1. Spirit Fanfics >
  2. Melhores amigos (Inohima) >
  3. Vinhos e confissões (parte 2)

História Melhores amigos (Inohima) - Capítulo 19


Escrita por:


Notas do Autor


Oi amores, como estão essa semana?
Atendendo ao pedido "e algumas quase ameaças" de vocês kkkk aqui vai mais um hotsinho basico pra vocês espero que gostem e uma otima leitura

Capítulo 19 - Vinhos e confissões (parte 2)


Fanfic / Fanfiction Melhores amigos (Inohima) - Capítulo 19 - Vinhos e confissões (parte 2)

–Eu acho que você já bebeu o suficiente por hoje.

– Ta bom pai. – Reviro meu olhos pra ele, o loiro suspira aborrecido.

– Eu só disse pro seu bem não vou te impedir se você quiser mas depois não diga que eu não avisei.

Me solto do abraço do loiro que se senta no sofá emburrado enquanto me sirvo de mais uma taça colocando um pouco também para o loiro que aceita.

– Já sei vamos fazer um brinde ao aqui e agora, porque eu tenho o namorado mais gostoso de todos. – Ergo a minha taça, o loiro sorri erguendo sua taça ao meu brinde, tomo mais um gole e ele me acompanha. – Que vinho e esse?

– Jerez.

– Eu acho que eu gostei mesmo desse Jerez.

– Eu acho que você já esta bêbada. – O olho com cara de reprovação.

– Não estou não só decidi que não vou desperdiçar essa noite. –Tento parecer segura embora minha cabeça parecesse mais leve isso não quer dizer que estivesse bêbada. – Já sei vamos ouvir um pouco de musica. –Pego o controle da tv colocando no app de musica, passo por alguns títulos da sua plylist até parar em um que eu goste, de modo geral eu e o Jin temos um gosto musical bem diferente enquanto embora me considere eclética sempre tendi mais pro pop o loiro é mais do rock e musica alternativa, Gorillaz de longe e uma das bandas favoritas do loiro com o tempo eu acabei gostando de algumas musicas deles todas com o ritmo mais agitado, aperto o play e o son de “Dare” logo começa a tocar, tomo mais um pouco de vinho enquanto sem pensar muito começo a me mover no ritmo da musicaĺ, coloco a taça sobre a mesa pra poder dançar mais livremente, olho por loiro que me observa sorrindo.

– Vem dançar comigo loirinho. – o chamo

– Você sabe que eu não danço.

– Hoje você dança. – pego na sua mão o forçando a se levanta, mesmo sobre protesto

– Hima por favor. –Ignoro sua reclamação

– Esse é o bom dessa musica você não precisa saber dançar, como diz a letra só ouse se mover. – coloco suas mãos na minha cintura a deslizando pelo meu quadril enquanto o movimento de forma provocativa requebrando devagar

– Se eu não te conhecesse acharia que você esta tentando me provocar senhorita Uzumaki.

– Se eu quisesse te provocar você não teria a menor chance. – ele aproveita suas mãos na minha cintura pra me puxar mais pra perto do seu corpo, rosando seu nariz pela minha clavícula e pescoço

– Agora você me deixou muito curioso. –Sorrio inocente mordendo meu lábio inferior. – Dança pra mim Hima. – Pede manhoso no meu ouvido dando uma mordidinha no lobulo da minha orelha, acabo concordando com a cabeça, o empurro até o sofá.

– Fica sentadinho ai ta bom. – Ele me olha feito crianca prestes a abrir seu presente de natal, “no que fui me meter, a verdade e que eu não vazia a menor ideia do que fazer, eu fiz aula de jazz um tempo quando criança pelo menos isso devia me livrar de ser um perfeito desastre ao menos quero acreditar nisso” tento não deixar meu desespero transparecer por fora coloco a primeira musica sensual que me vem a cabeça Crazy in love da beyoncé na versão slowed ( sim aquela do 50 tons de cinza).

A musica começa a tocar me viro para o loiro dando alguns paços em sua direção, faço alguns Paços básicos tentando ser o mais sensual que consigo, toco meu próprio corpo deslizando minhas mãos bem devagar, fazendo movimento de onda com os meu quadril, quando a musica chega ao primeiro refrão desço sensualmente afastando meus joelhos abrindo minhas pernas encaro os olhos esverdeados mordendo meu lábio, junto meus joelhos virando de lado fazendo uma onda pra trás deitando minhas costas no chão corro as mãos pela lateral do meu corpo, estico uma perna de cada vez as movendo como se caminhando no ar, encolho meus joelhos antes de virar de lado e me ajoelhar rebolando um pouquinho antes de voltar a ficar de pé, levo minhas mãos a minha coxa subindo para os meus quadris brincando com a barra do meu vestido subindo como se o fosse tirar dando ao loiro um leve deslumbre da minha calcinha antes de voltar a descer, apoio minha perna sobre a mesinha de centro acariciando todo seu cumprimento descendo minhas mãos juntamente com o meu corpo dando uma requebrada.

Encaro o loiro que me observa vidrado seus olhos brilhando em luxúria, sorrio triunfante, me sentando na mesinha de frente pra ele percorro com as maos as minhas cochas ate os joelhos abrindo minhas pernas levo minha mão ao meus lábios o tocando com a ponta do dedo indicador como que o desenhando, desço a mão pelo meu corpo parrando rapidamente nos meus sérios dou uma mexidinha os fazendo saltarem continuo k caminho ate a minha intimidade como se estivesse prestes a me tocar rebolando no lugar minha cabeça pra trás a girando devagar ao mesmo tempo em que a Beyoncé canta q a deixa louca, corro minha outra mão pela minha clavícula e pescoço mesmo caminho que ele costuma percorer com os seus beijos, junto minha pernas subindo rebolando, seem nem perceber o loiro j aestava ao leu lado me puxa do para si me beijando de modo quase selvagem

Leva suas mãos as minhas coxas a acariciando subindo meu vestido no processo, agarrando minha bunda com vontade, desce seus beijos oara o meu pescoço levo minha mão a sua nuca perdendo meus dedos nos seus cabelos apertando, o loiro me ergue me pegando no colo travo minhas pernas envolta da sua cintura o volume da sua ereção pressionando contra a minha intimidade ele caminha comigo subindo os degraus que levam ao mezanino me deitando na cama sem parar de me beijar quando o ar nos falta ele se afasta se livrando rapidamente das suas roupas retira minhas se ajoelhando na cama pega uma das minhas pernas a beijando subindo até a minha virilha me deixando louca em antecipação mas ele para pkr ali dando uma leve mordidinha ele agarra a barra do meu vestido a levantando ergo meu quadril tarawu

facilitar o trabalho ele beija da minha barriga até as meus seios antes de eu m levantar e ele tirar o vestido pelos meus braços, para por uns segundos me observando ali só de calcinha na sua frente ( com vestido de alcinha não da pra usas sutiã).

Segura minhas pernas me puxando mais pra beirada da cama sinto o estalo quando ele rasga a minha calcinha – Inojin... ah! – antes que eu pudesse reclamar ele já se abaixara caindo de boca na minha intimidade de chupando de forma hábil, enterro minha mão em seus cabelos sem conseguir conter os meus gemidos, apenas uns minutos da sua língua e eu logo alcanço o orgasmo gemendo o nome do loiro, ele me beija meu gosto ainda doce em sua boca, posso sentir sua ereção rosar contra a minha virilha movo meu quadril desejando a sentir inteira dentro de mim, estava já estava encaixado na posição só bastava ele entrar em mim.

– Eu quero você por cima, rebolando daquele jeito em mim. – Concordo silenciosa, ele se senta na cama pegando um pacote de preservativo que em algum momento ele largara sobre a cama, só então me dou conta que estava tão envolvida que me esquecera totalmente, ele termina de se proteger subo em seu colo o posicionando na minha entrada, vou sentando devagar volto a subir novamente deixando só a cabeça do seu pau só pra voltar a sentar, faço isso algumas vezes só para o provocar até que que ele perdendo a paciência segura a minha cintura me puxando pra baixo metendo tudo de uma vez me fazendo dar um gritinho de prazer, começo a me movimentar no seu colo quicando com vontade, fazendo meus seios sautitarem.

– Você é tão gostosa Hima. – Ele agarra um dos meus seios o levando a boca passando a língua em volta do meu mamilo antes de o sugar com vontade, aquilo tem um efeito imediato sobre me deixando ainda mais sedenta pelo loiro sento com ainda mias vontade cada vez mais rápido, querendo o sentir mais e mais dentro de mim, gemendo gostoso. – Isso assim gostosa... – O loiro pende a cabeça pra trás soltando um gemido rouco, empurro seu peito o fazendo deitar na cama, o beijando mordo seu lábio inferior puxando devagar, me levanto novamente rebolando devagar no seu cassete.

– Você gosta assim? – Pergunto manhosa

– De mais rebola mais no pau minha putinha. – Sua mão desliza pela minha barriga até aa minha virilha massageando meu clitóris, não demora muito pra mim anunciar entre gemidos que estava abeira de goza ele intensifica sua masturbação me levando ao extasse – goza gostoso pra mim linda. – Como uma ordem sinto meu corpo se contrair em espasmos me deito sobre seu peito sem força ele me beija abrasando minha cintura se vira invertendo nossa posição estocando com força mal tenho tempo de me recuperar meu prazer já atingindo o pico novamente o sentindo ir cada vez mais forte e profundo dentro de mim até ele da uma estocada forte se menbro latejando se esvaziando dentro de mim, me da mais um beijo caindo exausto ao meu lado, me trazendo pra junto de si.

Me aconchego em seu peito admirando a feição pós foda do loiro, ele fica tão lindo suado e com os cabelos desalinhados.

– Um dólar por seus pensamentos. – Ele sussurra.

– Os meus pelos seus.

– Se eu te falasse metade das coisas que se passam na minha cabeça com você assim tão perto te assustaria. – Ele fala com um sorrisinho malicioso.

–Ou eu te surpreenderia.

– Não duvido nada minha pequena ninfa. – Ele acaricia meus cabelos. – Você sempre me surpreende.

Ficamos um tempo ali deitados juntinhos.

♤♡◇♧ ♤♡◇♧

Quando acordei na manhã seguinte minha cabeça latejava tanto que parecia que ia explodir, abri os olhos só para os fechar de novo cobrindo minha cabeça com o lençol.

– Bom dia bela adormecida. – Me surpreendo ao ouvir a voz do loiro, “ Não acredito que dormi aqui meus pais vão me matar”, abro os olhos de vagar tentando me acostumar com a luz, ele colocava uma bandeja na mesa de cabeceira se sentando ao meu lado. –Como você esta se sentindo linda.

– Fala baixo minha cabeça esta me matando. – Peço massageando minhas têmporas a procura de alívio.

– Parabéns você está tendo sua primeira ressaca.

– Culpa sua e daquele Jerez. – falo brava. –Nunca mais quero beber na vida.

– Fico feliz em saber. –Ele pega um sache de antiácido dissolvendo o pó em meio copo de água que estava na bandeja me entrega o mesmo junto com um comprimido de analgésico. –Bebe vai te fazer sentir melhor.

– Obrigada. – Coloco o comprimido na boca usando o liquido pra me ajudar a engolir, sinto um alivio imediato no estomago, bebo restante do liquido do copo. – Que horas são?

– Nove e meia.

– Espero que esteja preparado pra virar viúvo de namorada.

– Não se preocupa, liguei pro seu irmão ontem aparente mente ele dormiu na minha casa enquanto vocês foram passar a noite na Chocho.

– Ele dormiu com a Sarada né?

–Provavelmente.

– Eu odeio mentir pros meus pais, mais seria bem pior chegar em casa bêbada. – Falo relembrando a noite anterior sinto minhas bochechas queimarem ao recordar certas partes. –Por favor me diz que eu não dancei pra você noite passada.

– Eu nunca achei que ia gostar tanto de Beyoncé na minha vida. – Fala com um sorriso que ilumina seu rosto, cubro meu rosto com as mãos morrendo de vergonha. – Você estava linda.

– Definitivamente você esta mesmo apaixonado pq como dizem o amor e cego.

– Pensei que você não tinha mais duvidas do que eu sinto. – Ele se faz de triste.

–Eu sei que você me ama assim como eu amo você. –Ele beija meu pescoço.

Depois de tomar café e um banho demorado na verdade dois já que não resistimos a tentação de fazer amor mais uma vez aquela manhã. Encontramos com nossos amigos na casa da Chocho aonde nos divertimos um pouco antes de voltar para casa com meu irmão.


Notas Finais


Como eu sei que alguns gostam de por a trilha sonora quando lê aqui vai as duas musicas que aparecem no capitulo.

https://m.youtube.com/watch?v=oTo2hqNumW0&list=RDoTo2hqNumW0&start_radio=1

https://m.youtube.com/watch?v=3Yrr7D0eVwQ


Então o que acharam bora lá pra nossa convesinha basica nos comentários?
Vocês não sabem o quanto fico contente em ter vocês aqui aconpanhando e conversando sobre a historia é algo tão gostoso e gratificante que so tenho a agtadecer a vocês


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...