1. Spirit Fanfics >
  2. Mentiras. >
  3. Levante.

História Mentiras. - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


views em left & right e stay home.

Capítulo 1 - Levante.


anteontem? sim, tinha sido um dia bom.

mesmo que o céu estivesse nublado, fiquei feliz quando nos vimos na rua. bem, na realidade, eu quem te vi já que seus olhos pareciam mais a vontade encarando o chão do que qualquer movimento ao seu redor.

seu rosto se manteve ilegível por minutos e me perguntei o que se passava em sua mente mas você sabe, preferi fugir de meus desvaneios e lhe chamar do que realmente encará-los. e, como esperado, você sorriu. aquele sorriso amarelado tomou conta de seu rosto e me indaguei. sério, como que eu podia ter arranjado alguém tão bonito para chamar de melhor amigo? pena que meus olhos se levaram pelo encanto e não identificaram o quão falso aquilo podia ser.

nós nos sentamos no banco enferrujado da praça e falamos sobre o tempo, nossas famílias e faculdade. não vou mentir, eu me arrependo de não ter perguntado o por quê quando você me contou que trancaria a faculdade por um tempo. estava tão caído por suas palavras doces sobre como eu estava bonito naquele dia que desperdicei a oportunidade. de qualquer forma, teríamos outro dia para conversar melhor sobre aquele assunto, certo?

durante toda a conversa, seu sorriso não vacilou uma vez se quer. era como se, pela primeira vez, você estivesse realmente prestando atenção em tudo que eu lhe dizia. no fundo, fiquei confuso com toda sua animação mas era melhor acreditar que você tinha tido um bom dia do que te questionar algo.

depois de tudo, quis que marcássemos de nos encontrar outro dia para comermos e nos divertirmos. você apenas riu. tão, tão fraco que chegava a soar como falso em meus ouvidos e mesmo que tenha ficado na expectativa, nenhuma resposta verbal veio. talvez, você estivesse com vergonha de dizer a verdade na minha frente.

eu te disse um até amanhã e você, adeus.

você fez bem, changkyun.

você foi bom e um amigo único também.

eu não consigo ter memórias realmente ruins de ti, sem ser uma única vez em que brigamos. eu te repreendi, dizendo que a morte não era algo para se brincar e você me contrariou. respondeu que a morte era como um estilo doentio de pega-pega. o pegador é a morte e os participantes são divididos em três categorias: os que eram pegos porque se escondiam mal, os que conseguiam fugir e se esconder e os que queriam ser pegos. se eu não tivesse feito birra naquele dia, se tivesse me preocupado em perguntar em qual das categorias você se encaixava, você ainda estaria aqui comigo?

eu li as cartas que me deixou. eu vi suas lágrimas cravadas em várias partes das folhas amassadas. também notei algumas gotas de sangue espalhadas por um dos papéis e no fim, eu cheguei em uma conclusão.

você é um ator.

você é a porra de um ótimo ator, kyun.

agora que me mostrou seu talento, pare com essa sua atuação idiota. se levante desse caixão e me diga que é mentira.  eu não me importo. deixe-me chorar nesse seu terno barato enquanto eu te digo o quão longe suas brincadeiras foram, desta vez. se você fizer isso, eu prometo que irei encontrar um jogo  muito melhor que pega-pega para nós brincarmos.


Notas Finais


changkyun pode ser meio confuso. tente entender sua mente confusa e acabada e falhe miseravelmente. talvez, eu apague isso depois.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...