História Mereço Amar E Ser Amada - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Alexander Skarsgård, Bill Skarsgård
Personagens Alexander Skarsgård, Bill Skarsgård, Personagens Originais
Visualizações 11
Palavras 646
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drabble, Drama (Tragédia), Esporte, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Poesias, Policial, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Capítulo 1- Viajem


- Clara venha cá.


- Sim senhor Bill - entro em seu escritório.


- Você está disponível... iremos viajar amanhã eu preciso que você vá comigo pois não sei fazer nada sem você ao meu lado me ajudando - digo de modo frio.




- Claro, eh... qual é o país ou cidade que vamos senhor - abaixo á cabeça.




- Vamos para Rússia... mais alguma coisa - suspiro fechando meus olhos.



- Ah sempre quis ir a Rússia - Falo dando pulinhos de alegria - oh desculpe minha animação - corou.



- Não tudo bem - a encaro - Você já pode ir para sua casa se arrumar... as 22:30 eu passo para te buscar okay.





- Ah obrigado - saio de sua sala, ando para pegar o elevador, entro no mesmo, chego no primeiro andar, me dirijo até a saída do prédio, chamo um taxa e falo ao motorista a direção de minha casa.




Chego em casa jogando meus saltos longe pois odeio usar tal coisa, subo para meu quarto pego uma mala grande, vou até o guarda roupa pego blusas, camisas, calças, peças íntimas e minha bolsa de maquiagem arrumo tudo- Merda já ia
esquecendo dos meus sapatos - coloco eles e fecho a mala - Enfim tudo arrumado - me jogo na cama, me levanto tomo um banho saio visto uma calsinha e uma blusa grende de moletom me deito e acabo dormindo.


*Pov Bill On*


Saio depois de duas horas da empresa, vou ao estacionamento ando em direção ao meu carro, entro fecho á porta do mesmo e dou partida e vou em direção a minha mansão, chego lá chamo o Sebastian.



- Pois não senhor - diz o mordomo da mansão entrando em meu quarto.



- Arrume minhas malas e as suas... iremos viajar e fazer aquele favor ao embaixador, certo.



- Sim senhor - o mesmo vai até meu closet arrumar as coisas que mandei.


《Q. D. T》


Se passou cerca de 6hrs, olho meu relógio e o mesmo ta marcando 21:45 chamo Sebastian para irmos ao apartamento da Clara, chegando lá toco a campainha escuto um "estou indo". A porta e aberta por uma mulher que não era a Clara pergunto.


- Onde está a Clara senhorita.


- Ah sim a senhora Clara está lá em cima dormindo... o que o senhor deseja.


- Vim buscar ela mais ela ta dormindo então será que posso entrar para chama-la.


- Se me permite a pergunta mais o que o senhor e pra ela - a mulher me olhou de cima a baixo me analizando.


- Sou chefe dela - a encaro - mais será que posso ir lá em cima acorda-la.



- Ahhh sim... vocês podem entrar.


- Obrigado - entro no apartamento da Clara que por sinal e muito bem decorado, chego em seu quarto, abro a porta e tenho a visão dos deuses, "Aut; se contro-la Bill, *Da onde tu veio garota* vim de Marte *Wtf ta agora some que tenho que continuar aqui okay* está bem". Continuando...




Repito bem fundo me aproximo da cama, sento, passo a costa da mão em seu rosto, chego perto de seu ouvido e sussurro.


- Clara acorde não tenho muito tempo - falo de modo sexy em seu ouvido, a mesma só resmunga - acorda logo menina - falo num tom mais alto.


- Ahh d-daddy - A mesma tava gemendo, creio que o sonho dela esteja bem quente, com quem será que ela está sonhando - S-senhor B-bill, vai mais rápido - Sorrio com isso.


- Claraaa - grito no ouvido dela.


- Ahhh - a mesma coloca a mão no coração e fica coroada - não me assute mais.


- Você tava sonhando com o que - me faço de inocente.


- N-nada de mais senhor Bill.

Me aproximo mais dela, meus lábios estavam apenas alguns centímetros do dela.






Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...