História Medicina do Amor - III Temporada: O diário de Luke Alexander - Capítulo 26


Escrita por:

Postado
Categorias 5 Seconds Of Summer, Gigi Hadid, Martin Garrix, Taylor Marie Hill
Personagens Gigi Hadid, Luke Hemmings, Martin Garrix, Personagens Originais, Taylor Hill
Visualizações 9
Palavras 671
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Romance e Novela

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 26 - Não esconda o óbvio - Luke Alexander


Fanfic / Fanfiction Medicina do Amor - III Temporada: O diário de Luke Alexander - Capítulo 26 - Não esconda o óbvio - Luke Alexander

Existem noites muito boas e existem aquelas noites que são especiais. Essa foi uma delas! As pessoas mais especiais da minha vida estavam la e por um segundo perdi a Gigi ficando sem entender o que estava havendo. Não cometi nenhum erro ao meu ver, porém, parecia que minha namorada tinha decidido ir embora antes do dia amanhecer.

Thea: O que foi Luke?

Eu: Gigi. Disse que ia ao banheiro mas desapareceu. 

Thea: Não vi ela, desculpa. Quer que eu procure?

Eu: Tudo bem, vá curtir com o Jackson maninha. Já procurei pelos cantos e não acho que ela esteja aqui. 

Ela assentiu e saiu. Fiquei sentado olhando todos se divertirem entre bebidas e dança. Entrei na vibe e tudo passou tão rápido que quando me dei conta, acordei em casa com uma latejante dor de cabeça.

Marie: Os remédios estão ao seu lado dorminhoco. Bom dia! São 12hrs quer almoçar? 

Eu: Bom dia mamãe. Na verdade vou ir surfar. Teve notícias da Gigi?

Marie: Louis disse que ela chegou cansada. Pensei que houvesse trazido ela.

Eu: Não... -Sentei tomando os remédios e mamãe saiu do quarto. Me perdi em pensamentos sobre o que havia ocorrido naquela noite. Ela havia saído com alguém importante? Alguém melhor que eu? Não aguentei e tive que mandar mensagem pedindo para que me encontrasse na praia.

Depois de um banho gelado arrumei meu cabelo e fui descendo em rumo ao encontro da praia. De longe consegui enxergar minha loirinha em um biquíni preto.

Gigi:Luke! -Ela correu para perto de mim, dando um enorme beijo e não saiu de dentro do meu abraço. 

Eu: Amor o que houve? Está tudo bem? 

Gigi: Estou arrependida de ter saído daquele jeito da sua festa. Perdão.

Eu: Gigi, tá tudo bem ok? Foi alguma coisa com a sua mãe? -Ela respirou fundo e olhou para o chão.

Gigi: Na verdade não. Nada importante. 

Eu: Amor não esconda o óbvio. Preciso saber o que está havendo.

Gigi: Então vamos andar de no iate do seu pai já que o André está ali para cuidar de nós. É seu segurança não é? -Confirmei com mais preocupação e fomos para dentro do iate. Minha namorada olhava o mar e só parecia querer chorar. 

Eu: Princesa pode falar ok? Estamos seguros!

Gigi: Ontem... Luke, eu fui apagada por um cara que nunca vi na minha vida! A música alta me impediu de gritar por socorro. Ele me levou até uma mata na estrada e não fez nada além de dizer que nossos dias estão contados. Que eu devo assumir negócios da família. Olhei pro outro canto e percebi que era a minha mãe sorrindo. 

Eu: O que? Como assim? Está meio confuso.

Gigi: Amor, ele disse que nossos minha de paz, no caso os da minha família, estão contados! Que eu preciso assumir esse tal negócio da família e minha mãe la. Nem eu consegui compreender muita coisa. Só sei que eu estou assustada Luke! Minha mãe está se separando do meu pai...

Envolvi Gigi dentro do meu abraço e disse que ficaria tudo bem. Ela precisava do meu melhor ali. Após deixá-la em casa contei ao papai o que estava havendo pois eu não tinha ideia do que fazer.

Martin: Filho isso precisa ser passado pra polícia.

Eu: Mas pai e a Madison no meio de tudo isso? Não está estranho? 

Martin: Gigi dropou um papel ou algo assim na festa?

Eu: Papai, ela jamais faria isso! Não foram alucinações. Minha namorada está ficando apavorada e sinceramente eu também. 

Martin: Começamos aqui a Operação Coelho na Toca. 

Eu: O que?

Martin: Seja quem for irá voltar atrás. Ainda mais com a mãe dela envolvida nisso. Hoje a noite eu vou fazer mais uma festa, continuação da de ontem. Quero todos convidados novamente e a Gigi precisa vir! Mas dessa vez ela estará segura, prometo.

Eu: Prometo cuidar dela.

Martin: Na verdade vocês serão supervisionados pelos meus seguranças de elite.

Eu: O QUE? OS CARAS DO EXÉRCITO? 

Martin: São amigos da sua mãe e sabem muito bem o que fazem Luke. Se o coelho não vai pra toca, ele vai pra cova! Papo encerrado. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...