1. Spirit Fanfics >
  2. Me Espere... >
  3. Me espere...

História Me Espere... - Capítulo 1


Escrita por:


Capítulo 1 - Me espere...


Fanfic / Fanfiction Me Espere... - Capítulo 1 - Me espere...

-Sasuke, eu irei voltar. – Naruto prometeu, apertando a mão do moreno.

-Como eu irei saber, Naruto? Como eu irei saber se você vai voltar? – Lágrimas ameaçavam sair pelos olhos do Uchiha.

-Eu te prometo, como não poderia? Eu te amo, nunca irei amar alguém como amei você. – Agora, o loiro tentava acalmar o amado, passando a mão no cabelo liso do mais velho.

Contexto On ~.~

-Sasuke, isso não vai dar certo. –

-Vai dar certo sim, dobe. Se não der, pode me dar um tapa. –

Sasuke puxava o parceiro pela mão, os dois indo em direção aos portões de Konoha. Dois jovens fugitivos da realidade.

-Tsunade vai matar nós dois com aquele tamanco mais o Byakugou dela. –

Naruto tentava argumentar e ao mesmo tempo, recuperar o fôlego.

-Ela não pode nos matar se formos apenas passar uma temporada nas montanhas da Vila do Chá, né? -  O moreno corria olhando para trás, sorrindo ao ver o companheiro no mesmo ritmo que o seu, embora o mais novo estivesse morrendo de cansaço.

-Teme, nós vamos ficar 3 meses lá. 3 MESES!!! Não é como se voltássemos domingo de manhã. Você sabe que não podemos ir sem avisar a Hokage. –Naruto tentou argumentar, embora ele estivesse certo o moreno não queria ouvir.

-Naruto, eu não vou te dar lámen se ‘tu não calar a boca. –

O ponto bom de ser namorado do Uzumaki era que podia manipulá-lo com os pontos fracos do outro.

- ‘Pô, eu achava que era amor, seu golpista. – O de íris azuladas expressou com uma falsa mágoa no olhar.

Finalmente chegaram aos tão procurados portões de Konoha, para enfim, saírem dali.

-SASUKE!!! NARUTO!!! – Tsunade estava correndo atrás do loiro e do moreno, seus saltos altos faziam um barulho agradável, como o de um cavalo trotando (?), mas isso não impediu os dois de se assustarem.

-Fudeu. – Os dois até cogitaram correr, mas atrás deles havia apenas os imensos portões e as gretas entre as casas e os muros.

-Senhora Tsunade, nós podemos explicar. – Sasuke se afastou, até suas costas se encontrarem com as enormes portas amadeiradas.

-A única explicação que vai ter é entre meus punhos e suas caras (HAJSHAJS boa). – A loira aproximava-se, batendo as mãos, uma contra a outra.

-Por que não me falaram que iam viajar? Sakura teve que me contar. –

-Que caralhos Sakura estava fazendo com você ás 05:30 da manhã? – O Uchiha lançou um olhar semicerrado e malicioso á Tsunade, que virou o rosto corado e disse que não era da conta deles.

-Só vão, seus filhos de uma puta. – A Hokage apenas acenou, vendo os dois rapazes empurrarem os portões de madeira.

Quebra de Tempo

Agora, 6:39 da manhã, Sasuke e Naruto chegaram no monte Ichizusi, depois de terem viajado de cavalo de Konoha até a base da montanha.

-Valeu a pena. – Naruto falou, com o braço esquerdo envolto no parte de trás do pescoço de Sasuke, este que estava com o braço direito envolto no pescoço do loiro.

O sol acabara de nascer, o céu tingido de amarelo e laranja claro, as nuvens começando a aparecer. 

-Acho que temos que avisar á Tsunade que iremos morar aqui. – Sasuke beijou o pescoço do mais novo, arrancando risadas baixas do namorado.

Contexto Off ~.~

Agora, depois de 3 meses de terem chegado áquele adorável destino, Naruto estava deixando Sasuke para se casar com Hinata Hyuuga, uma mulher que sempre sonhou em se casar com o Uzumaki.

E agora ela estava conseguindo, embora isso afetasse o Uchiha de forma que ninguém conseguiria pensar.

-N.n.naruto... Eu estou grávido de você... - Sasuke falou, sussurrando para si mesmo, já que estava sozinho agora.

Quebra de Tempo

-Sasuke, nossa... Deve estar sendo tão duro para você... – Sakura estava ali, tentando acalmá-lo.

-E agora, eu carrego um filho dele, e ele nem sabe! -  O moreno exclamou, enquanto tinha seus cabelos negros alisados pela rosada.

Lágrimas escorriam dos olhos de Sasuke, o peso se esvaía através delas, Sakura apenas envolveu ele em seus braços.

-Bom, a única coisa que eu posso tentar falar, é que o divórcio já foi criado, e que nenhuma mulher pode ter a sua beleza, se eu não estivesse com Tsunade, eu ficava com você, aqui e agora. – A Haruno pronunciou, arrancando risadas fracas do Uchiha e dela mesma.

-E como vai a Tsunade? Ela ainda é a Hokage? – Sasuke perguntou, apagando as trilhas de lágrimas pelo rosto com a manga da blusa.

-Não, agora o Hokage é o Kakashi, quem diria né? – Os dois se olhavam fixamente, sorrindo um para o outro.

-É, quem diria...- O homem estava pensativo, com um sorriso fraco nos lábios finos.

-Tudo isso vai passar, Sasuke, se não passar... Bem, eu obrigo o Universo a isso. – Os dois riram, mesmo que não tivesse tanta graça assim.

-Eu adoro como me faz rir, Sakura, mesmo quando eu estiver profundamente triste. –

Pareciam que os olhos dele estavam mais profundos que o normal, talvez fosse apenas impressão.

-Eu sou sua amiga, embora você me odiasse quando éramos crianças, e você só tinha olhos para o Naruto, e eu só tivesse olhos pra ‘ti. – A rosada confidenciou, trazendo á tona um Sasuke corado e chocado, ao mesmo tempo.

-Poderíamos ter feito um triângulo amoroso, se você tivesse falado isso pra mim antes. –

Nem parecia que o moreno tivesse chorado segundo antes.

-Naah, homem não é muito minha praia. – Ela respirou. –Prefiro mulheres loiras com Byakugou. – Os dois riram, pareciam que não conversavam a décadas, embora tivesse se passado apenas 3 meses e meio que não se viam.

-Ah, tá, e eu prefiro homens loiros com modo Sennin. -  

Os dois passaram aquela tarde conversando, sobre as novidades de Konoha, como o clã Hyuuga era manipulador sobre tudo que eles queriam e outras coisas.

Quebra de Tempo

-Sakura, vai voltar pra vila? Ou vai ficar aqui? Tenho uma cama sobrando, pode dormir nela. – Ele ofereceu, sabendo que a amiga não iria recusar.

-Claro, por que não? Avisei a Tsunade que iria ficar um tempo por aqui. -



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...