História Mercy (Jikook) - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtanboys, Depressão, Infantilismo, Jikook, Namjin, Taeyoonseok
Visualizações 90
Palavras 1.502
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Lemon, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá! Estou aqui no começo do capítulo apenas para pedir para lerem as notas finais (?)

Capítulo 2 - Capítulo dois.


Ando calmamente pelos corredores da biblioteca, mas infelizmente, ou não, o Jungkook insiste em ter uma conversa comigo...

- Hey, eu te vi correndo hoje. Aconteceu alguma coisa?- Ele perguntou tão sério. Eu apenas engoli seco na hora.

- Ah... Não, eu só...- Vamos Jimin, uma mentira você consegue.- Eu só tive um imprevisto.- Eu digo e sorrio.

- Um imprevisto?- Ele me olha desconfiado e eu apenas balanço a cabeça positivamente.- Entendi... Somos da mesma sala esse ano, não é legal?

- É sim.- Eu digo meio desinteressado. Ele pode ser muito bonito, pode ser desejado pela escola inteira mas, eu o conheço, conheço a sua reputação e não pretendo me deixar levar.

- Nossa, vamos, empolgação.- Ele diz animado.

- Uhul.- Eu jogo os meus braços para o ar, sorrindo falsamente.

- Gostou da festa de ontem?- Ele me pergunta do nada.

É verdade, sempre tem festas na escola. Principalmente de férias. No começo das férias tem uma de manhã e um dia antes de tudo voltar ao normal, as aulas, etc., tem outra festa, mas dessa vez, de noite.

- Eu não vim.- Eu digo simples.

- POR QUE? MENINO, FOI TÃO BOM!- Ele diz em um tom que me fez rir.

- Eu estava ocupado...- Eu digo meio tristonho. Na verdade, o sr. Park me ocupou.

Flashback on.


- Park, eu vou sair.- Eu digo sem olhar pra ele.


- Posso saber onde você vai?- Ele me pergunta com um sorriso debochado.


- Na escola.


- Essa hora?- Ele diz e olha no relógio.- Você não vai sair, Park Jimin.


Eu o olho estreitando os olhos.


Eu já sei o que vai acontecer. Ele não me proíbe de sair, nunca... Apenas quando vai fazer alguma coisa comigo.


Flashback off.


- Você me parece tão ocupado.- Diz o moreno.


- Pareço?- Solto uma risada.- Eu não sou.


- Então...- Ele começa mas é interrompido pelo Tae que entra quase derrubando a porta.


- TAETAEEE.- Eu grito e corro para abraça-lo.


- JIMINIE.- Ele grita também, um pouco mais alto, e me levanta do chão, me fazendo contornar o seu tronco com as minhas pernas.


- V, eu estava pensando em falar com você.- O moreno diz, fazendo nós tirarmos a nossa atenção do abraço tão caloroso.


- Sobre?- O TaeHyung pergunta, suspendendo uma sobrancelha.


- Uma festa.- O moreno diz simplesmente.


- De novo? Que seja, depois nós vemos. Estou ocupado agora.- Diz o Tae e o Jungkook insiste.


- Vamos ver agora, Tae...- O moreno diz calmo e arrastado.


- Depois Jeon Jungkook.- O Tae diz e, finalmente, me põe no chão.


- TaeTae, eu preciso te contar uma coisinha...- Eu digo baixo mas, alto o suficiente até para o Jeon ouvir.


- Eu posso sair se vocês quiserem.- O Jungkook diz se levantando.


- Fique aí, Kookie. Jimin e eu iremos procurar um lugar menos movimentado.- O Tae diz e pega na manga da minha blusa, me puxando


O "lugar menos movimentado" é quase como um esconderijo para nós dois.


Existe um lugar na escola que eu descobri quando cheguei aqui, o Tae chegou um pouco depois de mim, logo se tornou o meu amigo e eu tomei confiança de o levar lá. É um lugar muito bonito, principalmente na primavera, a minha estação preferida do ano. O lugar é bem florido, contém várias árvores e é o meu refúgio, até de noite. Na verdade, principalmente de noite...


- O que ele fez?- O Tae pergunta, sério e direto.


- Acho que você já deve saber... Mas ele me bateu também. Ele nunca havia feito isso, não durante tal ato...- Eu digo meio cabisbaixo.


- Espera.- O Tae me diz e pega um pedaço de madeira que estava no chão.


- Pra quê pegou isso?


- Pra meter na cara daquele sem alma.- Ele diz levantando o pedaço e imitando um golpe, e também, consequentemente, me fazendo rir.


Essa é uma coisa especial sobre o Taehyung. Ele me faz rir verdadeiramente sem dificuldade alguma.


- Jiminie...- O Tae me chama, enquando eu sento no chão.


- Ung?- Eu respondo, o mais informalmente possível.


- Olha ele, tá todo informal comigo.- Ele brinca, nos fazendo rir.- Por que não o denuncia?


- Não é tão fácil, saeng... Sabe sobre a minha mãe e eu praticamente não tenho família. Se eu o denunciar, para onde eu irei?


- Eu te levo pra minha casa, nem que eu forje um sequestro.- Ele diz rindo um pouco.- Ele não pode fazer isso com você... Você é uma pessoa tão boa, hyung. Você não merece isso.


- Infelizmente, as coisas não são tão fáceis...- Eu suspiro.- Sabemos disso, Taetae.


P.O.V. Jeon Jungkook.


Assim que os dois saem da biblioteca, eu guardo o livro na minha mochila e saio em direção ao corredor. Eu acredito que aqueles cuzões dos meus amigos já chegaram.


Ando até a nossa nova sala. Nada.
Vou até o pátio. Nada.
Vou até o banheiro e encontro os donzelos lá.
Mas o que...

- Vocês estavam pensando em fazer algum tipo de surubão?- Eu pergunto para eles que, ao ouvirem a minha voz, pararam de conversar.

- Eu não tinha pensado nisso, obrigado pela ideia.- O mais alto de todos ali, se pronunciou.

- Aish Namjoon, cala a boca.- O Jin bate na cabeça do Namjoon.

- Eu não sei o porquê mas eu SHIPPO pra caralho.- Diz o Hoseok que estava apoiado no baixinho do bonde, o Yoongi.

- É, eu também.- O Yoongi diz dando de ombros.

- Enfim.- Eu digo e pigarreio, chamando a atenção de todos pra mim.- Eu estava pensando em organizar uma festa com o Taehyung.

- O Kim Gostoso Taehyung?- Hoseok e Yoongi perguntam juntos, fazendo todos nós os olhar desconfiado.

- Parem de nos olhar, até parece que tem algo de errado chamar o Taehyung de gostoso.- Hoseok se pronunciou.

- Ótimo... Vão se assumir quando?- Eu pergunto fazendo todos, menos o Hoseok e o Yoongi, rirem.

- Vocês já sabem que eu sou bissexual, já o Yoongi eu não sei.

- Isso não interessa pra vocês, palhaços.- O Yoongi diz rude.

- Nossa, desculpa aí.- O Jin diz levantando a mão em ato de rendição.

- Olha, isso aqui já tá muito chato.- Eu começo.- E então, vão organizar a festa comigo e o Taehyung ou vão ficar de briguinha boba?

- Vamos ajudar!- O Nam começa.- Eu cuido dos convites, o Yoongi das bebidas, você, o Jin e o Taehyung da organização e o Hoseok da música.

- Ah, eu queria cuidar das bebidas também.- O Jin diz e forma um bico nos lábios.

- Você é mais organizado, amor.- O Nam diz e dá um selinho no Jin que sorri na hora.

- Esperem que eu vou ali sofrer pelo otp.- O Hoseok diz e vai até uma das cabines do banheiro.

- Idiota.- O Nam diz e anda até a saída, sendo seguido por nós quatro.

Quebra de tempo.
Segunda aula.

Física... FÍSICA, EU ODEIO FÍSICA, POR QUÊ? Eu posso pular essa janela? Ir embora? Forjar algo?..

- Então alunos, vocês irão formar duplas na minha aula.- O professor começa a falar, recebendo vários "ae" da sala.- Mas como eu sei que vocês eram de diferentes salas ano passado, eu que escolhi as duplas.- Agora todo mundo fez um "ah" desanimado.- Vamos lá.- O professor começa a falar os nomes.

Min Yoongi e Kim Taehyung.
Jung Hoseok e Kwon Jiyong.
Kim Namjoon e Kim SeokJin.
...

Vários nomes, meus amigos já com as suas duplas e ele nem tocou no meu nome ainda. Isso é frustrante, tem algumas pessoas que eu detesto nessa sala e se eu cair com alguma, com certeza, vai ter briga.

- Jeon Jungkook e Park Jimin. Vocês são os últimos.- O professor finaliza a sua enorme lista.- Eu espero que vocês se saiam bem com as suas duplas e essa aula vai apenas ser para vocês conversarem com o seu amigo, ou amiga, sei lá.- O professor olha para o Jimin e depois pra mim.- Vamos, juntem as suas mesas, o que estão esperando? Um convite formal?- Ele diz meio rude.

Eu olhei para o Jimin, ele olhava em algum ponto específico na sua mesa, tal mesa que não contém nada encima.
Como eu vi que ele não iria se aproximar, eu próprio peguei a minha mesa e juntei à dele que levou um susto com a minha aproximação.

- Me desculpe, eu não queria te assustar.- Eu digo e ele apenas concorda com a cabeça.- Bom... Acredito que é para nos conhecermos, né?- Eu digo o olhando.

- Eu acho que sim.- Ele diz em um tom de voz baixo e calmo.

- Tá tudo bem?- Eu pergunto e ele me encara por alguns segundos, mas logo confirma com a cabeça.- Ótimo... Quando faz aniversário?- Pergunta idiota, Jeon Jungkook.

- Dia treze de outubro.- Ele diz simples.- E você?

- Primeiro de setembro.- Eu digo e sorrio.

- Hm.- Ele solta e volta a olhar para a sua mesa.

- Parece pensativo.

- Desculpe.- Ele diz ainda olhando pra mesa.

- Tudo bem... Pode ficar pensando, não vou atrapalhar.- Eu digo e ele murmura um "obrigado".- De nada. 


Notas Finais


Bom...
Primeiramente: Não se acostumem com capítulo todo dia. Como já citado no meu perfil, ou nas últimas notas finais (não me recordo), eu também tenho essa fanfic em outro lugar. Eu irei postar lá, na outra plataforma, primeiro e logo após aqui.

Segundo: Os próximos dois capítulos serão a história de vida de Park Jimin e Jeon Jungkook. Serão mini capítulos. Peço para apedrejar o pai de Jimin desde já, ele merece.

Só isso mesmo, até o próximo capítulo 🎈


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...