História Meet me again - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Red Hot Chili Peppers
Personagens Anthony Kiedis, Chad Smith, Flea Balzary, Personagens Originais
Tags Anthony Kiedis, Red Hot Chili Peppers
Visualizações 5
Palavras 1.228
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Linguagem Imprópria, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem! ❤

Capítulo 6 - 6


Fanfic / Fanfiction Meet me again - Capítulo 6 - 6


O que está acontecendo aqui?

Era tudo o que me passava pela cabeça. O que havia acontecido. Eu não podia entender. Mas eu precisava me preocupar com Anthony, saber como ele está. Havia chegado um pouco depois que Anthony, no hospital. E segui até a recepção, a procura por notícias.

- eu preciso saber de Anthony, ele foi baleado..- falei rapidamente, ainda nervosa, e sem que eu pudesse controlar minhas lágrimas, e a dor no coração que sentia no momento.

- por favor, senhorita, se acalme- a recepcionista se levantou, deu a volta pelo balcão e envolveu seu braço por mim.

- me acompanhe- eu fiz o que pela pediu. Me sentei em uma, de várias cadeiras que havia em uma sala, que não tive a vontade de observar. Coloquei as mãos em meu rosto e chorei.

- beba..- ouvi a mulher dizer, olhei para ela, e segurava um copo d'água. Bebi rapidamente e ela pegou o copo. Respirei fundo, várias vezes, e segurei todo o meu choro. Não quero que ela não me fale de Anthony, por causa do meu desespero.

- obrigada- a mulher sorriu, e eu pude notar o crachá em seu pescoço, que havia a identificação da mesma, que se chamava, Caitlin.

- enquanto ao paciente Anthony. Ele está em cirurgia, é tudo o que eu posso dizer, tudo bem? - eu apenas assenti- com licença.- ela se retirou, e eu fiquei ali.

*

- Hailey?

Meu nome foi chamado, e eu imediatamente me levantei, e vi Doutor Smith. Dei alguns passos até ele, que gentilmente sorriu.

- como você se sentindo?- eu apenas dei de ombros, olhando para meus pés e evitando deixar que as lágrimas novamente rolasse pelo meu rosto.

- venha, Flea está no terceiro andar- ele me abraçou de lado e nós dois caminhamos em direção ao elevador. Chad apertou o botão e ele logo abriu as portas e entramos.

- você sabe o que aconteceu com Anthony?- ele apertou um botão e o elevador fechou e subiu para o andar indicado.

- não. Eu não vi ninguém. Eu fui pegar o cachorrinho no meio da rua, e quando voltei Anthony me jogou no chão e ouvi os disparos.

- certo..- ele assentiu e sorriu, acariciando meu ombro. O elevador abriu as portas novamente e Chad me levou até Flea.

- oi, Hailey- a separação de seus dentes era visível, e uma graça, quando ele sorriu para mim. Flea abriu os braços e eu o abracei forte.

- Flea, o que está acontecendo? - perguntei deixando as lágrimas molharem sua camisa e afundando minha cabeça em seu peito.

- Hailey, não sei se você sabe, mas, Anthony é um cara bem, digamos... problemático- eu dei um passo para trás e enxuguei as lágrimas, afirmando com a cabeça.

- ele está com dívidas, por causa das drogas... essas últimas semanas, tem piorado.

- estão tentando matá-lo?- meu coração se apertou.

- infelizmente, sim. Se ele não pagar essa dívida.

- eu.. eu tenho um dinheiro guardado no banco..eu posso pagar.. quanto é essa dívida?

- se acalma!- Flea me segurou pelos braços, que se agitaram completamente.

- você gosta do Anthony, certo?- eu assenti, desabando em um choro silencioso novamente.

- eu estou providenciando tudo, não se preocupe- suas mãos acariciam meu cabelo, enquanto.

- acha que ele sobrevive, Flea?

- nada derruba Anthony Kiedis- ele sorriu e eu o abracei, me confortando em seu abraço.

Horas Depois...

O tempo passou, e eu continuava ali. Aflita, com o coração na mão, sem notícias de Anthony. Mas, quando Doutor Smith me chamou novamente, me levantei esperançosa, de que ele iria me trazer alguma novidade.

- Hailey, este é o doutor Rodriguez, o cirurgião que acabou de operar Anthony.- Chad me apresentou o jovem doutor, que estava ao seu lado.

- como ele está?- perguntei rapidamente. Minhas mãos suavam, e se Flea não estivessem me segurando pelo ombro, eu já estaria no chão.

- conseguimos retirar a bala do senhor Kiedis, mas, tivemos algumas complicações... ocorreu uma hemorragia, tivemos um pouco de dificuldade em para-lá. Mas...- eu olhei para Chad, que não demonstrava nenhuma reação.

- Anthony teve uma parada na mesa de cirurgia, porém conseguimos reanimá-lo. Ele está se recuperando. Poderá receber a visita de vocês, logo.- o moreno sorriu. Eu suspirei aliviada e agradeci a Deus por isso.

- muito obrigada, doutor- apertei sua mão, sorrindo.

- obrigado- Flea agradeceu, e ele se retirou, juntamente com Chad.

- eu te disse- Flea e eu nos abraçamos, mas dessa vez, em comemoração.

*

Caminhei em direção ao quarto, 221. Era onde Anthony estava. Seu amigo, Flea, acabava de sair de lá. Assim que avistei a placa com o número, identificando seu quarto, respirei fundo e entrei, fechando a porta em seguida. 

Olhei em volta, um quarto branco, havia uma poltrona do lado esquerdo a cama de Anthony no meio, junto com alguns aparelhos, que marcavam sua pulsação. 

- não vai chegar mais perto?- ouvir sua voz, mesmo falha, me fez arrepiar. Olhei para ele, que estava deitado em uma inclinação de 20 graus. Sua cor estava quase totalmente recuperada, seu braço esquerdo estava imobilizado, e pude perceber um curativo, em seu ombro. 

- como está se sentindo?- perguntei caminhando em sua direção. Encostei nos pés da cama e acariciei suas pernas, por cima dos lençóis. 

- já estive melhor- ele sussurrou. 

- você me assustou, sabia?- segui para seu lado da cama, o repreendendo.

- que diabos aconteceu lá, Anthony? - ele virou sua cabeça pela direção contrária de onde eu estava, evitando me olhar. 

- olha para mim!- pedi. 

- eu.. eu não quero... foi por isso que eu me afastei de você..- ele lançou o olhar para mim, e eu pude perceber em seu olhar, que ele estava sendo sincero comigo.

- não quero isso para você. Não quero ter que te ver aqui, ou em situação pior...- eu segurei sua mão e a beijei carinhosamente- por minha causa.

- estamos quites, idiota!- nós dois rimos e eu me inclinei para beijá-lo, mas ele desviou seu rosto, me fazendo beijar sua bochecha. Eu não ignorei, dei um beijo demorado em sua bochecha quase rosada novamente, e sorri. 

- eu vou indo. Se precisar, deixei o meu número com seu amigo Flea- avisei, seguindo até a porta. Abri a mesma sem olhar para trás, já que estava com as olhos inundados e não gostaria de que ele soubesse que estava chateada pela escolha que fez. E por me sentir, inútil, e não poder tentar fazer com que ele mude essa forma de vida. 

- Hailey.. obrigado

- não tem o que agradecer- enxuguei as lágrimas e saí dali o mais rápido possível. 

Passei pela sala onde Flea estava, e só bem vagamente que ele conversava com outra pessoa. Segui até o elevador o chamei, e esperei, enquanto chorava silenciosamente. 

- Hailey? Ei- ouvi Flea, e em um segundo ele estava ao meu lado. 

- por que está chorando? 

- ele não quer minha ajuda para acabar com isso tudo.- enxuguei as lágrimas e entrei no elevador. 

- eu não posso fazer nada, Flea- aberei o botão do primeiro andar- me desculpe. 

A porta se fechou, e Flea ficou do outro lado, boquiaberto. E eu segui para cama, como se um caminhão estivesse passado por cima de mim. Mas a pior dor, era aquela que eu sentia por dentro, a dor física? Se cura com remédio. Mas a de um coração em pedaços, só o tempo vai dizer. 


Notas Finais


Qual a opinião, sobre a essa iniciativa de Anthony não querer ela? De proteger na verdade né? Kkkk


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...