História Melancholy - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Personagens Originais, V
Tags Bts, Melancolia, Personagem Principal, Taehyung
Visualizações 7
Palavras 501
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Se você for sensível a esse tipo de conteúdo, sugiro que não leia.

Capítulo 1 - M e l a n c h o l y


Fanfic / Fanfiction Melancholy - Capítulo 1 - M e l a n c h o l y

Taehyung solta mais uma de suas risadas de desgosto logo depois de tomar um grande gole de alguma bebida alcoólica que encontrou no fundo da geladeira. 

Sua garganta doía dos gritos e choros que segurava enquanto olhava para as fotos que estavam espalhadas pelo quarto - fotos essas que mostravam momentos felizes registrados por ele de sua amada, musa, inspiração, dona dos sonhos mais insanos -.

Kim se levanta da poltrona que se encontrava no canto do quarto que ainda tinha o cheiro dela e caminha a passos lentos até a grande janela que mostrava todas as árvores e flores nos canteiros das casas. As lágrimas ele já não prendia mais, deixava toda a saudade e culpa sair como uma chuva grossa e forte de seus olhos enquanto de sua boca só saia os soluços como um pedido de ajuda que sua alma mandava para os céus tentando de alguma maneira, procurar conforto no abraço que o vento gélido daquele final de tarde estava o dando.

Ele estava desesperado, o rosto da garota que um dia o deixou estava estampado em todos os cantos que olhava, a voz doce e calma que o acalmava todos os dias não estava mais presente nos seus dias, o corpo reconfortante e de pele macia que se encaixava perfeitamente no seu havia morrido, estava a metros abaixo da terra envolto por um caixão de cor crua.

Na lápide de sua amada havia várias flores das mais variadas cores e perfumes, a terra que a jazia tinha sido regada a semanas atrás pelas lágrimas de seus parentes e amigos mas não se enxergava as pegadas de seu amor muito menos se sentia as lágrimas do garoto naquele lugar. A coragem havia sumido dele, as pernas perdiam a força quando ele pensava em ir lhe visitar no seu leito.

" Não deveria ter lhe chamado ", " deveria ter sido eu a sofrer aquele acidente ", "deveria ser eu a sentir aquela dor e sentir minha vida saindo do meu corpo aos poucos", são alguns dos pensamentos que rodavam a mente de Tae que agora se encontrava com os dedos das mãos entre os fios de seus  cabelos, os puxando com força e olhando os cacos de vidro no chão da garrafa que jogou contra a parede e mais cacos de vidro começam a aparecer pelo quarto cada vez mais que o menino jogava quadros e vasos contra as paredes.

Horas mais tarde com a respiração ofegante e tentando se equilibrar no parapeito da janela, fecha os olhos e respira fundo deixando em seus lábios um sorriso mesclado com insanidade e saudade, no segundo seguinte se sente leve com se os braços de sua amada estivessem em volta de sua cintura o apertando em abraço carinhoso e o vento beijando seu rosto delicadamente.



"[...] Hoje, na manhã de domingo, um corpo sem vida é encontrado jogado em frente ao prédio xxxxx, ainda não sabemos se foi cometido um homicídio ou suicídio, a polícia está atrás de suspeitas e pistas para esse caso [...]"



Notas Finais


Espero que tenham gostado ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...