História Melhor amigo (Jung Hoseok) -HOT- Oneshot - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jung Hoseok (J-Hope)
Tags Bangtan Boys (BTS), Hot, Jhope, Junghoseok, Oneshot
Visualizações 235
Palavras 2.086
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Ficção, Ficção Adolescente, Literatura Feminina, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Eu já planejava essa oneshot com o Hobi faz tempo! Espero que curtem! Escrevi com todo meu amor por esse gostoso ❤️
Boa Leitura!!

Capítulo 1 - Capítulo Único


Fanfic / Fanfiction Melhor amigo (Jung Hoseok) -HOT- Oneshot - Capítulo 1 - Capítulo Único


 

Escoro meu corpo na pia esperando o microondas apitar que minha pipoca está pronta. Hoje vai ser mais um daqueles fins de semana em que fico em casa com meu melhor amigo vendo um filme e fazendo um montão de coisas inúteis que com ele passam a ser a coisa mais legal do mundo! 

      Conheci o Jung Hoseok—Que eu chamo carinhosamente de Hobi— quando éramos bebês praticamente. Daqueles que já tomaram até banho juntos quando menores mas não se lembram. Demorou um pouco para nós suportarmos.. ele sempre foi muito animado e eu mais na minha, introvertida talvez. Já o Hobi é ligado no 220! Sempre digo isso pra ele.

 

O microondas apita e eu abro. Tiro o saquinho muito quente com cuidado e coloco encima da pia. Olho meu celular e já são 7 PM, o Hobi já deve estar vindo. Preparei uma surpresinha pro meu amigo, e pra ele não vai ser nada agradável.. 

Jung Hoseok é alto, másculo—As vezes— mas morre de medo de tudo! E inclusive de filme de terror haha isso vai ser ótimo! 

      Vou até meu quarto e me olho no espelho. Cabelo solto até a cintura, pele clara, pijama e só um lip tint nos lábios até porque é meu amigo que está vindo. Se tem alguém que já me viu de todo jeito é ele, até na minha pior fase.

 

Ouço a campainha tocar e logo vou pra sala. Por que ele está batendo? Hobi tem a chave! Destranco a fechadura e olho pro meu amigo que cobre o rosto com uma sacola.

 

—Surpresa! -Ele diz com a voizinha meiga que ele ama fazer.

—Uau! É você? -falo em tom de deboche.

—Nossa Baby! -Hobi tira a sacola do rosto e faz um biquinho frustado.

—Pintou o cabelo? -Passo a mão nos cabelos loiros.

—Mudar é bom. Gostou? 

—Adorei! -dou meu mais sincero sorriso. —Coisa fofa! -Aperto sua bochecha.

—Fofo né?! -Ele ri.

 

Meu amigo me chama de Baby desde que éramos crianças, ele dizia que mesmo que eu crescesse continuaria um bebê. E isso talvez também seja por ele ser dois anos mais velho, e nem é muita coisa! 

Hobi entra e eu fecho a porta a trancando. Ele vai pra cozinha e eu o sigo para ver o que ele trouxe.

 

—O que trouxe de bom? -Pergunto animada.

—Coca e chocolate. -Ele deixa a sacola na pia.

—Já disse que te amo? -o abraço por trás.

—Por interesse? Sempre! 

—Nossa Hobi! -o solto fingindo chateação.

—Sabe que também te amo Baby! -ele toca meu nariz com o dedo.

 

Coloco a pipoca em um vasilha e pego os copos para servir a coca. Hobi abre a barra de chocolate e me ajuda a levar tudo pra sala. Observo a roupa do meu amigo: ele usa tênis, calça moletom da adidas preta e uma camiseta branca que marca bem seu corpo magro porém definido.

 

Nos sentamos no meu espaçoso sofá e eu ligo a tv de led onde o filme de terror já se encontra no ponto na Netflix. Colocamos os comes e bebes na mesinha em frente ao sofá.

 

—Ahhh não! Que filme é esse? -Hobi pergunta assustado ao olhar a cara feia na tv.

—Um filme muito legal! Relaxa.. estou aqui. -O zoo.

—Boba! Vai ter volta! 

 

Nos ajeitamos confortavelmente no sofá e apertei o play fazendo assim o filme começar. Pego a pipoca e coloco um punhado na boca. Pego também minha coca e dou um gole, Hobi faz o mesmo.

                      ........

 

As cenas aterrorizantes começaram a passar e eu senti meu amigo super tenso ao meu lado. Eu ria internamente dele tentando me concentrar no filme, impossível! 

 

—Ahhhh! -Hobi dá um grito ao que uma típica cena de demônio aparece na tela.

 

Não seguro a risada. Como um filme de terror virou comédia do nada? Fico rindo sem parar. Me recupero ao que meu amigo me olha ofendido. Volto minha atenção pro filme.

 

Em mais uma cena de arrepiarr, Hoseok esconde o rosto no meu ombro. Acho a coisa mais fofa do mundo e dou risada internamente. Quando meu amigo volta a olhar pra frente novamente, o movimento de cabeça que ele fez —e eu ao mesmo tempo o olhando—  nos fez parar em uma posição frente a frente.

 

Nos olhamos sem conseguir nos mexer. Eu não suportei a atração.. foda-se se somos melhores amigos, eu o quero! Encostei meus lábios nos dele e logo iniciamos um beijo. Senti que ele queria isso tanto quanto eu.

 

Aproximamos mais nossos corpos e o beijo ia se aprofundando. Coloquei minhas mãos nos seus cabelos e as suas foram pra minha cintura. Minha respiração estava ofegante e o calor já estava me consumindo. Em um momento do beijo onde eu já havia perdido os sentidos, eu subo no seu colo e Puts! Meu amigo estava duro.

 

—Baby... -Hobi gemeu sôfrego me olhando.

—Não fala Hobi, só vamos fazer. -Peço muito excitada.

 

Voltamos a nos beijar enquanto eu rebolava discretamente sobre sua ereção. O loiro aperta minha bunda me fazendo ter mais contato com sua ereção. Gemo nos seus lábios e ele morde meu lábio inferior. 

 

—Quer mesmo fazer isso? -a voz do meu amigo muda completamente tomando um tom rouco.

—Quero. -Saiu como um sussurro necessitado.

 

Assim que eu termino, Hobi se levanta comigo ainda no seu colo me segurando pelas coxas. Ele pega o controle remoto e desliga a tv e vai em direção ao meu quarto. Ele me deixa na cama deitada e vem por cima de mim. Ele me beija novamente enquanto roça seu pau duro entre minhas pernas abertas e com uma das mãos explora meu corpo.

 

Solta meus lábios e desce os beijos pro meu pescoço enquanto aperta meu seio. Passa a língua pelo meu pescoço, colo, sobe minha blusinha tendo meus seios livres para si. Eu não estava de sutiã. Senti meu biquinho bem rijo ao toque de sua língua quente e molhada. Hobi chupava maravilhosamente meu mamilo e eu gemia de olhos fechados sem conseguir ter outra reação. 

 

Abro meus olhos e ele me olha com os olhos em chamas e a respiração ofegante. Desce as lambidas pela minha barriga e eu tiro minha blusinha para facilitar seu trabalho. Minhas pernas se abrem imediatamente a medida que sua língua se aproxima do meu shortinho de pijama. Ele para e me olha. Passo minha mão pelos fios loiros implorando internamente para que ele retire minha peça e me chupe.

 

—Posso baby? -a voz sedutora me faz contrair a buceta involuntariamente.

—Por favor... -Arqueio as costas facilitando a tirada do meu shortinho.

 

Eu senti meu líquido escorrer por minhas coxas, eu estava queimando de tesão! Hobi passa a língua pelo interior da minha coxa e sem eu esperar, enfia um dedo em mim.

 

—Ahhh Ho-Hobi! -Arqueio as costas em prazer.

—Calma S/n.. foi só um dedinho. -Ele ri se divertindo com minha situação.

 

E mais uma vez sem eu esperar, ele enfia três dedos de uma vez em mim. Dou um grito inesperado pelo toque delicioso! Sinto seus dedos roçarem meu ponto G e já não consigo manter meus olhos no lugar.

 

—Olha como sua buceta engole meus dedos! Que delícia baby. -Me contorço mais com a frase dita de uma forma bem suja.

 

Hobi enfia os dedos freneticamente dentro de mim encostando o tempo todo no meu pontinho. Eu não estava longe de gozar. Fui à loucura quando senti sua língua no meu clitóris, o rodeando suavemente  enquanto estocava os dedos em mim sem dó!

 

—Ca-ra-lho Hoseok!! -Sibilei me desfazendo em mil pedacinhos e relaxando logo em seguida.

 

Ele lambeu minha entrada onde eu escorria um pouco. Minha respiração tentava se regular enquanto gotículas de suor desciam por minha testa. Me levantei e me ajoelhei na frente do loiro que se sentou na beirada da minha cama. Tirei sua camiseta chupando cada pedacinho dele enquanto ouvia seus gemidos que me excitavam ainda mais. Chupei seu abs definido e olhei pro meu amigo que tinha o rosto contorcido em tesão. Sorri o olhando enquanto descia lentamente a língua pelo seu abdômen até o cos da sua calça moletom.

 

—Me t-torturando baby? -Ele me olha e morde os lábios.

—Jamais loiro! -faço uma voz manhosa e um biquinho.

 

Tiro seu tênis devagar e depois a meia. Coloco minhas mãos na barra da sua calça e ele se levanta um pouco pra mim tirá-la. Deixo a peça por qualquer lugar do quarto e encaro sua cueca branca com um volume que me faz salivar. Havia uma pequena gota de pré gozo ali. Passo minha língua por cima da sua ereção ainda na cueca e o olhei com cara de safada.

 

—Eu vou gozar só olhando essa sua c-cara de safada S/n! -Suas mãos fizeram um rabo de cavalo no meu longo cabelo.

—Coisa fofa. -Solto ao olhar a cara do meu amigo de prazer. Sei como isso o afetava..

—Fofo? -ele pergunta cético.

 

Ele se levanta e tira a cueca rapidamente a jogando pelo quarto. Pega meu cabelo novamente e faz um rabo de cavalo e com a outra mão ele segura seu pau e o enfia na minha boca. Maldita hora que o provoquei! Agora suas duas mãos seguraram meu cabelo me fazendo engolir seu pau sem parar.

 

Eu me engasgava o tempo todo mas ele não parava. Meus olhos escorriam lágrimas por sua glande está batendo na minha goela, e isso parecia o excitar mais! 

 

—Me acha fofo agora S/n? -ele pergunta com a voz entrecortada e ofegante.

 

Balanço a cabeça completamente excitada com esse Hoseok que eu não conhecia. E por mais uma vez ele estoca minha garganta mas agora sinto seu líquido escorrer por ela. O loiro urra de prazer e depois de despejar tudo na minha boca, tira o pau e sorri pra mim.

 

—Sou fofo não sou? -O rosto suado e a voz angelical novamente. Puta dualidade do caralho!!

—Não. -Faço biquinho depois de engolir seu esperma.

 

Ele me ajuda a levantar e me beija. Ao longo do beijo, sinto seu pau ereto novamente na minha barriga. 

 

—Agora eu quero ver essa buceta engolindo meu pau. -Ele sussurra no meu ouvido e morde o lóbulo da minha orelha.

—Cadê meu Hobi fofinho?  -brinco.

—Ainda estou aqui. -Ele diz malicioso.

 

Hobi me vira e me curva me fazendo segurar na cabeceira da minha cama. Ele passa os dedos pelas minhas costas e pincela o pau na minha buceta que mais uma vez escorria necessitada. E sem eu esperar novamente ele me penetra. Gememos juntos e sua mão puxou meu cabelo até que eu grudasse meu corpo suado ao seu.

 

Sua boca grudou no meu ouvi gemendo sem pudor enquanto metia em mim sem dó. Depois de várias estocadas eu gozei perdendo as forças e recebendo um tapa no bumbum do maior.

 

—Gostosa! -ele saiu de dentro de mim. —Cavalga em mim, hm?

 

Ele se senta na beirada da cama novamente e eu me sento de costas encaixando seu pau na minha entrada. 

 

—Ahhhw! -Ele geme sôfrego. —De-Devagar baby! 

 

Suas mãos me auxiliaram me fazendo subir e descer devagar. 

 

—Ahhh! Assim vai tão fundo! -Ele geme e puxa meu cabelo pra trás para assim chupar meu pescoço.

—Ahhh Hobi! -Sento mais rápido sentindo novamente um prazer delicioso.

—Essa buceta está me apertando muito! -Ele sibila entre dentes.

 

E isso foi o suficiente pra mim gozar melando seu pau completamente. E completamente ofegante e continuei sentando com a sua ajuda já que eu estava muito cansada.

 

—Aiiii baby! Agora não para! -Ele diz ofegante e eu me esforço pra sentar mais rápido para satisfazer meu amigo.

 

Depois de mais umas sentadas, sinto seu líquido me preencher e seus dentes morderem minhas costas tentando descontar seu prazer. Doeu um pouco mais nada insuportável.

 

Depois de alguns minutos nos recuperando, me levantei do seu pau lentamente sentindo uma ardência pelo o longo contato. Hobi se deita completamente suado na minha cama e me puxa pra deitar no seu peito. Beijo os lábios vermelhos antes de descasar no seu peito.

 

—Você é maravilhosa baby. 

—Você também loiro. E nunca mais ousarei te chamar de ‘fofo’. -Brinco.

—Mas eu sou! -Ele ri alto e o Hobi brincalhão está de volta. —E você não vai dormir! Considere um castigo pelo filme de terror.

—Vou aceitar com muito prazer! -Me levanto e o olho. Eu  estava exausta mas eu iria fuder sem reclamar.

 

Hoje tive a certeza que meu amigo tem mesmo várias personalidades, uma pra cada momento. E eu quero muito ver essa mais vezes....

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


Deu um pouquinho de trabalho mas eu amei!!!!
Espero que tenha dado ao menos pra se divertirem 😏
Obrigado por ler! ❤️
Acompanhe minhas outras oneshots e também minhas outras fanfics entrando no meu perfil @TiaBarbiezinha


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...