História Mensagem de texto - JungWoo - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Neo Culture Technology (NCT)
Personagens Chenle, Jungwoo
Tags Imagine Jungwoo, Imagine Nct, Nct
Visualizações 84
Palavras 2.063
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Ficção Adolescente, Fluffy, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oie. Essa é minha primeira fanfic do NCT (tirando Prisão, que é One Shot). Eu não sou do fandom do grupo (apesar de ser fã de alguns membros), mas decidi criar essa fanfic com um dos meus Utt's e Utt supremo do NCT 🤧 Eu espero que gostem dessa fanfic, dêem uma chance a ela.

Primeira fic do NCT e primeira nesse estilo. Eu espero que vocês gostem 🦚

O primeiro capítulo vai ser curto, como de costume. Os outros - provavelmente - serão maiores 😜

--> Os personagens irão sendo atualizados ao decorrer da estória (Informações da fic)

Capítulo 1 - Start


Acordei ouvindo um rap super hiper mega rápido, eu me debati na cama, até me confundiria com uma lacraia fritando. Era apenas o despertador tocando a música do meu rapper favorito, todo dia eu me assustava com essa música no despertador. Mas infelizmente - ou felizmente -, eu a amava de mais e jamais tiraria aquela música dali.

- S/N, JÁ ACORDOU?

Ouço a voz de Karla, minha irmã mais velha. Ela cuida de mim desde... sempre? Estava acostumada a ouvir seus berros todos os dias.

- Estou acordada, Karla!

Levantei e peguei a roupa que usaria hoje, indo para o banheiro. Tomei um banho quente e rápido, saindo de baixo do chuveiro rapidamente. Fui para frente do espelho e vi que estava embaçado, claro, era por causa do banho quente. Fiz uma carinha no espelho e a vi se desfazer aos poucos. Faço uma careta em frente ao espelho e ouvi o berro da minha irmã, avisando que eu iria me atrasar. Vesti minhas roupas rapidamente e saí do banheiro, indo para cozinha. Ela estava lá, fazendo o café da manhã.

- Está fazendo frio, leve um casaco. Você pode ir para cada de Nanny, mas volte antes dás oito. Se você voltar depois disso, eu juro que te esgano. Vou chegar mais cedo do trabalho e quero você aqui.

- Okay!

Tomei café rapidamente e depois que me arrumei completamente, peguei minha mochila e dei tchau para minha irmã, saindo de casa. A escola era muito longe de onde eu morava, eu tinha que andar muito. Eu nem sempre tinha dinheiro para transporte, então eu sempre ia a pé.

Ilsan era cheia de flores, principalmente o parque por onde eu passava para ir para o colégio. Era de manhã cedinho, então não tinha quase ninguém no parque, mas já a avenida... já estava cheia de carros e ônibus!

- Quer uma carona? - ouço alguém me perguntar.

Olho para o lado e vejo a pessoa que me irrita só em respirar. Não que eu o odiasse, mas ele é perfeito de mais. Pessoas perfeitas sempre escondem algo.

- Essa bicicleta mal cabe você, JungWoo.

- Eu já disse que você pode ir em pé no apoio, você não vai cair.

- Quando me disse isso? - me faço de desentendida.

- Ontem e todos os dias anteriores a esse.

- Você não deveria dar carona a uma estranha. Eu poderia te sequestrar, sabia?

- Nós estudamos na mesma escola! E eu apenas quero ajudar, sei como é ir a pé. Eu ganhei a bicicleta recentemente.

- Você é um dos populares do colégio, JungWoo. Qualquer popular é rico. Você não tem um automóvel porquê não quer.

- Qual o seu nome? Eu nunca soube...

- Não te interessa.

- Okay, Não te interessa. - reviro os olhos. - Você quer uma carona?

- Não.

- Então eu vou te fazer companhia. - começa a pedalar bem mais lento que antes.

- Eu sou uma sem grupo, eu já disse.

Nós temos uma hierarquia. Uma piramide. Os populares, eles estão no topo de tudo, eles controlam tudo. Logo depois, vem o time de basquete e futebol, os jornalistas do colégio e os dançarinos superiores. Abaixo deles estão a maior parte da piramide, os grupos de Nerd's, Rockeiros, K-poppers, Góticos, etc. Os Sem Grupo são pessoas que não tem grupo, é óbvio. Não fazemos parte da piramide, somos excluídos. Eu quero ser da equipe de futebol, mas o maldito capitão não libera a entrada de mais ninguém agora. O maldito capitão é justamente o JungWoo.

Além de ser metido, popular e capitão do time de Futebol, o desgraçado vencia todas as olimpíadas de matemática do Colégio. Ele era simplesmente o cara mais inteligente que eu já vi na vida. Nos filmes não é assim, os populares deveriam ser burros.

- E eu já disse que eu não ligo. Meus amigos não se importam. Quer dizer, alguns sim, mas eu me viro com eles.

- De qualquer forma, eu não gosto de nenhum popular. Eu não quero sua companhia, JungWoo.

- Okay, Não te interessa. Eu vou indo na frente, então.

Eu apenas o ignorei, vendo-o acelerar sua bicicleta. Ele geralmente me oferecia carona. Era estranho, ele nem sabia quem eu era, apenas me via andando pelo mesmo caminho. Nem na escola nos esbarravamos, e quando nos esbarravamos, era despercebido por ele, o que eu agradecia. Já minha melhor amiga... Ah, a Nanny era boiola pelo JungWoo.

Quando cheguei na escola, vi Nanny com seu grupo de Kpoppers. Me aproximei deles e chamei Nanny, ela se afastou e veio até mim, me abraçando.

- Como você está? - pergunto. - Ontem você estava surtando por causa daquela fanfic com o... KyungSoo?

- Eu surtei de mais, mas estou bem! Agora estou lendo aquela do Harry, a que você me indicou! Me dê Spoiler, Louis fica com o Harry?

- Não posso dar Spoiler!

Ela fez bico e eu sorrio minimamente, cruzando os braços. Eu nunca dava spoiler de uma história.

- Podemos ir andando? Ou você vai ficar com seu grupinho?

- Vamos andando.

Entrelaçamos os braços e seguimos andando. De longe, pudemos ver JungWoo e seu grupinho. Nanny imediatamente se animou.

- Como você gosta dele? Ele é tão metido...

- O JungWoo é tão lindo... se eu pudesse falar com ele... dizer o quanto o amo... mas nenhum "Oi", e quando eu tento, ele sempre me olha sem interesse.

- Ele olha para todo mundo sem interesse!

- Ele te oferece carona. Se o JungWoo me oferecesse carona, eu provavelmente desmaiaria.

- Então troca de lugar comigo! Ele oferece carona a qualquer pessoa. Ele não pode ganhar uma bicicleta e já sai oferecendo carona.

- E você é a única pessoa que não aceita.

- Claro, menino mó' metido.

- Isso é inveja, sabia?

Realmente. Talvez eu tivesse um pouquinho de inveja de Kim JungWoo. Ele era o único popular inteligente que eu já conheci, ele é tão metido. Se eu cometesse algum atentado nesse colégio, certamente, JungWoo seria o primeiro a morrer. O miserável é bom de mais para ser real.

- Deus me livre guarde. Olha aqui, se você quer tanto pegar ele, por que não pede o número e ID dele?

- Não acha que eu já não tentei? Ninguém tem o número dele! Só os amigos e eles não passam para ninguém. E mesmo se conseguisse, eu não sou boa em puxar assunto.

Minha amiga falava 24 horas sobre ele, eu sempre me irritava, o que ele tinha de tão legal? Era só mais um babaca do colégio!

- O que eu faço para você parar de falar dele?

- Me ajuda a conquista-lo!

- Como eu faço isso?

- Eu estava pensando nisso há uns dias! - ela sorri, mordendo o lábio inferior. - Você consegue o número dele e começa a conversar com ele como se fosse eu! Você é ousada e consegue conversar, ao contrário de mim.

Pensei naquela ideia sem sentido. Já li uma fanfic assim uma vez, era o meu sonho fazer algo assim e juntar um casal. O problema é: O garoto tinha que ser o JungWoo?

- Tem mesmo que ser o JungWoo? O Jisung é uma gracinha. - falo, pensando no ex-maknae do grupo.

- Não! Eu amo o JungWoo! Por favor, S/n! Me ajude! Eu faço o que você quiser!

- Você disse que iria fazer uma música para mim, lembra? Ninguém nunca fez nada para mim! Eu ajudo se você fazer algo se declarando para mim, uma música!

- Eu estou totalmente sem inspiração. Mas posso tentar criar uma música para você, apenas me ajude!

- Se você for parar de falar dele, eu faço ele se apaixonar por você em um dia! Eu me passo por você... mas não vou mostrar seu rosto, vou por uma foto qualquer no perfil. Eu faço mistério e quando ele estiver interessado, eu marco o encontro de vocês dois! Igual aquela fanfic!

- Só não roube ele, por favor! O Jisung que é o seu, já combinamos.

- Não, Jisung é fofo de mais. Eu não gosto do metido do JungWoo, então é capaz que eu mande ele tomar no c* na primeira conversa.

- E enquanto o número dele?

- Aquele amigo dele, o Chenle... ele flerta com você. Pede para fazer uma ligação com o celular dele e tenta me entregar.

- Quando?

- Agora! - paro de andar.

Ela arregalou os olhos e se virou para mim, ela parecia chocada.

- Ou é isso, ou eu não te ajudo.

- Okay! - ela sorri. - Mas como vou te entregar?

- O banheiro! Estarei lá, arrasta ele até a porta e inventa qualquer mentira.

Ela assentiu e eu segui na frente, indo para o banheiro. Eu me sentia em uma missão do FBI ou da CIA, me sentia a própria Agente. Quando entrei no banheiro, entrei em uma das cabines, e fiquei encostada na porta, esperando Nanny.

Depois de longos minutos, ela e Chenle apareceram na porta do banheiro. Ela entrou e discretamente, acenei com a mão.

- Eu vou fazer a ligação na cabine, vai ser rápido, eu prometo! Pode por sua senha?

- Demore o quanto quiser! Estarei esprando aqui!

Quando ela apareceu em minha frente, cheguei um pouco para trás e ela entrou na cabine, fechando a porta.

- Cadê? - sussurro.

Ela me entregou o celular e eu entrei no Kakao. Procurei por todos os contatos, então vi escrito "°•°•°Kim JungWoo°•°•°". Conferi que era ele mesmo e olhei o ID, salvando no meu Kakao. Mudei todo meu perfil do Kakao, modificando para um personagem de RPG que eu tinha.

- Devolve e diz que apagou a ligação para o celular não pesar. Ele é burro de mais para acreditar.

- Também pensei nisso.

- Que mentira você usou?

- Que estava morrendo de cólica e minha mãe precisava trazer remédio.

Rimos baixinho e ela saiu do banheiro, voltando a fazer seu papel de atriz. Quando ambos haviam sumido da porta do banheiro, saí da cabine, então ouvi o sinal tocar.

Enquanto andava, decidi mandar uma mensagem para JungWoo. O moleque era esperto, eu tinha medo dele desconfiar algo.

Eu: JungWoo?

Guardei o celular e segui para sala. Sentei em minha cadeira e logo vi Nanny aparecer ali, sentando ao meu lado. Ela estava radiante. Meu Deus, como alguém pode gostar desse menino?

- Quando sairmos daqui, eu vou para sua casa. - falo.

Ela assentiu. Aos poucos a sala foi enchendo. Em poucos minutos, o professor entrou na sala, iniciando a aula.

(...)

- Manooo, você viu as novas atualizações do EXO? Eu estou surtando.

- Não vi nada, não tô' nem aí.

- Stray Kids?

- Não.

- BTS?

- Muito menos.

- Eu posso mandar você ir tomar no c*?

- Aí eu não conquisto o JungWoo para você. - cruzo os braços. - Me respeite.

Ela apenas fez careta. Havíamos saído do Colégio há pouco, ela morava perto, então chegamos logo. Quando entramos, ela avisou logo a sua mãe. Seguimos para seu quarto e eu me joguei na cama, pegando meu celular. Nova mensagem.

- Seu futuro namorado. - falo, a olhando. - Ele me respondeu.

- O que ele respondeu?

Cliquei na notificação.

°•°•°Kim JungWoo°•°•°: Como conseguiu meu ID?

- Só perguntou como consegui o ID.

Eu: Boa tarde rs

Eu: Conseguindo

°•°•°Kim JungWoo°•°•°: Ayla? Não conheço nenhuma Ayla...

Eu: É um personagem de RPG, burro

°•°•°Kim JungWoo°•°•°: Quem é?

Eu: Sou do seu colégio, Nanny

°•°•°Kim JungWoo°•°•°: Existem mil e uma Nannys...

Eu: Mas eu sou diferente, sou sua futura namorada :)

°•°•°Kim JungWoo°•°•°: ...Não é não

°•°•°Kim JungWoo°•°•°: Vai falar quem é ou eu vou ter que bloquear? Ninguém do Colégio tem o meu ID

Eu: Olha, não me bloqueia. Eu quero ser uma amiga, apenas. Você não me conhece, não estou em nenhuma escala alta

°•°•°Kim JungWoo°•°•°: Hum

°•°•°Kim JungWoo°•°•°: Como conseguiu meu ID?

Eu: Made in FBI

°•°•°Kim JungWoo°•°•°: Hum

°•°•°Kim JungWoo°•°•°: Pode me excluir

°•°•°Kim JungWoo°•°•°: Não vou manter conversa com alguém que não conheço

Eu: Confia em mim, somos da mesma escola. Posso até me apresentar depois, mas se aquiete

°•°•°Kim JungWoo°•°•°: Não me manda mais mensagem ou é block

Tentei lembrar de qualquer coisa que Nanny já tenha comentado sobre ele, ele gostava do 1D e eu também, mesmo tendo uma vontade de dar uns tapas na cara dele, admirava seu bom gosto.

Eu: Sou fã do One Direction

°•°•°Kim JungWoo°•°•°: Shippa Larry?

Eu: É óbvio

°•°•°Kim JungWoo°•°•°: Acredita no namoro do Harry com Cara Delevingne?

Eu: Óbvio que não

°•°•°Kim JungWoo°•°•°: Okay, você já faz parte dos meus contatos.


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...