1. Spirit Fanfics >
  2. Met Him Last Night >
  3. Him

História Met Him Last Night - Capítulo 4


Escrita por: Saradaxxxxxx

Notas do Autor


Olá povo não me matem pela demora .....
Esse episódio foi crucial pra algumas coisinhas embora parado mas prometo que logo tudo vai melhorar
Boa Leituraaaa

Capítulo 4 - Him


Met Him Last Night

Eu tive escolhas

E eu o escolhi

Não foi como se ele tivesse me forçado a algo, tudo era unicamente culpa minha

O Meu fim, foi causado por mim.

(...)

Com as mãos de Sasuke no meu pescoço, eu vi a vida passar pelos meus olhos.

Eu não tinha mais forças para lutar, os meus protestos pareciam nada para ele e sua força descomunal,  já sentido meu corpo ficar fraco, juntei um pouco do ar ainda sobrado de meus pulmões

— Me .. Solta .. Sasu..—observei Sasuke arregalar os olhos e se afastar de mim abruptamente, ele ficou de pé olhando assustado para aquela situação. Num impulso peguei o travesseiro do mesmo e abafei minha boca para tossir e não acordar ninguém.

Puxava o ar com força e voltava novamente a tossir no travesseiro enquanto Sasuke já havia se agachado ao meu lado e pedindo mil desculpas.

— O que diabos você estava fazendo? — sussurrei me afastando do mesmo ainda recuperando o ar e massageando a minha garganta

— Me desculpe eu .. Eu ..— ele tentava me tocar num pedido de desculpas desesperado

Foi quando senti um cheiro estranho vindo do mesmo.. Um cheiro que nunca havia sentido antes

— O que você usou? —Sasuke paralisou pensativo me fitando e logo após o observei se afastar e se encolher no outro lado da sala — Sasuke?

— Eu ..Me desculpe Sakura de verdade, eu não queria machucá-la —Sem mais nenhuma palavra ele pegou seus cobertores e correu em passos leves no corredor para o quarto do mesmo.

Pensei em ir atrás dele e lhe enforcar também porque wtf? Quase morri de graça do nada na sala da família do Naruto por um Sasuke irreconhecível, e mais uma vez ele demonstrou mais uma de suas mil e cem facetas.

E eu não consegui mais dormir a noite toda com medo de Sasuke voltar para sala e me enforcar de novo. Ainda processava o que tinha acontecido e o porque, apenas o porque! Ele nem parecia a mesma pessoa que se ofereceu para nos esquentar no carro e que de vez em quando implica comigo ou é extremamente estranho, não conseguia enxergar ou ter uma outra conclusão naquele momento de que Sasuke só poderia estar drogado.

Quando amanheceu, antes de todos acordarem eu catei minhas coisas e levei para o quarto em que estava hospedada e junto dos lençóis, o travesseiro extra de Sasuke. O relógio marcava 6 horas da manhã, o sol estava nascendo e talvez o frio diminuísse um pouco então tranquei a porta do quarto e me enrolei como uma lagarta nos lençóis caindo no sono.

Mas não durou muito pois acordei com barulho de vozes altas vindo da cozinha, chequei o relógio de parede novamente que marcava 11:30 da manhã. Me levantei e fiz minha higiene matinal e coloquei uma roupa apresentável porém confortável e quentinha para cumprimentar a família de Naruto. Deve estar se perguntando se não estou envergonhada com isto o que respondo ser óbvio, ontem não foi o suficiente para conhecê-los e ficar a vontade, logo eu que por muito tempo só lidei com uma pessoa.

Que era minha mãe.

— Bom dia Sakura — A mãe de Naruto foi a primeira a me cumprimentar com animação — Todos dormiram demais hoje — o sorriso em seu rosto era radiante, como o de Naruto.

Estávamos todos na mesa inclusive Sasuke com uma cara de poucos amigos e infelizmente tinha uma cadeira vazia ao lado do mesmo.

— Sente-se aqui — Naruto apontou para a cadeira ao seu lado que por acaso também era ao lado de seu irmão gêmeo e eu não tinha percebido.

— Obrigado — o agradeci sentando na cadeira.

— Você ‘tá com uma carinha de que não dormiu bem — pela primeira vez o irmão de Naruto se referiu a mim?

— Ah eu .. — não pude evitar de fitar Sasuke que mantinha a cabeça abaixada olhando para o copo de café entre as duas mãos, ele estava pensativo e ainda com cara de poucos amigos

— Ah! Me desculpe Sakura, você pode dormir no meu quarto hoje — Naruto tocou o meu ombro — O quarto dela está com problemas de correntes de ar, por isso ela não dormiu bem

— Oh! Querida perdoe-nos por isso, havia me esquecido deste problema como fui esquecida — a mãe de Naruto se desculpava com as mãos juntas ao meu lado.

Eu tive o melhor tratamento possível pela família no dia, acho que eles viram como uma forma de se desculparem pelo imprevisto. Ao passear no jardim pós café da manhã, com a luz do dia e sem a neblina pude perceber quão bonito era a chácara da família de Naruto e o lugar também, era bonito e tinha poucos vizinhos também por ali.

Um movimento me chamou a atenção:

Não estava mais tão assustada quanto ontem à noite, sinto que poderia derrubar o Sasuke com uma rasteira mas eu realmente esperava que ele chegasse em mim e que nós conversássemos sobre o uso de LSD na casa de Naruto. Não era tudo bem usar drogas, óbvio, mas era menos tudo bem ainda fazer isto na casa de Naruto, por mais que apenas eu saiba disso é como se ele estivesse sendo desrespeitoso com a família na minha percepção. De longe porém ainda no enorme quintal dos Namikaze, pude ver Sasuke saindo encapuzado olhando ao redor, para onde ele poderia estar indo?

Minha maldita curiosidade não me permitiu ficar quieta diante daquele cenário, como uma péssima intrometida fiz questão de segui-lo. Aquilo não fazia sentido nenhum, Sasuke não saberia andar por aqui porque pelo o que parece este lugar era desconhecido para o mesmo, então para onde ele estava indo? Não tinha um GPS em mão o guiando, ele estaria mentindo sobre não conhecer este lugar?

Antes que o mesmo me visse, escondi-me atrás de uma árvore e o esperei andar novamente para continuar a segui-lo, desta vez um pouquinho mais longe.

Percebi quando o mesmo acelerou os passos e andou mais rápido como se estivesse correndo até que ao virar a maldita esquina não fui mais capaz de vê-lo. Corri mais um pouco tentando ver qualquer rastro do mesmo mas ele tinha sumido, desaparecido!

— Pare de me seguir

— Céus! — meu coração poderia sair de meu peito naquele momento, me virei dando de cara com um Sasuke sério e talvez irritado. — Não estava te seguindo.

—Não? — arqueou uma sobrancelha — Estava indo aonde então?

— Não te interessa — dei de ombros e virei lhe as costas para andar em qualquer direção mas o mesmo segurou em meu braço virando-me de volta —Que foi Sasuke?

—Porque está me seguindo? — seu tom de voz era firme, ele me olhou no fundo dos olhos.. Pude sentir uma sensação estranha.. Não! Não era uma sensação estranha .. Era A Sensação que ele me causava as vezes sem mais nem menos

— Espera! Acho que EU deveria fazer as perguntas! O que diabos foi aquilo ontem a noite Sasuke? — Por alguns segundos senti que havia deixado Sasuke desconcertado mas ele se recuperou rápido.— Você está usando drogas?— ele respirou fundo e olhou ao nosso redor logo em seguida segurando em meus ombros com ambas mãos

—Sei que depois de ontem você não tem nenhum motivo para acreditar em mim mas estar falando comigo já é uma coisa boa — engoliu a seco franzindo a sobrancelha numa feição séria demais — Eu não usei drogas, alguém me drogou.

— Isto não faz o menor sentido — me desvencilhei de suas mãos rindo de sua alucinação

— Na verdade faz muito mais do que você imagina Sakura, eu acho melhor você e Naruto voltarem para a faculdade porque aqui não está seguro

— Cala a boca eu não acredito em você..-

— A droga era para você.— sua mão segurou o meu rosto para olhá-lo com atenção

— O que você está diz..-

— Eu troquei as nossas xícaras de chá pós jantar, o vapor que saía da sua xícara era estranho.. Alguém quis drogar você Sakura.

Senti meu corpo travar naquele momento, poderia isso ser realmente verdade?

—Isso é verdade? — ele balançou a cabeça positivamente e me fitou por alguns segundos — Como posso confiar em você?

—Tsc.. —fez uma leve careta e olhou ao redor novamente antes de virar para mim — Eu sei que você mexeu na minha mala, sei que você sabe dos envelopes

— Era pra me deixar mais confiante?

— Se você tem amor a sua vida não vai querer se envolver com isso Sakura, mas para a sua confiança eu vou dizer o que tem dentro daqueles envelopes e você pode confirmar quando chegarmos na chácara.— observei o rosto de Sasuke se aproximar do meu, o cheiro doce do shampoo que ele tinha trocado invadiu minhas narinas, inspirei fundo ao sentir o seu hálito bater em minha orelha — Eu sei que você banca a detetive nas horas vagas, mas não tenho tempo para ficar te protegendo então peço que pare de me seguir, engula essa curiosidade insuportável e não tente chegar perto novamente

— Sa..-

— Dentro daqueles envelopes contém segredos, segredos caros demais para me oferecem fortunas por isto, são segredos que valem a sua vida — O observei abrir o sobretudo que usava — Estou com um agora, não é por acaso e nem por diversão que realmente vim Sakura então dê meia volta e vá para chácara e se você quiser confirmar o que disse, faça e esqueça de tudo isto para o seu bem

Eu estava paralisada, Sasuke havia dito aquilo como se tivesse me contando um segredo bobo mas o que era mais assustador foi o seu olhar sem emoção lançado a mim logo após me dizer aquilo ainda tão perto de meu rosto

—Você vai voltar? — perguntei num sussurro falho

—Infelizmente você entrou nesse meio de paraquedas, não acredito que Naruto esteja envolvido em algo também mas você deveria pegar o caminho pra estação de ônibus daqui.

— Não posso fazer isso assim ..

— Eu sei — ele revirou os olhos se afastando de mim — Por isto peço que vá para casa e não faça nenhuma bobeira

Eu odiei... Odiei aquele sentimento de impotência, medo e curiosidade mortal que Sasuke havia provocado em mim. Mas eu .. Não queria morrer, senti que Sasuke estava falando a verdade, ele não teria nenhum motivo para mentir olhando para mim dessa maneira, olhando em meus olhos com tanta verdade.

Sasuke balançou a cabeça em confirmação e me deu uma última olhada antes de passar por mim em passos largos. Sem olhá-lo, também fiz questão de apressar meus passos o mais rápido que pudesse, Se alguém realmente está de olho em mim, definitivamente poderia estar me seguindo também. Coloquei a mão no bolso e caminhei rápido de volta para chácara, senti o celular vibrar e rapidamente num misto de medo e apreensão desbloqueei a tela, um alívio percorreu meu corpo ao ver que era algo de Sasuke.

“ Me desculpe”

(...)

Depois da conversa que tive com Sasuke, voltei para a chácara Namikaze mais desconfiada do que já estive em minha vida. Me deparei com Naruto e Menma discutindo sobre algo enquanto Kushina tentava apaziguar e Minato preparava algo para comer.

— Oh, cadê Sasuke? — Me perguntou Naruto imediatamente ao ver me fechar a porta —Eu sei que vocês estavam juntos — estreitou os olhos com um tom brincalhão em sua voz, imediatamente desconfiei daquilo

Como ele sabia ?

—Hum? — me fiz de desentendida

—Não precisam esconder o namorico de mim, eu sou o melhor amigo de vocês!

Aff.. Era só o Naruto sendo idiota mesmo.

— Namorico, hum? — Kushina riu — Uma pena pois já estava pensando em juntá-la com Menma!

— Mãe? — o moreno revirou os olhos —Por favor

— Desculpe — ela riu tampando a boca — Mas você é tão linda Sakura, queria netinhos com o seus olhos

Como aquela situação tinha mudado de desconfiada para constrangedora em tão pouco tempo?

— Mãe! — Naruto exclamou — Para, está deixando a Sakura vermelha

— Sei que meu Menma é muito tímido e fala pouco mas ele é muito gentil e cavalheiro — riu se aproximando de mim —Mas estou apenas brincando

— Usava esse tom quando falou com a Hinata e a senhora não estava nada brincando — observei Menma se acomodar no sofá vencendo a luta de Naruto que desistiu e se levantou indo a cozinha —Apenas pare de deixá-la desconfortável

— Ughh Tudo bem senhor confortável — ela debochou e riu tocando o meu rosto — Estou só brincando querida e aliás — chegou mais perto para eu ouvir —O carequinha é muito bonito.

— Mas eu não estou n..- — não pude terminar a frase pois a mesma me deixou sozinha se juntando a Minato e Naruto na cozinha.

Ótimo, torta de climão!

— Pode se sentar aqui — Menma bateu no espaço ao seu lado — Releve minha mãe, ela passa dos limites as vezes.

Observei o sorriso de Menma, era idêntico e tão bonito como o de Naruto mas diferente do Loiro, Menma parecia ter muito mais de Minato do que de Kushina, coisas como temperamento e comportamento, modo de falar e até de olhar eram diferentes do de Naruto.

Embora ambos fossem gêmeos idênticos, ao mesmo tempo não eram tão assim.

Com a desconfiança no auge, sentei ao seu lado e fiquei estática, como uma pedra.

Na verdade Menma me intimidava de alguma forma, era como se ele pudesse saber os meus pensamentos.

Algo nele me lembrava Sasuke .. Talvez o ar misterioso?

— Obrigado. — agradeci num sorriso sem dentes

— Então, é verdade que você namora o Sasuke? — como quem não queria nada, ele colocou os braços atrás da cabeça como naruto costuma fazer e se jogou para trás

— Não.. Nós só.. Somos próximos — Somos ?

— Hum, é estranho mesmo — riu soprado —Vocês não combinam.

Não combinávamos? Desculpe na verdade eu nem me importava com isso e sim .. Com o que infernos Sasuke estava fazendo com Segredos perigosos?

— Hum..

— Olhe — chamou a minha atenção — Sei que aqui parece um lugar sem graça porque não tem nada divertido e diferente de Londres e sinto muito em lhe dizer que é mesmo — riu —Também moro longe daqui, no momento na França.

— Mas aqui parece ser um lugar ótimo para crescer — supus

— Bem, não morávamos aqui ... Quero dizer, morávamos por aqui mas não nesta chácara. Mamãe quis comprá-la logo assim que saí de casa, ela disse que queria ficar em um lugar tranquilo com papai então no outro ano Naruto foi para Londres —respirou fundo desfazendo sua pose. Fitei seus olhos que se abriram num olhar que me pareceu pesado..— Mas foi ótimo sim

Menma não parecia ser uma pessoa ruim apesar de sua áurea estranha, ele parecia normal.. Até mais que o animado do Naruto.

— Cresci viajando para vários países, meus pais são divorciados. — dei de ombros — Sempre sonhei com uma casa fixa e calma

Menma me fitou curioso

—Eu sempre quis viajar para vários países quando era criança — riu nasalado — Podíamos trocar de vida.

— Sim — acompanhei numa risada baixa.

A porta se abriu de repente revelando um Sasuke com Nariz vermelho. Seu olhar pousou em mim e logo depois analisou Menma por alguns segundos antes de tirar o sobretudo e pendurar no cabideiro ao lado da porta.

Ele tinha uma sacola em mãos.

O observei ir a cozinha e percebi que o mesmo permaneceu lá por alguns minutos enquanto eu conversava com alguma coisa aleatória com Menma que surpreendentemente estava conversando bem comigo. Menma ainda sim era mais tímido que Naruto e ainda possuía uma área digamos agora que .. Fechada, mas parecia ser alguém agradável.

Após observar Sasuke passar pelo corredor e ir para o quarto que estava hospedado, esperei alguns minutos para me desvencilhar de Menma e ir até o mesmo.

Ao abrir a porta do quarto me deparei com tudo arrumado. A cama estava bem esticada e os lençóis sobrados assim como as malas abertas e arrumadas, provavelmente ele tinha pegado mudas de roupa. Aproveitei para olhar melhor e lá estavam os envelopes restando que ele tinha dito, não me aproximei muito, apenas sentei em sua cama e mexi no celular e logo um Sasuke com roupas aquecidas e cabelos molhados saiu do banheiro e passando por mim indiferente, estava aplicando alguma essência em seu corpo.

—Já confirmou o que queria?

— Será que você poderia esclarecer realmente alguma coisa? — guardei o celular em meu bolso para lhe dar toda atenção — Sasuke?

O observei passar a mão nos pequenos fiapos de cabelo de sua cabeça, ele respirou fundo e desbloqueou o seu celular passando a mexer.

— Você descobriu muito mais do que devia

— Acha que mereço uma explicação, não? — Ele passou a me fitar por alguns segundos até um “tsc..” rendido sair de sua boca.  — Gostaria de saber sobre a pessoa que eu estou andando Sasuke, você consegue compreender isso? Eu estou sendo stalkeada e agora descubro que você trabalha pra gente perigosa por informações, pensando bem até que faz sentido agora você ter descoberto sobre o meu stalker

Cruzei os braços ficando de pé a encarar o mesmo que parecia estar ficando irritado.

Ele respirou fundo e indicou o meu celular com a cabeça, era uma mensagem do mesmo que eu ia perguntar o porque disso mas ele calou a minha boca com a sua mão rapidamente indicando com o olhar novamente para o meu celular.

Desconfiada, levantei o aparelho a altura de meus olhos e li sua mensagem:

Prometo que te explico depois, mas aqui é perigoso”

O encarei por mais alguns segundos esperando o mesmo tirar a mão da minha boca.

— Amanhã, eu prometo.

Disse ele antes de me colocar pra fora do seu quarto.

Maldito..

(...)

Cogitei na ideia de estar louca demais a noite inteira por ter engolido facilmente a desculpa de Sasuke para me enforcar na noite anterior, mas pelo o que aparentava ele estava sendo sincero, pelo menos o resto dos momentos que tivemos na casa de Naruto e agora no outro dia pela noite estávamos pegando o ônibus para voltar a Londres, até então ele tinha demonstrado estar certo de suas palavras. A Mãe de Naruto disse para voltarmos logo e é claro que concordamos mas .. Menma, ele tinha um olhar estranho para com Sasuke, pensei que aquilo poderia ser impressão minha mas ... Talvez o estado de alerta de Sasuke pudesse ser por ele e seu jeito estranho de ser. Não era como se Menma pudesse ser alguém perigoso.

No ônibus, tentei sentar ao lado de Sasuke mas ele apenas desvencilhou de mim sentado ao lado de Naruto, pelo reflexo da janela observei o mesmo colocar o fone de ouvidos e fechar os olhos. O que ele pretendia me enrolando? Não era como se ele não pudesse me contar no ônibus, eu acho..

Mas em algum momento eu dormi, caí no sono e me desliguei do mundo .. Dormi feito pedra, talvez pelo fato de que estava quentinho e eu estava muito bem aquecida naquela cadeira. Ao acordar, senti um cheiro adocicado .. Algo como .. um perfume. Foi quando percebi que além de uma coberta, um casaco escuro estava me cobrindo também.

Virei o rosto para fitar os meninos e percebi que Naruto estava sem a sua jaqueta, ambos cobertos com Sasuke dormindo no ombro do loiro e o mesmo com a cabeça em cima da de Sasuke, babando em seus cabelinhos curtos. Não pude evitar de rir com aquela cena e puxei o celular rapidamente para tirar uma foto.

E este era o meu novo wallpaper.. Meus dois primeiros melhores amigos..

 


Notas Finais


Beijossss


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...