1. Spirit Fanfics >
  2. Meretriz-Kim Namjoon >
  3. Cap-5

História Meretriz-Kim Namjoon - Capítulo 6


Escrita por:


Notas do Autor


Espero que tenha uma boa leitura

Capítulo 6 - Cap-5


~No amanhecer do dia seguinte~

Song-POV's

Fui para casa mais tarde do que eu planejava, já tinha amanhecido a algumas poucas e relaxantes horas, os raios brilhantes e quentes de sol já podiam ser vistos a algum tempo na nossa cidade, assim como o céu que estava azul em um tom radiante e sem muitas nuvens, hoje o dia com total certeza seria quente, pensando bem, eu e a S/N poderíamos ir no clube hoje, acho que ela vai adorar a idéia, e provavelmente vai esquecer tudo o que aconteceu em um passe de mágica, já fazem semanas que ela me pediu para irmos em um que fica tecnicamente perto de casa, eu e S/N moramos na capital do estado de Minas Gerais, mesmo sendo a capital, ela ainda insiste em dizer que aqui parece uma "roça", pois segindo ela "não tem nada para um joven fazer nesse lugar, mimimi", eu não acho isso e também não gosto quando ela diz coisas assim, moro aqui desde de que...... de que... bom, queria dizer que moro aqui a bastante tempo, além de gostar bastante daqui, essa é a cidade e o estado que me acolheu, sinto como se estivesse nascido aqui, e por isso nós dois já discutimos usando essa "pauta". Apesar de todas as nossas brigas e discussões, nós dois ainda conseguiamos ter uma vida calma e pacata, obviamente quando ela não está enchendo a minha paciencia.

Eu preciso chegar rápido, quero comer meu café da manhã, e MEU DEUS, já estou podre de tanta bebida que derrubaram em mim ontem, estou necessitando de um banho urgente! Depois quando eu digo que odeio muita gente no mesmo lugar ainda me chamam de fresco! Tinham tantas pessoas na festa que nem dava pra andar direito, agora imagina, um tanto de bêbado e drogado num lugar que não tinha como caminhar, sei o que está pensando e concordo com você, aquilo era uma desgraça em formato de festa! Vou precisar de no mínimo uma hora no banho pra tirar esse cheiro de mim. Eu bebo ocasionalmente, e também nos dias que faço isso eu não ingiro muito alcool.

Sinceramente não planejava ficar lá a noite toda, pois se alguém sonhar que ela estava sozinha eu poderia perder a guarda dela, e eu não queria isso, sem S/N, sem acordo, e sem acordo eu poderia dar um grande e eterno adeus ao dinheiro da venda dela; mas uma das mulheres me encantou, Catarina era o seu nome, eu e cat (um apelido carinhoso que eu mesmo dei pra ela ^^) conversamos um pouco, e quando eu dei por mim, estava deitado no quarto de hóspedes com ela quase nua em cima de mim, eu até poderia continuar a contar todos os detalhes da minha noite perfeita, mas imagino que você não queira ouvir isso.

Já estou no bairro em que moro e tenho quase certeza que a preguiçosa privilegiada da S/N ainda está dormindo.

S/N-POV's

Não consegui dormir nem por um minuto essa noite, estava vendo os álbuns de fotos e depois fui olhar meus cadernos antigos, no fim das contas eu revirei todo o meu "baú de memórias". A dor no meu corpo almentou muito de ontem pra hoje, eu também estava com febre e com um pouco de fome, além de a minha cabeça estar criando caraminholas, vou enlouquecer e expludir a qualquer momento como uma bomba colocada secretamente em algum lugar, sem qualquer tipo de aviso prévio. Ontem eu não fiz nada, não gritei, não chamei a atenção de ninguém, nem pedi socorro, uma grande parte de mim me manteve lúcida, e eu percebi que isso não iria me beneficiar tanto, por esse motivo não quis fazer nada disso, mas hoje nem que eu desejasse muito não conseguiria fazer isso, ontem, mesmo sentindo uma dor estonteante e fazendo tudo de uma forma bem lenta, eu conseguia me locomover pelo quarto, hoje nem estou conseguindo mudar de posição para uma mais confortável e isso está começando a me afetar pcicológicamente.

No momento estou com alguns sentimentos conflitantes, como por exemplo: ainda não sei se quero que o Song chegue logo, ou se a minha grande vontade é que ele suma para sempre da minha vida e que eu não o veja nem pintado de ouro, estou com fome, me sinto muito fraca como se pudesse desmaiar a qualquer momento, mas não queria ver aquele traste outra vez, não quero dar mais uma oportunidade para ele me machucar.

Eu e Song estamos morando juntos já tem alguns meses, e ainda não consegui descobrir muita coisa sobre ele, eu sei que ele bebe, pois um dia ele disse que iria trabalhar e chegou em casa tarde da noite com o andar cambaliante, olhos desesperados com as pupílas um pouco dilatadas e estava transpirando álcool, ainda não sei se ele é um usuário de drogas ou algo assim, mas de uma coisa eu tinha a mais plena certeza, ele possuia algum tipo de destúrbio mental, não é natural um ser humano pirar do nada, era só um copo, não é como se eu tivesse matado a família dele!

Eu realmente não me sinto bem, surpreendentemente estou mais fraca do que antes, nunca cheguei a esse ponto e não sei se tem como piorar, ontem quando nós dois brigamos já era noite, por volta das 21:00, e naquele dia eu não havia comido nada desde umas 17:00, então se o relógio do quarto estiver certo, agora são 10:25 estou a dezessete horas sem comer e aquele imbecíl não chegou, o que ele quer!? Que eu morra de fome!? Não é novidade que ele se alegraria desmasiado com a minha morte, mas morrer de pressão baixa é muita crueldade até pra ele! (Eu acho)


Notas Finais


Olá Bee!
Peço desculpa por ter demorado e pelo capítulo, eu reconheço e confesso que não está tão bom.
Eu sei que não justifica, mas estou passando por muitos problemas, problemas estes que estão destruindo o meu pcicológico e consequentemente a minha saúde física.
Eu vou melhorar essa história, só os peço um pouco mais de paciência.
Obrigada por ler! 💜🐝🐝💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...