1. Spirit Fanfics >
  2. Mensagens de um....... Baby boy? >
  3. 13

História Mensagens de um....... Baby boy? - Capítulo 13


Escrita por:


Capítulo 13 - 13


Fanfic / Fanfiction Mensagens de um....... Baby boy? - Capítulo 13 - 13


 Quando seu Daddy colocar um vibrador em você com um feitiço que deixa somente ele retirar o objeto não tenha a inocência de pensar que não terá efeito. Isso era o que Draco pensava enquanto estava indo para a sua segunda aula na sala 14, ao longe via seu Daddy que andava sério enquanto ignorava meninas e meninos babando por ele. 

O loiro odiou ver tantas pessoas interessadas no SEU Daddy, quando estava na aula o garoto cometeu um erro. O pequeno estava conversando alegremente com a pessoa que seu Daddy mais odiava e quando o mesmo notou isso o pequeno automaticamente fechou as pernas o vibrador antes desligado agora estava ligado no medio, porém, estava tão potente que o pequeno pensou ser o máximo. 

No fundo de sua mente o loiro conseguiu ouvir o moreno falar algo " baby você acha isso correto? Conversar com alguém que seu Daddy odeia e ainda sorrir para esse alguém? Está encrencado mocinho! Até pensei em ser bonzinho, mas não vejo motivos para tal".  ok Draco logo pensou um "estou fudido". 

O professor lhe perguntou algo ao qual o pequeno não soube responder já que estava perdido de mais na vibração prazerosa que sentia enquanto suas pernas se contorciam por baixo da mesa. A vibração deu uma diminuída e o loiro quase gemeu de descontentamento por isso. Todos o olhavam e ele já estava corado então perguntou ao professor novamente e logo respondeu a pergunta, mas no meio de sua fala o seu Daddy ligou o vibrador novamente e desta vez no máximo. 

O garoto não conseguiu evitar e gemeu baixinho tentando não gemer alto. Era tão forte a vibração e tão gostosa de sentir que o menor quase se perdeu em pensamentos e chegava ao clímax ali mesmo, o loiro só notou que seu Daddy mandava imagens do corpo dele para o mesmo quando observou a imagem do abdômen definido de seu Daddy bem ali. 

O menor teve de se agarrar a sanidade restante para não fazer o que tinha em mente, que se resumia a ir para o colo do seu Daddy e se tocar gemendo com uma vadia. Terminou sua frase com dificuldade e logo o professor voltou a sua explicação. 

Quando era hora do almoço o pequeno que estava agradecido por ter a terceira e quarta aula em paz quase chorou ao sentir o vibrador no máximo novamente e bem no momento em que levava uma colher de comida a boca. O loiro acabou por deixar a comida de lado e subir para seu quarto enquanto agradecia por hoje ser um dia que a parte da tarde era livre. 

O pequeno colocou a mochila na cadeira da escrivaninha e retirou sua camisa seguida de dua calça e boxer, o vibrador ainda estava ligado no máximo e o pequeno se permitiu gemer depois de silenciar o quarto e trancar a porta. O loiro gemeu tanto enquanto se tocava e quando estava perto do clímax a porta foi aberta e logo seu Daddy passava por ela com um sorriso no rosto que logo sumiu ao ver o garoto gozando. 

_ Eu queria ser bonzinho com você baby, mas você nunca obedece o papai então fica difícil. 

_ Desculpa Daddy. O baby não aguentava mais. 

_ Sabia que o seu pensamento de sentar em meu colo na aula e gemer como uma vadia me agrada? Seria tão bom e prazeroso eu iria te foder na frente de todos, acredito que muitos iriam desejar em seu lugar não é mesmo? Acha que o Daddy não percebeu sua feição de raiva quando me olhavam com desejo? 

_ Mas o papai faz de propósito! 

Harry foi até o loiro e o virou ligando o vibrador novamente já que o pequeno não iria conseguir o responder caso estivesse ligado. Draco começou a gemer mais alto e mais manhoso, estava sensível já que acabara de ter um orgasmo então o pequeno não aguentou e gozou novamente enquanto seu Daddy deixava tapas em sua bunda. 

_ Daddy está tão mal, seu bebê é tão desobediente que deixa o Daddy sem outra opção a não ser reeducar o bebê dele. 

O moreno mau terminou de falar quando puxou de maneirs bruta o vibrador de dentro de seu baby o substituindo por seus dedos que estocavam sem piedade o pequeno. Quando mais o menor se remexia e gemia mais o moreno aumentava o ritmo e puxava seu cabelo. 

Draco não acreditou que estava se deliciando apenas com os dedos de seu Daddy já que o mesmo praticamente o fodia com os dedos. Quando o pequeno atingiu o orgasmo pela terceira vez sua boca rosada se abriu em um gemido mudo e o pequeno revirou os olhos. 

O moreno que já estava excitado a bastante tempo adorou ver seu pequeno se deliciando apenas com seus dedos. 

_ Pequeno você quer leitinho? 

_xim papai

_ Então vai ter que vir buscar na fonte. 


 O moreno retirou o cinto e abriu sua calça deixando seu membro de fora enquanto sentava na poltrona que havia ali, o loiro desceu da cama e começou a engatinhar até o maior. O moreno observava seu pequeno enquanto sentia a mão do mesmo subindo e descendo em um ritmo rápido, o pequeno estava com pressa e quando o maior começou a gozar o pequeno parecia esfomeado enquanto lambia e chupava seu Daddy, um jato de gozo pegou no seu rosto e boca. 

O moreno puxou o baixinho para seu colo e começou a passar a língua lentamente nos lábios do pequeno e isso o fez sentir seu próprio gosto, limpou o rosto do seu pequeno lentamente e logo beijou o mesmo. O loiro estava ofegante com as bochechas rosadas e olhava para o Daddy se sentindo sonolento. 

A última coisa que o loiro lembra é de o Daddy limpar a cama com um feitiço e dar-lhe um banho tomando o dele próprio só depois de colocar uma boxer azul bebê no loiro e colocar a chupeta em sua boca. Com isso pegou o menor no colo e o pôs na cama indo tomar seu banho e vestindo apenas sua boxer. 

O moreno deitou e trouxe o loiro para seus braços enquanto dormiam.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...