História Memories - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alya, Chloé Bourgeois, Gabriel Agreste, Hawk Moth, Lila Rossi (Volpina), Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Nino, Personagens Originais, Plagg, Tikki
Tags Drama, Guerra Infinita, Luta, Miraculous, Sad, Vingadores
Visualizações 24
Palavras 1.584
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Finalmente escrevi um cap. GRANDE! Kkkkkk
Não é pra chorar viu ? :)
Sorry qualquer erro e espero que gostem <3

Capítulo 2 - Babás e lembraças


Acordei deitada em uma cama de um hospital, abri os olhos lentamente pra me acostumar com a claridade e vi que Alya e Chloé estavam lá. Quando abri os olhos elas suspiraram aliviadas.

-Amiga, ainda bem que você acordou! – Alya disse com um sorriso

-Ficamos preocupada senhorita Dupan – Chloé diz sorrindo – Não faça mais isso de novo

-Mas ... O-Oque foi que aconteceu ?

-Você desmaiou ... – Alya fala – Mas você tá se sentindo melhor agora ?

-Sim ... Eu acho ...

De repente veio as imagens do que havia acontecido, Hawk Moth pegando os miraculous, pessoas sumindo ... Cat Noir sumindo ....

-Eu queria que tudo isso fosse apenas um pesadelo ... Eu queria acordar na minha casa, com o Adrien ao meu lado ... I-Isso é pedir muito ?

-Você sabe que nesse momento é – Fala a loira com um olhar triste

-Eu queria que as coisas fossem diferentes também, daqui a algumas semanas eu ia me casar com o Nino, já tava tudo pronto – Alya suspira – Já havíamos escolhido o vestido, a igreja... Tudo estava maravilhoso – Ela olha pra mim – Mas agora teremos que esperar eles voltarem, porque eles vão voltar, mas teremos que esperar ...

-Como pode ter tanta certeza disso ? Só temos um miraculous e é o meu, e sozinha eu não dou conta! Ainda temos que achar o esconderijo do Hawk Moth e tentar pegar os seus Miraculous

-E nos vamos, mas agora não. Temos que esperar uns ... 8 meses digamos – Fala a loira – Por que você não nos disse logo ?

-D-Dizer o que ? ...

-Que você tá gravida criatura!!! – A morena fala com um sorriso de orelha a orelha – Eu vou ser titia e você não me fala nada! Que amiga que eu tenho ...

-Desculpa ... – sorrio meio sem graça – Adrien e eu queríamos falar, mas estávamos esperando a hora certa – acaricio minha barriga – Eu queria que ele estivesse aqui ... Ainda não dá pra acreditar que ele sumiu ...

-Estamos assim também Marinette, mas temos que ficar positivas , o Adrien não gostaria de te ver assim com certeza

-Eu sei Chloé ... Mas parece ser impossível tentar ficar animada com tudo o que ta acontecendo ...

-É ... mas tem que ao menos tentar – As duas me abraçam

-Eu amo vocês, ouviram ? – Digo sorrindo

Vesti uma roupa que elas haviam trago. Pelo ao menos ainda tenho elas aqui comigo, elas me levaram até minha casa, e por cada lugar que andávamos na rua, eu tinha lembranças do Adrien. Lembrei daquele dia em que nos escondemos na fonte pra fugir dos fãs loucos do Adrien, foi um dia inesquecível. 
Entramos na minha casa e ficamos na sala.

-Onde vocês acham que o Hawk Moth mora ? Teremos que bancar as detetives agora – Sorrio

-Calma que disso  a Chloé e eu cuidamos, você senhorita, ira ficar de repouso!

-O que?! Mas por que ?!

-Lembre-se que esta gravida, agora vai ter que aguentar a sua médica aqui – Alya aponta pra si mesma, rimos juntas

-Enquanto a gravidinha fica de repouso – Chloé sorri – Teremos que fazer de tudo pra descobrir onde o nojento do Hawk Moth vive, e assim, pegaremos os miraculous e traremos todo mundo de volta!

-Isso poderíamos fazer agora, mas a minha “querida” médica, não quer deixar eu ajudar vocês!

-Calma miga, não pode ficar assim – Alya me abraça – Quer um nescau quer ?

-Eu quero ajudar vocês, e para de me mimar!!!

-Não – Ela ri

-A Alya ta certa Mari, só queremos o seu bem e o dessa criança que tá ai

-Olha, eu to bem e meu filho ou filha ta bem também, vocês deveriam se acalmar ainda tá no primeiro mês, e eu ainda consigo lutar

-Mesmo assim, você não nos contou que estava gravida, agora aguente querida – Alya sorri meio psicopata

-Vai me castigar ?

-Sim! Vamos ficar aqui vigiando a senhorita!

-Eu mereço ...

*** HORAS DEPOIS ***

Chloé e Alya dormiram, ótimas babás elas são. Sai de casa e fui dar uma volta, precisava respirar. Querendo ou não elas tem razão, tenho que cuidar desse bebê que ta vindo, não posso ficar me arriscando por ai.
Parei na praça e me sentei, olhei pra cima e comecei a admirar a lua. Memorias começaram a vir em minha mente.

-Ladybug, vou ter que fechar seus olhos ? – O gato sorrio me mostrando um pano

-Tá bom, tá bom – sorri

Cat vendou meus olhos com delicadeza.

-Agora vou te levar, ok ? – Ele segura minha mão

-Ok – Sorri e apertei a mão do mesmo

Ele começa a me guiar, com calma, eu andava tranquilamente, além do mais eu confio nele. Somos parceiros, precisamos confiar um no outro.

-Falta muito ?

-Calma bugboo, não pode ser apresada ouviu ?

-Haha, muito engraçado

-Essa fala é minha bugboo

Andamos mais um pouco e ele para.

-Chegamos M’Lady – Eu já estava a tirar a venda dos meus olhos mas Cat segura minhas mãos me impedindo de continuar – Eu falei que já chegamos, não que você podia tirar a venda

-Eu ... Tô sentindo cheiro de comida ...

-Espertinha você né ? – Ele ri

-Quando que você vai tirar essa venda em ? Eu quero ver lo... – Antes que eu terminasse de falar, Cat Noir tira a venda dos meus olhos – go ...

Ao abrir os olhos pude ver que estávamos naquele lugar em que ele iria fazer uma surpresa pra mim, e que eu acabei não indo por ir tomar um sorvete com meus amigos. Estava tudo arrumado, do jeito que estava naquele dia.

-Agora poderemos conversar um pouco, e desta vez você não vai fugir bugboo – Ele sorri fofo

-Ok gatinho, a joaninha aqui não vai fugir – Sorrio

Olhei pra uma pequena mesa e nela havia croissants de frango.

-Foi você que fez ?

-Não, comprei em uma padaria aqui perto, é dos Dupan-Cheng, você conhece ?

-Ah ... Conheço sim – Sorrio – A padaria é ótima

-Verdade, é a melhor que eu conheço – Ele sorri

Nos sentamos em uma almofada que havia lá, era bem fofinha. Ficamos conversando sobre assuntos aleatórios a tarde inteira, nem percebemos a hora passar.
Olhei para o céu e já estava bem escuro.

-Tenho que ir agora Cat Noir

-Já ? ...

-Sim, ta bem tarde

-Minha bugboo tem horário pra ficar em casa ?

-Talvez ? – Sorrio – Por que ? Ainda tem mais coisas ?

-Pra falar a verdade sim, foi bem difícil trazer a cama pra cá

-Você trouxe uma cama ?! – Fiquei bem surpresa – Cat seu safado!

-O que ?! Eu só trouxe pra gente ver as estrelas!

Fiquei sem reação. Como pude pensar uma coisa dessas do Cat ? Eu sei que as vezes ele  parece ser meio mulherengo mas ele sempre me respeitou.

-Pra ver as estrelas ? Q-Que legal – Sorri meio sem graça

-Mas se quiser podemos fazer também outra coisinha – Ele ri

-Palhaço

Nos deitamos na cama e começamos a admirar o céu, as estrelas estavam bem brilhantes hoje!

-Fazia tempo que eu não fazia isso ...

-isso o que ? – Ele me pergunta

-Olhar as estrelas ... Acho que a última vez que fiz foi quando eu era criança, eu estava bem animada,  meus pais até escolheram uma estrela pra mim – Falei sem tirar os olhos do céu

-Sério ? E qual é a estrela ?

-acho que é aquela ali – aponto para uma estrela bem pequena

-Sério ? Minha bugboo merecia coisa melhor

-é que na época eu era pequena ainda Cat, por isso escolheram essa estrela, e eu gostei muito

-Queria que meus pais tivessem escolhido uma estrela pra mim ... você tem sorte bugboo

-Não é todos os pais que fazem isso, cada um tem um jeito especial

-O jeito deles é me abandonar ... Meu pai não liga pra mim e ... minha mãe sumiu faz 2 anos

-Sinto muito por você

-Não sinta. A culpa não é sua – Ele suspira

Me espreguiço e bocejo

-Tá com sono ?

-um pouco ... – sorri fraco e Cat me abraça – O que você tá ...

-Dorme comigo hoje – Ele sorri bem fofo

-Mas ...

-Por favor

-... Tá bom – sorri

-Obaaaaaaaaaaaaaaaaa! – Ele dá uma risada contagiante e me aperta mais

-Eu preciso respirar ainda

-Ah, desculpe – Ele sorri

Fiquei perdida nos pensamentos me lembrando daquele dia, e nem percebi que o Luka estava ao meu lado me olhando.

-Luka ?! O-Oi ... 

-Oi – ele sorri – Foi mal eu não quis te assustar

-Não, você não me assustou eu só ... tava com a cabeça em outro lugar

-Eu percebi – ele sorri – nem notou eu chegando

-Desculpa mesmo

-Não precisa se desculpar... Tava pensando no que ?

-Em nada não ... Só uma coisa que havia acontecido ... E a Juleka ? Ela tá bem ?

-Ela sumiu

-Ela também ?!

-Como assim ela também ? Mais pessoas sumiram também ?

-Sim ...  E o Nathaniel como ele tá ?

-Ele tá mal, tá bem preocupado com ela

-Sei ... Além do mais ele é marido dela né ?

-Sim ... Eu to querendo me manter positivo, pensar que ela vai voltar, que ela ta bem, mas é difícil ...

-Eu sei, mas não é impossível – sorri tentando confortá-lo – Ela vai voltar, tenho certeza

-Obrigado ... – ele me abraça e eu retribuo – Você é uma ótima amiga ...

-De nada – Me afasto um pouco dele e me levanto – Tenho que ir agora, minhas babás podem ficar preocupadas

-você tem babás ???

-Longa história


Notas Finais


Não quero fazer ninguém chorar viu ?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...