1. Spirit Fanfics >
  2. Meia Noite >
  3. Chapter One

História Meia Noite - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Siga @Toodyinho_utilidadex no Instagram!

Capítulo 1 - Chapter One


Fanfic / Fanfiction Meia Noite - Capítulo 1 - Chapter One

• Olhava para a janela ao meu lado, mantia meus olhos firmes nas flores Sakura no enorme jardim da escola. O professor insistia em dizer as mesma coisas, levei um leve susto ao escutar o sinal da hora do almoço tocar. Levantei e peguei meu celular junto ao meus fones de ouvido, pude ouvir vozes atrás de mim essas que eu conhecia bem. Ignorei completamente o chamado da minha fiel inimiga Rosé a pior das piores, junto a ela o trio de patetas que nem vale a pena ser citados pelo meu paladar ou perder meu tempo pensando em pessoas que pra mim não faz menor diferença.

Me mantia deitada no banco distante da quadra de futebol, lá os garotos estavam sem camisa e as meninas estava a gritar. Com meu fone de ouvido no máximo olhando para o céu azul e limpo, mesmo assim o frio se mantia e minha pele se arrepiava sempre que o vento ficava mas forte.

- Como pode ser tão bela?

Uma voz masculina se fez presente no meu silêncio da música, olhei para o lado e vi o diabo em pessoa, Jeon Jungkook.

- Saí daqui! -digo firme 

- Gosto daqui, esse é meu lugar favorito. De toda a escola esse é o único lugar que eu me sinto eu mesmo. 

O mesmo empurrou minhas pernas a jogando-as no chão e logo se sentado no banco.

- Me poupe das suas ladainhas, você sabe que eu não caio nesse seu papinho de "bom moço".

- Verdade, mais eu ainda estou sem resposta...quando vamos transar novamente?

- Nojento! Como ousar falar assim comigo?

- Sempre falei assim você, só agora percebeu princesa?

Ele encarou firme meus olhos, afirmo que eu senti meu coração dispara ele sabe o efeito que tem sobre mim e mesmo assim faz para me ver irritada com o mesmo.

- Aliás minha cama está com saudades do seu cheiro.

- Disso eu tenho minhas dúvidas, sei que a Yoon anda na sua casa. 

Yoon uma estudante de medicina que mora oito quadras da casa do Jeon, ex amiga da rosé e me odeia com todas as forças.

- Tenho que satisfazer meus desejos já que a minha prostituta não anda bem ultimamente.

- Não sou sua prostituta! 

- Verdade, você é além disso. 

- O que quer dizer com isso?

- Nada demais...

Escuto um miado de gato familiar, olho entre os arbusto e vejo meu protetor me chamando pelo seu olhar, pudia escutar em minha cabeça dizendo que tinha algum importante para me dizer. Me levanto do banco sem olha pro jeon que se mantia em silêncio apenas a me admira.

O gato me guia até a sala de química, logo o gato vira um homem bem vestido e com uma aparência séria.

- Seu avó está te procurando.

- Como assim? Ele sabe onde eu estou?

- Não, ainda não ele meio que está enviando os filhos de Poseidon por toda Ásia para te procurar.

- Não, tudo menos isso agora já não basta ele me proibir de ver minha mãe, me amaldiçoar e agora estou em total risco de ser achada por bastardos!

- Eu sei que é difícil, você sabe oque fazer.

- Eu não vou lá denovo, lembra o que aconteceu na última vez eu estive lá?

- Selene você precisa.

- EU QUASE FUI DESCOBERTA!

- Selene se controle e mantenha o foco, você precisa da pedra que está na estátua da sua mãe no museu.

- Quando?

- Hoje a noite.

- Depois da escola eu vou trabalhar não posso.

- Dá um jeito de sair mais cedo, tem que ser hoje Selene.

- Tudo bem.

...

Por ser a única filha mulher da Afrodite eu tenho meus benefícios, a beleza exuberante da minha mãe e os encantos de conquistar qualquer homem, menos um que eu tanto queria mais não se envolvia com qualquer mulher, nem mesmo com a bela filha da Deusa mais bela. Adimirava o yuta de longe em sua mesa, ser sua secretária particular tinha seus benefícios.

- Você não tem muitos amigos, não é?

O yuta me pega de surpresa, levo um susto ao ver que ele me pegou o encarando.

- O que?

Ele ri de lado e repeti a pergunta com toda calma do mundo, como pode ser tão perfeito?!

- Tenho mais ele são bem velhos, trabalho com eles na cafeteria.

- Você trabalha em uma cafeteira?

- Aos sábados, preciso pagar minhas contas sozinha.

- Nunca me falou que mora sozinha.

- Nunca me perguntou. Com todo respeito.

Ele sorrir de lado novamente fazendo meu coração acelerar.

- Eu estava procurando um apartamento para morar, vou sair de casa!

- Por que? Você vai mesmo sair daquela mansão? Qual seu problema? Com todo respeito.

Seu sorriso estava aberto por inteiro, apenas eu tinha esse poder de fazê-lo rir em meio a tanto caos na empresa.

- Não aquento mais o meu pai me controlando, tenho que esperar ele morrer pra voltar pra minha mansão. Com todo respeito.

Agora foi a vez dele me fazer rir.

- Teve ser mesmo chato ser controlado pelo pai, eu nunca tive esse problema nem conheço meu pai.

- Você não fala muito do seus pais, onde eles estão?

Um aperto toma meu coração, me lembro da doce voz da minha mãe.

- Longa história...bom hoje eu vou precisar sair cedo tenho coisas de escola pra fazer.

- Tudo bem, depois conversamos sobre o apartamento.

Pego minhas coisas e desejo uma boa noite para o yuta, sigo meu caminho pondo meu casado até o elevador. Aperto o botão e logo as portas se abrem revelado um cafajeste ali dentro, entro sem dizer nem uma palavra e aperto o último botão.

- Linda noite, não?

- Não puxa assunto comigo.

- O que foi Selene? Ainda está brava por que eu te beijei?

- Você tem 27 anos e eu 17 acho que isso é assédio.

- Assédio é quando um não quer, e pra mim você parecia bem excitada. 

Ele havia se aproximado o suficiente para eu sentir seu perfume forte que já era sua marca registrada. Meu ar em meus pulmões faltava, sentia minhas pernas irem para trás em forma de proteção, encaro seus olhos e dou um sorriso de lado.

- Não chegue perto de mim novamente!

As portas do elevador se abre e eu saio sem pressa alguma, caminhei em direção ao taeyong que se mantia encostado em sua moto a minha espera.

- Você não vai acreditar quem vai mora com a gente. -digo pegando o capacete de suas mãos e ajeitando em minha cabeça 

- A rainha Elizabeth?

- Yuta.

- Como isso aconteceu? -taeyong me encara

- Depois te explico, o museu já vai fechar.






Notas Finais


{🌼} Gostou? Deixe um coração nos comentários!
{🌼} Discupa os erros de português.
{🌼} Me siga para saber quando tiver capítulo novo.
{🌼} Siga meu insta; Toodyinho_utilidadex
{🌼} Fanfic sobrenatural
{🌼} Tema: Kpop
{🌼} stay at home


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...