1. Spirit Fanfics >
  2. Mensagens no Tinder ( BTS - JIKOOK ) >
  3. Dormitórios

História Mensagens no Tinder ( BTS - JIKOOK ) - Capítulo 3


Escrita por: , Nowtaex e Momoh-


Notas do Autor


Oie gente, desculpe a demora mas cheguei.

Desculpe de o cap tá bosta mas eu estava muito preocupada de vocês estarem esperando então...aqui estou.

Capítulo 3 - Dormitórios


 - Fala o que aconteceu, demente!

- Taehyung, foi simples, ele disse que não queria agora, que tinha se arrependido antes e não queria se arrepender de novo. Eu respeitei, me afastei e fomos comer algo e depois eu levei ele pra casa e agora estou aqui repetindo o que eu já falei três vezes seguidas.

- Ah mas me explica! - Já perdi as esperanças do hyung entender.

- Eu cansei. - falei, tirando meu tênis branco e preto e colocando no canto perto da cama naquele dormitório.

- Jungkook, por que você não o beijou logo ?

- Simples, isso era que o Jungkook antigo faria, agora o novo Jungkook respeita.

- Hum, você parece ter gostado do jimin. - comentou no que me deixou pensativo assim que me sentei na cama do Tae.

- É ?

Jimin me trouxe uma energia ótima, uma pureza ele tinha. Eu sentia uma auréola sobre ele. Era fofo os seus jeitos de ser, o seu sorriso era encantador.

Eu não imaginava em nenhum momento de ter coisas íntimas com ele, eu só queria cuidar dele como um gatinho de estimação. Na verdade eu queria proteger ele de todo o mal que existe na terra. Queria que ele se sentisse seguro e soubesse que eu estaria alí, para o que ele precisar.

- Como ele é de perto ?

Ah Taehyung, Jimin era Lindo, era fofo, encantador. O seu cabelo era sedoso e liso, o seu rosto era gordinho e branquinho, a sua boca vermelha era carnuda que quando ele umidecia, passava a língua por cima, me enlouquecia.

- Ele é normal.

- Normal ? - levantou a sobrancelha.

- huh. - concordei.

- Jk, Jk, esse seu "normal" tá escondendo algo.

- Nada haver taehyung-ah. - subi para a cama de cima e me dentei ficando de lado em que o hyung podia ver só minhas costas. - Ele é normal como qualquer um. - na verdade ele era fofo.

- Você não me engana. - talvez Taehyung havia percebido que não havia acontecido realmente apenas isso.

momentos antes :

" - Jungkook... - ouço a voz do menor chamar naquele momento em que respirações se misturavam - nós não podemos.

- huh ? - murmurei como um "por que ?".

- Eu me arrependi antes e não quero cometer o mesmo erro de novo, Jungkook. - Assenti me afastando do menor. Eu poderia o beija-lo de uma vez mas...isso sería o que o Jungkook de antes faria. - Espero que me entenda. - ele fez uma carinha triste por meio que me "rejeitar".

Apenas sorri e bagunçei o seu cabelo, fazendo os fios loiros tomarem a frente de seus olhos e testa.

- Tá tudo bem Chimchim. - respondi recebendo um belo sorriso branco de volta.

Depois daquele momento fomos comer um saboroso kimchi que tinha em um restaurante aqui perto. Levei ele para casa de táxi, pedindo ao motorista que me esperasse enquanto eu acompanhava o menor até o prédio.

- Bom, chegamos. - Falou assim que ficamos em frente ao prédio de seu apartamento. - Obrigado pela noite, eu me diverti bastante hoje.

- Eu que agradeço na verdade. Faz tempo que não me distraio assim... - realmente fazia tempo, porque minhas distrações era sempre álcool e sexo, álcool e sexo. - Bom, então eu já vou. Eu posso ligar pra você ? - Eu consegui o número dele no restaurante, o original, mas com bastante esforço na verdade.

- Sempre. - respondeu e eu sorri mas não queria, eu tentava disfarçar.

- Ah, então está bem. - digo.

- Jungkook. - ele me chama assim que eu havia começado a me virar para ir embora. Ele venho até mim e olhou nos meus olhos e beijou a minha bochecha, mas perto da boca, encostando nos lábios. - Obrigado. - Disse andando para o prédio e entrando, me deixando com uma cara de tacho aqui.

Ele beijou bem pertinho da minha boca.

Oh céus, esse baixinho está me enlouquecendo."

[....]

- Eu ouvi que vai entrar um novato. Vocês estão sabendo ? - Taehyung comentou para os meninos, com aquela sua cara de fofoqueiro.

- Eu tô sabendo. - assentiu o mais velho Jin - Dizem que ele é muito bonito.

- Tão falando que ele se mudou pra cá faz pouco tempo. Será que ele vai ficar com a vaga do quarto de vocês ? - deduziu Namjoon, apontando pra mim, Taehyung e o Hobi.

- Eu só sei que eu pouco me importo com isso. - rebati.

- Hiii, Jungkook bravo logo cedo ? foi rejeitado. - Suga dorminhoco brincou com a minha fala. Poxa eles me conhecem tão bem!

- Ah, vai vê se me encontra lá na esquina suga! - Respondi saindo de lá raivoso, indo em direção a diretoria.

- nossa, que bravo hein. - Escutei o comentario dele quando eu ainda estava por perto.

Olha eu não tô acostumado sendo rejeitado. É primeira vez em anos!

E principalmente o Jimin ? tipo ele é...muito lindo. Acho que não se compara com a beleza de nenhuma garota que eu peguei.

sinceramente pra mim é uma completa vergonha, afinal quem era o badboy da escola que beijava e transava sem dó na escola, saía pra beber e ficava no dia seguinte com muito cheiro de álcool ? Sim, euzinho.

Preciso apagar essa carreira de "besta" pra "responsável". Se o Chimchim souber de cada detalhe eu tô realmente perdido. Meu Deus, o que eu farei ?

- Olá, eu soube que aqui ainda tinha uma vaga disponível... - Minha mente parou, a voz era familiar, de algum lugar; Talvez de um baixinho chamado Jimin. - então resolvi conversar com a diretória pelo telefone quando descobri.

Olhei mais a diante e era ele bem alí na secretaria. O que ele estava fazendo ? eu não sei. A pergunta seria para pedir vaga aqui. Isso é um talvez.

Mas...se ele realmente quer vaga isso significa que ele irá ficar no dormitório masculino e no meu quarto. No meu e dos meninos.

Afinal, como ele sabe que tem uma única vaga aqui ? aquele boca de trombone do Taehyung deve ter dito. Aposto que foi só para nos aproximar. Argh, essa mania do Tae de juntar a minha pessoa com todo mundo, aiai.

- Sim, um amigo me comentou que aqui tem uma vaga.

- Ah sim. Sobrou uma vaga nos últimos registros de matrículas. Qual o seu nome ? - a dona da secretaria perguntou.

- É Park Jimin.

O loirinho iria estudar na mesma faculdade que eu e agora eu teria que encarar.

[....]

- Então quer dizer que o Jimin vai estudar aqui ? - Taehyung questionou logo depois de eu explicar toda a situação.

- Sim e é sua culpa.

- Hurruooo. - o doido gritou quase chamando a atenção daquele povo naquele refeitório.

- Cara por que você gritou boy ?

- Eu consegui. Vou juntar um casal lindo.

- Eu já disse que não irá ter um casal.

- Já tem até o nome do shipper : Jikook. - Quase morri engasgado com a minha própria saliva. Esse garoto só pode tá brincando.

- Olha - olhei com uma careta - você tá brincando né ?!

- Eu irei até escolher as decorações do Casamento.

- Tá legal Taehyung, agora cala a boca.

Vendo a fila se movimentar naquele lugar, começamos a andar e olhar as comidas e pedir para's moças do local poder colocar em nossas bandejas. Cada coisinha parecia delicioso. Dava água na boca.

Saimos de lá indo em direção a mesa onde se encontrava os restos dos meninos do nosso "grupinho". Quando nos aproximamos os mesmos estavam rindo de algo que pelos olhos os Suga estava contando. Isso não é bom, o Suga sempre conta sobre mim.

- Aí, aí o Jungkook bêbado depois de ter vomitado na mulher lá ele andou até chegar perto de uma garoto de cabelo cinza e o beijou. - Riu sem parar - no outro dia eu fui saber que eles transaram HAHAHA.

- Cala boca Suga! - tampei a boca do hyung. Vergonha.

- Essa sem dúvida é a melhor história que o Suga já contou de fatos sobre o nosso Maknae haha. - Disse o Jin. Não era a Primeira vez que escutará a mesma estória.

- Ha-ha-ha - dei pausas em minha risada irônica - muito engraçado.

- Ah vai Jungkook, achei que você só pegava mulheres. - Namjoon não parava de sacanear com a minha cara, parecia se divertir com a situação.

- isso só era quando estava bem da vida. Tipo quando não estava bêbado. - Suga era realmente um cusão.

- Não é legal ficar falando disso. - digo.

- Hey, olha por onde anda loiro! - se ouve uma voz do outro lado do refeitório. Certo que reconheci, era o Kwan, o garoto mais encrenqueiro e popular da faculdade, eu já estudei com ele no oitavo ano até o terceiro do ensino médio e eu até hoje o odeio.

Kwan não é o cara certo pra fazer amizade e muito menos pra pedir ajuda. Sério se ele vê uma pessoa se queimando no fogo ele é capaz de pegar álcool e jogar. É só um exemplo mas...e se ele já fez ? Ou se ele fizer ? Não confie!

O Kwan além de ser extremamente arrogante, preconceituoso, perveso, um tarado...e mais algumas coisas que você pode imaginar, ele é filho do diretor dessa faculdade e eu só tô aqui ainda só pela misericórdia de tantas vezes que dei soco nesse boy dos inferno.

- Se me empurrar é pedir pra morrer.

- Olha aqui, eu não tenho medo de cara feia. - parece que o sr. Kwan está brigando com alguém que tem coragem.

- A briga tá feia galera. - Suga comenta depois de um tempo.

- he mas vamos deixar isso quieto, nós já nos encrencamos demais com o Kwan. - Explica Namjoon.

- Olha só o que temos aqui.... - Eu só fazia comer minha comida ouvindo toda aquela briga insuportavel. - Além de loiro, bonito, é estressadinho. Um petisco excelente.

É realmente estranho alguém se meter em encrenca com o Kwan sabendo que o mesmo é filho do diretor. Talvez a conclusão pra isso seria essa pessoa não saber dessa história e ser novato.

Loiro ? Essa não Jimin.

Não pensei sem mais nem menos e resolvi ir até o tumulto que teria feito em segundos. Meu coração estava acelerado. Estava preocupado do que o Kwan iria fazer com o meu baixinho.

- Você me deixou bravo, tá bom ?

- Como se eu me importasse com isso. - disse de volta o Loiro. Pude reconhecer direito sua voz doce e meiga assim que pude está próximo da confusão.

Vi com meus próprios olhos o Kwan se aproximando mais do menor, como se fosse beijar ?

- Longe! - Jimin o empurrou. Ok agora ele pediu pra morrer.

- Ah seu baixinho nojento. - Antes que o verme do Kwan desse um soco no Chimchim eu entrei na frente, levando aquele soco, deixando uma marca recém vermelha.

Olhei severamente para aquele menino de olhos extremamente pretos que nem carvão e cabelos lisos da cor de mel. Passei a língua pela extensão de minha boca por cima do sangue que caíra pelo grande soco que levei, vendo o quanto as pessoas estavam chocadas pelos atos que viram. 1: Eu entrei impedindo que Jimin levasse um soco. 2 : aquele boy' iria dar um soco ? E deu né. 3 : Eu levei um soco.

Beleza que essa briga ainda não tá acabada.

- Jungkook-ah ? - Jimin estava surpreso de certa forma.

- Jungkook, Jungkook, aposto que não perdeu a chance de querer brigar comigo, né ? - Sua voz parecia um ruído de garfo em um prato. Me deixava com dor no ouvido.

- Kwan, você pode bater o quanto quiser em mim mas nem pense de tocar um dedo no Jimin. - Respondi sério estando na frente do chimin.

- Ha, já entendi. Ele é seu amigo ? - nos olhou mas não obtendo resposta. Amigos ? Eu diria um pouco mais que isso por enquanto. - Não ? Ah, não brinca. Espera, espera, o Jungkook é gay ?

Mais que isso não poderia me estressar mais.

- Ai já entendi tudo. Os dois estão se pagando claro.

- Cala boca seu idiota! - falou Jimin não gostando nenhum pouco de ter certamente conhecido o Kwan.

- Não julgarei, afinal tem petiscos muitos bons por aí. - o Idiota olhou pra o Loiro atrás de mim.

Ok, passou do limite.

- O que você disse ? - digo.

- O que ? Não gostou Jungkook de eu ter dito com outras palavras que o "seu baixinho" parece delicioso ?!

Isso, eu não tolero.

Olhei severamente para aquele garoto de olhos obscuros. A questão é, agora eu sou o protetor do Jimin.

- Quer saber ? Não, eu não gostei da sua fala.

E aí eu soquei a cara dele. Bem no rostinho branco fazendo uma marca vermelha. Eu não comentei, eu estava usando anéis que tenho costume, acabou meio que arranhando.

Seu rosto havia virado e seu cabelo estava na frente de seus olhos, sua boca entre aberta estava vermelha.

- Corajoso você. - passou a língua nos lábios e me deu outro soco.

- Jungkook! - Jimin venho até a briga pra tentar acalmar. - Parem os dois!

- O que está acontecendo aqui ? - se ouviu a voz da cordenadora. - De novo os senhores estão brigando ? Já perdi as contas. - Falou.

- Foi ele que começou! - a cara de pau do Kwan disse um mentira enorme. Ele que começou toda essa briga.

- Não interessa quem começou! - disse com o semblante nenhum pouco animador. - É melhor que Parem ou vão para diretoria e dessa vez um de vocês sera expulso. - encarei o cara em minha frente no qual fez o mesmo. - Estamos entendidos ?

- Sim senhora. - dissemos juntos.

- Ótimo, agora todos voltem a fazer suas coisas! Vamos! - Disse a mulher com cabelos pretos para todos os fofoqueiros que havia entre nós.

Kwan me olhou atentamente e depois sacou um olhar ameaçador para o Loiro atrás de mim.

- Na próxima eu te pego.

Antes que eu pudesse ir pra cima com tudo Jimin me impediu de fazer tal besteira, vendo o cara de demônio sair com um sorriso horroroso.

- Jungkook, tudo bem. - O baixinho venho na minha frente e me olhou mas eu estava com muita raiva pra me acalmar. - Jungkook.... - me chamou a atenção e eu pude ver e depois daquilo eu me senti melhor.

Ele parecia um anjo com aquela sua carinha perfeita. Eu não encontrava nenhum defeito no Loiro porque em vista não se existia em nenhum lugar alguém como Jimin.

- Tá tudo bem ? - me questionou. Parecia que eu tinha a atenção muito firme em seu doces olhos e toda a sua perfeição.

- Hã, tá, tá tudo bem. E você ? - Estou me sentindo nervoso. Parece que quando estou perto do baixinho eu me sinto um pouco sem nexo.

- Eu tô bem agora. - Ele disse passando a língua pelos lábios, os umidecendo.

Estou mais nervoso por isso.

Acho que Jimin vai fazer eu cometer merdas.

- Achei que iríamos nos encontrar más não desta forma. - se referia pela confusão.

Ok, eu sempre fui um encrenqueiro mas nunca pensei que na minha vida eu iria defender alguém. Aish Jimin está fazendo uma confusão está mexendo com minha cabeça.

Ri soprado e respondi - E eu não imaginava que você iria estudar aqui ?

- Como não ? Você recomendou e disse que essa faculdade tinha uma vaga disponível ainda.

- Eu disse ? - Era confuso, eu não me lembro de ter dito algo parecido. Ou talvez não era eu. Taehyung... - Ah eu disse. Eu disse.

- Está mesmo esquecido Kookie. - Sorriu fofamente. Sorri nervoso.

[....]

- Então, era uma vaga e provavelmente você irá ficar no meu quarto e dos meninos... - comentei.

- Melhor ainda, pelo menos eu conheço você.

- Oh, por que ? Vai querer ficar mais tempo comigo ? - Brinquei.

- Não é o que está pensando! - repreendeu. O que eu estou pensando ? - Eu só não quero ficar sozinho.

- Você não irá ficar só Jiminie. Provavelmente irá fazer amizade. Quem não quer fazer amizade com você e essa sua carinha fofa ? - Fui para sua frente apertando suas bochechas coradas.

- Jungkook, é sério. Eu sou tímido. - Disse fazendo um biquinho.

Ya parece uma criancinha!!

- Onww - achei extremamente fofa aquela sua face adorável.

- Jungkook!

- Ah mas, espera, Jimin tímido ? Mentira!

- Por que você acha que eu estou mentindo ?

- Você quer que eu diga ?

- Quero.

- Ok. Jimin : Sexy, fofo, esperto, Lindo, adorável, fofo, eu já disse isso. VOCÊ É FOFOOOOOOO!

- Jungkook, cala boca! - Riu.

- aish...cute.

- ya, não acredito que você não apresentou seu amigo. - venho direto a nós o Tae curioso.

- Jimin esse é o Taehyung, Tae esse é o Jimin.

- Olá Tae! - Disse um pequeno sorridente.

- Ai meu Deus, como é fofo! - abraçou rapidamente o Tae. - Ai Jungkook ele muito cute cute.

- Ok, ok, agora solta ele tá ? - separei os dois.

- Jungkook tá com ciúmes, mas já ? - disse Tae brincalhão então revirei os olhos. - Então Jimin já conhece o dormitório ?

- Não, ainda não. A secretária me deu o número do quarto mas não faço idéia de como chegar lá. - Deu o papel para o Tae assim que tirou do bolso de sua calsa.

- Eu já sei onde. - sorriu malicioso para mim.

[....]

- Jimin aqui está o seu quarto. - abriu a porta um Taehyung animado.

- Imagino que o quarto de vocês é aqui também...

- como sabe ?

- Tae você não para de sorrir. - disse e eu ri da fofura dos dois. - e outro porque o Jungkook abriu a porta com uma chave com o nome dele.

Vi o baixinho pegar algumas roupas suas que havia trago e colocar no armário que tínhamos no quarto, para que pudesse ficar como estivesse em casa. Ele andou mais adiante olhando em todo lado. Olhou para a cama vaga de cima da cama do J-hope onde não tinha lençois nem nada, estava sem nenhuma capa ou pano no colchão. Fui direto ao armário e peguei um lençóis e um travesseiro guardado e fui até ele.

- Vamos arrumar sua cama. - digo subindo a escadinha e ajeitando tudo.

- Ah então era verdade que o novato iria ficar com a gente. - neste momento J-hope viciado aparece abrindo a porta.

- Hoseok esse é o Jimin, Jimin esse é o Hoseok. Agora que todos se conhecem que sejam felizes, amén. - só ouvia o Tae falando quando eu estava a ajudar o loiro.

- Nem todos, espera só o Suga saber que no final o Jungkook tá saindo com o homem. - disse rindo.

- Cala boca Hope! - povinho sem graça.

- A gente está se conhecendo... - Jimin tinha um tom tímido em certa parte. - Mas o que tem de errado ?

- Saber que o maknae sai com homens sem está bêbado ? Essa é nova.

- Bêbado ?

- Err J-hope sabia que aquele seu jogo lá tá com atualização nova ? Então vai lá jogar, vai. - já estava nervoso com a situação. Se Jimin descobrisse que eu não sou um cara fofo desde nascer ? Era o fim.

- Sério ? - não deu segundos esse garoto animado correu até o seu pc encima da mesa grande no quarto.

Nosso quarto não é tão tipo doramas mas é bem legal. Ele era grande com as camas de um lado e do outro, uma mesa grande apar estudos, armários, banheiro e uma estante de livros e principalmente postes de kpop de todos os grupos que possa imaginar.

Voltando...

- Jimin que tal tomar um banho e dormir, tá tarde né ? - digo. Já estava de noite.

- Mas são 18:10 ainda.

- Então vai tomar um banho e vou pedir comida para o meu baixinho.

- Ai, impressionante que cenas como essa pra viver só meus amigos vivem, eu claro não tenho como viver como um dorama tipo... Love alarm, oh my ghost - disse se deitando em sua cama pondo suas mãos por trás de sua cabeça. - ou quem sabe a última missão do anjo, apenas entre apaixonados...

- Ok Tae, a gente já entendeu que você adora doramas.

- É e preciso terminar school 2015 pra hoje. - correu para pegar seu pc guardado.

- Pruff. - olhei para o Jimin com sua carinha fofa e não perdi a oportunidade de aperta sua bochecha.

- Por que fez isso ? - perguntou.

- Por que sempre tão fofo Jimin-sshi ? - Sorri.

- Jungkook! - disse corado. Como um homem desse pode me deixar tão feliz assim ? Claro ele é fofo demais, areia demais pra esse caminhãozinho aqui.

- Eu vou pedir a comida. Aceita pizza ?

- Sim. - Falou indo até onde suas roupas estavam guardadas e pegando tudo indo direto ao banheiro tomar um banho.

- E vocês querem pizza ? - perguntei aos dois viciados.

- Sim! - responderam em um uníssono.

Depois de um tempo no qual eu pedi a pizza um Jimin saiu do banheiro trajando uma bermuda jeans e uma regata branca. Daí a minha sanidade acabou, o garoto estava com uma regata transparente branca com os cabelos molhados. Sim, minha morte é cabelos molhados. Ele tocou na minha ferida.

- Jungkook, tem alguém chamando na campanhia - disse o loiro mas eu não conseguia não olhar para como ele estava tão lindo apenas com uma bermuda e uma regata. - Jungkook, acorda!

- O que ? - digo.

- A pizza.

- Eu já pedi.

- Jungkook tem alguém chamando na campanhia.

- Ah ok. - fui até a campanhia.

Jimin sempre me distrai de certa forma com sua beleza. Acho que não será tão ruim ter o Jimin no mesmo quarto.

Nunca pensei que um homem poderia me atrair tanto. Quer dizer nunca me apaixonei por um homem, só peguei quando estava bêbado mas era apenas diversão.

Eu quero realmente que com o Jimin seja mais que um dorama, seja um filme de felizes pra sempre.

                      Kim Taehyung :

Acho que meu plano deu certo, 30%. Jungkook parece gostar de ter o Jimin no quarto. Assim não teria só ele de "não viciado" ou talvez pelo fato da suposta atração que ele com certeza deve ter pelo loiro.

O loiro é lindo, tem um corpão, suas pontuações no colégio sempre foi de 8,0 pra cima, Jimin é carismático, engraçado. o que o doido do jungkook quer mais hein ?

Jimin tem uma grande missão de amolecer esse coração de pedra que só pensava em sexo.

Assim que acordei com muriçocas em meu ouvido olhei para o lado e vi que a porta do banheiro estava entreaberta com uma faísca de luz. Puis meus olhos em direção as outras camas e vi que a do Jimin estava vazia, pensei que poderia ser ele fazendo nescessidades mas aí escutei um fungado. Podia ser uma alergia talvez mas pensei nessa possibilidade só até escutar também um choro.

Jimin chorando ? Fiquei certamente preocupado, então levantei em silêncio de minha cama indo em direção a porta do banheiro.

- Jimin ? - botei minha cabeça por entre a porta tendo a visão do pequeno encolhido no chão com lágrimas nos olhos. - Jimin o que houve ? - puis-me a sua frente o olhando.

- T-tae. - chorava.

- Jimin não chore. - coloquei minhas mãos em seu rosto limpando suas lágrimas. - O que houve min ? O que aconteceu ? Pode contar, eu irei te ajudar.

- Tae, e-eu sinto saudade da minha família. - disse tristonho. Então me sentei ao seu lado e coloquei sua cabeça posissionada em meu ombro o abraçando.

- Não fique assim. Você vai se encontrar com eles.

- Mas já faz tanto tempo que não dá mais aguentar a falta deles. - chorou.

- Jimin, não se preocupe, agora eu sou sua família. - digo o abraçando mais confortávelmente.



Notas Finais


Esse vmin amizade tudo de bom 💜 sim resolvi por na fic uma frase que realmente o taetae falou com o Jimin 🤧

Então é isto. Espero que tenham gostado, e se não por favor falem no que posso mudar ou fazer.

Gente eu não estou demorando pra atualizar porque quero, mas estou tendo muita coisa pra pensar, fazer. Então eu peço que não desistam de mim 💜🤧

Espero que entendam...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...