1. Spirit Fanfics >
  2. Mesmerized by the cold.(KaiSoo) >
  3. Bombs being dropped.

História Mesmerized by the cold.(KaiSoo) - Capítulo 16


Escrita por:


Capítulo 16 - Bombs being dropped.


Bombas sendo jogadas. 





O sol logo chegou dando bom dia aos garotos, o relógio marcava 6:00 da manhã. 

Kyungsoo acordou com seu celular vibrando em cima da cômodo ,com a força do ódio ele abrio os olhos e pegou o objetivo logo atendendo. 



[ Ligação]


-Alô? -disse com a voz sonolenta. 

- Bom dia, Senhor D.O. !

- Bom dia aonde ? 

- Desculpa ter lhe acordado... 

- Fala logo. 

-Eu queria lhe informar que tudo já está sendo organizado para a coletiva de imprensa. -disse uma funcionária. 

- Tudo bem. 

- Os seguranças já estão em seus lugares. 

- Tchau. 

- Até as 10:00 então, Senhor. 


O humor do mais velho não era um dos melhores, por isso nem mesmo Chanyeol que morava consigo se atrevia a acorda-lo antes das 8:30, o Park amava a único vida que tinha. 


O mais velho desligou o aparelho e passou a mão sobre o rosto, respirou fundo e olhou para o lado. Kai dormia tranquilamente de bruços com o rosto virado para o lado do outro. 

Kyungsoo se levantou e entrou no banheiro, sua aparência estava horrível ! Tinha olheiras, seu cabelo estava todo bagunçada, seu rosto inchado e quando entrou debaixo do chuveiro sentiu seu corpo arder. De banho tomado, maquiado para esconder as olhos de peixe morto e lindo como sempre, Kyungsoo tacou um travesseiro em Kai para o acordar. 


- Acorda! -o Alfa rapidamente olhou para o outro.- Oque foi? 

- É assim que retribui a gentileza dos outros? 

- Gentileza ?

- Ah de madrugada... -Kai fala. 

- Aquilo foi uma troca de favores, eu te ajudei no seu cio. Não pense muito nisso garoto. 


Assim ele saio do quarto deixando um Kai com raiva e triste ao mesmo tempo. 


- Esse meio metro!! 


Na cozinha se encontrava um Tao e Kris brigando como sempre, Chanyeol parecendo um sequelado, Lay viajando e Suho fazendo o café da manhã com Luhan. 


- Cadê o Baekhyun e Sehun? 

- Dormindo. -Chanyeol respondeu de imediato.- Vou lá acordar ele. 

- Banhando. -Luhan disse. 

- Vou esperar então. 

- Aconteceu algo, Soo? -Tao perguntou. 

- Ainda não acontece nada... Ainda não. 


Já era 8:49 ,o café da manhã estava posto na mesa de vidro, os meninos conversavam e brincavam, a preocupação sobre a coletiva nem chegava a eles. 


- Eu falei para não fazer aquilo, você é um idiota! -Baek falava com Tao.- Não adianta erguer a sombrancelha, Huang ! 

- Cala a boca e come logo, praga! -o chinês disse pegando uma fatia de bolo. 

- Vocês dois são insuportáveis. 

- Concordo com o Hyung. 

- Fica quieto moleque. -Kris falou com Sehun que lhe deu dedo.- Não teste minha paciência... 

- Não tenho tempo para perder falando com você. 

- Não vamos nos atrasar? -Lay perguntou quebrando as brigas infantis. 

- Vamos sair 9:00. -Chanyeol olhou para seu relógio.- Temos 6 minutos para comer. 


Rapidamente todos começaram a comer mais rápido, menos Kyungsoo que se levantou da mesa para atender uma ligação. 



[ Ligação]


- Fez oque eu mandei? 

- Sim, Chefe ! 

- Vamos ir amanhã para o local, avise aos outros. 

- Pode deixar. 

- Como estão as coisas por aí? 

- Já tem muitos jornalistas, parecem ansiosos para oque vai acontecer. 

- Isso é bom. 

- Quase ia esquecendo, alguém deixou uma carta na recepção hoje. 

- E? 

- É para o Senhor, ela tem uma pequena cobra preta no canto inferior direito do envelope. 

-Não deixe ninguém tocar nisso,intendeu ? 

- Aconteceu algo, Chefe ? 

- Vou pegar quando eu for ,fique com ela por enquanto. 

- Sim! 

- Vou desligar, vamos sair daqui. 



[... ]


O local onde a coletiva de imprensa estava sendo realizada estava simplismente cheia de cameras, gravadores e pessoas com sede de fofocas. Os rapazes chegaram no local e logo paparazzis estavam tirando fotos apressadamente dos 12 homens lindos que sorriam e acenavam para eles. 

Kyungsoo pediu para todos se sentarem e foi para o lado onde o microfone estava posto especialmente para o CEO. Querendo ou não Jongin tinha que se controlar, Kyung tinha uma beleza natural e hipnotizadora. 


- Boa tarde a todos que responderam ao meu chamado de última hora.-sorrio de forma meiga.- Vou deixar que os garotos digam algumas coisas e depois podemos pro seguir. 


Suho se levantou da cadeira que estava sentado e fez conforme Kyungsoo havia dito, assim os outros também fizeram . 


- Sei que todos estão ansiosos por isso, então não vou enrolar .-os paparazzi começaram a cochichar e Kyung sorrio.- Se levantem . 


Lay, Suho, Baek, Chanyeol, Luhan, Sehun, Kris e Tao se levantaram, Jongin também iria mas o Ômega parou ele e mandou permanecer sentado por enquanto. 


- Essas 8 pessoas estão aqui hoje para oficializar os relacionamentos em que estão. 


[... ]


Ao longo da coletiva tudo estava indo bem,os meninos respondiam alegremente as perguntas que lhe eram feitas. Não iria demorar para dar o horário de acabar o evento então Kyung lançou as duas últimas bombas do dia. 


- Como nosso horário esta perto de acabar vou dizer as outras duas novidades. 


Kai olhou para o ruivo e sorrio. 


- Kim Jongin agora é...parte da Word Company. 


O sorriso que tinha nos lábios do moreno se desfez e uma cara de tristeza tomou conta de seu belo rosto, não era aquilo que esperava escutar vindo do homem que amava. 


- E por último não menos importante. Apartir da semana que vem todos eles vão tirar férias de uma semana, então peço a compreensão dos fãs, meus artistas merecem descanço. 


Soo se curvou e então se retirou, atrás de si foram os meninos que estavam felizes com a notícia das férias,apenas Jongin que ainda permanência triste. 


Os garotos estavam na casa do mais velho enquanto o mesmo estava na empresa. Durante o caminho até o residência,acabou tendo uma pequena discursão entrega Jongin e Kyungsoo,por isso do outro ter ido para a empresa. 

Todos perceberam o desconforto de Jongin, principalmente Baek que era muito próximo a ele. 


- Kai tente entender ele. -disse Sehun. 

- Isso não ta ajudando. -Luhan falou. 

- Estou falando a verdade, essa briga foi perda de saliva. 

- Mas o Kyung tem total razão para não ter falado sobre seu relacionamento abertamente ao público,eu também teria feito isso se tivesse em seu lugar-Chanyeol falou enquanto comia uma uva. 

- Como assim? 

- É simples Baek. Kai tem um relacionamento com a Jennie. 

- Eu tinha até esquecido isso. -Chen se pronunciou e assim como os outros, olhou para Kai. 

- Eu e ela não temos nada, isso foi para beneficiar a empresas em que eu estava antes. Ela gosta de outra pessoa e eu também. 

- Mesmo assim, imagina como seria se o nosso ruivinho tivesse falado sobre vocês dois. 

- Chanyeol tem razão.- Tao que minutos atrás brigava com Kris, concordou.- Ele é uma pessoa de muito influência e isso ficaria mal para ele. 

- Não pelo fato de ser gay, mas sim de estar tendo um relacionamento escondido com um cara que namora outra. -o chinês que brigava com Zitao terminou a explicação para Jongin. 

- Eu não pensei nisso.

- Ele esta esperando que você tome a iniciativa, pois ele não vai. 


Chanyeol deu dois tapinhas no ombro do moreno que finalmente soltou um sorriso, tudo agora fazia sentido em sua cabeça. 


- Eu tive medo. -falou coçando a nuca com vergonha. 

- Porque? -Baek pergunta curioso. 

- Meu maior medo e que ele pare de gostar de mim. 


Os meninos fizeram silêncio e logo se ouviu vários elogios besta que fez Kai morrer de vergonha. 



O relógio de parede marcava 20:57 , Kyungsoo ainda estava naquele local sufocado que dava dor de cabeça. 


- Como aquele orelhudo aguentava ficar aqui? 


Perguntou a si mesmo ao se levantar da poltrona branca e ir para a grande janela transparente, a brisa na noite com o frio era confortável para o ser que tinha os olhos fechados e puxava aquele ar com força. 

Seus pensamentos subitamente foram para Jongin. 


- Eu fiz o certo, né? -abriu os olhos e encostou a cabeça no batente.- Eu não podia dizer que estava com ele, isso iria arruinar sua carreira.-passa a mão pelo rosto.- Por que, Kim Jongin? Você só me da trabalho. 


Alguém bate na porta e Soo autoriza a entrada, ele nem sequer se virou para ver quem era. 


- Seu feromônio te entrega.-faloi assim que sentiu braços em volta de sua cintura. 

- Desculpa por ter ficado chateado mais cedo e ter brigado com você... Eu não pensei tão longe igual você. -apoiou a cabeça na curvatura do pescoço do mais velho. 

- Você agiu feito uma criança. 

- Eu sei, me desculpa. 

- Não gosto disso. 

- Vou tentar melhorar. 

- Eu não estava pensando em mim quando tomei aquela decisão. 

- Não? 


Jongin levantou sua cabeça e virou o Ômega para da frente. 


- Eu pensei em sua carreira, pensei em como você seria atingido pelos outros. 

-Mas eu não me importo... 

- Mas eu sim! 

- Soo... 

- Jongin, eu não sou apenas seu Ômega, eu sou seu Chefe e tenho que fazer de tudo para que continue brilhando. 


Sem prestar atenção nas paravras que havia falado para o mais novo, um sorriso lindo aparece nos lábios do moreno. 


- Por que esta sorrindo? 

- Você disse que é meu Ômega. 


Kyungsoo olhou para o lado e tentou disfarçar a vergonha que estava sentindo, Jongin o puxou para um abraço e começou a dar beijinhos em seu rosto pálido. 


- Fica quieto. 

- Coisa fofa!! 


Depois de se aquietar o mais alto ficou observando Kyung terminar algumas coisas. Jongin tinha que adimitir que D.O. Kyungsoo ficava muito sexy de óculos e todo concentrado.

O ruivo logo terminou e chamou a atenção do outro que viajava olhado para si. 


- Kai! 

- ... 

- Kim Jongin. 

- Oi? 

- Vamos. 

- Terminou tudo, Soo? 

- Uhum. 

- Você parece bem cansado. -se levanta e vai para perto do menor.

- Meu corpo ainda dói um pouco, ontem foi meu último dia de cio então ele não está 100% bom. 

- Último dia? 

- Sim, eu tomei medicação durante os dois primeiros dias para não perder trabalho, já ontem eu também tomei mas não funcionou. 

- Qual e o número do seu inibidor? 

- 4/5 . 

- Ta louco? -Kai briga com o outro que o olhou sério.- Isso é uma droga. 

- Idai? 

- Isso é quase a dosagem de um Alfa, é muito forte. 

- Eu sei disso. 

- Se esqueceu que é um Ômega? 

- Todo dia lembro . 

- Sabe o efeito que essa numeração causa em seu corpo? 

- Kai, não precisa desse alvoroço todo.

- Não tome mais isso, por favor. 


O Alfa abaixou a cabeça e pegou na mão do outro que ficou prestando atenção. 


- Só não quero que fique mal por causa disso. 

- Tudo bem. -abraçou o moreno.- Eu vou parar. 

- Obrigado. 

- Vamos para casa? 

- Uhum! 


Kyungsoo pegou o envelope que havia  chegado pela manhã destinado a si e guardou dentro do casaco,assim dois saíram da empresa e entraram no carro, como o menor estava muito cansado deixou o outro dirigir. Nem tinha se passado metade do caminho e Kyungsoo já estava dormindo. 


- Você deve estar muito cansado mesmo, se entregou tão rápido ao sono. -passa a mão nos cabelos vermelhos.- Durma bem. 



O caminho foi em silêncio para não acordar o Ômega, quando chegaram em casa já era 23:50 e todos estavam dormindo, com o pequeno em seus braços foi para o quarto e deitou o mesmo na cama, tirou a roupa que ele usava e trocou por um pijama mais confortável,quando ia apagar a luz vio no chão o envelope. 


-É do Soo? -pegou o objeto e passou o olho.- ...Tem uma cobra.


O moreno ficou curioso para ver porque tinha dentro, mas então começou a pensar em várias formas dele morrendo pelas mãos do Ômega que dormindo parecia um anjinho. 


-Não vou cair em tentação! Gosto muito da minha vida. 


Deixou o envelope em cima da cômoda ao lado do celular do mais velho, apagou a luz  e se deitou ao lado do ruivo que lhe abraçou rapidamente. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...