1. Spirit Fanfics >
  2. Memória do Prazer - Sariette >
  3. Sarah Andrade - Segunda Temporada

História Memória do Prazer - Sariette - Capítulo 101


Escrita por: SwanQueenSapata

Notas do Autor


Boa tarde!☮️❣️

Boa Leitura!❣️☮️

Capítulo 101 - Sarah Andrade - Segunda Temporada


Fanfic / Fanfiction Memória do Prazer - Sariette - Capítulo 101 - Sarah Andrade - Segunda Temporada

Juliette acordou cedinho, pôs a mesa do café da manhã e foi direto para o trabalho. Antes de ir, ela deixou uma cartinha sobre a penteadeira do quarto para a esposa. Ela havia feito o mesmo, com as filhas. 


O trânsito estava parado, ela aproveitou para pensar na noite anterior e no ataque de ciúmes de Caroline. 


….. Na noite anterior ---- (FLASHBACK) ....


Caroline voltou para o quarto antes do previsto e acabou assustando a esposa, a mesma deixou o celular cair no chão. 


_. O que foi, Juliette? - indagou, cruzando os braços. - pq está nervosa? - disse, erguendo uma sobrancelha.


Juliette pegou o celular do chão, o mesmo havia trincando a tela.


_. Fala, Juliette! - falei num tom nada amigável.


Ju começou a gaguejar de tão nervosa. Carolina lançou-a um olhar nada amigável, a loira estava uma fera.


_. Ok! Cê não vai falar, né? - insistiu. - 


_. Não estou te traindo, caso seja isso que queira saber! - murmurou Juliette vestindo o roupão e saindo do banheiro. 


Caroline foi atrás, puxando-a pelo braço.


-. Ainda não terminei de falar. - frisou a loira. - Me dá o seu celular, Juliette. - pediu. 


Ju riu de nervoso. 


_. Não mesmo! - retrucou a morena. - Não estou fazendo nada de errado, tá? - 


_. Então porquê você não me dá o seu celular? Só quero ver as horas... - falou Caroline.


_. Aham! Deixa de mentira, Sarah! - resmungou Juliette, tirando o roupão e se trancando no closet. 


_. Abre a porta, Juliette! - ordenou-a.


_. Não vou! Fica aí com as suas desconfianças! - rebateu, dando um chute na porta. 


_. Oxente! Tá nervosinha ? - provocou-a.


Juliette abriu a porta do closet, ela saiu furiosa, indo em direção a esposa. Sarah segurou o riso, olhando-a.


_. OLHA AQUI CAROLINE, VOCÊ ME RESPEITE! - falou a morena num tom mais alto. Ela ficou na pontinha do pé, apontando o dedo indicador para a esposa. 


_. Abaixa o dedo e fica quieta! - pediu Caroline - Meu gnomo, você anda muito estressadinha! - frisou a loira. - De fato, você tem pavio curto! - 


Juliette mostrou o dedo do meio para a esposa e deitou-se na cama. 


_. Vá te lascar! - disse, ao se cobrir das cabeças aos pés com o edredom.


_. Mulher baixinha nem é gente, é metade! - murmurou Sarah. 


_. Cascavel do agreste! - resmungou Juliette debaixo do edredom.


Carol se aproximou devagar, se enfiando embaixo do edredom. 


_. Bem que você adora essa cascavel aqui, né? - provocou-a. - Adora dormir nos braços da cascavel que eu sei...


Juliette riu em deboche.


_. Bicha burra, na onde que cascavel tem braço? - comentou, rachando o bico.


_. Você me entendeu, Juliette!  - frisou Caroline fazendo bico.


_. Eu sei, não durmo mesmo! Eu amo sentir o seu cheiro, enquanto durmo. - falou se aconchegando nos braços da esposa. - tô com fome... - murmurou. 


(Fim do Flashback)




Ela suspirou profundamente e deu partida no carro. Ao chegar no trabalho, ela se trancou em seu escritório. 


A morena estava perdida em seus próprios devaneios. Ela fungou e limpou as lágrimas que insistiam em cair. 


"Se ela souber daquilo, ela vai terminar comigo pra sempre" - pensou a morena.


A mesma se referia a noite de amor que havia tido com Carolina Peixinho há anos atrás. Aquela foi a única vez que elas "ficaram".


Juliette foi desperta dos seus pensamentos com o seu celular, o mesmo tocava de maneira insistente.


_. Oi, minha paixão - disse Caroline no outro lado da linha. A sua voz era trêmula.


_. Amor, você está chorando? - perguntou Juliette, reconhecendo a voz de choro da esposa. - vida? - insistiu a mesma.


Sarah fungou antes de respondê-la.


_. Não! - deu uma pausa. - Eu tô bem, só queria saber se você estava bem! - frisou. 


Juliette mordeu o lábio, ela sabia que a esposa estava chorando.


_. Eu tô bem! Não chora, por favor! - pediu a mais nova. - Eu te amo muito, meu amor. - resmungou. 


_. Eu já levei as meninas na escola, mainha está dormindo e Carolina está me importunando. - ela disse na parte da madrasta. 


_. MENTIRA! - gritou a baiana.


Sarah revirou os olhos. 


_. Não se matem, por favor! - suplicou Juliette.


_. Estou te atrapalhando? - perguntou Caroline 


- Você nunca me atrapalha! Eu paro o lindo, apenas para falar com você! - frisou amores roubando um sorriso bobo da esposa. - Eu queria te pedir desculpas por ontem, de verdade. Não queria te deixar chateada comigo. - falou a mais nova.


Sarah engoliu seco.


_. Está tudo bem, amor! Eu fui uma idiota! - indagou Caroline. - Eu só tenho medo de te perder, Juliette. 


_. Estamos casadas há anos, amor. - exclamou a morena.- Já passamos dessa fase, vida! - completou.


_. Eu sei, mas ainda tenho medo amor. - sussurrou mordendo o lábio tentando segurar o choro. 


_. Meu amor, não chora, por favor. - pediu Juliette. 


Ju passou um bom tempo conversando com a esposa, até que a mesma se acalma-se. 




Notas Finais


Oiê *-* ❣️❤️

Sdds de vocês!❤️❣️

Especial dias dos namorados? 👀

Cês querem?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...