História Mestres de Monstros - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Originais
Tags Amizade, Batalhas, Estratégias, Misterios, Monstros
Visualizações 42
Palavras 1.028
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Aventura, Romance e Novela

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 4 - A flecha da esperança!


Fanfic / Fanfiction Mestres de Monstros - Capítulo 4 - A flecha da esperança!

Os ataques se misturam e formam uma grande bola de energia que colide violentamente contra o escudo da Fada e causa uma grande explosão, e todo o ginásio se enche de fumaça.

Ninguém consegue enxergar o que aconteceu devido à fumaça que cobre todo o estádio. Todos ficam na expectativa do anúncio da vitória do Carlos; Eric vibra com a vitória de seu amigo, e Paulo está surpreso com a inteligência de seu neto ao usar a defesa da Fada Harpista para encurralar os outros monstros. Porém, depois que a fumaça se dissipa, Carlos fica espantado ao ver que a Fada sobreviveu ao ataque e assim impediu que os outros monstros fossem atingidos.

Bianca e os outros mestres também se surpreendem pelo Escudo de Luz ter suportado o ataque dos quatro monstros juntos. Paulo diz que realmente a Fada Harpista possui uma das melhores defesas dentre todos os monstros.

— Isso não pode ser possível! — Carlos grita, não acreditando que o Escudo de Luz suportou os ataques de seus monstros.

— Parece que você não terá mais nenhuma chance de vencer, então que tal desistir? — Bianca pergunta, certa de que ele desistirá.

— Eu vou... eu vou dar um jeito de atravessar esse Escudo de Luz! — Carlos responde, embora sem saber o que fazer.

— Mas você não viu que nem seus quatro monstros juntos puderam vencer o escudo da Fada Harpista? — Bianca aponta para o Escudo de Luz, dessa vez surpresa por Carlos não desistir. Ordena que a Fada mude sua música para desfazer o escudo, em seguida manda a Domadora e o Tamus atacarem. Os dois saem, em seguida a Fada muda sua música e cria novamente seu escudo.

Tamus e a Domadora correm na direção dos monstros de Carlos, que está visivelmente abalado. Ele envia Zero para usar o Punho de Gelo, mas antes que possa atacar, a Domadora estica seu chicote, prende e ergue o seu braço, e o ataque do Zero acaba sendo lançado para cima.

Ela diz para o Tamus usar o Abraço Mortal. Tamus pula em cima do Zero, abraça-o e vai apertando cada vez mais forte até que ele não aguenta e volta para o medalhão.

— Eu avisei para você desistir, mas como você é muito teimoso, terei que acabar com essa batalha de uma vez! — Bianca diz sorrindo.

— Essa garota não para de rir! — Carlos fica irritado. — Não posso continuar perdendo monstros assim!

Ele solicita que a Arqueira use suas flechas (elas duram alguns segundos e depois desaparecem) contra o Tamus e a Domadora, mas Tamus se desvia facilmente delas, e a Domadora consegue rebatê-las facilmente com seu chicote. Bianca vai se sentindo vitoriosa, pois percebe que Carlos está entrando em desespero e já não está analisando a situação antes de atacar, como vinha fazendo.

Carlos envia o Cavaleiro Lendário, que se prepara para usar o Poder Medieval, mas a Bianca pede para a Domadora prender o Tamus no chicote e lançá-lo na direção do Cavaleiro Lendário. Ela o faz, e o Tamus acerta o rosto do Cavaleiro Lendário com a cabeça. Ao cair no chão, ele é atacado pela Domadora, que usa o Chicote Cortante (saem vários metais pontiagudos de dentro do chicote) e corta o Cavaleiro ao meio, e ele volta para o medalhão.

Paulo e os outros ficam chocados com a facilidade com que a Bianca derrotou o Cavaleiro Lendário. Eric começa a ficar preocupado.

— E então, Carlos? Parece que é hora de desistir! — provoca Bianca sorridente como sempre.

— Ainda não acabou... Dino de Fogo, ataque! — Carlos ordena, mas sem convicção de que realmente pode vencê-la.

— Você realmente é persistente! — Bianca diz sorrindo.

Dino de Fogo corre na direção da Domadora. Carlos decide improvisar e pede a ele que ataque com a cauda, mas as consequências são piores. A Domadora sobe na sua cauda e vai para suas costas, pula e o corta ao meio com o Chicote Cortante, e o monstro volta para o medalhão.

— Dino de Fogo! — Carlos grita assustado com a derrota do seu monstro.

— Parece que agora a batalha acabou!

— Ainda não! — Carlos afirma nervoso.

As coisas vão piorando para ele, que a essa altura já entra em desespero, e mesmo que tente se controlar para pensar em alguma coisa, não consegue.

— Eric, talvez seja necessário torcer pelo Shiro, porque as coisas estão muito complicadas para o Carlos — Nelson informa ao perceber que o garoto dificilmente vencerá.

— Não, pai! Eu ainda acredito no Carlos! — Eric diz cada vez mais tenso.

Carlos não sabe o que fazer e sua confiança desaparece a cada ataque dos monstros da Bianca.

— Realmente você já me encheu, é hora de acabar com tudo de uma vez! Domadora, Tamus, vão até lá e derrotem a Tartaruga Antiga! — ordena Bianca, dessa vez séria.

Os dois correm na direção dos monstros de Carlos, que grita:

— Arqueira, acerte-os com suas flechas!

Tamus continua desviando facilmente das flechas, e a Domadora vai rebatendo-as e fazendo-as atingir diferentes partes da arena.

“Então é isso? Depois de tudo eu vou perder logo na primeira batalha? Eu não poderei recuperar o Cavalo em Brasa e nem saber a verdade sobre meu pai?”, pensa Carlos cada vez mais tenso.

A cada flecha que Tamus desvia e a Domadora rebate, as esperanças de Carlos diminuem. Nas arquibancadas, Paulo e os outros também ficam apreensivos, e até na sala de espera os mestres comentam sobre a batalha.

— Eu sabia que ele não passaria da primeira batalha, ele nem tem jeito de Mestre de Monstros! — declara Shiro com ar de superioridade.

— Realmente as coisas se complicaram para ele! — diz Caio.

Carlos vai se desesperando a cada momento, mas repara que uma das flechas que a Domadora rebateu, passou por cima do escudo da Fada Harpista e caiu próximo a ela. Nesse momento Carlos decide dar sua última cartada.

— Arqueira, atire sua flecha o mais alto que puder, de maneira que caia em cima da Bora!

— É tarde demais para tentar reagir, Carlos! — Bianca afirma.

Continua



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...