História Mean - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Got7
Tags 2jae, 2young, 2youngjae, Bnior, Fluffy, Got7, Jjp, Yaoi
Visualizações 176
Palavras 812
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fluffy, Slash, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Af, precisava escrever sobre esse otp.

Capítulo 1 - Você (não) é tão malvado, hyung


Yugyeom não aguentava mais Park Jinyoung e tudo o que ele aprontava. Toda vez que via seu hyung, sua única vontade era lhe dar um murrão e tirar aquele sorrisinho convencido daqueles belos lábios.

Talvez tivesse sido muito ruim em outras vidas, ou o universo apenas o odiasse mesmo; nunca saberia o que havia feito para merecer toda aquela ironia e julgamento para cima de si. Yugyeom poderia afirmar com total certeza, até bateria no peito se fosse necessário, que Park Jinyoung era o próprio diabo andando pela terra.

Poderia facilmente listar todas as vezes em que seu hyung fez coisas não tão legais ou o tirou do sério apenas por diversão.

Yugyeom deveria saber que se manter perto de Jinyoung só lhe traria dor de cabeça. Foi no dia que se conheceram que o mais velho aprontou sua primeira gracinha.

Estavam em um dos maiores parques de diversões da Coréia e Jinyoung achou que seria legal dar um sumido no mais novo. O problema era: AQUELE ERA UM DOS MAIORES PARQUES DE DIVERSÕES DA CORÉIA. O que deveria ser um dia agradável onde ele conheceria algum dos amigos de Bambam, seu namorado, se tornou em um verdadeiro inferno. O Kim passou um tempo procurando os amigos, mas no fim acabou foi encontrando uma de suas tias, logo a que sempre o obrigava a ficar de babá de seus primos mais novos e, não deu outra, passou o resto daquela bela tarde de domingo cuidando de três crianças catarrentas.

A segunda e terceira vez não demoraram muito pra acontecer, já que logo Yugyeom se tornou um membro efetivo daquele grupinho. Ele adorava estar entre seus hyungs e tudo estaria perfeito se não fosse por Jinyoung.

Não que o odiasse, longe disso, os dois até tinham seus raros momentos de paz e amor, mas na maioria do tempo, Jinyoung só queria ver o circo pegando fogo e claro, ele mesmo faria questão de acender a primeira faísca.

A última que Jinyoung havia lhe aprontado, a pior na cabecinha de Yugyeom, foi o meliante ter roubado um de seus melhores amigos. Se ele já tinha Jaebum para si, por que ele precisava lhe roubar Youngjae também? Não queria que aquele hyung perverso acabasse com toda a pureza e inocência que só Youngjae tinha.

Se Yugyeom estava cansado de Jinyoung, o mais velho por outro lado estava cagando e andando para o maknae do grupo. Ele apenas não tinha culpa de guardar todo o seu lado amoroso apenas para seus namorados.

Namorados estes que o Park amava mais do que tudo. Amava passar o dia nos braços dos dois, dando e recebendo todo o amor que os três transbordavam.

Para Jinyoung não tinha coisa melhor do que chegar em casa após um longo dia de trabalho e encontrar Jaebum cozinhando alguma coisa com um cheiro incrível, como sempre fazia, enquanto Youngjae ficava sentado à mesa falando besteiras e reclamando que estava com fome, vestindo apenas um dos largos suéteres de um de seus namorados.

Já fazia um bom tempo que estava com Jaebum, mas mesmo Youngjae sendo uma novidade ali, ele se adaptou perfeitamente à rotina deles, trazendo todo seu brilho e felicidade à suas vidas. Foi impossível não se apaixonar pelo garoto de sorriso fácil, no começo se desesperou ao perceber isso, porém, ao notar que Jaebum se sentia da mesma forma em relação ao garoto, novas possibilidades começaram a rondar sua cabeça.

Temia que Youngjae não gostasse da ideia e esperava ser chamado de louco pelo mais novo, no entanto, o que ganhou foi o mais belo sorriso do mundo e mais um namorado. Youngjae nunca se sentiu tão aliviado em sua vida quanto no momento em que escutou a proposta daqueles dois, estava surtando a dias tentando conciliar toda a confusão de sentimentos que se tornou. Se questionava como poderia se apaixonar por duas pessoas ao mesmo tempo, mas a resposta veio ao começar a passar seus dias junto aqueles dois.

Para ele, era algo impossível não se apaixonar. Adorava quando Jinyoung chegava em casa e, mesmo estando cansado, vinha conversar com os dois, perguntava como seu dia havia sido, jantava sempre junto de seus namorados e ria das piadinhas de Youngjae e depois passavam o resto da noite no sofá trocando carinhos enquanto viam um filme bobo.

Jaebum se sentia tão sortudo por ter os dois em sua vida, ficava se perguntando o que fez de tão bom para merecer aqueles homens em sua vida. Se antes se sentia sortudo apenas com Jinyoung, agora sua sorte parecia ter duplicado. Amava amar os dois e os ver se amar, eram o trio perfeito, mesmo que seus gostos e opiniões se chocassem algumas vezes, eles sempre davam um jeito das coisas se resolverem.

E, não importava o que Kim Yugyeom achava ou deixava de achar, os três ficarão juntinhos para todo o sempre.

 


Notas Finais


é isto, amém 2youngjae.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...