História Melhores amigos? (MITW) - Capítulo 17


Escrita por:

Postado
Categorias Felipe "Febatista" Batista, Felipe Z. "Felps", João Victor Negromonte Queiroz "Jvnq", Rafael "CellBit" Lange, Rafael "Guaxinim" Montes, TazerCraft
Personagens Felipe "Febatista" Batista, Mike, Pac
Visualizações 299
Palavras 1.081
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Fluffy, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


oi dnv

Capítulo 17 - Let's play?


— Então vamos brincar, Tarik – Deitei o garoto na cama, fiquei por cima dele e beijei seu pescoço, voltei a beijar os lábios do garoto ferozmente, quando faltava o ar nós separavamos aquele beijo mas logo voltávamos.


Senti minha camisa ser retirada lentamente, separei o beijo e ajudei Tarik a tirar o pano de mim.


— Mike... – O garoto me olhou manhoso e abriu um sorriso

— Caralho moço, como você pode ser tão lindo? – Falei com um sorriso bobo.

Tarik riu e tudo o que eu fiz foi levantar a camisa de meu parceiro e beijar sua barriga.

— Gente eu esqueci de falar que... – Guaxinim abriu a porta e nos olhou assustado – CARALHO VOCÊS IAM TRANSAR NA MINHA CASA?

— N-não –Tentei falar

— Puta que pariu, eu não acredito que vocês iam fazer isso na minha casa – Resmungou

—D-desculpa moço – Tarik falou e tampou o rosto com as mãos.

— Deixa o casal em paz seu pedaço de bosta – Cellbits gritou da sala.

— Se forem transar, não façam barulhos – Guaxinim riu — Eu só queria dizer que amanhã vou viajar, visitar o calango, então cuidem da casa pra mim.

— OK ok – Sai de cima de Tarik e me deitei ao seu lado, Guaxinim fechou a porta e foi embora — Puta que pariu moço

— Era melhor termos ido pra minha casa – O menor riu e me abraçou.

— Muito melhor – Ri baixinho — Moço... Eu queria te falar algo

— O que? – Perguntou

— Eu... Amanhã eu te falo – Soltei um suspiro pesado

— Ah nem moço, fala agora – O garoto me balançou, neguei com a cabeça e vi sua expressão brava, ele ficava tão fofinho assim.

— Vamos dormir – Falei abraçando o garoto por trás.

— Eu estou sem sono – Murmurou

— Eu posso te fazer ficar cansado rapidinho – Sussurrei em seu ouvido e apertei a bunda do branquelo com um pouco de força ouvindo-o gemer um pouco alto.

“PAREM DE TRANSAR”

Os garotos que estavam na sala gritaram em sincronia, dei uma risadinha e aproximei meu rosto do cabelo de Pac – Estava bem cheiroso –, fechei meus olhos e acabei dormindo.


...


— Caralho me deixa falar Felps – Cellbits resmungou

— Que que fiz? – Felps olhou pra ele e riu

O sinal para a última aula tocou, todos levantaram-se do banco e foram em direção a suas salas, caminhei junto a Pac até a nossa. Entramos na sala e sentamos em nossos lugares, continuamos conversando até a diretora chegar.

— Bom dia, eu tenho uma boa notícia – A diretora falou animada — Esse ano nossa escola ganhou uma viajem para irmos conhecer as fontes naturais, e bem, como não podemos levar todos os alunos iremos sortear alguns números, vamos lá.

A mais velha abriu um potinho e retirou 5 papéis com os números 40, 23, 26, 15 e 41, eu e o Pac tivemos a “sorte” de ser sorteados. 

— Aos sorteados viajaremos amanhã, e vocês estão liberados – Ela deu as costas e saiu da sala, todos festejaram.

Fiquei curioso para saber com quem iríamos viajar, espero que os outros garotos tenham sido sorteados.

Arrumei minhas coisas e saí da sala com Pac, ele estava me contando sobre seus planos para o futuro, isso me alegrava muito pelo fato de que ele me colocava sempre no meio de seus planos, quando percebi já estávamos na casa de Guaxinim novamente.

— Vocês foram sorteados? – Cellbits perguntou abrindo a porta, pelo visto ele tinha ficado com a chave da casa.

— Eu e o Pac fomos, e vocês? – Perguntei e os demais assentiram — Guaxinim também foi?

— Não, até porque ele não ia ir já que ele viajou – Felps falou entrando na casa, todos o seguiram e o último que passou fechou a porta.

— Gente, alguém que ir ao shopping hoje? – Batista falou e todos olharam pra ele

— Eu vou com você – Jv falou jogando sua bolsa no sofá

— Agora? A gente come lá – Batista falou animado

— A gente também vai – Felps segurou na mão de seu namorado

— Eu tô fora hein moço – Me sentei no sofá e tirei meu tênis

— Ele não vai porque ele come o Pac – Lange abraçou Felps

— P-parem – Pac revirou meus olhos

— Vamos gente – Jv segurou a mão de Batista e o puxou para fora de casa, cellbits e Felps os seguiram.

“Sozinhos, finalmente” sussurrei para mim mesmo e levantei-me indo até o quarto de hóspedes, Pac me seguiu e se jogou na cama.

— O que vamos fazer? – O menor perguntou

— Eu não sei moço – Falei desanimado

— Vou tomar banho – Tarik levantou da cama e pegou uma toalha que estava jogada no chão

— Deixa eu ir primeiro? – Perguntei e ele negou – Baby... 

— Eu não vou te obedecer não moço – Pac falou e saiu do quarto, indo até o banheiro, segui o garoto e entrei no banheiro

— Moço, depois você toma banho – Insisti e fechei a porta lentamente, trancando a mesma. 

— Mike, por que você não toma banho comigo? – Perguntou e eu senti minhas bochechas ficarem vermelhas

— Achei que você nunca ia deixar – Ri baixinho e senti meu corpo ser abraçado, retribui o abraço e abri um sorriso

— Mike, faz tempo que a gente não grava vídeos – O garoto falou abaixando suas calças e indo em direção a uma banheira que havia ali – Guaxinim era bem rico, não? –, tirei minha blusa e abaixei minhas calças também.

— Ah moço, já saiu tanto vídeo com a gente – Me aproximei da banheiro e vi que pac já estava sentado, brincando com as bolhas

— Mas sei lá, sinto saudades de gravar coisas aleatórias – Ele sorriu para mim e olhou para a espuma que cobria seu corpo, tirei minha cueca e entrei na banheira, me sentei em frente ao garoto e ele apenas jogou água em mim

— Moço, meu óculos! – Virei meu rosto mas, mesmo assim, ele conseguiu molhar meu óculos, o tirei de meu rosto e coloquei no chão. — Eu sou cego sem o óculos

— Será que é mesmo moço? – Pacanhan falou em um tom provocativo

— Para, é sério – Passei a mão em meus olhos e senti um peso em meu colo, tirei as mãos dos olhos e vi tudo embaçado — Você ama se aproveitar da situação, não é espertinho?

— Claro – O garoto riu e depositou um beijo em minha testa — Quer continuar o que começamos ontem? 


Notas Finais


Amores, antes que vcs fiquem bravos por eu ter acabado na "melhor parte", saibam que eu já reescrevi a lemon, e agora ela tá 10/10, vão lá bbs sz


E sim, eu mudei o nome da Fanfic umas 5 vezes susjuajaua


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...