz uma pergunta.

- respondendo sua pergunta idiota, sim, eu via pornô.

- ...eu percebi, agora, por que não começa a rebolar no colo do seu papai?

- t.tudo bem.

jeon começou a rebolar no colo do mesmo com movimentos lentos, e soltava grunhidos manhosos, começou a aumentar a velocidade em que rebolava, assim, começando a soltar alguns gemidos pouco altos, jeon quase estava por sentir o membro de kim, dentro de si. kim por sua parte, arfaria ofegante enquanto apertava a cintura de jeon fortemente, o pressionando para baixo, contra seu membro já ereto.

- tira a calça...

- eu só tiro, se você implorar...

- ...por favor papai...eu preciso te sentir melhor!

- mas é uma vadiazinha mesmo...

taehyung desferiu um tapa forte sobre a nadéga direita de jeon fazendo o menor soltar um gemido alto.

- d.droga! que vergonha...

- vergonha por que jeon? seus gemidos são maravilhosos de escutar...eu poderia passar o resto da minha vida enrolando pra fuder você...

- você não faria isso...

- duvidastes da capacidade de kim? eu posso fazer você gozar sem ao menos te fuder...

- não...tudo menos isso! 

taehyung soltou uma risada irônica e ao mesmo tempo maliciosa, mordeu os lábios enquanto via a expressão envergonhada de jeon.

- ...se sentiu ameaçado?

- ...claro que não...agora, tira essa calça por favor...

- tudo bem gatinho..

tirou jeon de seu colo e retirou a calça branca que usava ficando apenas de boxer.

- ...ei! tira essa boxer tae...

- você pediu apenas a calça gatinho, não está bom?

- claro que não...deixa eu ver você...por favor...

- você acha que aguentaria 24cm dentro de você?

- calma, taehyung...você tem 24cm?!

- sim bebê, não é por menos, eu tenho 1.88 e você 1.74..

- ...eu não vou aguentar taehyung!

- você deve aguentar um muito maior...

- você por acaso está dizendo que...

- não docinho! não é isso que você está pensando.

- hm.

- agora vem cá...por que não tira a boxer do seu papai?

- tudo bem.

jeon ajoelhou-se e começou a retirar a boxer de kim devagar, e viu o membro do mesmo saltar para fora, jeon sabia que não iria caber, mas iria tentar, jeon estara descendo sobre o pênis do mesmo, mas é impedido por kim de ir até o final, pois o mesmo o retirou do seu colo.

- você queria descer ao seco, jeon? por mais que você ache que eu gozando dentro de você seria um bom lubrificante, não é, eu demoro pra gozar gatinho.

riu sarcástico e pegou o lubrificante em cima do criado mudo e passou sobre seu membro inchado e ereto, passando a mão por toda a extensão, como forma de provocar jeon.

- jeon? o que houve príncipe?

- eu não sei se é uma boa idéia, eu estou com medo de doer...

- jeon...você confiou em mim, não precisa ter medo, eu prometo ir no seu tempo.

- ...você me deixa confiante...

jeon se aproximou de tae e sentou sobre o colo do mesmo, começando a descer devagar, kim apertava fortemente a cintura de jeon, ao sentir a pequena entrada de jeon esmagar seu pênis.

- tae...eu não consigo ir até o final!

- jeon...










Notas Finais


foi isso, tomara que gostem. ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...