1. Spirit Fanfics >
  2. Me Liberte. >
  3. Que má sorte, não?

História Me Liberte. - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Oiii ❤💛💚💙💜






De novo, eu deveria estar dormindo...

Capítulo 3 - Que má sorte, não?


Gritos.

Gritos que portavam agonia, que nunca foram ouvidos. Palavras sem nexo, sem sentido, saiam de sua boca. E quanto mais ela gritava, mais o sentimento a corroía, mais a manchavam, ditando coisas abomináveis que faziam seu corpo paralisar só de pensar que teria que fazer aquilo. Mais uma vez sangue inocente escorria por suas mãos, sangue de pessoas que imploravam por suas vidas, mas que seus pedidos foram cruelmente ignorados, e suas vidas foram arrancadas. Mais uma vez, o número no quadro negro aumentava; E tudo isso por que? Porque tinha esquecido a porra dos remédios! Os remédios controlavam sua outra personalidade, que é submissa aqueles que mostram autoridade a ela, uma vez servindo a pessoa, fazendo seus gostos e vontades,  ligada a tal pessoa por uma marca em formato de ave no lado esquerdo do pescoço, seria fiel a essa pessoa por toda a eternidade, Brenda Alcântara, sua mãe, tinha esta autoridade sobre si, os remédios faziam a marca sumir temporariamente, assim era livre, por um curto período de tempo, mas era livre.

Quatro jovens que aparentavam ter a mesma idade que Vitória, entraram na sala, aparentando estarem perdidos e confusos, ao se depararem com uma bela moça sem suas vestimentas, de costas para onde estavam, ficaram um pouco constrangidos e desconfortáveis com a situação, a garota que parecia ser a mais responsável dentre eles, foi até Vitória no intuito de questionar o porquê diabos ela estava nua?! Mas parou assim que Vitória levantou a mão, num gesto mudo para que se afastasse de si, não queria matar ninguém, mas teria que o fazer caso Brenda a mandasse, se desobedecesse a uma ordem de sua dona, ela morreria.  A jovem perdida, que atendia pelo nome de Agnes, ficou a observando, atenta aos movimentos da moça até então desconhecida, olhou em volta e ficou perplexa com que viu, corpos sem vida caídos no chão, sangue espalhados por todos os lados, o sangue na mão da bela moça não mentia, ela os tinha matado. Ela era perigosa... Tinham que tomar cuidado.  

Sangue escorria no canto de seus lábios carnudos, a insanidade que a consumia, não a deixava sentir vergonha de estar despida na frente de desconhecidos, ficou frente a frente com os quatros jovens, seu olhar morto, vazio, frio e cansado, os olhavam com desdem. Esperando a ordem de sua dona...

 

 

Mate todos.

 

Em seus lábios um sorriso maldoso se formou, por mais que seus olhos tenham ficado marejados.

Não queria matar, não queria estar ali, não queria ser a causa de tanto sofrimento, mas foram ordens de sua dona.

Suspirou. O fim estava próximo, era só aguentar até lá.

-- Que má sorte, não? 

  

E novamente uma lágrima teimosa escapou e traçou um caminho por sua bochecha.

 


Notas Finais


Não tá ficando confuso não, né gente?



Tchauuu 💜💙💚💛❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...