História Mephistopheles, Experience of Hell - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Sonic The Hedgehog
Personagens Amy Rose, Blaze The Cat, Cosmo, Cream the Rabbit, Dr. Finitevus, Espio the Chameleon, Jet the Hawk, Maria Robotnik, Mephiles the Dark, Personagens Originais, Rouge the Bat, Sally Acorn, Scourge the Hedgehog, Shadow the Hedgehog, Silver the Hedgehog, Sonic The Hedgehog, Vanilla the Rabbit, Vector the Crocodile
Visualizações 2
Palavras 346
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela, Survival, Suspense, Terror e Horror
Avisos: Sadomasoquismo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Hoje vos trago uma nova história com o nosso demônio manipulador, Mephiles The Dark.

Espero que gostem.

Capítulo 1 - Prólogo


Humanos.

Criaturas medíocres, fracas de espírito e com um gigantesco apetite por poder e bens materiais.

Tudo o que poderem tocar, tem valor para eles e o resto são apenas peças descartáveis que são usadas para fazer mover uma grande máquina individual.

A vida. 

São facilmente manipulados pelos prazeres físicos e pela sua fome insaciável de glória. Acham-se tão grandiosos... Mas nas minhas mãos, tornam-se aquele "resto" que desprezam e descartam com uma impressionante facilidade.

Uso-os para alcançar os meus objetivos. Tornam-se os degraus da escadaria do meu palácio de conquistas. E por vezes os soldados do meu exército caliginoso. Cada soldado meu, foi corrompido por falsas ilusões. Todas da minha autoria. Implantadas por mim, nas suas fracas mentes e nos seus ingénuos corações sonhadores.

Tinham a audácia de acreditar que não eram manipulados por mim e que eles eram quem me manipulava. Esses seus pensamentos me divertiam. Eram como as deixas de um bobo da corte, que tentava a tudo o custo divertir o seu tão amado rei. Esperando uma bela recompensa no final de cada atuação, é claro. No final, podemos chegar á conclusão que não é "o seu tão amado rei", mas sim "o seu tão amado dinheiro que o rei possuí". 
Eles não estavam muito longe de ser um bobo da corte, aliás essa era a melhor "expressão" para designar seres como eles.

Ainda criam que eu era inferior a eles, um ser de baixo escalam. Acusavam-me de ser uma criatura ingrata. Que não merecia o que eles me ofereciam de "bom grado". O seu "bom grado" era o disfarce de uma obrigação que eles próprios esforçavam-se por esquecer. O que me ofereciam era uma falsa cela, com a única diferença de ter melhor aparência que uma verdadeira. Ingratidão era uma palavra que aos meus olhos tinha se transformado num insulto.

E eles iriam implorar por terem sequer aprendido essa palavra e o seu significado. Iriam derramar lágrimas verdadeiras no início do julgamento final.

E sobre tudo, iriam pagar bem caro por roubarem-me o que de maior valor eu tinha...

╔═══━━━─── • ───━━━═══╗

"A arma mais poderosa do universo."

╚═══━━━─── • ───━━━═══╝




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...