História Melhor Amigo - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Adolescência, Amizade, Bissexualidade, Coréia Do Sul, Drama, Morte, Mpb, Musica, Namoro, Originais, Preconceito, Rio De Janeiro, Romance, Sexo
Visualizações 88
Palavras 1.138
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, FemmeSlash, Ficção Adolescente, Fluffy, Romance e Novela, Saga, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Ai ai, até que enfim eu consegui deixar o Paulo e a S/N bem juntinhos... 🌚

Pera, xô avisar uma coisa aqui antes: gente, eu sou um bebê ainda, sou mo ingênua (to falando sério kshskdjs). Bem, com isso eu estou querendo dizer que não me refiro a cenas de sexo.
Pode até ter TALVEZ em algum episódio. Mas não vai ser sexo explícito porque eu não sei muito sobre e também não tenho criatividade pra escrever algo assim.

Certo, agora sim: Boa leitura.

Capítulo 11 - Enfim a sós


Fanfic / Fanfiction Melhor Amigo - Capítulo 11 - Enfim a sós

•° Trinta minutos depois°•

Abri os olhos e estava em um lugar diferente... Pera! Eu conheço esse lugar! É quarto do Paulo! Fiquei me perguntando: como eu vim parar aqui se, pelo o que eu me lembro, estava na sala?

Então fui lá na sala e o Paulo estava arrumando a mesa, botando os copos, talheres, e claro, a comida, hahaha!

Fiquei no corredor vendo ele fazendo aquilo. Parecia tão feliz e ansioso...

- S/N! Você está ai!?

- Oiii! - digo com um sorriso.

- Ah, não! Eu queria te fazer uma surpresa.

- Oowwnn! 

-Bem, eu ia te acordar agora. - fala vindo em minha direção e me da um beijinho na testa - Senta ali que eu já volto.

- Ok. - Digo com um baita sorriso no rosto.

Eu sentei e fiquei o esperando.  Ele me apareceu com vinho, sim, vinho! 

- Nossa, Paulo. Vinho!? Que  chic hein. - e começo a rir.

- Você vai gostar. - e da um leve sorrizinho. 

Comemos a lasanha que o Paulo fez, e realmente, a comida dele é muito boa.

- Gostou? - Perguntou Paulo.

- Não, eu não gostei... 

- Mas...

- Eu amei!

Paulo ficou feliz e começou a rir. Eu realmente tinha enganado ele. (Rsrsrs)

Conversamos e bebemos vinho.(romântico, não? Kshjsh) Ficamos até sem assunto, meu Deus.

Como ambos estávamos sem falar nada, e como ainda eram 7:15 (da noite) ele deu a ideia de vermos  alguns filmes no Netflix (porque "noix" é top).

 Botamos o computador na mesinha de centro e entramos no site.

Acabou que não achamos um filme que nós dois gostávamos, então vimos o que?

Nada mais nada menos que: Dorama (K-Drama) porque gostávamos muito disso.

Escolhemos 12 Years Promise e cada episódio era de uma hora.

Estava ventando muito, então ele foi no quarto dele e pegou um cobertor e seu celular.

Estava tudo pronto e bem aconchegado. Então vimos o primeiro episódio.

[...]

Quando acabou ele se levantou e foi ao banheiro.

Ao sair o celular dele não parava de apitar. 

Eu, curiosa como sempre, fui ver o que era e era notificação de um número desconhecido no WhatsApp.

Desbloqueei o celular e era a Amanda, sim, a Amanda!

     •No WhatsApp•

- Oie Paulo! Aqui é a Amanda, lá do parque. Como vai? 

Eu só visualizei,  não  respondi  porque , além do mais , o celular é do Paulo e eu não tinha esse direito de invadir mais ainda as conversas dele.

Então como eu já sabia que era ela, deixei o celular onde estava mas parece que a Amanda não queria deixar em paz:

- Ué! Tu viu e não vai responder? Coisa feia hein Paulo...

Parecia que ela estava muito ansiosa, querendo mesmo falar com ele porque ela começou a mandar vários "Oi" toda hora.  Até que em um momento ela cansou.

°Na minha cabeça°

- Aleluia! A guria parou de perturbar! Amém Jesus, obrigada!

Mas parece que ela não tinha parado mesmo. O celular voltou com notificações:

- Desculpa, Paulo.    Eu estou assim porque terminei com o Guilherme (meu ex namorado) e estou realmente triste e não tenho ninguém para conversar.

Eu fiquei, tipo: "E o que o Paulo tem a ver com isso?" mas bateu uma coisa na minha cabeça: S/N, porque você está tão incomodada?

Não pode ser! Será que eu estava com ciúmes?

Fiquei pensando nisso, até que o Paulo chegou:

- E aí, S/N... - Barulho de notificação no calular - Opa! Mensagem... - Pega o celular - Número desconhecido? Como assim... Ah! É a Amanda!

E eu como sempre, só olhando.

Ele sentou no meu lado e começou a digitar no celular. Obviamente conversando no WhatsApp com a  Amanda.

- Paulo, posso botar no próximo episódio? Paulo? - ele não estava me ouvindo- Ei! Paulo! 

- Ah, oi! Desculpa.

- Ok. Eu posso botar o próximo episódio?

- Opa! Sim, claro!

Então eu me inclinei em direção ao computador para botar o próximo capítulo e sou surpreendida pela mão do Paulo em meus ombros botando minha cabeça em seu colo. 

Depois que eu dei play na série ele começou  a acariciar meu rosto e meu cabelo com um mão e com outra digitando no celular.

Confesso, aquele carinho estava tão bom que eu não queria que acabasse, e quando ele tocou em mim senti um friozinho na barriga que eu nunca tinha sentido com ele.

Eu fiquei sem entender o motivo daquele carinho espontâneo , mas não reclamei porque estava bem gostoso.

Esqueci do Dorama e fechei os olhos... Ué! Ele parou!?

O seu celular tinha tocado e...

- Alô? Sra. Lis? Oi? Ah, sim. A S/N? Ela...

Meu Deus! Era a minha mãe! E agora?

Eu fiquei com medo porque já eram 8:40 da noite e o que ela pansaria que eu estaria fazendo em uma casa sozinha um com garoto!?

Sai do colo dele e comecei a fazer sinais pra ele dizer que eu não estava  em casa. Graças a Deus que ele não é "burro" e entendeu o que eu queria dizer.

- Bem, ela já foi embora já... Oi? Ah! Não... Não faz muito tempo. Tipo uns...

Comecei a fazer sinais para ele dizendo o tempo.

- ... Uns trinta e cinco a quarenta minutos. Ah, ok. Certo. Estou indo. Ok. Sempre! Beleza. Beijos, tchau.

- E aí? O que ela disse? - perguntei agoniada.

- Ela me perguntou se você já tinha ido e...

- Sim,  eu sei.

- E eu disse que sim e...

- Hahãn.

- E ela perguntou a quanto tempo e eu disse que a uns...

- Trinta e pouco a quarenta minutos , e...?

- E ela disse pra você dormi aqui...

- COMO ASSIM!?!?!?

- Ela disse que eles (seus pais) vão ter que dormi na casa dos amigos deles porque viram no jornal que estava um trânsito feio na estrada e a chave de casa está com eles.

- Uau!

- E então ela pediu para mim ir atrás de você e que confiava em mim para você dormi aqui porque não teria algum outro lugar onde você poderia ficar.

- "Oloko!" - digo impressionada. 

- Sim hahahaha!

- Então a gente fala que você foi no meu prédio de táxi e me encontrou e me mandou de volta para a sua casa e... - sou interrompida por ele.

- Boa! Vai ser bem isso.

- Ok, então...

- Então vamos terminar de ver a série?

- Vamos sim.  Meu Deus! Eu nem pausei naquela hora! Vamos ter que voltar.

- Sim. - começou a rir e largou o celular.

Eu reiniciei o capítulo e voltei a minha posição sentada no sofá.

Ele bocejou se espreguiçando e fazendo aquele clichê (que eu acho fofo) botando o braço atrás de mim; em meus ombros e me trazendo aos seus braços. 

Paulo começou a me olhar profundamente nos olhos quando olhei para ele. Parecia que queria me dizer algo mas não conseguia.

Então ele só deu um sorriso de canto para mim e voltou a assistir a série.

Quando eu vi que ele já tinha virado o rosto, fiz o mesmo e voltei a assistir o Dorama.

Do nada ele começou novamente a me acariciar mas só nos meus cabelos. Eu fiquei meio tensa e meio: WTF!?











Notas Finais


E ai pessoas? Como vão? Gostando? Sim? Não?
Eu estou conseguindo deixar o Paulo e a S/N com algo mais forte... O que estão achando?
Até mais e não desistam de mim! (Mas lembrem que eu ainda sou um bebê)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...