1. Spirit Fanfics >
  2. Megalomania >
  3. Cap-7 "pegando maquinas"

História Megalomania - Capítulo 7


Escrita por:


Notas do Autor


HELLOOOO MY FRENDYS :D

espero que estejam gostando e que gostem desse

Capítulo 7 - Cap-7 "pegando maquinas"


Fanfic / Fanfiction Megalomania - Capítulo 7 - Cap-7 "pegando maquinas"


.

.

Eduardo:(estava andando em direção a cidade acompanhado de Mariana,o silêncio tomava conta,talvez pela vergonha,ou talvez pelo fato de Eduardo estar pensando muito sobre algo,eles já estavam no meio do caminho)-Mas

Mariana:eu

Eduardo:você notou alguma coisa diferente no D?

Mariana:hum?,,,,,,além dele ter aprendido do nada como nanuziar máquinas e metal nada,por que até aí você aprendeu a mexer em carro

Eduardo:essa é a questão tá tudo muito estranho,agente tem 14 anos não era para agente saber fazer metade das coisas que agente faz

Mariana:é mas não vejo nada de errado nisso,tipo todo mundo é diferente e sabe fazer coisas diferentes

Eduardo:eu não sei eu acho tudo isso muito estranho,,,,apesar de que quando eu penso nisso vem na minha mente algumas memórias de mim vendo vídeos e mexendo na minha van

Mariana:então,além do que agente já tem muitas preocupações mais importante do que como agente sabe o que agente sabe

Eduardo:por enquanto eu só quero achar os meus pais(fala em um tom frio)

Mariana:.......(finalmente chegam no fim da rua que leva do aéroporto a cidade,chegando assim na cidade)-c.chegamos(fala com um certo medo)

Eduardo:só vamos fazer isso logo

.

Enquanto isso

.

Diego:(estava andando aéroporto adentro pelo simples fato de ter lembrado que por lá deveria ter um estacionamento,e ele estava certo,após ter passado pela estrutura do aéroporto enteira ele se deparou com um vasto campo com alguns carros por lá,o problema é que tinha mais máquinas humanoides alí,porém dessa vez ele estava confiante que era capaz de as derrotar,grave erro,então com a sua lança em mãos ele simplesmente caminhou livremente até um pouco atras do meio do estacionamento,que era onde as máquinas estavam)-EAE PEDAÇOS DE METAL(as máquinas se viraram para o garoto)-é vocês mesmos,acham bonito ficar de zoeira no meu campo(duas das três máquinas começaram a correr na direção do garoto,quando a primeira chegou ele engraçou a lança no peito da maquina porem ela so cortou um pouco não a atravessando totalmente então a mesma deu uma portada na cara do garoto o empurrando para trás e retirando a lança,porém nisso ele acabou acertando o dispositivo que estava na base da lança na segunda máquina que estava atrás dele,quando o dispositivo tocou na máquina vários cabos azuis saíram de dentro da maquina para fora e começaram a se grudar na parte de fora dela e o seu holofote vermelho trocou para a cor verde,isso tudo aconteceu em 2 segundos,então o garoto espantado se afastou da maquina para perto da estrutura do carro,o que ele não sabia é que assim que o holofote da maquina ficou verde ela iria atacar a outra máquina que estava na sua frente,dando uma portada na cara dela estraçalhando o holofote/cara da outra maquina a derrubando)-Mas o.o que?(fala surpreso com a cituação,foi então que a outra máquina correu na direção do garoto passando pela outra máquina agora verde,então quando a máquina chegou perto o bastante ele encostou o dispositivo nela,e na mesma hora aconteceu a mesma coisa que aconteceu com a primeira,então ele se afastou das duas máquinas curioso)

.

Enquanto isso

.

Eduardo:(ele e a amiga estavam andando caltelozamente cidade a dentro,a procura de carro,comida e água a sorte deles é que logo na entrada da cidade tinha uma loja,eles então entram e já começam a encher as bolças com qualquer comida ou bebida que eles achassem ali,depois de um tempo pegando as coisas com as bolça cheias eles sairam da lojá felizes,porém a felicidade de Eduardo dura pouco por que acima que ele sai da lojá ele se depara com uma coisa)-......

Mariana:ué,por que ficou quieto do nada?

Eduardo:(aponta perplexo para o topo de um prédio onde estava o corpo da criatura que tinha o atacado no aéroporto)

Mariana:(olha para o prédio e vê a criatura)-....nossa,t.tem certeza que as peças dos carros

Eduardo:(até na que ele conseguiçem responder o silêncio da cidade abandonada é tomada por uma centena de Paços metalicos)-n.não memo(fala começando a corre sendo seguido por Mariana de volta ao aéroporto)

Mariana:(mais ou menos na metade do caminha para o aéroporto eles pararam de correr por conta do cansado)-o.o que é.era a.aquilo?(pergunta cansada)

Eduardo:eu,hamm,hamm,não Fasso ideia(fala mais cansado ainda)

Mariana:apenas,ham,vamos voltar pro aéroporto rapido(fala voltando a andar e Eduardo a segue,depois de um tempo andando eles se deparam com a a entrada tampa da com uma parede de metal com algumas vigas de madeira colocadas nela,isso os surpreende então eles simplesmente abrem com suas lanças uma pequena entrada na grade ao lado,por que da li eles não viam Diego,então eles passam  pela fresta e começaram a andar em direção a torre do aéroporto,mas para surpresa deles os destroços da maquina e a van sumiram e não avia sinal do Diego ali,entâo eles começaram a andar pela pista de pouso procurando ele já preocupados,até que depois de chegar no final da pista eles veem um robô carregando uma árvore para dentro do aéroporto o que imediatamente fazem eles se assustar e se abaixarem,para a máquina não as verem,então eles ficaram abaixados até a máquina entrar na estrutura do aéroporto,então curiosos eles o seguem para dentro da estrutura,eles entraram bem atrás dele,depois de um tempo o seguindo eles chegaram em um estacionamento onde estava a van e uns pedaços da maquina que estava esmagada na torre,a van estava no meio do estacionamento Ela estava totalmente diferente,as rodas estavam cobertas de espinhos de metal igualmente o parachoque e a as portas de trás estavam cobertas de espinho,e um pouco acima do painel a cabeça da maquina,o robô se aproximou da van da onde Diego saio de trás com a sua lança em maus isso imediatamente fez os dois concluírem que a máquina iria atacado fazendo Eduardo imediatamente correr na direção da maquina com a árvore na mão para atacala,então Diego vendo isso se coloca na frente da maquina)

Diego:ESPERA!!!

Eduardo:HAA(tenta desviar o ataque mas acaba acertando a perna de Diego,pelo menos foi de raspão)

Maquina:perigo Diego(a máquina joga a arvora para longe e se prepara para atacar Eduardo e então.......)

.

.

.

Continua na continuação


Notas Finais


OIEEEEE espero que tenham gostado :D

Lembrando sempre o recadinho,critica construtivas são sempre bem vindas


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...