História Messages - UNKNOWN - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Romance
Visualizações 7
Palavras 910
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 4 - Your eyes shine...Your mind goes crazy!


Fanfic / Fanfiction Messages - UNKNOWN - Capítulo 4 - Your eyes shine...Your mind goes crazy!

Ele estava tão perto, pensou a mestiça lembrando do acidente que aconteceu na aula de natação. Aqueles olhos azuis como o céu fez a mestiça ficar hipnotizada como pedra. Como ele podia ser tão bonito e atraente ao mesmo tempo?
Não! Pare Amellie, esquece isso!, balançou a cabeça tentando controlar os seus pensamentos malcriados sentando-se na cadeira da escrivaninha.
Respirou fundo, levantou-se depois de um tempo, pegou a toalha e colocou-a sobre seu ombro indo em direção ao banheiro. Ela iria tomar um banho para depois almoçar, estava morrendo de fome.

··°°··°°··°°··

Saiu se sentindo mais leve, dando umas amaçadas leves nos fios escuros de seu cabelo, levou um susto ao ouvir o plim do seu celular, ela sabia que era o tal desconhecido. Pegou-o sem expressão no rosto abrindo mensagens. Assustou-se com a mensagem do garoto. Ela sabia que era um garoto, mas quem né?

Desconhecido: Você estava linda com aquele maiô. Destacava o seu corpo. — 13:30, online.

Amellie: O que? — 13:35, visualizado.

Desconhecido: Não leu? Você estava tão linda... — 13:36, visualizado.

Sentiu suas bochechas esquentarem, deu batidinhas tentando se controlar e começou a digitar uma resposta qualquer para quebrar aquele silêncio.

Amellie: E você estava mais gato ainda. — 13:37, visualizado.

Merda! Eu nem sei quem é o garoto e já mando essa? Apaga Amellie... merda! Ele viu.

Amellie: Não que eu tenha te visto, bem... eu nem sei quem é você mesmo querendo saber... mas eu só estou brincando! Hehehe. — 13:38, visualizado.

Se ela soubesse que era o garoto que havia lhe salvado na aula de natação ela já teria pirado.

Desconhecido: ... — 13:39, visualizado.

Amellie: Está sem palavras? Deve ter ficado vermelhinho, queria estar aí para ver sua cara adorável. — 13:40, visualizado.

Parecia que ela queria provocá-lo, como ele tentou fazer antes. Uma ótima revanche, eu diria. A mestiça sorriu vitoriosa sentindo sua espinha arrepiar ao mandar aquela mensagem. Não se arrependa Amellie.

Desconhecido: Hahaha!!! Engraçadinha, quem ficaria vermelha seria você com nossos corpos colados. — 13:41, visualizado.

Que merda. A mestiça virou um pimentão com o comentário do garoto, respirou fundo para se controlar, eles se conheceram ontem e ela já estava desse jeito? Com o coração querendo sair pela boca?

Amellie: I... idiota. — 13:42, visualizado.

Ela estava ainda em estado de choque, sua mão tremia exageradamente. Não conseguindo quase digitar.

Desconhecido: Ficou vermelhinha princesa? Queria estar aí para ver sua cara adorável.13:43, visualizado.

Ele dá a mesma mensagem que a mestiça tinha dado. Ela abre um pequeno sorriso, e ao perceber dá um tapa em sua cara, que faz um som estranho com a boca de dor em seguida. Burra.

Amellie: Não vem com essa para cima de mim mocinho. — 13:44, visualizado.

Desconhecido: Você é engraçada sabia? Faz qualquer um ficar excitado.13:45, visualizado.

Nossa! O garoto tinha uma intenção tão grande assim de provocá-la? Sim.
A mestiça entrou na brincadeira.

Amellie: Olha quem diz, essas suas provocações me deixam mais quente ainda, quero tirar minha roupa agorinha. — 13:46, visualizado.

Amellie ri com uma cara debochada esperando a resposta do garoto.

Amellie: Ficou sem palavras, mon amour? Quer que eu te ajude a soltar as palavras? — 13:47, visualizado.

Ela dá um sorriso atrevido e vitorioso percebendo que o garoto não iria responder, deixou o celular na escrivaninha, desceu as escadas para a cozinha sentindo cheiro de frango maravilhado.

··°°··°°··°°··

Voltou para o seu quarto pegando o seu celular e deitando na cama. O garoto não estava mais online. Deveria estar envergonhado demais para continuar ou estaria almoçando. Mas se for a primeira opção fico aliviada.
Seu celular salta de sua mão com a vibração de uma mensagem nova.

Desconhecido: Estava me recompondo ao ataque cardíaco que tive agora a pouco. — 15:00, visualizado.

Amellie: Nossa! Eu queria estar aí só para ver. — 15:01, visualizado.

Um riso atrevido soltou de sua boca, a mestiça estava achando engraçado naquele momento. Ela queria realmente saber quem era o garoto, queria uma pista. Mas e se ele recusar? Ele tinha dito que era para esperar, porém a garota não aguentava mais, seus olhos brilhavam por pura curiosidade. Ela precisava enfrentá-lo, não era justo ele saber sobre ela e ela não.

Amellie: Olha... Eu queria que você me fizesse um favor... — 15:05, visualizado.

Ela sabia que eles só haviam se conhecido apenas dois dias, mas ela sentia uma confiança invadindo o seu peito. Ela sabia que podia confiar nele, mesmo sem saber quem ele era. Respirou fundo, sentou-se confortavelmente em sua cama bem arrumada e mandou a mensagem. Ela podia jurar que ele recusaria...

Amellie: Eu te conheço? Por exemplo, nós já nos conhecemos? Eu não aguento mais, só dá uma dica. — 15:07, visualizado.

Ela esperou dois, três, quatro, cinco minutos. Já estava impaciente.

Amellie: Se não quiser tudo bem, não estou te forçando a nada. — 15:12, visualizado.

Desconhecido: Eu sou da sua escola. — 15:13, visualizado.

Finalmente ele havia respondido, ela estava surpresa pela iniciativa do garoto. Nem imaginava que ele tinha pensado bastante se iria ou não dar uma dica para ela. Por que não?

Os olhos da mestiça brilhavam como nunca, seu coração enxia de esperança, só faltava mesmo encontrar o garoto. Ela estava tão feliz, que deu pulinhos na cama fazendo um pouco de barulho no apartamento. Ainda bem que seus pais estavam trabalhando.

Ela estava feliz, mas do outro lado daquelas imensas mensagens, um rosto assustado que engolia o seco, estava com medo que ela descobrisse o mais rápido possível. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...