1. Spirit Fanfics >
  2. Mensagens de um estranho vulgo Sexting; Jikook >
  3. A noite, ela promete

História Mensagens de um estranho vulgo Sexting; Jikook - Capítulo 20


Escrita por:


Capítulo 20 - A noite, ela promete


Fanfic / Fanfiction Mensagens de um estranho vulgo Sexting; Jikook - Capítulo 20 - A noite, ela promete

Esperei meu pai chegar, desci pela janela do meu quarto e pulei na árvore que tem perto, pra estar com o Jimin eu viro até o homem-aranha caraio.

Peguei minha bike e saí na calada da noite, eu já tava suando e nem era do esforço, a ansiedade ta grande, ele não mediu esforços pra me deixar mais louco ainda.

Ai mano, chega me dá um negócio ficar lembrando da bunda dele, e é complicado pedalar de pau duro, porque por mais que meu calção seja frouxo, a cueca aperta, espero não gozar em 2 minutos.

Cheguei na casa do Jimin e fui logo entrando, mas calma galera, foi ele que me deu permissão de abrir a porta sem chamar, ta tarde né.

Ele tava na sala me esperando, tão lindo, corado, mordendo o lábio inferior com uma cara de safado.

Mas apesar disso, eu só consegui reparar nas meias brancas que iam até a metade da sua coxa, e a calcinha de renda vermelha...

Por que causa, motivo e circunstâncias ele faz isso comigo?

Ele não entende que eu só tenho 15 anos? Não tive lá muita experiência sexual, eu não sou virgem, repito, mas faço umas boas pesquisas pra poder dar mais prazer a quem eu me envolvo, porém, pesquisa nenhuma te faz ter resistência na hora do sexo, só experiência mesmo... E a minha resistência perante o Jimin é bem pequena.

- Você não tem pena mesmo de mim né Jimin. Precisava ser bonito e sexy ao mesmo tempo? Isso não se faz, vai apanhar desse jeito.

Corri em sua direção e ele correu, me fazendo perseguir ele.

- Para Jungkook. - ele disse rindo enquanto ia em direção ao seu quarto.

- Você é um safado, ainda me leva pro abatedouro. Vem cá, eu prometo que bato devagar.

- Mentiroso!

- Você fica aí com essa calcinha marcando essa perfeição, ela ta gritando assim oh "me bata Jungkook, por favor, me bata" - afinei a voz quando disse isso.

- Quem tá falando isso seu maluco?

- Sua bunda, não ta ouvindo não?

- Idiota. - ele ria e eu ficava mais apaixonado e duro também.

- Vem cá. - o agarrei pelo braço e o puxei, nesse ato o joguei de bruços na cama.

- Me larga Kookie. - ele falava manhoso.

- Peça por favor senhor Jeon, que eu posso pensar no assunto.

Eu estava prendendo suas pernas, eu estava sentado sobre elas só observando sua bunda redondinha.

- Não vou falar isso seu idiota. - ele olhava pra baixo e mordia o lábio.

- Depois não diga que não avisei.

Apertei sua bunda e em seguida dei um tapa preciso e estalado.

Ele gemeu com meu ato, alisei o local e esperei ele falar algo.

- Não vai pedir? Quer que eu bata de novo?

- Não vou falar "senhor Jeon" não seu moleque. - ele disse mas sem se mover, ele parecia bem a vontade pra falar a verdade.

Então depositei outro tapa, que bunda amados, que bunda... Ele gemeu em resposta e balançou o quadril para o lado e para o outro, como se estivesse roçando seu membro que estava em contato com o colchão.

- Porra... Assim você me mata sabia disso? - eu disse ofegante sentindo minhas bochechas esquentaram e meu coração acelerar.

Tirei minha blusa, em seguida tirei meu calção e a minha cueca, pronto, eu estava nu, estava pronto para Park Jimin, ele quis de virar mas eu não deixei.

- Epa! Você ainda não falou "senhor Jeon" hyung, não posso deixar você sair assim.

- Você não tem autoridade nenhuma aqui garoto, é mais novo que eu.

Fiquei por cima dele e me inclinei até seu ouvido: Vai Jimin, pede "por favor senhor Jeon" que eu saio.

Eu só queria ouvir ele falar isso? Não! Eu estava repetindo porque ele parecia estar gostando daquilo, e eu até que também estava, estava até demais.

Comecei a roçar meu pau entre suas bandas ainda cobertas pela calcinha apertada, lambi suas costas até seu pescoço que senti arrepiar com meu ato, mordi ali e ele gemeu novamente.

- Ai Kookie...

Apertei sua bunda novamente e meu membro ja estava gotejando pré gozo.

- Fala Jimin... - sussurrei em seu ouvido.

- Deixa eu me virar senhor Jeon? Por favor? - disse contido, parecia envergonhado por falar aquilo.

Engoli em seco, eu juro que eu adorei, adorei a forma como ele falou, adorei saber que aquilo parecia estar sendo gostoso para ele, porque ele começou a se mexer atrás de mais contato.

- Bom garoto hyung - beijei seu pescoço onde havia mordido antes. - pode virar.

Me levantei e ele olhou pra mim, me devorou com aqueles olhos maravilhosos.

Eu estava de pé na cama quando ele se virou, ele então ficou de joelhos e aproximou sua boca do meu membro com a respiração quente e mãos ansiosas, segurou na base do meu pau com uma mão, e com a outra acariciou minha glande, não resisti e gemi com o toque.

- Hummm, gostoso...

- Isso não é nada senhor Jeon, não é nem o começo. - seus olhos brilharam, ele me olhava desafiador.

Lambeu então meu pau debaixo pra cima, e quando chegou na minha glande, abriu sua boca abocanhando todo o meu pau, ele me engoliu, sério! Ele foi até a garganta sem engasgar, no impulso agarrei seus cabelos quando senti minhas pernas darem uma fraquejada.

- Caralho Jimin, puta que pariu! Me fode!

Senti sua língua habilidosa subir e descer acompanhando o movimento que fazia com a boca, seu olhar não desviava dos meus, eu não resisti e comecei a foder sua boca gostosa.

- De-desculpa hyung, é que... É que... No-nossa - cada pausa era um gemido meu - É que isso... Isso tá... Mu-muito bom... Ahh... Hummm...

Senti sua mão que apertava minha bunda descer até a minha entrada, começando uma massagem lenta com o seu dedo, fazendo com que eu aumentasse o ritmo, tentei parar, eu não queria que fosse ruim pra ele, mas ele mesmo acompanhava meu ritmo, será que a boca dele e a língua não cansam?

Ele parou apenas para chupar seu indicador voltando a abocanhar meu membro e a me invadir com o dedo que ele sabia bem onde tocar.

Eu gemi alto e arrastado quando senti meu orgasmo vir com força dando espasmos que eu não podia controlar, e sem que Jimin se afastasse, engolindo todo o meu gozo e me olhando com aquela cara safada.

- Foi gostoso Kookie? - perguntou enquanto eu tentava me recompor ajoelhado de frente a Jimin.

- Si-sim... Foi muito gostoso, muito mesmo, poxa... Boca gostosa do Caralho. - falei ofegante.

- Sabe Kookie... Eu ainda tô aqui meio que duro, ta vendo?

A calcinha que ele usava só marcava mais seu membro, e eu via o quão necessitado ele também estava, e o quão manchada estava a calcinha pelo pré gozo.

- E o que quer que eu faça por você?

- Lembra que na escola você disse que poderia ser você quem ficaria de quatro? Estava falando sério?

- Mais sério impossível, quero tudo de você hyung, tudo mesmo.

- Mesmo?

- Ai caralho, vem logo e para de enrolar.

- Você é muito mandão e apressado sabia?

- Não sou mandão, é que você não entende como me deixa e sempre me deixou necessitado, sempre fui louco por você hyung, não é novidade alguma.

O puxei com firmeza pela cintura e o beijei, comecei a chupar seu lábio inferior e a invadir sua boca com a minha língua, passando minhas mãos por cada centímetro do seu corpo, sentindo sua pele macia, e sentindo seu membro sendo empurrado por ele contra o meu.

- Hummm Kookie, eu não consigo mais esperar, deita vai. - ele falou ofegante e manhoso.

Eu obedeci, é claro, ele levantou e pegou o lubrificante que estava na mesinha perto da cama e colocou em cima da mesma.

Eu estava de bruços, ansioso por ele, ansioso para sentir seu membro dentro de mim.

Jimin colocou dois travesseiros debaixo de mim deixando minha bunda mais elevada, ele então separou minhas bandas e começou a massagear minha entrada com sua língua molhada e quentinha.

Eu não vou precisar falar sobre chuca não né? Ja sabemos que higiene é necessária, então só precisam saber que estamos limpinhos.

Comecei a me mexer necessitando de mais contato quando senti ele introduzir dois dedos em mim, e tipo... Caralho, mete mais!

O Jimin ele... Jimin é experiente... E isso é muito bom... Bom demais...

Ele sabe exatamente o que fazer, e isso é muito bom.

- Kookie, eu vou meter tá bom?

Eu apenas assenti fazendo positivo com a cabeça.

Ele lambuzou todo seu membro e a minha entrada com o lubrificante.

Ele então começou a passar sua glande na minha entrada, massageando me deixando louco por ele.

- Vai Jimin, para de me torturar, mete logo hyung!

Ouvi sua risadinha quando ele começou a introduzir aos poucos seu pau, eu senti ele me invadir e a me preencher, quando senti seu membro todo dentro de mim ele parou, e esperou pelo meu sinal, depois que a leve ardência Inicial passou eu comecei a me mexer, e ele entendeu que podia se movimentar.

- Jungkook, hummm, que cuzinho gostoso, tão apertadinho o meu bebê.

Ele saía um pouco e voltava com força, e assim continuou, devagar, lento e massacrante, me torturando a cada estocada precisa, me fazendo gemer que nem uma vadia.

- Isso Kookie, geme pra mim vai, deixa eu ouvir essa voz rouca gostosa gemer meu nome.

Ele então aumentou o ritmo e eu ja estava tão duro, comecei a acompanhar me mexendo também, louco por mais contato, louco pra meter em algo também enquanto sentia ele dentro de mim.

Ele segurou firme a minha cintura, nossas peles suadas e quentes começaram a fazer barulho a cada aproximação de sua pele na minha enquanto ele metia em mim.

- Ji-Jimin a-assim, não para por favor... Hummm... Aaaah... Vai...

Estava gostoso, mas eu ainda estava longe de gozar, já que fazia pouco tempo que eu havia gozado.

Já o Jimin estava perto, eu podia sentir porque seu pau estava cada vez mais duro dentro de mim e ele estava metendo cada vez mais rápido.

- Jun-Junkoookieeeee... Hummnmmmm... Me-meu de-deus, não para por favor... Rebola mais vai...

Depois de mais algumas estocadas ele gozou, e se desmanchou em cima de mim, relaxando e se deitando ofegante ao meu lado.

- Jimin... Você é o Deus do sexo, puta que pariu... - falei ofegante pelo ato.

- Jungkook... Agora... Eu... - olhou pra mim e me beijou - eu quero você, falou apontando para o meu membro duro.

- Não precisa pedir duas vezes.

Então... A noite... Ela... Ela promete...


×



Notas Finais


Fiiiiiireeeeeeeee 🍌💦


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...