História Mesmo que eu morra... - Capítulo 8


Escrita por:


Notas do Autor


Olá pessoal! Espero que gostem do oitavo capítulo de Mesmo que eu morra...

A todos, uma boa leitura. Beijos. Fiquem com o capítulo!😙

Capítulo 8 - Só acredito vendo!


Sofia acorda lentamente e ao olhar ao redor, ele nota que não está mais na casa das crianças. Ela estava em um tipo de prédio abandonado. As janelas estavam todas quedradas e tinha cacos de vidro por toda parte, também tinha latões grandes e enferrujados espalhados pelo local.


 Ela estava em sentada em uma cadeira de ferro que também estava enferrujada, suas mãos e pés estavam amarrados. De acordo com a luz do sol meio alaranjada que batia na janela, podia se dizer que já era quase noite.


 Sofia- (Onde eu estou?! Que lugar é esse?!)- Pensa tentando se soltar das cordas que a prendia alí.

 Eric- Vejo que acordou princesa…- Fala do outro lado do cômodo sentado em uma cadeira olhando para uma espada não muito grande.

 Sofia- Eric?! Onde entamos?! Cadê aquelas crianças?- Diz Sofia e em seguida, Eric começa a rir ainda com a espada na mão oque deixa Sofia confusa. 

Eric- Você é muito lerda mesmo não é? Ainda não percebeu?- Fala com um sorriso malicioso nos lábios. 

 Sofia- Percebi oque?- Pergunta Sofia e Eric ri novamente.

 Eric- Ainda não percebeu?! Eu era uma das crianças e a outra era apenas uma ilusão. Haha!- Diz Eric e em seguida se levanta.

 Sofia- (Como eu não percebi antes?!)- Pensa Sofia olhando para o chãomolhado do local.

 Eric- Você é muito boba.- Diz andando até Sofia.

 Sofia- Oque quer comigo?! Por quê não me deixa em paz?!- Fala ainda tentando se soltar.

 Eric- Ah é. Você ainda não sabe quem você é né?- Fala coçando a parte de trás da cabeça e demonstrando preguiça.

 Sofia- Quem eu sou? Do quê diabos tá falando?!- Fala parando de se debater e prestando atenção em Eric.

 Eric- Aff! Vou te explicar… Como você sabe, eu sou um demônio, mas não sou um demônio qualquer. Sou o segundo filho do rei demônio, por tanto, sou o segundo mais forte de meus irmãos. Seu pai fez um pacto comigo duas semanas depois que sua mãe morreu. Ele me pediu para que eu desse dinheiro…conforto etc. Em troca, seu pai me daria sua própria filha. Em falar nisso, coitada de você por ter ele como seu pai! Nem eu que sou um demônio faria isso com minha própria filha!- Fala espantado- 'Tô brincando…faria sim.- Diz com um sorriso malicioso. 

 Sofia- Não pode ser! Isso tudo é mentira! Primeiro, que meu pai nunca faria isso comigo! E segundo, que demônios não existem! Oque diabos acontece com vocês?! Demônios…vampiros…lobisomens?! Que tipo de pesadelo é esse?!

 Eric- Hmm…então você não acredida não é?- Fala ainda com um sorriso malicioso.- Eu não esperava menos de uma garota como você. Bom, acho que você não irá acreditar até que eu prove para você. Estou certo?

 Sofia- Provar? Como vai fazer isso?- Fala segurando o riso.

 Eric se aproxima ainda mais de Sofia ainda com a espada na mão. Eles estavam a apenas alguns centímetros de distância oque fez Sofia ficar nervosa com aquela aproximação tepentina de Eric. Ele coloca a espada no chão do lado dela e em seguida põe uma mão no colo de Sofia e a outra no lado direito do pescoço de Sofia.

 Eric olhava fixadamente para os olhos de Sofia. Quando Sofia notou que os olhos de Eric que eram azuis quase verdes, estava ficando escuros rapidamente até chegar em um tom de vermelho sangue. Ver os olhos dele daquela forma causava arrepios em Sofia. Será mesmo verdade que ele é um demônio?

 Sofia já estava entrando em choque de ver os olhos de Eric daquela forma. Ele finalmente parou de olhar para seus olhos e moveu a cabeça até o lado esquerdo do pescoço de Sofia e isso a fez entrar quase em desespero.

 Eric- Oque foi? Você queria uma prova de que eu não estava mentindo certo? Agora aguente as consequências.- Fala em um tom malicioso e um sorriso macabro.

 Sofia não conseguia falar nada. Seu corpo estava paralisado e ela estava em choque. Ela nunca pensou que aquilo era realmente possível. Eric se aproximou ainda mais de Sofia e lembeu de leve seu pescoço. Depois de alguns segundos ele abriu a boca deixando á amostra suas presas afiadas e modeu Sofia de uma vez.

 Sofia gemeu de dor e tentou se soltar mas, quanto mais ela se mexia, mais sangrava e doia. Depois de um tempo, Eric retirou suas presas do pescoço de Sofia deixando uma marca entre o sangue que escorria de seu pescoço. Ele voltou a olhar diretamente para os olhos de Sofia e controlou seus olhos para que voltassem à cor normal deles.

 Eric- Foi o suficiente princesa? Agora acredita em mim?- Fala e depois lambe um resto de sangue qua havia no pescoço de Sofia.

 Eric pega a espada novamente e corta as cordas que amavavam os pés de Sofia, e em seguidavai até atrás da mesma e corta as cordas que prendiam suas mãos.

 Eric- Coloque esse tampão para controlar o sangramento. Depois você passa algo para aliviar a dor.- Fala entregando um curativo que tirou de seu bolso.

 Depois de alguns segundos Sofia pega o curativo e coloca em seu pescoço. Ela ainda estava em choque e assustada com o que viu então não saiu da cadeira em que estava, mesmo estando solta das cordas que a prendiam. 

 Eric- Oque foi? Por que está tão assustada?- Fala confuso- Tem medo de mim princesa?- Termina de dizer em um tom de malícia. 

 Sofia- Po-por que está me cha-chamando de princesa?- Fala ainda assustada.

 Eric- Ah! Verdade. Eu não acabei de te falar não é mesmo? Bem, mais ou menos uma semana depois de seu pai ter feito o pacto comigo, ele me chamou em sua casa para ganhar mais dinheiro. Eu nunca tinha ido em sua casa quando você estava lá. Você sempre estava no lago ou sei lá onde com a tal "Bela"- Fala e sorri maliciosamente ao pronunciar o nome de Bela.- Enfim…dessa vez, você estava em casa e me viu. Seu pai lhe disse que eu era apenas um amigo distante. Você mal me olhou e saiu de casa. Quando terminei de acertar as coisas com seu pai, você estava no lago e quando eu sai de sua casa, você me viu e veio até mim- É interrompido por Sofia que continua.

 Sofia- Como assim? Eu não me lembro de nada disso!- Fala ainda com um pouco de medo.

 Eric- Se você me deixasse explicar você entenderia!- Fala demonstrando preguiça.- Continuando…quando você chegou perto de mim, você não disse nada, apenas ficou de pé me encarando. Se tem uma coisa que eu odeio é que fiquem me encarando sem motivo. Eu não me emportei se você era mais nova do que eu ou não. Eu fiquei furioso. Então, lhe mostrei minha verdadeira face para te assustar e sai logo da minha frente mas, foi ai que eu me surpeendi. Você se aproximou ainda mais de mim e seus olhos ficaram amarelos e com marcas e símbolos por todo o corpo. Você estava reprimindo meu poder. Eu não consegui nem si quer tocar em você! Ao seu redor se formou uma aura amarela e logo em seguida, você desmaiou.

 Sofia- E-eu fiz i-isso?!- Pergunta em choque.

 Eric- É o que eu tô dizendo né?- Fala revirando os olhos.

 Sofia- Fala sério! Como posso ter certeza de que está falando a verdade?!

 Eric- Aff! Sabia que iria dozer isso. Afinal você é do tipo que só acredita vendo!- Fala revirando os olhos novamente.- Ok. Veja você mesma então.- Ele tira um celular de seu bolso, o liga e o entrega à Sofia.- Esse vídeo foi gravado através de uma câmera de uma casa em frente da sua.- Ele tira o vídeo de pausa e Sofia começa a prestar atenção nele.

 No vídeo, Sofia estava arrumada para sair com um vestido branco, seu cabelo solto com um laço branco e uma sapatilha preta. Ela estava em silêncio de frente à Eric que estava com uma calça jeans e camisa branca de regata. 

 Eles estavam em frente à casa de Sofia. Eric estava de costas para a câmera. O vídeo era sem som e a qualidade não muito boa mas, dava para ver claramente que a parte de trás da cabeça de Eric mudou. Ficando vermelha e com algo que era semelhante à lava fervente em alguns lugares. Seu cabelo aos poucos desapareceu e só restou "linhas" de lava.

 Minutos depois, Sofia fica com seus olhos amarelos e símbolos por todo o corpo, Eric dá um passo para trás e em seguida uma aura amarelada começa a se formar ao redor de Sofia que minutos depois, perde a consciência e cai no chão. A rua estava deserta por tanto, ninguém viu os dois.

 Sofia- E-Eu fiz isso me-mesmo?!- Fala apavorada.

 


Continua…

 

 


Notas Finais


Espero que tenham gostado! Até o proximo capítulo! Tchau!😊💕


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...