História Me Faça Especial - (One Shot, Jungkook) - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook)
Tags Bts, Jungkook
Visualizações 440
Palavras 4.333
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Me Faça Especial.


Fanfic / Fanfiction Me Faça Especial - (One Shot, Jungkook) - Capítulo 1 - Me Faça Especial.

(S/N) P.O.V's On

Domingo, 10:00AM

Hoje minha rotina irá ser cheia, na verdade ela nunca ficou vazia. Do jeito que eu e minha mãe somos conhecidas pela América do Norte inteira, nunca temos descanso.

- Senhorita (seu sobrenome). -- Uns dos empregados disseram, eu olhei para eles.

- Sim? -- Eu perguntei.

- O seu estilista esta aqui para entregar o seu vestido. Estou pedindo sua autorização para deixá-lo subir.

- Eu autorizo. -- Eu disse e o homem assentiu e saiu do meu quarto.

Hoje irá acontecer uma premiação, eu e minha mãe somos chamadas todo ano como convidadas especiais. Nós sempre aceitamos pois nós duas amamos música e nesta premiação, música é o que não falta.

- Bom dia senhorita (seu sobrenome). -- O meu estilista disse assim que entrou no meu quarto.

- Bom dia Russell. -- Eu disse chamando-o pelo o nome.

Eu me levantei do meu assento e caminhei até o mesmo que estava dentro do meu "guarda-roupa", porque as aspas? Bom, eu tenho dois closets, um fica fora do meu quarto e o outro fica dentro do meu quarto. Só que neste closet eu coloco roupas de ficar em casa, biquínis e etc.

- Senhorita, eu fiz tudo o que me pediu. Cor vermelho escuro, tecido veludo e decote. -- Russell explicou.

Vi ele tirar o vestido da capa e sinceramente, esta muito bonito. Russell fez um ótimo trabalho.

- Eu gostei, ficou bem... Rico. -- Eu disse e ele riu, acompanhei.

- Veja os detalhes, tentei não colocar muito decote pois sua idade não se adequada a vestidos com muito decote.

O vestido era muito bonito, mas ainda estava de manhã e a premiação iria começa apenas de noite. Eu estava pensando em usar um vestido para a premiação e um para o tapete vermelho.

- Russell, eu queria usar dois looks. -- Eu disse e ele prestou atenção em mim -- Eu não queria usar um vestido que eu já tenho, eu estava pensando em renovar... Me entendi?

- Claro senhorita. -- Ele respondeu -- Eu trouxe uma pequena equipe pois já estava prevendo isto.

Eu fiquei surpresa quando ele disse que trouxe uma equipe, eu não queria muitas pessoas no mesmo lugar que o meu... Não agora, na verdade eu preciso apenas de Russell.

- Eu vou chamar meus assistentes, eu separei alguns vestidos lindos que tenho certeza que irá gostar. -- Russell disse e pegou o celular.

É! Realmente, hoje meu dia vai ser cheio.

Domingo, 13:00PM

Eu e minha mãe iremos fazer duas viagens, uma para ir no tapete vermelho e a outra para a premiação.

Estávamos terminando a maquiagem e o cabelo.

- Senhora, sua carona chegou. -- A assistente da minha mãe disse, ela assentiu e olhou para mim.

A mulher que estava fazendo meu cabelo, se retirou do cômodo e eu logo raciocinei que ela já tinha terminado o meu penteado.

Em uma escala de 0 a 100.

Eu diria que eu estava entre os 80, 79... Pois não era o lock principal, não que eu não tivesse gostado. Na verdade, não era o que eu usaria para tirar dezenas de fotos.

- Vamos querida, somos famosas. Temos que ser pontuais. -- Minha mãe disse e eu assenti.

~ Quebra de Tempo ~

Chegamos no tapete vermelho e já de longe eu reconhecia vários cantores, famosos e jornalistas de moda.

Percebi que havia muitas fãs estéticas não sei por quem, mas elas estavam gritando tanto que era possível o meu ouvido sangrar.

- Olhem! As (sobrenome) acabaram de chegar ao tapete vermelho. -- Uma jornalista disse para a câmera, questão de segundos ela já estava ao nosso lado.

- Uau! Vocês estão lindas. -- Ela disse e não demorou muito para dar entrevista.

(.........)

Depois que demos entrevista, fomos andar pelo tapete vermelho. Eu já havia me acostumado com os flashes de câmera desde quando eu tinha dez anos de idade.

- Olhe aqui senhorita (seu sobrenome). -- Todos os fotógrafos/paparazzis falavam a todo segundos.

Também havia me acostumado com isso, mas eu sempre olhava para a maioria o centro, depois um pouco para os lados e aí sim para todos.

Domingo, 19:00PM

Estávamos na mansão nos transformando de novo, só que agora estamos deixando a maquiagem mais destacada, o cabelo mais arrumado e com os decotes.

Minha mãe tem quarenta e três anos de idade mas o corpo dela é de vinte anos, minha mãe é linda.

- Estas muito bonita filha. -- Ela me elogiou.

- Obrigada mamãe, a senhora também. -- Eu retribuí.

Uma mulher veio colocar o meu salto, eu não estava preocupada com o horário mas eu sabia que a premiação iria começar daqui uma hora.

- Senhora, a sua carona chegou.

- Obrigada Stacy, preciso que fique com a nossa equipe até eles irem embora. Quando chegarmos quero que vá para casa. -- Minha mãe disse e ela assentiu.

E lá vamos nós, novamente para a Billboard.

~ Quebra de Tempo ~

Muitos cantores havia se apresentado, eu conhecia a maioria. Aplaudi para tofos, mas quando minha melhor amiga subiu no palco e começou a cantar "No Tears Left To Cry" automaticamente eu comecei a me animar.

Percebi que alguns meninos levantaram da cadeira no meio da apresentação, não sabia se eram cantores ou convidados especiais igual a mim e minha mãe.

Mas eles começaram a se retirar do lugar e eu como sou curiosa segui eles com o olhar e vi eles entrarem em uma... Sala secreta?

Estranho... Mas resolvi ignorar e voltar a minha atenção para a apresentação da Ariana Grande.

(.........)

 Depois de algumas apresentações, eu já estava ficando cansada de estar naquele lugar. Mas eu não posso demonstrar isso.

Agora iria cantar um grupo, mas eu não sabia quem eram mas as pessoas sim. Elas gritaram tanto, mas tanto! Que eu acho que vou ter dor de ouvido mais tarde.

- BTS! BTS! BTS! -- Elas gritavam.

BTS? Então esse é o nome do grupo. Pelo o jeito que elas estão gritando, o grupo realmente deve cantar e performar muito bem, vou prestar bastante atenção.

Eles subiram no palco e fizeram a posição para começar a música, quando começou... Eu tinha certeza que meus ouvidos queriam ficar com alguma coisa para ver se o som diminuía o volume, mas pelo o que vi era impossível.

- FAKE LOVE!

Segunda, 00:00AM

A premiação terminou, a maioria das pessoas foram embora mas eu e minha mãe tivemos que ficar junto com os convidados especiais, cantores e apresentadores.

Já tínhamos conversado com muitos famosos menos o grupo BTS, na verdade eu acho que eles foram até embora... Ou não.

- Por favor conheçam o mais novo sucesso mundial, BTS. -- Um homem disse para mim e minha mãe.

Nós olhamos para os meninos, eles eram muito bonitos e pareciam muito divertidos.

- Olá, prazer em conhecê-los. -- Minha mãe disse e eles se curvaram, me senti como uma rainha.

- Eles falam coreano mas eles entendem um pouco de inglês. -- Um deles disse, a voz dele era grossa -- Eu sou o RM. Sou o rapper e também o líder do grupo.

- Eu sou (S/N), sou modelo e também filha desta pessoa linda. -- Eu disse e ele riu.

- Eu sou o J-Hope.

- Sou o Suga.

- Eu sou o Jin.

- V.

- Jimin.

- Eu sou Jungkook, prazer em conhecê-la. -- Ele disse olhando para mim, meu corpo até reagiu a essa olhada.

(.......)

Eu resolvi sair um pouco daquele local fechado e abafado, eu estava cansada e amanhã (hoje) eu tinha aula com o meu professor particular.

Minha mãe continuou lá dentro conversando com empresários, provavelmente irá voltar com o número de um.

Estava tão distraída nos meus pensamentos que não percebi que tinha alguém ao meu lado.

- Você não deveria estar no carro junto com sua mãe?

Eu não entendi quase nada, mas eu tinha certeza que era um dos meninos do grupo BTS.

- O que? -- Eu perguntei e ele riu.

- Desculpe, eu não sou fluente ao inglês. -- Ele respondeu.

- Entendo. -- Eu disse e olhei para o mesmo -- Desculpe, você é....

- Jungkook.

- Desculpe novamente, eu não sou muito boa com nomes. -- Eu disse -- Eu sou a (S/N).

- Claro que você é. -- Ele respondeu e tirou algo do bolso -- Podíamos nos encontrar um dia, talvez eu te ensine a nunca mais esquecer o nome de alguém.

Eu ri, Jungkook me deu o papel e vi que era um número de telefone. Eu não sou boba, já entendi que ele queria ficar comigo, mas eu não sou tão fácil assim.

- Até um outro dia, senhorita (seu sobrenome). 

Jungkook saiu de perto de mim e foi em direção a um carro.

Ele é muito bonito, não vou negar, mas se quiser ficar comigo tem que fazer mais do que me tratar educada. Eu preciso conhecer a pessoa direito, diferente de minha mãe, eu não sou uma mulher fácil.

- Filha, vamos? -- Escutei a voz de minha mãe.

- Sim mamãe. -- Eu disse.

~ 1 Semana Depois ~

Segunda, 17:00PM

Estava terminando uma sessão de fotos para uma capa de revista, quando a porta do estúdio foi aberta e a minha empresária entrou com muitas pessoas, na verdade com seis asiáticos.

- Encerramento. -- O fotógrafo disse.

Uma mulher veio até mim com um roupão, ela me vestiu e eu sem demora caminhei em direção aonde minha empresária estava com os seis asiáticos.

Ela estava conversando com eles, eu acho melhor eu perguntar depois o que significava isso.

- Senhorita, quer água? -- Uma assistente do local perguntou, eu neguei.

- Obrigada. -- Eu disse e ela assentiu e se retirou.

Eu preciso respirar um pouco, o estúdio é muito fechado e abafado. Me sinto muito desconfortável aqui.

E foi o que eu fiz, saí do estúdio e comecei a andar sem rumo pelo lugar.

Quando eu estava andando, eu estava tão distraída que nem tinha visto um homem, ou seja, eu esbarrei em alguém.

Sorry. -- O homem disse e quando eu fui reparar direito na pessoa, eu percebi que conhecia ela de algum lugar.

- Jungkook? -- Perguntei e automaticamente o homem olhou para mim com rapidez.

E eu estava certa.

- Oh! -- Ele disse -- Olá, desculpe esbarrar em você.

- Tudo bem. Mas preste atenção, poderia ser um diretor do local. -- Eu disse e ele assentiu.

Jungkook olhou para os lados e logo perguntou:

- Esperava que me ligasse. -- Ele disse com o tom na voz, mais baixo.

- Não tive tempo. -- Eu me justifiquei.

- Então vou fazer a moda antiga. -- Ele diz -- Eu quero te conhecer um pouco melhor, podemos sair algum dia?

Eu sorri, eu vou dar uma chance para Jungkook, talvez ele não seja um cafajeste igual ao meu último "ficante".

- Podemos sim. -- Eu respondi e ele sorriu -- Que tal, hoje a noite? Não tenho nada para fazer além de ficar em casa.

- Certo, vamos nos encontrar na cafeteria. Depois vamos ir para outro lugar. -- Ele diz.

No Mesmo Dia, 19:00PM

Havia terminado de me arrumar e desta vez eu não precisei de nenhum assistente ou estilista.

Minha mãe estava viajando para participar de um desfile, então não iria me preocupar se chegaria tarde ou não.

Meu celular vibrou e isso avisaria que o meu motorista havia chegado, ótimo não chegaria muito atrasada.

~ Na Cafeteria ~ 19:23PM

Quando eu cheguei, vi Jungkook me esperando. Ele parecia ansioso.

- Chegamos senhorita (seu sobrenome). -- O meu motorista avisou.

- Obrigada Charles, até amanhã. -- Eu disse e abri a porta do carro, logo saindo do mesmo.

Fechei a porta e o carro logo saiu, me virei para a frente da cafeteria e Jungkook havia me visto.

O mesmo veio até mim.

- Boa noite senhorita. -- Ele disse e pegou na minha mão logo beijando a mesma.

Ele é um cavalheiro...

- Boa noite Jungkook.

(.......)

Jungkook estava dirigindo um carro fechado pois éramos dois famosos e paparazzis é o que não falta em nossas vidas.

Eu prestava atenção pela a rua, mas às vezes eu desviava o meu olhar e olhava para Jungkook. Ele fazia o mesmo.

- Você esta muito bonita. -- Jungkook disse.

- Obrigada, você também esta bonito. -- Eu retribuí o elogio.

Senti o carro parar e Jungkook sair do carro, vi que ele abriu a porta para eu sair. Ele estendeu a mão e eu peguei, saí do carro e Jungkook fechou a porta.

- Obrigada Jungkook. -- Eu agradeci.

Ele sorriu e nós fomos até a entrada do restaurante, já havia vindo aqui duas vezes da minha vida. Geralmente não tenho tempo para vim comer em restaurantes.

Entramos no restaurante e Jungkook foi até um homem.

- Eu fiz uma reserva. -- Jungkook disse.

- Nome?... -- O homem perguntou.

- Jeon Jungkook.

Demorou alguns segundos e o homem disse:

- Muito bem senhor Jeon, sua acompanhe este homem que ele levará você e sua acompanhante para sua mesa.

(.........)

- Jungkook eu não sabia que era tão novo assim. -- Eu disse e ele riu.

- Eu virei um adulto já faz dois anos, passou tão rápido esses anos. -- Ele disse -- E você quantos anos tem?

- Tenho dezenove, vou fazer vinte ano que vem. -- Eu respondi, ele pareceu surpreso.

- E desde quando é modelo?

- Desde quando eu tinha cinco anos de idade, na verdade eu nunca comecei uma carreira de modelo de verdade. Eu apenas tiro fotos para revistas e vou para eventos chiques e importantes, minha mãe é muito famosa dentro e fora do país, em 1999 eu nasci e ela começou a focar menos na carreira, mas quando eu completei cinco anos nós duas começamos a ir juntas para eventos, desfiles e ensaios fotográficos. -- Eu respondi a pergunta de Jungkook.

- É muito legal conhecer o mundo. -- Jungkook disse.

- E você. Desde quando começou ser cantor? -- Eu perguntei curiosa.

- Bom... Eu tinha quinze anos quando eu entrei no BTS, eu ainda era uma criança e para ser sincero eu não sei como chegamos neste ponto. Tipo... Viajar o mundo inteiro, ganhar prêmios internacionais. Porque cinco anos atrás o BTS era um grupo com um estilo Hip Hop e bad boy, eu não me arrependo de nada do passado mas antes não éramos muito conhecidos mas agora eu tomo banho de dinheiro. -- Ele disse e nós rimos.

- Jungkook você é engraçado. -- Eu digo.

- E você é muito linda. -- Ele disse tocando em minha mão.

Eu sorri, um garçom apareceu na nossa mesa e logo pronunciou:

- Senhor Jeon, a sua conta. -- O garçom disse e entregou um cartão ao Jungkook.

- Obrigado. -- Ele agradeceu e parou de tocar minha mão e olhou a conta do restaurante.

- Irá ser cartão ou a vista?

- Cartão. -- Jungkook respondeu e entregou o cartão para o garçom.

Enquanto Jungkook pagava eu fiquei pensando em como eu estava insegura de sair com ele, Jungkook era diferente dos homens que eu já havia ficado.

E ele não me parece nenhum pouco interesseiro, ele às vezes é humilde mas também brinca com dinheiro, ele é extrovertido e muito educado... Não queria ser tão rápida mas acho que poderia acontecer alguma coisa entre nós dois.

- Obrigada senhor Jeon, tenham uma boa noite e voltem sempre. -- O garçom disse e se retirou.

- Vamos.

Segunda, 22:00PM

Depois que saímos do restaurante fomos até em uma praça conversar um pouco mais a vontade, mas era muito arriscado ficar aqui.

- Quando você deu o seu primeiro beijo? -- Jungkook perguntou.

- Foi com quinze anos. -- Eu respondi.

- Você beijou na idade certa, eu beijei com treze. -- Jungkook disse -- Na verdade eu não sei como beijar mais, minha última namoradinha foi quando eu entrei na empresa.

- Eu posso te ensinar se quiser. -- Eu disse e ele olhou para mim.

- Eu iria adorar. -- Ele respondeu.

Jungkook colocou a mão em minha nuca e me beijou, eu retribuí o beijo.

Nossas línguas estavam tão em sequência e com isso fez um foguinho se acender dentro de mim. Jungkook beijava tão bem que eu não queria nunca separar este beijo.

Mas a falta de ar se fez presente nos dois, Jungkook puxou o meu lábio e terminou o beijo com três selinhos.

- O que acha de irmos para um lugar mais reservado?Estamos em uma praça. Qualquer um pode nos ver e tirar fotos. -- Jungkook disse.

- Eu iria adorar. -- Eu respondi e ele sorriu, levantamos do banco e fomos em direção ao carro.

~ Quebra de Tempo ~

~ No Motel ~ 22:25PM

Eu estava querendo muito atenção de Jungkook, eu precisava novamente de um beijo do mesmo. Mas eu tenho que me controlar.

Jungkook também parecia que queria o mesmo, mas eu não iria fazer nada até entrarmos no quarto onde ele pagou para passarmos a noite.

E nós já estávamos nele, mas ainda era a garagem do lugar, Jungkook pegou um quarto longe dos demais quartos.

Queríamos privacidade e sem ninguém por perto além de nós dois.

Jungkook desligou o carro e ele saiu, logo ele apareceu ao meu lado abrindo minha porta. Peguei na mão do mesmo e ele me puxou com delicadeza e me beijou.

Fomos até a porta ao beijos e entramos no quarto quase tropeçando em tudo mas não ligamos.

- Jungkook, eu preciso de um tempinho. -- Eu disse separando o beijo.

- Tudo bem, enquanto isso eu vou vendo o quarto. -- Ele disse e eu assenti, demos um selinho e eu saí de perto do mesmo.

Entrei no banheiro, iria tomar um banho rápido. Afinal ficamos na rua e eu não quero ficar ferida para o mesmo.

Assim que eu tirei meu vestido parecia que eu tinha previsto isso, vim com um conjunto de sutiã e calcinha muito bonito e sexy.

Prendi o meu cabelo e fui tomar uma ducha.

Jungkook P.O.V's On

Minha ficha ainda não caiu... Eu ainda não estava acreditando que eu vou sair da seca. E ainda com a pessoa que eu sempre quis ficar, desde quando eu era um adolescente.

Enquanto ela estava fazendo as coisas dela, eu fiquei conhecendo o quarto. Se fosse juntar os preços que eu gastei no restaurante e com o do motel cinco estrelas... Eu diria que é o encontro mais caro da minha vida, eu gastei U$1500,00.

A bighit vai me matar quando ver a minha conta bancária, praticamente quase zerada. Mas esta valendo muito a pena ter gastado dinheiro com uma pessoa tão maravilhosa.

Vi que no quarto havia uma jacuzzi, enquanto eu olhava para ela eu fiquei imaginando nós dois lá dentro. O meu pênis deu um sinal de vida, eu estou excitado e eu preciso de atenção.

(S/N) P.O.V's On

Havia terminado minha ducha e eu fiquei apenas de toalha e com o cabelo preso em um coque.

Assim que eu saí, vi Jungkook observando uma jacuzzi. O meus olhos automaticamente foram para o volume que ele estava. Era hora de agir.

- Jungkook. -- Eu chamei o mesmo e ele olhou para mim.

Ele me olhou dos pés a cabeça e mordeu o lábio.

- O que acha de entrarmos na jacuzzi primeiro? -- Ele perguntou e começou a desabotoar os botões da camisa.

Jungkook estava tão sexy, percebi que amanhã eu vou acordar dolorida, apesar de Jungkook ter vinte e um anos ele realmente aparenta saber em como dominar uma garota na cama e fora dela.

- Claro. -- Eu respondi e fui até o mesmo.

Sem demora Jungkook me puxou para um beijo, retribuí.

Senti a mão do mesmo descer pelo o meu corpo e parar em minha nádega, onde ele deu um aperto tão forte que um gemido saiu baixo.

Eu ajudei o mesmo a tirar a roupa, já sem camisa eu passei minha mão pelo o peitoral do mesmo e subi para o pescoço onde eu coloquei meus braços envolta.

A falta de ar se fez presente e eu separei o beijo.

Jungkook ficou me olhando com um olhar de luxúria, desejo. Eu coloquei minha mão no nó da toalha e tirei a mesma.

- Seu corpo é tão maravilhoso, me deixa muito excitado. -- Ele disse em meu ouvido.

Jungkook mordeu o meu lóbulo e beijou o meu pescoço, eu me arrepiei pelo o toque da boca de Jungkook em meu pescoço.

Afastei Jungkook do meu pescoço e ele me olhou com um olhar penetrante, percebi que o mesmo estava tirando a calça. Eu sorri e entrei na jacuzzi que já era aquecida.

Fiquei de costas para o mesmo, mas não demorou muito para eu escutar o som da água e braços estarem em minha cintura.

- Me beija. -- Jungkook sussurrou em meu ouvido e eu me virei para ficar na frente do mesmo.

Eu comecei a beijar Jungkook, senti o meu corpo sendo colado com o do mesmo. E com isso fez o seu pênis bater em minha coxa quase na virilha, a ereção estava enorme.

Jungkook me pegou no colo e sentou na escada da jacuzzi, a jacuzzi não era funda.

Eu estava em cima do pênis do mesmo, então eu comecei a rebolar.

- Humm... -- Ele gemeu e colocou suas mãos em minhas nádegas onde ele apertou.

- Jungkook, o que acha de começarmos a nossa noite agora mesmo? -- Eu perguntei assim que separei o beijo.

- Eu estou disposto a tudo princesa.

Uma das mãos de Jungkook soltou minha nádega e ele colocou o braço para o lado, tinha muitos sacos de camisinha mas ele pegou apenas uma.

Ele abriu o saco com os dentes e tirou a camisinha.

Jungkook colocou a camisinha no pênis e segurou minha cintura, eu sentei devagar no membro do mesmo para me acostumar com o tamanho.

Sem demora comecei a cavalgar no mesmo, mas controlando a velocidade das estocadas.

Jungkook jogou a cabeça para trás e arfou.

- Awn. -- Eu gemi baixo.

Jungkook colou os nossos corpos e começou a beijar o meu colo, suas mãos subiram até os meus seios. Onde ele apertou não com muita força.

- Eu gosto dos seus seios. -- Ele disse e abocanhou um.

Joguei minha cabeça para trás e com isso, o meu cabelo soltou. Comecei a acelerar as minhas cavalgadas me apoiando no ombro do mesmo.

- Awn... -- Eu gemi no ouvido do mesmo.

Jungkook parou de dar atenção ao meus seios e focou nas cavalgadas. Ele voltou a segurar minha cintura e começou a ditar os movimentos.

- Jungkook.. -- Eu gemi pois estava rápido.

- Isso.. -- Ele também gemeu.

As mãos de Jungkook foram para a minha coxa, nossos corpos se ergueram e Jungkook saiu da jacuzzi indo em direção a uma cama.

Ele nos deitou na cama e segurou meus braços colocando os mesmo para cima e voltou a estocar, só que com rapidez.

- Awn. -- Eu gemi.

Jungkook me olhava com muito desejo até que ele começou a beijar o meu pescoço.

Nossos corpos estavam quentes e ofegantes, Jungkook estava começando a suar e o som do nossos corpos se chocando era tão excitante.

- Jungkook..  Awn...

- Isso... Geme o meu nome. -- Ele disse em meu ouvido.

Jungkook pegou em minha mão e colocou no pescoço do mesmo e ergueu o corpo e acelerou mais os movimentos.

Senti ele tocar o meu ponto e eu mordi o meu lábio, isso foi muito gostoso.

- Ah. -- Ele gemeu ofegante.

Novamente Jungkook tocou no mesmo lugar e desta vez eu gemi pelo o prazer, Jungkook começou a estocar no mesmo lugar até que eu senti o meu apice chegando.

- Jungkook... Continua assim....

- Vai gozar princesa? -- Ele perguntou ofegante -- Vamos juntos.

E Jungkook colocou nossos corpos novamente e começou a estocar com força, puxei Jungkook para um beijo onde ele retribuiu com pressa.

Senti o meu limite chegando e eu fiquei gemendo durante o beijo, e mais uma estocada Jungkook saiu de dentro de mim.

Jungkook parou de me beijar e tirou a camisinha que estava com esperma do mesmo.

- Fica de quatro para mim. -- Ele mandou e eu fiquei.

Vi a mão de Jungkook pegar uma camisinha da mesma marca que a outra.

Demorou cinco segundos e logo o mesmo penetrou seu pênis em mim, eu gemi pois eu ainda estava sensível.

Jungkook segurou minha cintura e ditou a velocidade que ele queria.

- Ah (S/N)... -- Ele gemeu o meu nome.

Eu sorri satisfeita e mordi o lábio após sentir uma estocada forte de Jungkook.

- Jungkook... Me bate... -- Eu pedi.

Senti um tapa em minha nádega tão forte que eu dei um gritinho de surpresa, mas na verdade eu adorei.

- Isso... -- Eu disse ofegante.

E ele continuou batendo e eu gemia mais ainda.

Senti o corpo do mesmo quase deitando em mim, eu olhei para o mesmo e beijei com dificuldade pois as estocadas eram muito rápidas e fortes.

- Você gosta quando eu faço isso com você? -- Ele perguntou durante o beijo.

Eu assenti mordendo o lábio, Jungkook colocou o meu cabelo para o lado e comecei a beijar o meu pescoço.

- Humm.. -- Eu gemi manhosa.

Senti que Jungkook estava se cansando, então eu ergui o meu corpo e beijei o mesmo.

- Jungkook deita.. -- Eu disse com dificuldade.

Ele obedeceu e parou com as estocadas, Jungkook deitou e eu subi no colo de mesmo. Mas eu fiquei de costas.

Segurei o pênis de Jungkook e sentei no mesmo.

Comecei a cavalgar em uma velocidade não tão rápida e nem tão lento.

- Ah (S/N), você esta me enlouquecendo... -- Jungkook disse e apertou minhas nádegas.

Comecei a rebolar, sabia que os homens ficam loucos quando faço isso. Com Jungkook não foi diferente.

- Isso! Rebola.... -- Ele disse ofegante.

Apoiei minhas mãos no colchão e voltei a cavalgar.

Jungkook subiu o corpo ficando colado em mim, suas mãos subiram para os meus seios e apertou. Depois começou a passar a mão pelo o meu corpo até que chegou em meu clitóris.

Jungkook começou a fazer movimentos circulares rapidamente e eu enlouquecei com aquilo.

- Awn! -- Eu gemi e encostei minha cabeça no ombro do mesmo, Jungkook beijou o meu pescoço e deitou me puxando junto.

Ele pegou a minha mão e levou até o meu clitóris e voltou a me masturbar junto com minha mão.

O meu apice estava chegando novamente.

- Jungkook... Eu tô... Quase... -- Eu disse gemendo.

- Goza pra mim de novo princesa, goze em nossos dedos. -- Ele disse em meu ouvido.

Jungkook parou de me estocar e focou na masturbação, não aguentei e gozei. Eu estava sensível demais.

- Minha vez.. -- Ele disse ofegante.

Jungkook saiu de dentro de mim e tirou a camisinha e começou a se masturbar.

- Awn (S/N)... -- Ele gemeu e logo senti algo molhado em minha barriga.

Estávamos ofegantes, suados e o cheiro do quarto estava com aroma de sexo.

Eu estava certa, Jungkook sabe como dominar uma garota dentro e fora da cama.

(........)

Depois da nossa transa voltamos para a jacuzzi, mas ficamos apenas aproveitando o momento. Claro! Eu estava no colo do mesmo.

- Você é tão linda.

- Você me faz sentir especial. -- Eu respondi e ele sorriu.


Notas Finais


Desculpe os erros, e também desculpe as calcinhas molhadas.
Para ser sincera essa é a fanfic mais longa que eu já escrevi e eu estou com preguiça de ler tudo só para corrigir os erros 😂😂

Mas obrigada por ler 🌸
Comentem o que acharam.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...