História "Me perdoe, eu te amo" - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Os Vingadores (The Avengers)
Personagens Anthony "Tony" Stark, Steve Rogers
Tags Capitão América, Homem De Ferro, Steve Rogers, Stony, Tony Stark
Visualizações 179
Palavras 2.004
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Lemon, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Um One shot para os fans de Stony. Upa upa.
Espero que gostem.

Capítulo 1 - I need you.


Você ja se arrependeu de algo que fez no passado? Algo que você daria qualquer coisa para voltar no tempo para nunca ter tomado aquela decisão ou feito aquela coisa. 

Era assim que Steve se sentia. Sua mente gritava dizendo que ele fez o certo, mas seu coração dizia que ele deveria ter ficado do lado da pessoa que amava. 

Agora estava tudo acabado, Rogers estava em um predio abandonado, com os vingadores divididos e com o amor da sua vida longe. Poderia estar pior? Ah, sim, estava sendo procurado pela policia. 

Estava deitado no sofa olhando para a janela, as luzes dos predios de Nova York deixavam a noite ainda mais bonita. O numero que deixará com Stark apos a guerra, ele so queria uma ligação.  Por que tao dificil? 

Natasha aparece atras de Steve o dando um leve susto. 

-Capitao?

-Que susto Natasha!

-Desculpe-me Cap. Voce está muito pensativo. Quer conversar?-Ela diz e senta ao seu lado. Ele permanece com a atenção na janela. Depois de um tempo em silencio, desvia o olhar para a jovem ao seu lado. 

-Sinto falta de alguem.

A Viuva arquea uma sombracelha. 

-O Tony?

Steve leva um susto. Como ela sabia?

-Como sabe? 

-Eu sempre soube, tinha certeza que vocês se gostavam!.-Ela diz simples.

A ruiva era inteligente demais.

-Pera ai. O que? Como assim "Vocês se gostavam"? Tony tambem gosta de mim?

Natasha revira os olhos.

-Claro Steve. Você é muito devagar. Ele sempre gostou de você, so nao assumia com medo de ser rejeitado....e tambem por ele ser um Stark  e nao assumir sentimentos por ninguém. 

O que? Tony gostava de Steve? Como assim? Ele so poderia estar sonhando.

-Mas e ai? Ta esperando o que pra ir atrás  dele?- A ruiva diz e o encara. So pode ser brincadeira.

-Nat, eu nao sei se...-Ele tenta dizer mas é cortado pela ruiva.

-Sem essa de "se". Você o ama Steve! Ele te ama! Por que vocês tornam as coisas tão complicadas? Vá até a torre Stark atrás do seu homem Rogers.

-Isso seria tão errado se estivessemos na minha época.

-Ah vai vovô. Os tempos mudaram, ja existe TV com imagem colorida. Hoje, qualquer forma de amor é valida!

Ele olha pensativo para o chão. Sente a mão de Natasha em suas costas e ouve ela dizer.

-Vá Steve. Peça perdão, diga que o ama! Faça o Stark feliz como ele nunca foi.

O loiro sorri e se levanta. Vai ate seu "quarto" e pega sua jaqueta. Desce,mas antes consegue ouvir Natasha gritam um "Boa sorte". 

Steve estaav em sua moto e corria ate a torre Stark, ele queria chegar o mais rapido possivel. Depois de mais ou menos 10 minutos chegou. Eram 22:15 da noite, o que sera que Tony estava fazendo? 

Steve entrou com a chave de acesso, graças a Deus Tony nao havia trocado a senha. Subiu ate o ultimo anda. Estava tudo escuro. As luzes da cidade iluninavam parte da sala, apenas. Rogers caminhou lentamente tentando achar o interruptor, foi quando acabou tropeçando numa garrafa. Logo ouviu uma voz metalica.

-Sr.Rogers.

JARVIS ainda estava ativo. Um bom sinal? Talvez.

-Ola JARVIS. Onde o Tony esta?

-Nao estou autorizado a permitir sua entrada. O senhor poderia se retirar?  Se não serei obrigado a mata-lo.

Uma "arma" sai de uma passagem da parede apontando para Steve que automaticamente se assusta.

-Ei, JARVIS relaxa. Nao precisa não.  Eu só quero saber como o Tony está. 

-Ele nao esta muito bem Sr.Rogers, mas isso nao diz respeito ao senhor. Poderia se retirar?

-Como assim JARVIS? Por favor me deixe falar com o Tony. Sabe que eu jamais o machucaria. Por favor JARVIS.

-Se o Sr.Stark me desativar a culpa sera toda sua Sr.Rogers. 

Steve sorri, havia conseguido pelo menos fazer JARVIS mudar de ideia. Então fazer Tony nao o atarcar nao sera tao dificil  certo? 

-O Sr.Stark esta no laboratório Sr.Rogers, pode ir ate lá. Acesso liberado. 

-Obrigada mesmo JARVIS.

Steve caminha ate o laboratório em silencio, e abre a porta lentamente. Stark estava de costas para a porta, estava com a cabeca apoiada na mesa. O loiro se aproximou, e assim como imaginou, o moreno estava dormindo.

Que saudade que Steve sentiu desse homem, que vontade de abraca-lo e beija-lo. Com um pouco de receio, tocou os cabelos do moreno com as pontas dos dedos. O cabelo macio, o cheiro que vinha do perfume amadeirado de Stark, como aquele moreno encantava Steve de todas as maneiras.

Stark aos poucou foi abrindo os olhos e assim que levantou olhou para o loiro  que tinha um olhar apreensivo no moreno.

-ROGERS! 

Tony gritou e se levantou bruscamente fazendo Steve se afastar. Tony puxou seu relógio e logo a mao de sua armadura estava ali. Ele ja apontava para a face do loiro.

-Tony, por favor. Eu so quero conversar.

-EU NAO QUERO CONVERSAR. SAIA DAQUI AGORA MESMO. VOCÊ É A PESSOA MAIS TRAIRA QUE EU CONHEÇO. SAIA DAQUI AGORA 

O Stark gritava sem nem dar tempo de Steve dizer uma palavra. Depois de xingar Steve dr tudo que é nome que Stark conhecia, ele falou a ultima frase.

-Voce traiu minha confiança Rogers.

-Ele era meu amigo.

Aquilo, aquela frase composta por apenas 4 palavras, machucavam o moreno de uma tal forma.  Com lagrimas nos olhos,Tony levanta a cabeça, direcionando seu olhar para o outro e responde com a voz embreagada pelo choro:

-Eu tambem era.

E assim, Tony se colocou a chorar. Ja havia guardado a mão da armadura, entao encostou na parede e escorregou ate sentar no chão. As lagrimas caiam, de tristeza, de raiva e tambem de suadade. 

A saudade que o moreno sentia do loiro era gigante, assim como a saudade que o loiro sentia pelo moreno.

Steve se aproximou do moreno e sentou ao seu lado, ele queria o abraçar e dizer que estava ali. Queria dizer que ia ficar tudo bem e que ele nunca mais abandonaria o moreno. Mas o medo de Stark o afastar era tao grande que não conseguiu fazer o que tanto queria. Então apenas falou tudo que estava guardado dentro de seu peito durante muito tempo.

-Tony, durante muito tempo eu fui apaixonado por voce e apenas não queria aceitar, mas eu te quero, que to fazer feliz como ninguém ja te fez. Eu sei também que te machuquei, sei que errei com você diversas vezes...entao eu quero te pedir perdão. Me perdoa por nao ter te contado sobre o Buck, me perdoa por ter te machucado na luta, me perdoa por nao ter ficado aqui com você. Me perdoa Tony, eu te amo. Eu preciso de você. 

Pronto, havia falado tudo que estava guardado sobre a guerra e todo seu sentimento pelo moreno.

Tony levanta a cabeça e olha para Steve. Ele realmente estava se declarando para si? Só podia ser brincadeira.

-Esta brincando comigo num momento como esse Rogers.? Nao cansa de machucar as pe...-Teria terminado de falar, se o loiro nao tivesse o calado com um beijo. Era um beijo necessitado, os dois precisavam disso. As maos de steve estavam uma em cada lado segurando o rosto do outro. As linguas se divertiam, as bocas se encaixavam perfeitamente. 

Tony levantou um pouco e Steve ao perceber que o outro pararia o beijo,o puxou para seu colo, ficando agora entre a parede e o moreno a sua frente.

As maos de Stark estavam no pescoço de Steve que tinha as mãos na cintura do moreno. Ele apertava a cintura de Stark forte, e o mesmo arfava baixinho.

A falta de ar ja estava se fazendo presente, mas Steve tinha medo que Tony fugisse ou matasse ele caso voltasse para a realidade. Entao desceus os beijos para o pescoço de Tony, que permaneceu de olhos fechados. As maos de Steve estavam debaixo da camisa do moreno que tinha as maos nos cabelos do loiro.

-Ahn...-Tony gemeu baixinho, e isso ja foi o suficiente para Steve saber que so parariam na cama do moreno ou no sofa da sala.

-Vamos...para o meu...quarto Rogers-Tony tentou dizer.

O loiro se levantou e sem tirar o moreno de seu colo, foi para o quarto do moreno. Chegou e fechou a porta, e logo jogou Stark na cama que sorriu olhando para o loiro na sua frente.

Logo a camisa de ambos estavam jogados no chão do quarto.

Steve desceu os beijos para o peitoral de Tony e começou a chupar um de seus peitos, mordiscando com os dentes os deixando bastante avermelhados.

Stark dava seu maximo para não gemer,ele queria  isso tanto quanto Steve.  Ele amava o loiro igual, apenas nao queria assumir.

Logo as calças dos dois ja estavam em outro lugar que nao fosse seus respectivos corpos.

Steve descia os beijos ate que chegou na barra da cueca de Tony. O loiro olhou safado para o moreno, que se retorcia na cama. Pegou a barra da cueca do moreno com os dentes e a tirou lentamente, fazendo o membro do mesmo pular para fora.

O loiro analisou o corpo do Stark nu, ele era maravilhoso. Um corpo nao tanto malhado, a pele moreno, seu membro era do tamanho ideal.Ele ansiava por aquele corpo.

Steve faria o melhor sexo da sua vida, alias, nao faria apenas sexo, eles fariam amor. 

Stark puxou o loiro trocando de posição,deixando  Steve por baixo. Logo tirou a cueca do Capitão.  Seu membro era grande, e grosso. A unica coisa que pensou foi "Estou fudido" mas nao iria parar por ali. Logico que não, tinha um moreno muito gostoso deitado totalmente nu na sua cama. Como iria perder essa chance?

Se abaixou e beijou o loiro, as maos de Steve apertaram fortemente a bunda de Stark. 

Steve trocou de posição e esticou-se para pegar sua carteira. Ele nao havia trazido camisinha. O moreno notou que o loiro havia fica apreensivo e logo percebeu.  

-Na gaveta do banheiro, tem camisinha e lubrificante.

O loiro se levantou e foi direto para o banheiro, abrindo a gaveta logo encontrou uma caixa de camisinhas e lubrificante, assim como Stark havia dito.

Ele voltou para cama e deitou sobre o moreno, o beijou. Desceu sua mao para o membro de Stark  e comecou a masturba-lo.

Stark gemia alto,aquele gemido eram musicas para os ouvidos do loiro. 

Logo o beijo foi cessado, Stark desceu ate o membro do loiro que ficou sem entender.

O pegou com as duas maos e começou a massagea-lo. Steve ja estava ereto, e se era possivel, comecou a crescer mais. Foi quando o moreno colocou todo o membro de Rogers em sua boca. Ele tentava ao maximo colocar tudo. E conseguiu, assim que o loiro colocou sua mão no cabelo do moreno o ajudando.

Ficaram assim por um tempo ate o moreno ouvir Steve dizer:

 -Vou gozar Stark.  Pare.

-Se apelido picolé nunca fez tanto sentido Rogers.- Tony disse e comecou a gargalhar. 

Parou assim que Steve o virou de bruços e assim conseguiu ouvir a embalagem da camisinha sendo aberta. 

Steve passou bastante lubrificante, e ja com a camisinha olhou para o moreno que permanecia calado.

-Pronto?

Stark respirou fundo. 

-Pode ir.

E assim sentiu o membro do loiro entrando lentamente nele. Stark se sentia como se tivessem o rasgando. Doia muito.

Ele gritava, mas nao de prazer. Aquilo relamente doia.

Steve deitou sobre Stark e o abraçou. 

-Vai melhorar.-Disse encostado na nuca do moreno.

Depois de um tempo Steve começou a se mexer lentamente, Stark ja nao sentia mais tanta dor. Era uma dor misturada com prazer, estava bom. Stark estava gostando da sensação de ter Steve dentro dele.

Então Steve começou a estocar no moreno. 

Ele estocava forte, ia fundo. E stark estava amando. 

Cada estocada Stark e Steve gemiam alto. E assim ficaram por mais um tempo.

-Tony..

Stark nao conseguia formular uma palavra. Assim que chegou ao limite gritou.

-Aaanh!

Mais algumas estocadas e Steve chegou ao seu limite junto com o amado.

Caiu exausto ao lado do moreno. Estavam cansados, o peito de ambos subiam e desciam rapidamente.

Eles se olharam e Steve passou o dedo no rosto do amado.

-Eu te amo. Me perdoa. 

Tony sorriu.

-Eu tambem te amo.

Steve abracou o moreno e deitaram de conchinha.  Quando ia sair de dentro do moreno, o mesmo sussurra. 

-Nao, deixa eu dormir com voce dentro de mim. É uma sensação tao boa. Eu me sinto completo. 

E assim dormiram.

Era assim que Steve se sentia, completo. E agora realente estava completo.







Notas Finais


Eai? Gostaram? Minha primeira one shot.

Bom, é isso. Nos vemos nos comentarios.

Ps:TEM OUTRA FANFIC STONY NO MEU PERFIL. DEEM MA OLHADINHAA.

Bay bay


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...