História Mente Diabólica - Imagine Min Yoongi (BTS) - Capítulo 9


Escrita por: ~ e ~larissasousa31

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, Got7, K.A.R.D
Personagens B.M, BamBam, J.Seph, Jackson, JB, Jennie, J-hope, Jimin, Jin, Jinyoung, Jisoo, Jungkook, Lisa, Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Rosé, Suga, V, Youngjae, Yugyeom
Tags Bangtan Boys, Bts, Drama, Imagine Suga, Min Yoongi, Romance, Suga, Tortura, Tragedia, Traição, Violencia
Visualizações 226
Palavras 1.509
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Como combinado estamos ak com o verdadeiro capítulo oito.

Obrigada de coração a todos pelas dicas e apoio.

E espero estar passando a sua altura
@kassi_crazy sua linda (Eu sei q deve tá vomitando por essa melação mas vc me ajudou pakas).



°Boa Leitura

Capítulo 9 - Capítulo Oito


Fanfic / Fanfiction Mente Diabólica - Imagine Min Yoongi (BTS) - Capítulo 9 - Capítulo Oito


                             Capítulo Oito


"No mais fino e doido de

 seu sentimento ela pensava:

 Vou ser feliz! "


Caminhando pelas ruas de Seul com Choi. S/N contou o que ocorreu na noite passada e o que aconteceu mais cedo. Ele escutava atentamente fazendo algumas caretas engraçadas às vezes mas não a interrompeu hora alguma. Terminando de contar perceberam então que já estavam na frente da casa dela, então pararam e se encararam.

- Miga é sério você tem que se benzer. Devem ter jogado uma daquelas pragas bem fortes em você, se quiser eu conheço um pai de santo e...

- Credo fecha essa boca. - Disse fazendo o sinal da cuz e dando um tapinha no ombro dele fazendo que eles sorriem. S/N suspirou olhando para sua casa com as luzes todas apagadas parecia tudo abandonado nem sinal dos empregados e muito menos do seu pai.

Choi a encarou e depois seguiu o olhar dela suspirando apoiou seu braço no ombro da ocidental.

- Ele não está não é?! - Ela confirma. Choi deu um suspiro longo continuando. - Porque ainda fica com ele?! Sabe ... Se quiser pode ficar lá em casa ou posso conseguir um apartamento lá na vizinhança para você ficar.

- Não Choi. - Negou ainda olhando para sua casa. - Ele ainda é meu pai mesmo que eu não o veja à um bom tempo. Quero ficar o mais perto possível dele mesmo que eu não o encontre ele é a única pessoa da minha família.

- Se desejas assim... - Disse triste. - Mas qualquer coisa eu estarei aqui para você.

Ela se virou para ele e sorriu.

- Eu sei.

Eles se abraçaram.

- Bom... então eu já estou indo e não se esqueça de ir no médico amanhã sua loca.

- Oh! Eu tinha me esquecido.

- Novidade. - Rolou os olhos.

- Amanhã bem cedo eu vou não se preocupe. - Sorriu coçando a nuca envergonhada.

- Tá. - Concordou desconfiado. - Mas para garantir eu vou contigo.

- Tudo bem. Até amanhã.

- Até.

Então os dois seguiram seu caminho até suas respectivas residências.


                          ●●●


Saindo da sala de reunião BM se dirige a sua totalmente cansado, seus olhos estão com olheiras profundas, seu corpo doendo parecendo que tinha passado um caminhão encima dele. Pegou suas coisas para ir para casa ao menos tentar tirar um cochilo por que dormir era um privilégio que ele não teria.

- Nossa você está acabado, não dormiu foi? - Jiwoo estava parada na porta com um semblante preocupado.

- Tenho inveja das pessoas em coma. - Disse irônico. Ela sorriu. - Vamos já está muito tarde, não sei o porquê de ainda estar aqui.

Ela corou.

- Bom... Eu ainda tinha uns papéis para preencher.

Ele assentiu e caminharam para fora da sala.

- Como vai o caso daqueles mafiosos? - Ela perguntou tentando puxar assunto.

BM assumiu uma postura séria.

- Estávamos resolvendo isso na sala de reunião. Eles parecem não ter um padrão para quem roubar, sempre cautelosos com os mínimos detalhes possíveis, então não temos quase nada ao nosso favor. - Ele suspirou.

- Hey! - Ela o chamou. - Você  vai conseguir solucionar esse caso.

O detetive sorriu agradecendo.

- Vai querer carona?

- Ah não quero incomodar eu pego um táxi. - Ela negou sem graça.

- Não está tarde, venha eu te levo. - Ele a conduziu ao seu automóvel.


                      ●●●


"Vivo em um mundo cheio de pessoas idiotas que desejam ser o que não são."


- Yoongi abre a porra dessa porta, CACETE! - Jin gritava esmurrando a porta pela milésima vez.

- Já tá' gritando logo de manhã? Meu Deus Jin vai caçar mais o que fazer. - Namjoon aparece com o cabelo bagunçado e a cara amassada.

Jin quase soltou faíscas pelos olhos e se pudesse com certeza sairia fumaça de seu nariz.

- Então me ajude a arrombar essa porta monstrão

- Pra' depois o açúcar das trevas ressurge e me espanca?  Eu não. Tomar no cu é uma coisa pessoal sua num me mete nisso não*. - Se virou e voltou para seu quarto.

- Não acredito que conheci o inventor do arrego*. - O mais velho disse balançando a cabeça em negação. - YOONGI! CAÇAMBA ABRI ESSA PORTA!

- Ele não vai abrir Hyung. - Jungkook apareceu coçando os olhos por ter acabado de acordar. Vendo Jin desesperado

Era de manhã e Yoongi não tinha saído de seu quarto desde ontem a noite. Jin certamente se preocupou pois o ferimento na mão do mais novo era grave -em sua humilde opinião- e poderia inflamar se não cuidasse e certamentese deixasse para o albino ele não tomaria as devidas providências.

Com esses pensamentos Jin toma uma considerável distância e caminha para a porta para arrombar usando seu corpo, mas antes a mesma é aberta por um Yoongi confuso só de toalha. Percebendo que o mais velho iria em sua direção ele dá um passo para o lado deixando ele passar direto pelo seu quarto só parando quando bate na parede caindo em seguida.

- Ô caralho. - Suga olha ele sem entender.

Jin levanta meio zonzo colocando a mão na cabeça para tentar aliviar a dor.

- Eu te chamei por horas por que não me respondeu.

- Por que eu não quis?! - Disse como se fosse óbvio.

- Credo. Bom, vim saber como tá sua mão.

- Só isso? Se for a porta tá aberta pode sair.

Jin rolou os olhos e saiu do quarto sem dizer mais nada.

Yoongi fechou a porta a trancando e se direcionou para o banheiro novamente onde lá poderia se trancar com a seringa, 30 cápsulas de pó e pedras.

                          ***


Sentados na mesa para tomar café todos se mantém distraídos e conversando sobre coisas banais.

- Yoongi você já levou a parte do Chefe? - Jimin perguntou atraindo a atenção de todos.

- Sim. - Disse seco.

- Como? - Taehyung perguntou sem entender como tinha entregado o dinheiro sendo que não o viu sair.

- Sai ontem de madrugada. - Deu os ombros.

Todos voltam a comer até que Jin que estava lendo um jornal se pronuncia se levantando.

- O que significa isso, Yoongi? - O mais velho quase joga o jornal na cara do outro.

O albino abre a página onde havia uma reportagem que dizia.


" Dois dias após um assassinato de Lee-Soon um dos empresários mais famosos da Coréia do Sul, nossa capital Seul, novamente surpreendida por mais um nesta madrugada. A vítima ainda não identifica  foi atingida por golpes de uma faca e após desmaiar, foi asfixiada com um saco plástico e teve o corpo queimado.

A polícia ainda não tem informações sobre  suspeito..."


- Eu e a minha mania de querer colocar fogo nas pessoas. - Sorriu sádico. 

- Você disse que tinha parado. - Namjoon o encara sem entender.

- Minha mente nunca para.

- Mas podiam ter te pegado. - Jin ainda em pé se pronuncia.

- Até parece. - Bufou.- Sabe ... - passou a língua em seus lábios.- Eu precisava desestressar e ele teve a maldita sorte de estar perto de mim.

Yoongi suspirou e saiu indo até seu escritório. Pegou uma bebida e sentou-se na cadeira e lembrou do que aconteceu nesta madrugada.


/Flashback Yoongi on/


Após entregar uma quantia razoável para  Shouhin um dos capangas que o Chefe tinha para organizar tudo em sua volta. Resolvi dar uma volta pelas ruas. Em minha mão um pequeno curativo. O machucado não estava doendo graças as muitas vezes que já me feri então me acostumei.

Muito tempo depois decidi então entrar em um bar para beber um pouco quando sou abordado por um cara aparentemente bêbado.

- Ei não devia tá na minha área. - Falava meio grogue e com um hálito de cerveja barata que benza Deus.

- Sua área? - Arqueei uma sombrancelha.

- Sim seu viadinho. - Disse rindo e apontando uma faca para mim.

Em meio segundo virei um murro em sua cara o fazendo soltar a faca e cair no chão cuspindo sangue. Ver aquilo subiu um calor tão bom. Era prazer. O prazer de ver alguém se machucando. O prazer de ver sangue. O prazer de fazer mal a alguém. É esse prazer que me fez simplesmente pegar a faca agir sem ter noção do que estava fazendo. Era só minha mente agindo e meu corpo reagindo. Quando dei por mim o cara estava todo ensanguentado caído no chão desmaiado. Olhei para minha mão que estava toda suja de sangue, levei a mesma até a boca esperimentando o sangue mas logo o guspi.

- Eca! Tem gosto de merda. Igualmente ao o que você é.

Fui até o beco e peguei um saco plástico que tinha lixo o despejo no chão e volto para o cara colocando o saco preto em seu rosto o sufocando. O bêbado se debatia sem parar tentando puxar o ar mas era impossível. Alguns minutos ele parou e eu tirei o saco o abrindo e colocando o corpo dele dentro. Peguei uma garrafa ainda na metade que estava ali perto - creio que seja dele pós tinha o seu cheiro horrível- despejo o líquido todo encima de seu corpo e pego o fósforo, risco e jogo nele vendo as chamas se alastrarem. 

Sorrindo saio dali caminhando calmamente.





Notas Finais


Bem é isso meu povo! Desculpe se tiver sem criatividade ou sem graça.
Bom como veem eu tento ser engraçada em algumas parte da fic só n sei se tem cabimento. Me perdoem se n tem.


Estou de 'férias' então terá mais cap em breve.


* QUEM ASSISTE WTF BANGTAN?! VAI ENTENDER KKKKKKK


BJS das autoras 😘❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...