História .menino ou menina? - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jungkook
Tags Fem Jungkook, Genderfluid, Genderfluid Jimin, Gênero Fluido, Jikook, Jimin, Jungkook, Kookmin, Lgbtq, Não-binário, Non Binary
Visualizações 126
Palavras 586
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Drabble

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


oiii não tenho muito o que dizer entao ate as notas finais~

Capítulo 1 - Único.


Fanfic / Fanfiction .menino ou menina? - Capítulo 1 - Único.

Agora, era um menininho. Com peitinhos em cima, algo a menos em baixo, mas ainda era um. Gostava quando chamavam-o de oppa, em especial, sua namorada Jeongguk.

Sentia-se incomodado com o corpinho de curvas, usava faixas para zerar o volume dos peitinhos que para si felizmente não eram muito grandes. Usava roupas mais folgadas e se sentia melhor e mais bonito, também ficava irritado quando o chamavam no feminino. Ele era menino agora! Já havia tentado explicar às outras pessoas, mas muitas delas não o levavam a sério. E as vezes subia para o seu quarto, ficava nu em frente ao espelho e chorava. Talvez nunca o vissem como um menino.

Eram poucos que o apoiavam, aceitando assim a identidade de gênero do ruivinho. E ele sabia que não estava confuso, havia passado por tanta coisa para chegar ali! Mas o preconceito era tão grande que ao encontrar finalmente com quem pudesse se abrir e ser quem era sem julgamentos, sua felicidade era incomum. Se sentia tão bem em saber que havia quem o enxergasse e reconhecesse que ele existia, sim!

E as vezes, que ela existia também.

Oh sim, A Jimin. Que todos estavam acostumados, e única qual pareciam levar a sério.

Ela também não tinha uma das melhores relações com seu corpinho. Às vezes achava que tinha de mais, outras de menos. Não era das mais femininas, e suas roupas eram das que escondiam mais seu corpo. Compartilhava muitas de suas roupas com o Jimin, também.

Mesmo que sua namorada lhe dissesse que era perfeita, ela não conseguia entender como. Definitivamente não entendia, ou sequer gostava de si própria. Uma vez chorou ao vestir uma saia e se achar tão feia que perdeu a vontade de sair de casa e cancelou o passeio com a namorada. Jeongguk ficava triste.

Triste porque ela era tão linda! E ele também!

A maior nunca foi de ligar para o exterior. De primeira apaixonou-se por Jimin por quem era, apenas um garotinho engraçado e brincalhão, mas que tornava-se tão triste apenas pela menção de certos assuntos que mexiam e sempre mexeriam consigo. E principalmente soube que havia entrado em um beco sem saída quando se viu pensando por dias naquele sorriso feliz e satisfeito, ao ser chamado de oppa sem que precisasse explicar sua situação e passar por momentos agoniantes e que em sua maioria não tinham um bom final e resultavam em outra noite de choro.

Park se sentia mais livre.

Mesmo que somente em suas intimidades, fosse visto da forma que sempre foi. Correspondido e ainda amado! Jeongguk era seu paraíso particular. Ainda sorria bobo quando a grandona advinhava quem estava ali, todos os dias ao primeiro contato que vinha certamente na manhã. Ela sempre estava certa, o conhecia tanto.

Era o motivo de seus sorrisos e também o colo para os choros. O apoio, carinho e afeto que Jimin precisava quando ninguém mais o entendia, porque ela o fazia.

Estava sempre consigo nos problemas que não eram poucos. O aconselhava, secava suas lágrimas e era sempre positiva.

Mas Jeongguk não era simplesmente uma super-heroína. As vezes não era fácil para ela também.

Ela era cuidadosa, cautelosa. Sabia o quão sensível o agora namorado era, o quão fortes eram suas dores e crises como a de dismorfia, ou mesmo a disforia. Não foi sempre a melhor em cuidar disso, em cuidar dele, dela ou delx, mas com o tempo pegou o jeitinho e foi aprendendo.

Jimin não era um monstro de sete cabeças afinal. Era apenas seu namorado, as vezes namorada e namoradx também.



Notas Finais


foi isso galere!!! eu me senti tão bem escrevendo e espero que tenham gostado, de verdade... esse assunto é algo muito pessoal e eu fico feliz quando me entendem, eh isto.💞
ps: sei que o agenero não ficou tao claro me perdoem aaaa
ps2: podem me chamar de oppa tbm pq eu gosto JLAKDÇALK jimin ariel e suas coisas em comum .q


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...