História Me prenda, Senhor polícia - One-shot (JinHope) (JinDay) - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jung Hoseok (J-Hope), Kim Seokjin (Jin)
Tags 2seok, Bottom!hoseok, Hoseok!bottom, Jin!top, Jinhope, Seokjin!top, Seokjinday, Top!jin, Top!seokjin
Visualizações 137
Palavras 1.022
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, LGBT, Policial, Shoujo (Romântico), Slash, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá :)

Eu ia respostar essa One depois, mas como é o aniversário (na Coreia) do nosso querido Jin, decidi que iria repostar hoje

Boa leitura ☕

Capítulo 1 - One;; Preso


Hoseok saiu correndo da loja de conveniência com a mochila em mãos. Adentrou em um beco e olhou em volta. Droga! Sem saída.


— Parado ai! — O policial apontou o revólver para o rapaz que sorriu e ergueu as mãos para o ar, se rendendo.


— É tão bom lhe ver, Polícia Kim. — Sorriu.


— Não posso dizer o mesmo. — Ditou se aproximando do garoto.


— O que vai fazer? Me prender? — Se aproximou do policial e entrelaçou seus braços no pescoço do mais velho.


Aquele maldito perfume que Seokjin tanto amava.


— Hein, hyung? Vai me prender na em uma cela ou me prender na sua cama como todas as vezes em que roubo alguma coisa e você me persegue? — Sussurrou colando seus lábios levemente com os do policial.


— Eu deveria te algemar, Hoseok! — Falou se afastando do mais novo.


— Me algeme então. — Sussurrou sorrindo malicioso — Me prenda, senhor polícia… Na sua cama enquanto me fode bem gostoso, do jeito que só você sabe.


Seokjin guardou a arma e segurou a cintura do Jung o puxando para mais perto de seu corpo. O beijou de forma afoita enquanto Hoseok abraçava seu pescoço.


[•••]


O corpinho abaixo de si estava todo marcado de mordidas e chupões. Hoseok soltava arfares enquanto Seokjin maltratava seu pescoço e suas mãos apertavam sua cintura, deixando as marcas de seus dedos grandes na cintura fina do rapaz.


— J-jin… — Chamou enquanto o mais velho descia beijos até seus mamilos, mordiscou um e desceu os beijos pelo corpo pecaminoso do mais novo até sua entrada.


Passou sua língua pelo cuzinho do rapaz ouvindo esse gemer alto. Sorriu e começou a chupar a entradinha rosada do mais novo.


Hoseok apertava os lençóis entre seus dedos, na tentativa de descontar o prazer ali. Seokjin se afastou da entrada do garoto, Hoseok puxou o mais velho e o beijou.


— Quer que eu te foda com ou sem camisinha? — Perguntou após separar o beijo. Seokjin sabia muito bem o que seu garoto gostava.


— Sem, senhor policial. — Falou olhando o rosto de Seokjin — Policial Kim, prenda-me.


Seokjin mordeu os lábios e pegou as algemas que estavam na cômoda. Abriu as mesmas e prendeu os pulsos de Hoseok na cama. 


— Vou te foder olhando pro seu rostinho lindo, meu bem. — Ditou olhando o rosto do mais novo.


— Foda-me. — Sussurrou.


Seokjin se levantou da cama e pegou o vidrinho de lubrificante. Depois de passar o lubrificante em seu pênis teso, Seokjin voltou para cama e puxou o garoto para mais perto, mas foi em vão, já que Hoseok estava preso.


O mais novo gemeu sentindo o objeto metálico contra sua pele, olhou para Seokjin que sorriu.


— Desculpa, esqueci que estava preso. — Provocou abrindo as pernas do rapaz.


Posicionou seu membro na entrada do garoto e adentrou lentamente. Hoseok gemeu desconfortável.


Seokjin beijou seus lábios enquanto esperava o garoto se acostumar. Começou a sair e entrar enquanto beijava os lábios do mais novo.


Hoseok começou a gemer contra os lábios de Seokjin enquanto esse acelerava seus movimentos. A bunda de Hoseok estava ficando vermelha de tanto se chocar contra a pélvis do mais velho. A cama batia contra a parede freneticamente, atrapalhando mais uma vez o sono dos vizinhos.


Seokjin apertava a cintura do mais novo enquanto mordiscava um dos mamilos do menor. Hoseok entrelaçou suas pernas no quadril de Seokjin, esse que reduziu a velocidade de suas estocadas e encarou o menor.


— Diga se quer que eu lhe foda? Diga para mim, Hoseok-ah. — Mordeu o mamilo do rapaz ouvindo esse gemer — Diga, amor. 


— Droga, Seokjin! Me fode logo, caralho! — Seokjin sorriu e negou. — Papai… Me foda, me coma em todas as posições possíveis… Quero gemer em alto e bom som o seu nome, atrapalhar mais uma vez o sono dos vizinhos… 


Seokjin sorriu e levou suas mãos até a cômoda e pegou a chave se ergueu e abriu a algema deixando a mesma cair no chão, fazendo o som do metal se chocando no chão, pelo quarto.


Hoseok beijou Seokjin, enquanto esse voltava a se mexer dentro do rapaz. As mãos delicadas do mais novo arranharam os ombros largos de Seokjin, descontando o prazer que recebia.


— Hoseok… Você é tão lindo, meu bem… — Apertou a cintura do rapaz enquanto sussurrava no pé d'ouvido do rapaz.


— Aah… Seokjin… Deixa eu sentar no seu pau? — Pediu manhoso em meio a gemidos.


Seokjin puxou o garoto e sentou na cama com o mesmo em seu colo. Hoseok beijava os lábios cheinhos e apetitosos de Seokjin enquanto segurava em seus ombros. Começou a subir e descer fazendo ambos gemerem.


— Eu te amo… — Sussurrou para Hoseok e sorriu de forma apaixonada para o rapaz.


— Eu te amo… — Falou enquanto rebolava no colo do mais velho.


Seokjin segurava a cintura de menor e o ajudava a subir e descer. Suas mãos desceram até às nádegas do garoto e apalparam as mesmas.


O pênis de Seokjin acertou a próstata do Jung, fazendo esse arquear as costas e gemer manhoso. Um sorriso malicioso pintou em seus lábios.


— Seu ponto, bebê? — Perguntou fazendo o Jung se arrepiar e assentir.


Sua próstata era surrada pelo pênis de Seokjin, que resultava em gemidos manhosos, Hoseok sussurou para Seokjin:


— Papai… Eu posso gozar? — Perguntou enquanto voltava a quicar no pênis do Kim.


— Goza pra mim, amor. 


Ambos chegaram ao seu ápice, gemendo em alto e bom som o nome um do outro. O corpo do Jung caiu cansado sobre o colchão e Seokjin deitou-se ao seu lado. O puxou para mais perto e abraçou sua cintura.


— Então você ama o policial que te persegue e tenta de prender? — Sussurrou e Hoseok assentiu.


— E você ama o ladrão que deveria prender na cadeia, mas prende na sua própria cama? — Seokjin assentiu. Hoseok subiu em cima do corpo do mais velho. — Vamos lá, senhor policial, estou pronto para outra? Que tal de ladinho dessa vez?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...