História Mestre kakarotto ( em revisão) - Capítulo 58


Escrita por:

Postado
Categorias Dragon Ball
Personagens Androide Nº 17, Androide Nº 18, Bardock, Bra, Brolly, Bulma, Caulifla, Chichi, Freeza, Gine, Gohan, Goku, Goten, Hit, Kakaroto, Kuririn, Mr. Satan, Tights Brief, Trunks, Turles, Vados, Vegeta, Videl, Whis
Tags Bra, Bulma, Chichi, Dragon Ball, Gochi, Goku, Goten, Kakarotto, Máfia, Trunk, Vegebul, Vegeta
Visualizações 189
Palavras 1.648
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ficção, Hentai, Lemon, Policial, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


boa leitura a todos

Capítulo 58 - O despertar


Fanfic / Fanfiction Mestre kakarotto ( em revisão) - Capítulo 58 - O despertar

Vários socorristas agora entravam-no local e a cena era de total carnificina. Lunch estava acompanho ele escuta os gritos de Bulma ecoando no local

-vem por aqui – lunch fala a dois socorrista indo até o fundo do armazém o mais rápido que podia. Chegando a uma das salas ela ve vegeta em uma poça de sangue e Bulma pressionando com as duas mãos dois graves ferimentos a bala. Ela estava toda suja pelo sangue dele e os restos de Nappa. Não havia tempo a perder

-não podemos tirar as mãos dela do ferimento. – anuncia um dos paramédicos.

A maca é descida até o chão e Bulma fica ajoelhada sobre o corpo de vegeta com a maca sendo erguida novamente. A pulsação e checada. Estava muito fraca. Eles correm com a maca que entra no helicóptero a caminho do hospital geral. Bulma estava aos prantos sobre o corpo de vegeta fazendo toda força possível para impedir o sangue de sair. Os lábios dele estavam ficam roxos. Ela observa os primeiros atendimentos. Uma sonda é introduzida por sua garganta

-Está obstruído- um deles anuncia puxando a mangueira que estava encharcada por sangue.

-o pulmão está comprometido – o outra voz ecoa

A roupa de vegeta é cortada e um liquido marrom é jogado e um encaixe das costelas é perfurado fazendo derramar uma enorme quantidade de sangue. Bulma olha a cena aterrorizada. Então tubo é introduzido novamente e uma respiração mecânica com um inflador é iniciada. Vários plug são colocados sobre ele as maquinas começam a processar os índices. O coração estava muito fraco e bem como a pressão e a oxigenação que agora dava uma leve subida. Alguns dos vários ferimentos a bala são parcialmente estancados deixando os mais graves embaixo de suas mãos que os continham em desespero. A linha cardíaca começa abaixar Bulma olhava para vegeta e para o monitor. Aquele helicóptero estava demorando muito. Aqueles pousos minutos do deslocamento pareciam horas... um bip longo é ouvido. Alinha cardíaca estava parada fazendo a respiração querer cessar

O desfibrilador e carregado

-180, afasta – fala o socorrista empurrando Bulma que ao tirar a mão vê o sangue sair depressa – carga

O corpo de vegeta sofre a descarga elétrica e a linha cardíaca da um salto voltando a zero

- Em dá 220 rápido. Tempo?

-5 segundos – anuncia o outro -carga completa

Novamente o corpo sofre a descarga

-Droga. Preciso de 100mg de adrenalina

O liquido é injetado

-Carrega – o socorrista grita.

As mãos de Bulma iam e vinham de cima do peito dele em uma frenética massagem cardíaca em meio ao desfibrilamento

-Afasta! - A carga é dada novamente. Dessa vez o ponto da linha começa a subir gradativamente até ficar mais estável.

Por alguns segundos Bulma respira aliviada.

O helicóptero pousa em um prédio sendo recepcionado por vários profissionais Bulma seguia sobre vegeta pressionando os ferimentos. Eles entram no centro cirúrgico. Os procedimentos são iniciados a após a primeira hora Bulma finalmente poderia sair de cima de vegeta, sendo tirada por alguém da equipe médica ela então tira os protetores cirúrgicos que haviam colocado sobre seu uniforme a sai dali tendo que aguardar na sala de espera. Ela estava completamente perdida e desesperada.

Pouco tempo depois chichi estava ao lado dela. com os olhos vermelhos de tanto chorar.

-o que houve com ele? - Bulma balbucia para chichi que estava sentada com as mãos no rosto.

-eu ainda não tenho notícia – chichi fala e levanta o rosto olhando a Bulma – não sabia que você era do FBI ?

-Longa história – Bulma suspira

-e o vegeta? – chichi pergunta

-Ele... – as lagrimas voltam ao rosto de Bulma – ele teve uma parada cardíaca quando estávamos vindo e agora que começou a parte cirúrgica...eu fiquei uma maldita hora inteira lá dentro só para conseguirem estabilizar ele para tentarem fazer algo.

-eu sinto muito Bulma – chichi fala abraçando a amiga ignorando todo o sangue e pedaços que a cobria

Após longas horas Valery chega ao hospital. Ela trazia algumas roupas para Bulma que havia lhe pedido bem como veio buscar notícia.

-Está em todos os noticiários. Missão fracassada de FBI termina em tragédia. – Valery fala

-Odeio eles- chichi fala

-Eles estão sendo acusados Valery? - Bulma pergunta

-parece pelas noticias que o FBI equivocou-se na missão errando seus alvos. Mas tudo está sendo mantido em sigilo para apuração do caso. menos mal

Então Bulma pegas as roupas e vai até o vestuário ali do hospital e toma um banho tirando tudo aquilo que estava sobre ela. Ela coloca o uniforme em um saco azul o lacrando. E veste uma calça jeans com uma camiseta e um casaco.

As horas se tornam longas na sala, elas ficam em meio a grandes copos de café. A governanta trazia o pequeno Goten a cada duas horas para chichi o amamenta-lo.

Finalmente um médico sai ali.

-Os familiares de kakarotto?

Chichi se levanta quase que de imediato junto a Valery

-ele passou por uma longa cirurgia. Teve algumas complicações e sofreu uma parada cardíaca, mas seu quadro agora é estável, mas ainda não está fora de perigo. Ele seguira em UTI.

-Eu posso vê-lo? – chichi pergunta

- Sim pode, mas ele está sedado e em coma induzido devido aos graves ferimentos.

Chichi apenas chora.

-a enfermeira vai acompanha-las - conclui o médico virando as costa até sentir seu braço segurado

-E o vegeta? Tem alguma notícia? – Bulma pergunta ansiosa.

O médico deu um longo suspiro.

-Não... não tenho, porque não estava o acompanhando, vou pedir para alguém trazer noticias senhorita.

Após um tempo uma jovem com jaleco aparece

-Você aguarda por notícias do paciente vegeta?

-Sim isso mesmo

-Ele ainda está em cirurgia. Ele teve uma grande complicação devido a uma perfuração próxima ao coração e outra no pulmão já fizemos varia reposições sanguíneas devido a hemorragia. os demais projeteis atingiram vários órgãos que precisaram ser reparados. A parte mais delicada está sendo concluída agora. Ele teve algumas paradas, mas tem resistido bem até agora. Em breve ele deve sair do centro cirúrgico.

A mulher se retira. Bulma desaba na cadeira. Um bom tempo depois o medico avisou a ida de vegeta a UTI ,ele estava entubado e em coma induzido até recupera-se de parte dos danos. E Bulma foi vê-lo e ficar no quarto com ele.

Ela chega ao quarto e desaba a chorar ao vê-lo daquela maneira. Ele tinha vários fios ligados ao seu corpo ligado a monitores diversos. Ela se senta próximo a ele o tocando. Então ela murmura ao ouvido de vegeta.

-oh vegeta, meu amor, parece que vamos ter que esperar mais um pouco para ter nosso filho.... fala encostando sua cabeça a dele

Vai ser um longo processo de recuperação.

 

 

Passado 10 dias e muitas visitas de agentes interrogando Bulma e chichi. Finalmente a primeira reação. Kakarotto finalmente seria tirado do coma induzido. Ele agora respirava sem ajuda de aparelhos. Após uns dois dias finalmente ele despertava por conta própria abrindo os olhos.

Chichi estava dormindo com a cabeça sobre os braços encostada na cama dele quando ele coloca a mão sobre o cabelo dela a despertando.

-oi – ela fala com um sorriso – como você tá?

-com dor...muita dor- ele responde com um sorriso fraco – o que aconteceu?

-eu não sei direito, mas você levou alguns tiros e passou por cirurgia

-acho que tá virando rotina – ele fala rindo

-é mais dessa vez foi um pouco mais complicado...-chichi fala triste – você está a 12 dias apagado.

-Nossa! tudo isso? – surpreendeu-se kakarotto

-Pois é.

-E o vegeta?

-Bom ele...ele ainda tá em coma, sem previsão para sair. – Chichi fala tristemente

-e a Valery? – kakarotto pergunta

-ela tá cuidando de tudo junto com o Turles e o Gohan, por enquanto esta tudo tranquilo, ela sabe de tudo que aconteceu melhor do que eu , bom ela e a Bulma.

-Bulma? – estranhou kakarotto – onde ela está?

-tá lá com o vegeta. Ela o salvou – chichi deu um sorriso de lado – ironia né?

Kakarotto fica pensativo

-e como está o Goten? – kakarotto perguntou

-ele cresceu bastante esta mais espertinho, bom ele fez seu primeiro mês- chichi fala em um misto de alegria e tristeza

-Desculpa chi... eu não sabia o que ia acontecer.

-Tudo bem, sei que não é sua culpa. - chichi fala segurando o rosto de kakarotto – agora vamos nos concentrar em sua recuperação.

Kakarotto resolveu deixar Bulma quieta por enquanto. Lunch veio o visitar no dia seguinte

-oi como tá o chefe? – lunch pergunta sorrindo animada

-como um queijo suíço costurado- kakarotto fala rindo para a loira

Chichi estava na poltrona amamentando Goten

-só pra constar a culpa foi toda sua – lunch fala rindo – onde já se viu receber um aviso e ir de peito aberto assim?-fala agora zangada

-Falha minha dá próxima prometo que vou usar um colete horroroso e pesado. – Kakarotto fala rindo – o raditz como ele tá? Eu o vi no dia mais não tive mais notícia

-ah ele tá bem, aquele é outro idiota, sorte que estava de colete que amenizou o estrago.

Então eles começam a conversar sobre como Bulma chegou até lá e os podres do FBI.

Após uma semana finalmente vegeta é tirado do coma induzido conseguindo respirar agora sozinho. Ele havia tido um acumulo de liquido nos pulmões nesse período tendo que ser drenado, mas se recuperou agora era o teste derradeiro se os pulmão havia realmente se recuperado a ponto de trabalhar sozinho.

Demora-se dois dias e meio até que vegeta volta a si por conta própria. Bulma estava praticamente sem dormir ansiosa com o despertar dele.

Finalmente vegeta abre os olhos e pode ver os grandes e brilhantes orbes azuis o encarando preocupada. Ele tenta esboçar um sorriso, mas tudo doía.

Bulma simplesmente segura seu rosto com as duas mãos encostando sua cabeça a dele o encarando e beija-lhe os lábios ela sussurra

-bem vindo de volta meu amor, senti tanto sua falta.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...