História Melhores amigos ou mais que isso - Capítulo 13


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Chouji Akimichi, Deidara, Fugaku Uchiha, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Iruka Umino, Itachi Uchiha, Jiraiya, Kakashi Hatake, Kankuro, Karin, Kiba Inuzuka, Kurenai Yuuhi, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Orochimaru, Rock Lee, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Suigetsu Hozuki, Temari, TenTen Mitsashi, Tsunade Senju, Yamato
Tags Naruto, Sasunaru
Visualizações 66
Palavras 1.621
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Hentai, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que gostem.

Boa leitura❤

Capítulo 13 - Tragédias


Fanfic / Fanfiction Melhores amigos ou mais que isso - Capítulo 13 - Tragédias

Quando Sasuke chegou em casa, a primeira coisa que viu foi Fugaku que parecia bem nervoso. Fugaku ficava nervoso por qualquer coisa por mais simples que seja, mas dessa vez ele estava quase transbordando de raiva, e dava pra notar facilmente.

- Aconteceu alguma coisa? - Sasuke perguntou já esperando o pior, ele conhecia muito bem o pai que tinha.

- Onde você estava?

- Na casa de um amigo.

- Esse amigo por acaso seria o Naruto?

- Sim, e daí?

- E daí que eu sei sobre vocês dois.

- Como descobriu? - Fugaku mostra uma imagem do Sasuke me beijando. - Onde conseguiu isso?

- Sua querida amiga Karin me mandou essa foto. - O sangue do Sasuke estava fervendo de ódio.

- O que vai fazer, por acaso vai me proibir de ver ele de novo? Eu sei que você pode fazer nada sobre isso.

- Eu posso e eu vou. A partir de hoje se vc ainda quizer morar nessa casa e continuar com o sobrenome Uchiha você terá que terminar com ele. E se não  terminar eu saberei, não importa como, eu saberei.

- E o que você ganha com isso?

- A reputação do clã. - Sasuke estava quase avançando em seu próprio pai.

- Eu não acredito que você prefere a reputação do clã do que o seu próprio filho. Bem, vindo de você já era de se esperar, não é mesmo? 

- Você escolhe ou é o Naruto ou o seu clã. - Sasuke deu um longo suspiro sabendo que se escolhesse errado não poderia voltar atrás.

- Se é assim, eu já sei a minha resposta. Vou arrumar minhas coisas e assim que terminar vou sair daqui e nunca mais voltar.

Sasuke foi para seu quarto dando passos forte e firme, quase afundando o chão. Ele passou por Mikoto que não entendia oque estava acontecendo e muito menos o porque.

Ela o seguiu e foi levada até o quarto. Lá ela ficou o observando sem entender.

- O que você está fazendo, meu filho?

- Arrumando minhas coisas.

Itachi vê sua mãe e ouve oque Sasuke falou. Fica observando Sasuke tentando entender o porque dele estar fazendo aquilo.

- Você vai embora? - Itachi pergunta querendo um 'não' como resposta.

- Sim. - Os dois parados na porta ficam sem entender.

- Você não tem pra onde ir, além disso você ainda é menor de idade então não pode fazer muitas coisas. - Mikoto fala.

- E também você não tem com quem ficar, nós dois sabemos muito bem que você é um desastre na cozinha. - Itachi complementa.

- Eu tenho com quem ficar sim, e sabemos muito sobre isso não é Itachi? - O mais velho lembra do que descobriu um mês atrás. 

- Tá mas, por que você vai? - Mikoto queria saber de quem Sasuke estava falando, mas achou melhor achar primeiro o motivo dele ir embora.

- Parece que eu não sou mais bem-vindo nessa casa. - Sasuke coloca a última roupa na mala e fecha.

- Por quem? - Mikoto arqueia uma sobrancelha.

- Por Fugaku. - Itachi e Mikoto dão espaço para ele passar.

Sasuke desse as escadas ainda sendo observado por seu irmão e sua mãe. Quando estava saindo Fugaku o pára com o braço para deixar um último recado.

- Não esqueça que não haverá volta quando você sair.

- Pode deixar, não vou esquecer. - Ele empurra o braço que estava o empedindo de sair e saí.

O caminho até a minha casa foi longo como ele estava a pé. Sua mãe, depois que ele saiu ficou furiosa. Mesmo ela não sabendo o por que Fugaku o expulsou, ela sabia que não era certo.

- O que ele fez? - Mikoto perguntou chorando para seu marido.

- Como?

- O que o Sasuke fez para você o expulsar?

- Ele está com aquele Uzumaki. - Mikoto ficou incrédula pelo o motivo.

- Você o expulsou por ele estar sendo feliz? É isso mesmo que eu estou ouvindo? 

- Ele é uma vergonha para o clã Uchiha.

- Você só pensa em você e o clã, já parou pra pensar que tudo que você faz, faz pelo clã e nunca para pra pensar em sua família, em como ela se sente?

- Sim, mas é necessário. - Mikoto estava fervendo de raiva.

- Se é assim, faça como quizer, só saiba que se você não mudar vai me perder também. - Ela foi chorando para seu quarto, deixando Fugaku sozinho.

Eu ouço a campainha tocar e vou atender, quando abro a porta vejo o Sasuke com suas malas todo suado. Fico sem entender oque estava acontecendo.

- Eu posso morar aqui com você? - Sasuke pergunta e eu continuo boiando.

- O que aconteceu? - Pergunto preocupado.

- Eu fui expulso de casa. - Arregalo os olhos surpreso.

- Claro, pode entrar. - Ele entra, Kiba fica olhando ele entrar com certa curiosidade. - Mas o que aconteceu pra você se expulso?

- Karin contou pro meu pai sobre nós dois e digamos que ele não gostou nem um pouquinho da notícia. - Ele responde e eu fiquei ainda mais surpreso.

- Que pai ótimo que você tem. - Kiba fala debochando e eu o olho com um olhar mortal.

- Eu vou subir para guardar as minhas co- - Sasuke foi interrompodo pelo o barulho do telefone.

Eu atendo o telefone que estava do meu lado.

Ligação ON

- Alô? - Falo.

- Quem fala é Naruto Uzumaki?

- Sim, é ele mesmo. - Sasuke e Kiba estava parados ouvindo a conversa com curiosidade.

- Me pediram pra te informar que o seu padrinho foi encontrado morto em sua sala em uma tentativa de suicídio, eu sinto muito. - Eu senti meus olhos, encherem de lágrimas, não estava acreditando que aquilo estava acontecendo. - O velório dele é amanhã as 9 horas da manhã.

- Tudo bem, obrigada por avisar.

Ligação OFF

- Quem era? - Sasuke perguntou preocupado ou notar as lágrimas se formarem em meus olhos.

- Meu padrinho, ele se matou. - Sasuke me abraçou. Eu não consegui me segurar e cai de joelhos, sentado no chão.

- Eu sinto muito. - Kiba abaixou a cabeça.

- Ele era a única família que eu tinha, agora que ele morreu estou sozinho, sem completamente ninguém. - Eu continuava chorando. Sasuke segurou meu queixo e me fez olhar para ele.

- Você não está sozinho, eu estou com você e sempre poderá contar comigo com oque precisar. - Sasuke tentou me acolher.

- E ainda tem eu e o resto do pessoal. - Kiba colocou a mão em meu ombro.

- Eu vou subir pro meu quarto. Se quizer eu posso te ajudar a levar as coisas, Sasuke. 

- Não precisa, além disso sua mão ainda está machucada. - Acenti com a cabeça e subia as escadas de cabeça baixa. 

Demorou mas Sasuke conseguiu levar suas malas pro quarto. Depois deitou cansado ao meu lado e ficamos assim por alguns minutos, até que eu comecei a sentir que ele estava precisando de um banho.

- Sasuke, você não vai formar banho?

- Tem razão, eu estou fedendo. - Ele se sentou na cama. - Você vem junto?

- Sim, além disso eu preciso trocar o curativo.

- Depois que tomarmos banho eu te ajudo com isso.

Levantamos e fomos pro banheiro. Ele ligou o chuveiro pra água ja ir esquentando enquanto tirávamos as roupas. Fazia tempo que eu não via o Sasuke sem roupa, dessa vez percebi ainda mais o quanto ele é bonito com sua pele pálida e seus músculos. Fiquei o observando por um tempo, quando me dei conta que nós tínhamos que tomar banho. 

Entrei no box e deixei a água cair sobre mim. Sasuke entrou depois. Ele me empurrou na parede cuidadosamente e colocou seus braços do meu lado, pediu massagem com a língua e eu concebi sem pensar duas vezes. Me agarrei em seu pescoço e ele me puxou mais pela a minha sintura, que me fez gemer entre o beijo.

Ele começou a beijar meu pescoço, deixando leves mordidas por onde passava. Comecei a sentir seu membro duro cutucando a minha barriga. Logo o meu também ficou. Corei quando senti os dois membros rossando um no outro.

- O que foi gatinho? Está com vergonha de estar excitado? - Corei mais ainda com esse comentário. 

- Tem certeza que é uma boa hora pra gente fazer isso?

- Se você quizer parar eu paro sem problema nenhum, eu só não quero que você fique triste e chorando.

- Não tem como eu não ficar triste.

- Eu não acho que você tem que ficar triste porque ele morreu, tem que ficar feliz porque agora ele está em um lugar melhor, livre de sofrimento.

- Mas ele se matou, ele não foi morto por alguém ou por alguma doença. - Quando percebi já estava chorando de novo.

- Se ele se matou quer dizer que não estava aguentando mais essa vida e precisava ir embora logo.

- Lembrei agora. Amanhã é o funeral dele.

- Você vai? 

- Eu ainda não sei.

- Se quizer eu vou com você se não conseguir ir sozinho.

- Não, não quero que você tenha mais problemas.

- Eu não me importo de me me ter em problemas se for por você. - Ele colocou a mão em minha bochecha e secou as lagrimas que estavam caindo.

- Bobo. - Dei uma risada triste. - Vamos logo terminar de tomar banho.

- Então você não quer mesmo tranzar? 

- Não Sasuke. - Ele cruzou os braços e fez bico parecendo uma criança mimada.

Continuamos a tomar banho. Sasuke ficava tentando tranzar comigo a cada 5 segundos. Quando terminamos nos vestimos e ele me ajudou a trocar o curativo, oque foi um desafio. No final o Kiba que teve que me ajudar porque o Sasuke nunca tinha feito um na sua vida.

Ficamos zoando ele até a hora de dormir. Quando fomos dormir eu e Sasuke ficamos aliviados daquele dia horrível finalmente ter termindo, e amanhã começará mais um dia melhor que esse.

Continua...


Notas Finais


Espero que tenham gostado do capítulo, até a próxima!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...